quinta-feira, 28 de abril de 2011

Aulas com Bianchi Prata

Vem descobrir o espírito de piloto que há em ti!

Aprende com o experiente piloto Pedro Bianchi Prata as melhores estratégias e técnicas para te tornares um verdadeiro campeão em Enduro e Todo-o-Terreno ou apenas para te iniciares no mundo off-road.

Podes escolher entre uma aula de 1h (30€) ou um estágio de 4h (65€) nos Centros de Estágios Bianchi Prata no Marco de Canaveses ou em Sintra.

Disponibilizamos o equipamento e as novas motos da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, da gama Husqvarna.

Faz pré-reserva para o email: reservas@bianchiprata.com

Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata - Beatriz Martins
Fotos: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata

Testa as Husqvarnas com a Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate

Testa as tuas potencialidades no desporto motorizado visitando o Centro de Estágios Bianchi Prata.
Por apenas 100€, podes experimentar toda a gama Husqvarna (TE 449, TE 510, TE 310, TE 250) em pistas de Motocross, Enduro e com íngremes passagens em zonas Extreme artificial e de Trialeira.
Sempre com a orientação e monitorização dos pilotos da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, o que te permitirá evoluir como piloto ou amante deste desporto.


Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata - Beatriz Martins
Fotos: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata - José Carlos Silva

David Knight de fora por 4 meses

Knigther vai ser operado no próximo sábado para corrigir a sua subluxação no quadril esquerdo. Posteriormente, irá também fazer uma correcção no quadril direito, pelo que estará afastado da competição nos próximos 4 meses.
O seu lugar será ocupado pelo veterano, mas muito rápido, Alessandro Belometti.

Fonte: www.offroadchampions.com

quarta-feira, 27 de abril de 2011

X-Games 2011 vão ter EnduroCross

A conhecida competição X-Games, que se realiza todos os anos nos Estados Unidos e que conta já com 17 anos de existência, irá incluir pela primeira vez no seu programa o EnduroCross.
Serão convidados para a prova os 20 melhores pilotos do campeonato Norte-Americano de EnduroCross, juntamente com pelo menos mais 10 pilotos de todo o mundo.
A prova realizar-se-á no estádio Staples Center, em Los Angeles, a 31 de Julho.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

RHC Motos cumpriu no Raid Ferraria/ Vinho Margalha

Dando continuidade a um animado Campeonato Nacional de Todo-o-terreno, a equipa RHC Motos esteve presente no passado fim-de-semana em Gavião (distrito Portalegre). A 24ª edição do Raid da Ferraria teve como representantes da equipa Kawasaki de Torres Novas, João Rosa e Nelson “DJ” Vassalo.
O veterano piloto de Viana do Castelo, ainda com pouco ritmo de competição devido à sua paragem por lesão (Dakar 2011), teve ao longo de toda a prova, uma toada calculista e bastante segura. “Cumpri o dia de hoje à defesa e sem arriscar, para terminar e amealhar alguns pontos para o campeonato”. No prólogo foi apenas 16º classificado devido a ter deixado “calar” o motor da sua Kawasaki. Arrancando para um traçado de 3 voltas de cerca de 80 Km’s, inicialmente teve dificuldades em ultrapassar pilotos mais lentos (devido ao pó) sendo que à primeira passagem era 20º da geral. Na 2ª e 3ª volta melhorou o seu tempo em quase 5min, terminando na 6ª posição da classe TT2. Satisfeito, João Rosa comentou: “A minha mota esteve excelente, bem como toda a assistência RHC Motos”.

O piloto Nelson Vassalo, apesar de ter estado toda a semana em Andorra em trabalho, não pôs de parte a sua presença em Gavião. O ribatejano aos comandos da potente Kawasaki KX491F e a militar na classe TT3 foi 26º classificado no prólogo de sábado. Já no dia de domingo e com 3 voltas para cumprir, num traçado bastante duro e empedrado, conseguiu ser 7º classificado da classe. “ Estive em Andorra a tocar (DJ) para mais de 2500 finalistas. Não tive oportunidade de treinar nem de estar a 100%, mas optei por vir à corrida para dar o devido retorno a todos os patrocinadores e à RHC Motos que tem sido fantástica”.
A próxima prova será nos próximos dias 28 e 29 de Maio (Peso da Régua) – Campeonato Nacional de Enduro. Os pilotos em representação da RHC MOTOS serão Luís Simões, Gabriel Carvalho e Vincent Ferreira na classe Verdes1, tendo a representação da classe Verdes2 ficado a cargo de Leandro Fidalgo.

