quinta-feira, 29 de setembro de 2011

1º Enduro Vales Longos

Realizou-se no passado dia 25 de Setembro o 1º Enduro Vales Longos, na Sobreira, Paredes.


A prova contou com a presença de 158 pilotos, entre os quais bastantes espanhois, distribuídos pelas classes Consagrados (pilotos Elite e Open do nacional), E1, E2, E3 e Veteranos.
A organização preparou para os concorrentes um percurso de 30 kms, com 3 especiais incluídas (Enduro Teste, Cross Teste e Extreme) a ser percorrido em 3 voltas.


E1
Na classe E1, Alexandre Mendes (Yamaha) levou a melhor sobre a concorrência garantindo a vitória com 31.77 segundos de vantagem sobre Pedro Mitas e 53,22 segundos sobre José Vieira. O quarto classificado foi Fernando Silva, enquanto que João Pimenta terminou na 5ª posição. Concluíram a prova 31 pilotos.

Alexandre Mendes

Pedro Mitas

José Vieira


E2
Henrique Santos (Honda) conquistou o lugar mais alto do pódio, concluindo a prova com 31.73 segundos de avanço sobre Joaquim Costa. O terceiro classificado foi Miguel Andrade, a 40.28 do vencedor. A quarta posição ficou entregue a Bruno Magalhães, enquanto que Pedro Durães conquistou o 5º lugar. Nesta classe terminaram 38 pilotos.

Henrique Santos

Joaquim Costa

Miguel Andrade


E3
Gil Reis aos comandos da sua Gas Gas foi o vencedor na classe das motos de maior cilindrada. O piloto terminou com 31.1 segundos de avanço sobre Rui Almeida. A terceira posição ficou entregue a Luís Oliveira a 41.7 segundos do vencedor. Ricardo Costa e Nuno Santos foram 4º e 5º classificados, respectivamente.

Gil Reis

Rui Almeida

Luis Oliveira


Veteranos
Arsénio Miranda venceu a classe com apenas 5.73 segundos de vantagem sobre Miguel Teixeira e 8 segundos sobre António Faria. Javier Quintas terminou em 4º e Aníbal Soares em 5º. Terminaram 17 pilotos.

Arsénio Miranda

Miguel Teixeira

António Faria


Consagrados
Na classe dos pilotos mais "cotados" viveram-se emoções fortes com os 3 primeiros a terminarem separados por apenas 5 segundos. Pedro Oliveira foi o piloto mais rápido, com menos de um segundo de vantagem sobre Nuno Oliveira. Daniel Carracedo conquistou o lugar mais baixo do pódio. Jacobo Darriba foi quarto seguido de Norberto Ferreira. Terminaram 15 pilotos.

Pedro Oliveira

Nuno Oliveira

Daniel Carracedo

Está assim concluído o primeiro de quatro Enduros amadores que se realizarão ate ao final do ano. Viveu-se um ambiente de festa com muita animação e companheirismo entre os presentes, onde o Enduro saiu a ganhar, confirmando-se mais uma vez que este tipo de provas têm muito futuro e são uma aposta ganha, para as organizações, pilotos e todos os patrocinadores e parceiros envolvidos.

Próxima prova, 2º Enduro Terras de Recezinhos, em Penafiel, a 23 de Outubro.


Fotos: ModoJ , Edgar Ferreira, Helder Ferreira

Team RR-Motos-Suzuki-Cepsa-Crédito Agrícola contabilizam mais uma vitória



Passadas três semanas de pausa, retomou no passado fim de semana, o Campeonato Nacional de Todo Terreno, desta vez com a BAJA TT de IDANHA-A-NOVA, que contou também para o Campeonato da Europa de Bajas. O programa iniciou na Sexta-feira com uma super-especial 8,5 Km, seguindo-se sábado com dois troços de 153,7 e 76,9 Km, respectivamente. Domingo, os pilotos completaram a função numa classificativa de 82,1 Km, já percorrida quase na totalidade na tarde da véspera. Muito pó e terreno pedregoso constituíram ingredientes sempre presentes ao longo da prova.

No prólogo o piloto da SUZUKI RMZ 450 ficou-se pelo segundo melhor tempo, estando desta forma decidida a ordem de partida para o dia seguinte.

Na etapa de sábado, desde cedo Mário Patrão esteve ao ataque e a meio da etapa era era já líder com mais de 35segundos de vantagem para o segundo classificado. O ritmo do piloto apoiado pelo CRÉDITO AGRÍCOLA foi-se mantendo alto e estável, levando a que, até ao final, esta vantagem se tenha alargado para mais de um minuto e trinta, mesmo sobre as muitas dificuldades com o denso pó.

No segundo setor selectivo as cores da CEPSA voltaram a brilhar nas rápidas pistas da beira baixa e o piloto de SEIA voltou a ser o mais rápido nestes 76,9 km, desta vez com apenas 9 segundos para o segundo classificado.No final, o Team RR-MOTOS-SUZUKI-CEPSA-CRÉDITO AGRÍCOLA viria a vencer o dia com mais de um minuto e quarenta segundos de vantagem.
Na etapa de domingo, o piloto POLISPORT começou bem na liderança, mas os antebraços do piloto apoiado pela CFL não acompanharam o ritmo tão intenso e teve que aliviar o andamento, uma vez que as dores se tornavam cada vez mais fortes, facto que o levou acabar este setor selectivo na segunda posição.
Nesta prova a equipa sairia de IDANHA-A-NOVA com mais uma vitória, a quarta consecutiva neste época.

"A prova correu bem, não tive grandes contratempos, andei sempre muito rápido e tranquilo, a minha moto esteve mais uma vez impecável, assim como a minha equipa de assistência. No domingo tive um problema que condicionou um pouco o meu desempenho, mas estou satisfeito com mais esta etapa. Agradeço a todos aqueles que continuam acreditar no meu trabalho principalmente os patrocinadores pois sem eles nada disto seria possível, também um agradecimento a todos amantes deste desporto principalmente aqueles que me têm dado apoio durante a época"

O "Nacional" de Todo-Terreno tem ainda duas provas por disputar, a próxima das quais será o Raide de Góis, nos dias 8 e 9 de Outubro.


Team RR-Motos-Suzuki-Cepsa-Crédito Agrícola

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Paulo Miranda no 1º Enduro Vales Longos

(Clique na imagem para ampliar)

Paulo Miranda

Cpto Francês 2011 - 5ª prova (última) - Puy en Velay


Nambotin sagrou-se campeão de França na classe E3

Resultados:

 1º dia

2º dia
(Clique nas tabelas para ampliar)

Fabien Planet sagrou-se campeão na classe E1.
Meo já é campeão na E1 desde a prova anterior.
Na E3, Guillaume e Nambotin acabaram o campeonato com os mesmos pontos. As 7 vitórias de Nambotin (contra 4 de Guillaume) fizeram a diferença e sagrou-se campeão.

Videos:







1º Enduro Vales Longos - Video

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

1º Enduro Vales Longos - Fotos 2





1º Enduro Vales Longos - Fotos 1



Fausto Mota mais perto da vitória – Baja TT Idanha-a-Nova


A quarta jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno decorreu no passado fim-de-semana em Idanha-a-Nova. A segunda prova consecutiva a cargo da Escuderia de Castelo Branco, era composta por uma Super-Especial com cerca de 9 km’s percorridos na sexta-feira, seguindo-se dois troços com cerca de 154 e 77 km’s no dia de sábado. A Baja TT Idanha-a-Nova terminaria com um troço de 82 km’s no dia de domingo.

Apesar da paragem de cerca de quinze dias por parte de Fausto Mota devido à lesão sofrida na jornada anterior, a vontade de vencer era evidente à partida para esta prova. Essa situação foi patente e o piloto rodou durante todo o dia de sábado na primeira posição da classe TT1, levando por várias vezes a sua YAMAHA ao limite.