Texto: Evo-press
Fotos: ABTFOTO.com

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Cpto Espanhol 2011 - 2ª Prova - Lalin - Video

Raid Ferraria/Vinho Margalha – CNTT 2011 – Fausto Mota

A 24ª edição do Raid da Ferraria (2ª prova pontuável para o Nacional de TT) decorreu no passado fim-de-semana em Gavião - distrito de Portalegre. O dia de sábado ficou reservado às verificações e ao prólogo, onde o piloto do Marco de Canaveses apesar de ter mais uma vez deixado a mota ir abaixo, obteve o excelente 8º posto. Era importante sair numa boa posição, pois o dia de domingo era composto por sectores rápidos com muito pó, alternando com zonas bastante sinuosas e empedradas.
Já no domingo a sorte não esteve do lado de Fausto Mota, pois logo na fase inicial da prova foi vítima de uma queda, retomando a prova um pouco maltratado e bastante nervoso. A partir daí restava tentar recuperar o máximo do tempo perdido até então, minimizando a perda de lugares na classificação da classe TT1 e os importantes pontos para o campeonato.
Desta forma assistimos a uma prova fantástica por parte do piloto RACE TECH, que depois de andar na 12ª posição da geral (3º classe TT1) nas duas voltas ao percurso, conseguiu alcançar a segunda posição da classe (10º geral) na derradeira volta.

Um prémio merecido para o piloto YAMAHA que apesar do pouco treino, continua na 2ª posição da classe TT1 no Campeonato Nacional de Todo-o-terreno. Bastante satisfeito comentou: “Devido à queda tive bastantes dificuldades em encontrar um bom ritmo apesar da YAMAHA ter ficado intacta, mas na volta final foi o tudo-ou-nada. Sei que tenho capacidades para andar bastante rápido e consegui mais uma vez ser segundo. A mota esteve fantástica, bem como toda a equipa da LC MOTOS”.
A próxima prova do piloto Fausto Mota será a 30 Abril em Muriel Biejo – Campeonato Espanhol de Cross-Country.

Texto: Evo-press
Fotos: Digiphoto

RRMOTOS-SU​ZUKI-CEPSA​-CRÉDITO AGRÍCOLA vence na Ferraria



Foi com mais uma vitória que a equipa RR MOTOS/SUZUKI/CEPSA/ CRÉDITO AGRÍCOLA marcou a sua participação na 2ª prova do Campeonato Nacional de Todo o Terreno.
Tendo como cenário as belas paisagens do concelho de Gavião, foi no dia 16 e 17 de Abril que tomou lugar a 24.ª edição do Raid da Ferraria/ Vinho da Margalha, a contar para a 2ª jornada do Campeonato Nacional TT.

A disputa tomava então início sábado, com um prólogo de aproximadamente 7km, percorrido pelos 93 concorrentes em prova, registando tempos muito rápidos e colocando o piloto CRÉDITO AGRÍCOLA na 2ª posição para o dia seguinte.


Foi já da parte da tarde de domingo, debaixo dos olhares interessados do muito público presente, que arrancou a prova das motos, contando com um traçado de 75 km a percorrer 3 vezes. Mais uma vez pautada pelo ritmo intenso dos participantes, o piloto da SUZUKI RMZ450 travou uma animada discussão pela vitória, provocando o interesse e curiosidade dos presentes pelos segundos que iam variando entre as passagens e marcavam a diferença de andamentos dos pilotos.

Foi na 3ª volta que MÁRIO PATRÃO ditou o resultado final, fazendo passagens rápidas e técnicas, adquirindo alguma vantagem sobre os adversários e alcançando mais uma vez o 1º lugar do pódio.
Desta forma, a equipa RR MOTOS/SUZUKI/CEPSA/ CRÉDITO AGRÍCOLA mantém a 1ª posição no Campeonato Nacional de Todo o Terreno, agora com um total de 50 pontos.