Já no derradeiro troço de domingo, alguns percalços deitaram por terra as hipóteses da vitória. No entanto o piloto RACETECH continua destacado na segunda posição da classe, esperando-se um campeonato disputado até ao fim. “Estou bastante satisfeito com este resultado independentemente de não ter conseguido a vitória hoje. Não consegui treinar de mota devido à lesão sofrida no pé e para mim tratou-se de uma grande corrida. O Luís está de parabéns porque é um grande piloto, mas prometo dar luta até ao fim” comentou Fausto Mota no término desta prova na Beira Baixa.

O piloto natural do Marco de Canaveses coloca-se assim na 2ª posição da classe TT1, sendo 5º classificado na geral do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno.

O Campeonato prossegue já nos próximos dias 8 e 9 de Outubro na bonita Vila beirã de Góis.

Texto: Evo-press
Fotos: Digiphoto

Vitória agridoce para António Maio


Foi uma vitória de sabor amargo para a Yamaha/Pinhelworks/Reiger Suspension/Oneway no segundo dos dois dias pontuáveis do Raid TT de Idanha-a-Nova, em Castelo Branco, antepenúltima prova do Nacional de TT. António Maio levou a sua Yamaha 450cc ao primeiro lugar no segundo dos dois dias pontuáveis, mas uma inusitada avaria no primeiro dia complicou as contas ao piloto da Pinhelworks.

Depois de ter vencido o prólogo, com pouco mais de cinco segundos de vantagem sobre Mário Patrão, o líder do campeonato, Maio começou o primeiro dia ao ataque, partindo com tudo em aberto, depois dos últimos azares, nomeadamente do problema com a gasolina que o afectou na última corrida.
“O azar persegue-me. Comecei bem, estava à frente, mas aos 50 kms fiquei sem travão de trás. Pensei que era sobreaquecimento, mas, a verdade é que nunca mais recuperou. Na assistência percebemos que a bomba tinha perdido todo o óleo por se ter desapertado um parafuso que nunca se desaperta”, explicou o piloto da Yamaha. “Foi mesmo uma coisa nunca vista. Tentei perder o menos possível. Precisava de ganhar mas fiz segundo ainda assim”, frisou.

Depois do azar de ontem, hoje, Maio entrou decidido a compensar a perda de pontos. No terceiro sector selectivo da prova, que tinha dois dias com pontuações independentes entre si, António Maio cotou-se como o mais rápido, conseguindo a pontuação máxima este domingo, apesar de ter perdido no cômputo dos dois dias por apenas 1m20s, mesmo com o problemas de travões no sábado, que o atrasou mais de dois minutos face à concorrência.

“Hoje tinha de ganhar e ataquei logo de início. Tive uma ou outra saída de estrada, até porque o percurso era algo perigoso, mas correu bem e ganhei, com uma vantagem segura. Foi pena ontem”, comentou o piloto alentejano.

“Vamos ver como corre até final do campeonato. Espero que melhor do que as últimas provas. As contas estão mais complicadas, não dependo só de mim e o Mário Patrão está muito forte. Mas vamos acreditar”, frisou. “Tenho de deixar ainda um enorme agradecimento a toda a equipa e à Pinhelworks, por todo o trabalho que têm vindo a desenvolver”, concluiu.

Pior sorte teve Frederico Fino (Yamaha/Pinhelworks/Reiger Suspension/Oneway), que foi obrigado a desistir na sequência de uma violenta queda, logo no sábado.

O piloto da Yamaha 450cc estava no quinto lugar da geral, terceiro da TT2, e preparava-se para cimentar essas posições no campeonato, quando uma pedra o fez voar a mais de 90 km/h. “Foi uma queda terrível. Magoei-me bastante, sobretudo na perna direita. Também bati com a cabeça e parti mesmo o capacete. Foi uma queda muito violenta. Ainda tentei continuar mas as dores eram muito fortes e não tinha força no braço. Acabei por ter de ser submetido a uma bateria de exames no hospital”, contou o piloto lisboeta, que desde o raide Termas de Sulfúrea de 2001 não desistia por queda.