"A prova correu bastante bem.
No prólogo cometi alguns excessos e sai de pista por duas vezes, o que me fez perder alguns segundos.
Na prova de domingo entrei sempre muito optimista, sabia que tinha 50% de possibilidades de vencer e com o decorrer da mesma senti-me cada vez mais confiante e penso que controlei bem a corrida, apesar do esforço extra necessário para superar as limitações provocadas pelas lesões contraídas na minha última participação em S. Quintino.
Esta foi a segunda vitória deste ano e sinto que a equipa está no caminho certo para alcançar os objectivos traçados.
Agradeço aos meus patrocinadores, à minha equipa de assistência e amigos e ao público que decidiu apoiar a modalidade com a sua presença."

Na agenda da equipa contamos com a próxima prova oficial para o Campeonato Nacional de Enduro no dia 28 e 29 de Maio na Régua. Destaque também para as participações no Campeonato Nacional de Motocross, que, embora não seja um objectivo oficial da equipa, têm-se revelado uma boa forma de divulgar e promover a imagem dos patrocinadores, treinar e testar equipamento. Participamos na prova da Marinha das Ondas, S. Quintino e a próxima realizar-se-á na pista Internacional de Águeda no dia 8 de Maio.

RRMOTOS-SU​ZUKI-CEPSA​-CRÉDITO AGRÍCOLA

Husqvarna volta a dominar no TT

A segunda prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno prosseguiu o fim-de-semana passado em Ferraria, no concelho de Gavião. Uma prova caracterizada por um percurso duro de 75km, com alguma pedra e bastante pó, que contou com a prestação dos pilotos Husqvarna Paulo Gonçalves, Victor Oliveira e Rui Costa na classe TT3, Pedro Bianchi Prata e Luís Teixeira na Classe TT2, Luís Ferreira e Jorge Oliveira na Classe TT1 e Joel Vaz na Classe de Promoção.

O prólogo ditou mais uma vez a partida no domingo. Paulo Gonçalves foi o primeiro piloto da marca a sair. Aos comandos da sua Husqvarna TE511 abriu o espectáculo prendendo a atenção de todos os amantes da marca e da modalidade. Seguindo-se o colega de equipa Luís Ferreira em 5° lugar, Victor Oliveira em 12° lugar, Pedro Bianchi Prata em 18° lugar, Jorge Oliveira em 21°, Rui Costa em 27° lugar e em 32° lugar Joel Vaz.

O percurso exigente não facilitou o desempenho de nenhum dos pilotos presentes, a dificuldade em ultrapassar era muita, no entanto, a Husqvarna superou todas as expectativas com o Team Bianchi Prata BP/Ultimate vencendo as classes TT1,TT3 e Promoção.
Paulo Gonçalves fechou esta etapa vencendo a classe TT3. "Foi uma prova perfeita. Os objectivos propostos foram largamente alcançados. Venci a classe e assumi o comando, ficando no 3° da geral. Foi a primeira vitória do ano na Husqvarna TE511 e vamos continuar com todo o trabalho para continuar a vencer. - comentou o piloto de Esposende sobre o XXIV Raid TT de Ferraria.".

Na mesma classe e com uma boa prestação Victor Oliveira e Rui Costa ocuparam as posições do 5 ° e do 6° Lugar. O piloto de Caminha, Victor Oliveira reafirmou no final da prova a vontade de trabalhar mais e vencer: " A prova correu muito bem, o objectivo foi cumprido. A equipa esteve bem e a moto excelente. Vamos treinar ainda mais para que na próxima prova os resultados sejam ainda mais positivos."
O veterano Rui Costa comentou: "foi uma prova dentro do esquema habitual, com muito pó, e um terreno muito seco. Não correu muito bem, fui constantemente a arriscar, mas não deu, para melhorar, porque o pó não me permitia ultrapassar. Neste momento, vou lutar pelas classificações do Europeu de Bajas, visto que como não fiz uma das corridas deste campeonato dificilmente vou ascender aos primeiros lugares dos Veteranos."


Para quem achava que as vitórias ficavam por ali, enganou-se! O piloto Luís Ferreira terminou vencendo também, mas desta vez a classe TT1 com a sua Husqvarna TE250. O piloto Gasolife declarou relativamente à prova efectuada: "A prova correu bem! Não apanhei pó, no entanto, lutei bastante com o piloto do quarto lugar. Venci a minha classe com uma grande margem e consegui também subir um lugar na geral. Reforcei a minha classificação e vou continuar a tentar fazê-lo".