“Esta manhã ainda tentei alinhar à partida e minimizar as perdas do campeonato mas continuo com muitas dores. Só por milagre não parti nada. Com isto voaram as minhas aspirações de um bom resultado no campeonato”, sublinhou o piloto da PinhelWorks. “Foi uma prova complicada. O Mário Patrão também está muito forte e o campeonato está praticamente decidido”, concluiu.

A equipa conseguiu ainda uma vitória entre os Veteranos, ao colocar Eduardo Guerreiro (Yamaha) no oitavo lugar da geral, quarto da classe TT2, apenas batido por pilotos bem mais experientes no campeonato.

Na Promoção, a vitória também ficou com a equipa com preparação da PinhelWorks, graças a João Ferreira e à sua Yamaha. Miguel Navarro (Yamaha) foi outro dos elementos da equipa da Reiger Suspensions a evoluir positivamente neste seu ano de estreia.


Visite-nos no Facebook: http://www.facebook.com/ffino22

Yamaha/Pinhel Works/ Reiger Suspension

Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate azarada na Baja TT Idanha-a-Nova


Realizou-se de 23 a 25 de Setembro, a Baja TT Idanha-a-Nova, quarta prova o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2011.

O trajeto da prova contou com um total de 318,93kms em três etapas; uma Super-Especial e três setores seletivos.

A Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate esteve presente com os pilotos Paulo Gonçalves e Victor Oliveira na classe TT3, Pedro Bianchi Prata e Luís Teixeira na classe TT2 e Luís Ferreira na classe TT1.

A Equipa Bianchi Prata/BP Ultimate sofreu, nesta prova, alguns contratempos, comuns neste tipo de competição.

Paulo Gonçalves alcançou o 5º da classe e o 16º da classificação geral. O piloto de Esposende teve uma prova bastante complicada: “ A prova correu-me muito mal. Ontem, no quilómetro 70 tive um problema no reabastecimento, caíu gasolina para o escape tendo, assim, incendiado a moto. Perdi mais de uma hora para ter a moto em condições. Hoje foi impossível imprimir um ritmo veloz pois apanhei muito pó. Agora, tenho de tentar diminuir a desvantagem nas próximas provas. “

Luís Ferreira, que venceu a classe TT1 no dia anterior, afirmou: “ Correu bem, apesar de alguns problemas, que foram rapidamente resolvidos. Acabou por ser um resultado positivo para o campeonato. “

O piloto de Alcoutim, Luís Teixeira, sentiu-se satisfeito pelos resultados obtidos: “ A prova correu bem. Ontem tive alguns percalços com o pneu traseiro da moto mas no 2ºSS consegui compensar o tempo perdido. Hoje ataquei e fiquei em 3º da classe. “

Victor Oliveira alcançou o 6º da geral e o 2º da classe. O piloto de Caminha declarou relativamente à prova efetuada: “ A prova correu bem. O prólogo não correu a 100%, pois tive uma saída de estrada que me fez perder algum tempo e com isso apanhei bastante pó dos pilotos da frente. Mas no geral, a prova correu-me bastante bem. “

O piloto Pedro Bianchi Prata não teve também muita sorte na Baja TT Idanha-a-Nova. O team manager da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate teve de desistir apesar de ter tentado enfrentar as adversidades encontradas: “ A prova correu-me muito mal. Ontem tive problemas na alimentação da gasolina e fui obrigado a desistir. Hoje, retomei a prova e estava a recuperar, mas uma pedra bateu no tubo de óleo e tive de parar novamente. Esperemos que a próxima prova corra melhor. “

A próxima prova da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate será dias 8 e 9 de Outubro, também pontuável para o Nacional de TT, em Góis.


Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins
Fotos: Digiphoto

CNTT 2011 - Idanha-a-nova - Resultados

(Clique na tabela para ampliar)

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Pilotos CRN Campeões Europeus


O team CRN-YAMAHA-MOTOFUNDADOR deslocou-se a Riom-es-Montagnés, França, com os seus 2 pilotos Paulo Felicia e Luis Oliveira com os seus objectivos bem definidos.