Quatro lugares abaixo posicionou-se o conhecido Jorge Oliveira – Galinha. "O prólogo correu mais ou menos, foi muito rápido. Fiquei em 8° dos veteranos e em 21° à classe. O que me deixou tranquilo para a prova. No domingo ficamos tristes devido a arrancarmos à tarde e de 30s em 30s. O pó não permitiu melhorar os resultados. O risco era grande, no entanto, ataquei sempre para melhorar os resultados. Ao ultrapassar um adversário numa ponte caí para cima do mesmo, o que fez com que perdesse todo o tempo recuperado. No entanto não desisti, voltei ao ataque, terminando em 3° lugar do Troféu de Veteranos e em 5° lugar da Classe. Acho que foi um bom resultado tendo em conta que a corrida não me correu muito bem. Agradeço aos meus patrocinadores."

Joel da Silva Vaz, foi mais um piloto a elevar a marca ao pódio, conquistando o terceiro lugar da classe Promoção. Mais um jovem piloto Husqvarna que promete brilhar aos comandos da sua TE250 nas próximas provas.
Na Classe TT2 os resultados foram fortemente disputados, todavia os resultados não foram os mais desejados. Luís Teixeira não atingiu os objectivos delineados como os seus colegas de equipa. Insatisfeito, o piloto disse: "Correu mal, péssimo mesmo. O prólogo não correu muito bem e no domingo arranquei um pouco atrasado. O terreno estava muito seco e o pó era bastante, o que tornava as ultrapassagens praticamente impossíveis. Tive um problema na moto mas foi resolvido e consegui chegar até ao final. Espero que na próxima, tudo me corra melhor."

Na mesma Classe o manager da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, Pedro Bianchi Prata, classificou-se em 8° Lugar. " Estou muito contente! Termos conseguido vencer em duas classes, é óptimo. O Luís Teixeira teve um problema com a sua moto, ainda não descobrimos qual foi a origem mas em princípio deve ter sido água de um ribeiro a causar o problema. Mas são coisas que acontecem neste tipo de competições. Eu, parei para ajudar o Luís Teixeira, perdi algum tempo e fui ultrapassado por seis pilotos. Tive de ir até ao final com muito pó. Mas o importante é o resultado da equipa!".

Parabéns aos pilotos Husqvarna por todos os resultados e por mais uma vez elevarem a marca no pódio.


Husqvarna

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Cpto Espanhol - 2ª Prova - Lalin

(Clique nas tabelas para ampliar)

Foto: Aroa Bouzó

CNTT 2011 - Ferraria - Video Frederico Fino

Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate vence no XXIV Raid TT de Ferraria

Realizou-se, nos dias 16 e 17 de Abril, a segunda prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno em Ferraria, no concelho de Gavião. O trajecto da prova contou com prólogo e um sector selectivo de aproximadamente 80km, a ser percorrido por três vezes, o que perfaz 240km de extensão.

A Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate esteve presente com os pilotos Paulo Gonçalves e Victor Oliveira na classe TT3, Pedro Bianchi Prata e Luís Teixeira na Classe TT2 e Luís Ferreira na Classe TT1. Já na XXIV edição, o Raid TT de Ferraria teve muita disputa pelos vários pilotos inscritos. Houve assim uma larga adesão por parte do público, que observou de forma atenta e animada o decorrer da competição.

O piloto de Esposende, Paulo Gonçalves, venceu a classe TT3: " Foi uma prova perfeita. Os objectivos propostos foram largamente alcançados. Venci a classe e assumi o comando, ficando no 3º da geral. Foi a primeira vitória do ano na Husqvarna TE511 e vamos continuar com todo o trabalho para continuar a vencer. - comentou o piloto de Esposende sobre o XXIV Raid TT de Ferraria. "

O piloto Luís Ferreira venceu também a sua classe com a Husqvarna TE250. O piloto Gasolife declarou relativamente à prova efectuada: "A prova correu bem! Não apanhei pó no entanto, lutei bastante com o piloto do quarto lugar. Venci a minha classe com uma grande margem e consegui também subir um lugar na geral. Reforcei a minha classificação e vou continuar a tentar fazê-lo "