Logo na 6ª feira Paulo Felicia cilindrou todos os seus adversários vencendo tanto a classe como a geral ,já Luis Oliveira dominou totalmente nas especiais mas um problema na moto decidiu a corrida devido a 1 m de penalização , mesmo assim Oliveirinha fez um 3º Lugar a 7s do vencedor.

No sábado mais do mesmo tendo os pilotos CRN feito um massacre total aos seus adversários , podendo logo festejar os respectivos titulos europeus, Paulo Felicia Campeão Europeu Classe Senior E1 , Luis Oliveira Campeão Europeu Classe Junior E1.

Para Domingo estava guardado mais momentos de felicidade para estes pilotos e restante comitiva da equipa, os dois pilotos venceram as suas mangas de motocross que finalizaram a prova e Paulo Felicia conseguiria tornar-se CAMPEÃO EUROPEU ABSOLUTO.
“O percurso da prova era facil e estava acessivel , senti-me muito bem nas especiais e provei a toda a gente que o meu andamento está superior ao que estava nos 6 dias apesar do que alguem pensava ,este titulo é para dedicar ao João Vieira que abdicou de muita coisa por minha causa e ao meu avô que já não se encontra entre nós,a todos os outros o meu muito obrigado por tudo.”

Já o oliveirinha estava feliz mas não tão eufórico :
“ Foi uma prova bastante engraçada , devido ao trabalho que tenho feito sentia-me bem quando cheguei ,mas uma alergia debilitou-me o fim de semana , foi bastante positivo já que conquistei o titulo europeu da classe que era o objectivo para esta prova , diverti-me muito nesta manga apesar de não conseguir respirar como deve ser , quero agradecer aos meus patrocinadores e dedicar este titulo a toda a gente que está comigo nas corridas e fora delas. Amanhã começa a escola e quero vencer mais esta etapa da minha vida. Quanto a provas falta a última do Mundial e claro o Portalegre.”



CRN/Yamaha/Motofundador

Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate mantém a liderança em Schwabhausen

A penúltima prova do Campeonato de Cross-Country Alemão teve lugar na localidade de Schwabhausen, dias 17 e 18 de Setembro.

O piloto Paulo Gonçalves teve, nesta prova, de enfrentar várias dificuldades, alcançando o 7º lugar. Apesar do resultado obtido, o piloto de Esposende manteve a liderança: “Foi uma prova muito difícil, pois a pista estava completamente enlameada e muito escorregadia. Esforcei-me imenso e obtive o 7º posto. Podia ter conquistado o título nesta prova mas nada está perdido. Tenho 95% de expetativas de o conseguir na última prova e é isso que vou fazer! “

A derradeira e última prova do Campeonato será dias 1 e 2 de Outubro em Bauschheim.


Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins
Fotos: Speedbrain

Torres Extreme 2011 - Video

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Entrevista a Paulo Miranda - Turres Off Road

AMA Endurocross 2011 - Ontário


1. Taddy Blazusiak - KTM
2. Colton Haaker - KTM
3. Cody Webb - Beta
4. Kyle Redmond - Honda
5. Geoff Aaron - Hon-Christini
6. Justin Soule - Kawasaki
7. Gary Sutherlin - Kawasaki
8. Mike Brown - KTM
9. Keith Sweeten - KTM
10. Destry Abbott - Kawasaki
11. Rory Sullivan - Kawasaki

Foto: Drew Ruiz

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Título Europeu Absoluto individual fica em Portugal


Depois de Gonçalo Reis em 2010, desta vez foi Paulo Felícia que se sagrou Campeão Europeu Absoluto.

Felícia foi o piloto mais forte ao longo do campeonato e no Troféu das Nações em França disputado no passado fim-de-semana dominou as operações, juntando ao título Absoluto, o título Senior E1.

Mas as boas notícias não ficam por aqui.

Luís Oliveira, colega de equipa de Felícia na CRN/Yamaha/Motofundador, conquistou o título E1 Junior mostrando também ele estar um passo à frente da concorrência.