O piloto Luís Teixeira não atingiu os objectivos delineados como os seus colegas de equipa. Insatisfeito, o piloto disse: " Correu mal, péssimo mesmo. O prólogo não correu muito bem e hoje arranquei um pouco atrasado. O terreno estava muito seco e o pó era bastante, o que tornava as ultrapassagens praticamente impossíveis. Tive um problema na moto mas foi resolvido e consegui chegar até ao final. Espero que na próxima, tudo me corra melhor. "

O novo piloto TT da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, Victor Oliveira, teve também uma boa prestação no Raid TT Ferraria, alcançando o 5ºlugar da classe. O piloto de Caminha afirma a vontade de trabalhar mais e vencer: " A prova correu muito bem, o objectivo foi cumprido. A equipa esteve bem e a moto excelente. Vamos treinar ainda mais para que na próxima prova os resultados sejam ainda mais positivos. "

O piloto e team manager da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, Pedro Bianchi Prata, manifestou a sua satisfação com o resultado conquistado pela sua equipa: " Estou muito contente! Termos conseguido vencer em duas classes, é óptimo. O Luís Teixeira teve um problema com a sua moto, ainda não descobrimos qual foi a origem mas em princípio deve ter sido água de um ribeiro a causar o problema. Mas são coisas que acontecem neste tipo de competições. Eu, parei para ajudar o Luís Teixeira, perdi algum tempo e fui ultrapassado por seis pilotos. Tive de ir até ao final com muito pó. Mas o importante é o resultado da equipa! ".

A próxima prova da equipa da Vodafone será pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro, nos dias 28 e 29 de Maio no Peso da Régua.

Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata - Beatriz Martins
Fotos: Digiphoto

Yamaha/Pinhel Works/ Reiger Suspension na segunda prova do Nacional de TT

António Maio a 5s da vitória

Apenas cinco segundos separaram António Maio (Yamaha/Reiger/PinhelWorks) da primeira vitória da temporada. O piloto da Yamaha foi segundo classificado no raide da Ferraria, no Alto Alentejo, que este domingo recebeu a segunda prova do campeonato nacional de TT, depois de liderar cerca de 200 quilómetros.
A dobragem a pilotos atrasados e o muito pó que se fez sentir ao longo de toda a corrida acabaram por prejudicar o piloto alentejano, vice-campeão nacional.

Já Frederico Fino (Yamaha/Reiger/Pinhelworks) também teve uma excelente prestação, ao terminar no oitavo posto da geral, terceiro da classe TT2.

António Maio começou por ganhar o prólogo, na frente de Mário Patrão. Mas o facto de ser o primeiro piloto em pista, numa prova desenhada na zona do Gavião, com três voltas de 75 quilómetros, acabou por ser prejudicial para o piloto oficial da Yamaha, que acabou por perder algum tempo com a dobragem a pilotos mais lentos. “Foi uma excelente corrida. Andei sempre na frente, apesar de a vantagem não ser grande. Eu e o Mário estamos com andamentos muito semelhantes, o que acaba por ser giro para o espectáculo. Mas a 15 quilómetros do fim estava com 4s de avanço. Pouco depois apanhei dois pilotos atrasados e, com o pó, acabei por ter uma ligeira saída de estrada. Tentei passá-los o mais depressa possível mas acabei por perder segundos preciosos” , destacou António Maio.


O piloto da Reiger chegou ao final da primeira volta com 18s de vantagem para Mário Patrão e já quase dois minutos para o “dakarista” Paulo Gonçalves. Ruben Faria, que era o quarto, estava já a 3m33s após os primeiros 75 quilómetros.

Na segunda volta a vantagem reduziu-se para 1,7s para Patrão mas aumentou para quase cinco minutos para Paulo Gonçalves. A derradeira volta acabaria por ser fatal para as aspirações de António Maio. “Foi pena, porque a moto estava excelente. A preparação da Pinhelworks é mesmo fenomenal. Mas o campeonato começou agora e tenho apenas seis pontos de atraso. Faltam cinco dias pontuáveis e dependo apenas de mim próprio”, sublinhou Maio, que terminou também em segundo na classe TT2.

Logo atrás ficou Frederico Fino, oitavo da geral. “Foi uma boa operação para o campeonato, pois o meu mais directo adversário desistiu. Colocámos dois pilotos no pódio da classe TT2. Um excelente resultado, se tivermos em conta que nas últimas duas semanas estive impossibilitado de treinar devido a um problema de saúde do filho”, destacou o piloto da Yamaha.