Portugal não esteve presente ao nível das selecções, ao que tudo indica por falta de verbas, não podendo assim defender o título conquistado em Oliveira do Hospital.

Foto: Arquivo - Luís Norte

Torres Extreme 2011 - Resultados e fotos


Resultados
1º Helder Rodrigues 2.34"
2º João Ribeiro 2.38"
3º Fabio Pereira 2.48"
4º Luis Reis 3.09"
5º Luis Damil 3.35"
6º Celso Moreira 3.37 "
7º Luis Miguel 3.49"
8º Jorge Araujo 4.01"
9º Rodrigo Martinho 4.17"

Amadores
1º Miguel Salvador - 1.24"
2º João Lopes -1.34"
3º José Marques - 1.46"
4º Domingos Duarte -1.48 "
5º Celso Onofre - 1.54"
6º Ricardo Cabanelas - 2.14"
7º Andre Duarte - 2.24"
8º Helder Duarte -2.25"
9º Paulo Oliveira -2.55"
10º Francisco Torres - 2.59"
11º Rodrigo Nogueira- 3.00"


Foto: ModoJ

domingo, 18 de setembro de 2011

4 provas de Enduro em agenda


São 4 as provas de Enduro amador que já estão agendadas até ao final do ano.
Enquanto não há resposta das entidades competentes ( nomeadamente o IDP) relativamente a algumas questões de que depende o futuro Regional de Enduro Norte, as quatro provas inicialmente previstas para compor a competição realizar-se-ão de qualquer forma, para gáudio dos muitos pilotos interessados. 
O primeiro enduro é já no próximo fim-de-semana, domingo dia 25, o Enduro Vales Longos, em Paredes.
Até ao momento a prova conta com 181 inscritos.

Aqui fica o calendário das quatro provas:

25/09 - 1º Enduro de Vales Longos
 http://www.endurovaleslongos.tk/

23/10 - 2º Enduro Terras de Recezinhos
 http://www.endurorecezinhos.jimdo.com/

20/11 - Enduro de Caminha
 http://enduroopendecaminha.blogs.sapo.pt/

11/12 - Enduro de Chaves

Todas as provas terão as cronometragens a cargo da TTCronometragens.

Equipa Bianchi Prata / BP Ultima prossegue para a 6ª prova do Cross-Country Alemão


A 6ª prova, pontuável para o Campeonato de Cross-Country alemão, realizar-se-á este fim-de-semana, dias 17 e 18 de Setembro, em Schwabhausen.

A Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate vai participar, aos comandos da Husqvarna TE310, com Paulo Gonçalves. O piloto, que venceu a prova anterior e lidera com uma confortável vantagem de doze pontos, pode sagrar-se campeão já nesta prova.

Aguarda-se por mais um fim-de-semana de emoções, que atraído bastante público à sua assistência.

Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins
Fotos: Speedbrain / Robert Pairan

Husqvarna lidera Baja Europeia Gyor


Teve lugar na cidade de Gyor, a cerca de 120km a oeste de Budapeste, a penúltima ronda do Campeonato Europeu de Bajas para motos, que contou igualmente para a Taça FIA TT nos automóveis. Onde mais uma vez a equipa Husqvarna figueirense BP ULTIMATE Rui Costa e a equipa Husqvarna italiana A. Basso lutavam pelos primeiros lugares.

Na sexta-feira, como ditava a regra disputou-se o "prólogo", que serviria para ordenar os concorrentes na partida para o 1° troço selectivo de sábado. Duas Husqvarnas prometiam abrir o espectáculo da Baja. A Basso e Rui Costa eram os dois primeiros concorrentes a disputar a prova. Rui Costa - O prólogo correu bem e sem surpresas, consegui o 2° tempo e estava pronto.