Quanto a Miguel Guerra (Yamaha/Reiger/Pinhelworks) melhorou bastante o seu andamento, ele que procura este ano ganhar experiência no campeonato e tirar prazer da sua Yamaha, ele que é o piloto de testes da equipa. Foi o décimo da classe TT2.

Vitórias nos Veteranos e na Promoção

Mas para esta prova a Pinhelworks promoveu também a estreia de vários estreantes, e com resultados dignos de nota. Eduardo Guerreiro (Yamaha) estreou-se no campeonato após cinco anos de paragem e logo com uma vitória na classe Veteranos e o 12.º lugar da geral. Um grande regresso deste pilotos, que há quase cinco anos andava fora das corridas.

Para além deste excelente resultado, também Rui Ventura (Yamaha), que fez aqui a sua estreia em provas do campeonato nacional, esteve em destaque, ao vencer a Promoção.

Miguel Navarro (Yamaha) foi outro dos estreantes que a Pinhelworks trouxe para esta segunda jornada do campeonato, como forma de promover e dinamizar a prática da modalidade. O piloto da Yamaha foi quinto na Promoção.

Pior sorte teve João Ferreira (Yamaha), obrigado a desistir com problemas na roda traseira, ele que também fazia a sua estreia no campeonato. Com a anulação da Baja Vodafone, do ACP, a próxima prova do Nacional de TT realiza-se em Castelo Branco, no final de Setembro.

Classificação: 1.º Mário Patrão (Suzuki) 2h41m26s 2.º António Maio (Yamaha) a 5s 3.º Paulo Gonçalves (Husqvarna) a 7m35s 8.º Frederico Fino (Yamaha) a 18m13s 22.º Miguel Guerra (Yamaha) a 45m23s

Campeonato: 1.º Mário Patrão 50 pontos 2.º António Maio 44

Visite-nos no Facebook http://www.facebook.com/ffino22


Yamaha/Reiger/PinhelWorks

domingo, 17 de abril de 2011

KTM de volta - Novo importador em Portugal

A KTM volta a estar representada em Portugal, agora tudo passa por uma nova empresa nacional a Jetmar que aposta em estratégias de grande dinamismo.


Depois de um período de alguns meses em que poucos sabiam qual o destino da KTM em território nacional, chega finalmente a boa nova que todos esperávamos, a marca austríaca tem outra vez representante.

O nome Jetmar poderá não dizer muito ao mercado das duas rodas, mas se juntarmos o nome do Director Geral, Mário Figueiras, reconhecido jornalista do nosso meio, percebemos que as intenções desta nova empresa é séria e com projectos para longo prazo. Hoje decorreu a apresentação da Jetmar/KTM uma empresa que tem ainda nos seus quadros Francisco Pita, ex-Presidente da Federação Portuguesa de Jet-Ski e que é um dos mentores deste novo projecto.

Durante a apresentação, que contou com a presença de Jorge Viegas e César Rojo, Presidente da Federação Portuguesa de Motociclismo e Responsável da KTM pelo mercado Ibérico respectivamente, foram apresentados em traços gerais as áreas em que este novo importador irá apostar de forma mais forte.

O desporto será um dos grandes investimentos, uma vez que a competição é a alma da marca, que tem como seu lema “Ready to Race”. Neste campo irá haver uma equipa nacional para participar no Dakar e outros apoios serão dados a pilotos portugueses. Sem nada muito definido, até porque só agora puderam tomar as rédeas do negócio, a Jetmar tem na área da competição um dos grandes motores da promoção da marca.

No que respeita à sua rede de concessionários, tudo irá mudar, havendo para já um corte com o passado. Para o futuro a Jetmar quer ter poucos pontos de venda ao longo do país, entre 15 a 20, apostando principalmente na qualidade dos mesmos. A atenção com os clientes e a sua satisfação será outra das principais preocupações. O serviço pós-venda e preços muito competitivos passam pelas linhas de orientação deste trabalho comercial.

Fonte: www.hype.pt

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Video Johnny Aubert

Aqui fica um video de Johnny Aubert, campeão mundial em 2008, 2009 e recente vencedor do GP de Portugal na classe E2.