No dia de sábado a Husqvarna inicia o "show" da baja, com duas passagens pelo mesmo troço. Rui Costa e Basso eram os principais candidatos à vitória do dia. Rui Costa - A 1ª passagem foi muito difícil. A penalização imposta ao meu principal adversário fez com que fosse eu o primeiro na estrada e isso criou-me dificuldades. Algo perigosa, esta "especial" com erva alta a esconder o piso. Perdi algum tempo mas, na segunda passagem, com o terreno já "marcado", correu-me bastante melhor e ascendi à 1ª posição. No entanto, o dia ainda não tinha terminado e tudo podia acontecer, o 1º lugar ainda não estava definido para o piloto Husqvarna português. Esta "especial é bem mais interessante, técnica segura e bonita. Consegui 2 bons "cronos" e beneficiando da penalização do A. Basso atinjo o final do dia na 1ª posição. Recolho assim importantes pontos para o campeonato tanto na classe como em termos absolutos. Um dia em grande para a Husqvarna que terminou em festa com os dois primeiros lugares. O nervosismo sentia-se, a vitória poderia ser portuguesa ou italiana. O paddock coloriu com a união e partilha de conhecimento entre este dois pilotos, pois ao contrário do esperado, a união por uma marca única falou mais alto que a rivalidade de uma classificação.

No domingo repetia-se a última dupla passagem do dia anterior. Rui Costa já dominava o percurso, era preciso apenas manter o 1º lugar. Este troço foi me mais favorável e com o conhecimento dele adquirido ontem, consegui rolar mais confiante e mais rápido. Aqui o facto de continuar a ser o 1º no percurso não me criou problemas, pelo contrário, não tive que enfrentar qualquer pó. Correu-me muito bem. Mesmo a penalização sofrida por exceder o limite imposto de 30km/h em duas zonas de velocidade controlada por GPS, acabou por não ter grande influência no resultado final, uma vez que o meu oponente principal também não se livrou de igual penalização. Estou muito satisfeito com mais estas pontuações. Saio da Hungria na frente do Campeonato Absoluto e a apenas um ponto do 1º na classe. Uma vez mais não tive qualquer problema na minha Husqvarna que esteve sempre a 100% durante toda a corrida. A equipa liderada pela Ana, com o Filipe, o Jorge e restante comitiva, voltou a funcionar na perfeição.
Um fim-de-semana em grande para a Husqvarna onde o sangue luso foi mais forte. Parabéns às equipas Husqvarna.

Husqvarna

Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate com a Rádio Nova Era

A Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate contará, a partir de hoje, com o apoio fundamental da Rádio Nova Era.

Destacando-se das outras rádios por ser direccionada para o público jovem, a Rádio Nova Era organiza vários eventos no universo da dance music (Melhores do Ano, Nova Era Beach Party, …), podendo, agora, contar com a Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate para o desenvolvimento de outras ações.

Com esta parceria, vários passatempos vão ser realizados, podendo os vários ouvintes da Rádio Nova Era, tornarem-se, com a Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, pilotos por um dia. Outras surpresas mais vão ser estruturadas ao longo do ano.

Pedro Bianchi Prata, team manager da Equipa Bianchi Prata / BP Ultimate, enaltece a importância em efetuar novas parcerias com o objetivo de expandir ainda mais a equipa e suas atividades: “ É uma mais-valia para a equipa Bianchi Prata BP Ultimate estar ligada novamente à Rádio Nova Era, é um grande meio de comunicação que está vocacionado para um público jovem e dinâmico. O nosso objectivo é juntar as nossas forças e criar várias acções para aumentar a audiência e notoriedade da rádio e ao mesmo tempo dar a conhecer a um novo público todas as actividades da equipa“.

Por sua vez, Jorge Veloso, diretor de publicidade da Rádio Nova Era, salienta as vantagens inerentes à parceria: “Reconhecemos no Team Bianchi Prata o valor competitivo e elevado profissionalismo que justifica o sucesso e o palmarés alcançado. É com enorme agrado e expectativa que encaramos esta parceria, na certeza de que serão potenciadas muitas mais-valias para ambas as partes”.

A dinâmica e interactividade com o público jovem tornam a união entre as duas entidades, ideal.

Novas novidades irão ser lançadas em breve, estejam atentos!

Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Torres Extreme 2011 - Mapa da prova e pontos de interesse

(Clique na imagem para ampliar)

Pontos de interesse:

- Partida e subida do papel higiénico ( logo junto a partida rampa inclinada com dificuldade media )

- Ribeiro Vale Escuro ( exlibris da prova, ribeiro com cerca de 800 m com sombra e muita pedra, dificuldade media alta)

-Azenha e Subida da 80 cc ( Azenha - passagem sobre açude em pedra com água corrente, 80 cc- Subida com inclinação acentuada com muita pedra , dificuldade alta )

-Trilho do GuGu ( trilho de BTT feito a subir , trilho técnico de grande beleza )

-Azenha da Boiaca ( Passagem sobre ribeiro e azenha , zona de pedra com água corrente )

-Passa Caminho ( subida curta mas inclinada )

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Cpto Italiano 2011 - 6ª prova - Fabriano


Resultados:
1.Mika Ahola - Honda
2.Rodrig Thain - Honda
3.Simone Albergoni - Husqvarna
4.Thomas Oldrati- KTM
5.Jonathan Manzi - KTM
6.Alex Salvini - Husqvarna
7.Matti Seistola - Husqvarna
8.Andrea Beconi  - Kawasaki
9.Eduardo D’Ambrosio - Honda
10.Alex Botturi - Gas Gas

(Clique na tabela para ampliar)

Tomas Oldrati é campeão na classe 250 4t
Albergoni é campeão na classe 450 4t

Yamaha WR450F 2012



- Injecção Electrónica
- Arranque Electrico


segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Extreme XL Lagares 2011 - Lista de inscritos de luxo!

É uma verdadeira lista de inscritos de luxo aquela que a organização da Extreme XL Lagares apresenta para a edição 2011 da prova. São muitos os pilotos top mundial que já confirmaram a sua presença:

David Knight – O piloto da Ilha de Man dispensa apresentações. Trata-se de um dos melhores pilotos de enduro de todos os tempos e esta será uma oportunidade de ouro para o ver em acção.



Andreas Lettenbichler - O piloto alemão é uma das referências do Enduro Extreme mundial. Desde a sua passagem do trial para o hard enduro em 2006, a saga de bons resultados tem sido evidente. Venceu a edição 2009 do RedBull Romaniacs e entre outros resultados subiu ao 2º posto do pódio no Erzberg Rodeo por duas vezes.



Xavier Galindo Arbonès - Mais conhecido no nosso meio por Xavi Galindo, tem 30 anos e é piloto profissional de Enduro. Nesta especialidade foi por quatro vezes campeão espanhol, contando tambem com mais dois títulos na vertente de cross country. Na sua vasta carreira como piloto, competiu tambem noutras modalidades tendo mesmo vencido quatro campeonatos da Catalunha em trial e cinco em motocross.

Um atleta claramente multifacetado e com grande experiencia tendo no ano de 2005 sido premiado como o melhor “rookie” no Campeonato do Mundo de Enduro aos comandos de uma KTM. De momento é piloto da Husaberg e graças a sua técnica bastante boa, é um dos grandes animadores das provas de enduro extreme. Mais um piloto que certamente irá dar bastante espectáculo e lutará pela vitória em Lagares.


Doug Lampking - Depois de um vasto e invejável palmares na categoria máxima do trial mundial e à semelhança de vários pilotos, Dougie assumiu-se como um verdadeiro piloto de Hard-Enduro.
No presente ano já obteve lugares de destaque em provas como Erzberg Rodeo Enduro (Áustria) ou Hell´s Gate Extreme (Itália) colocando-se certamente no lote dos candidatos à vitória em Lagares. O piloto tripulará a bem preparada Gas Gas 300 2T.
Toda a logística bem como a assistência em prova estará a cargo do representante espanhol no nosso país – Arjones_Motos.


Melcior Faja – Piloto catalão que se iniciou no trial com apenas 10 anos de idade.
Venceu algumas competições de nível regional e depois de algumas lesões passou para  o Enduro onde também se conseguiu evidenciar.


A passagem para o hard Enduro deu-se em 2008 e até então era o único piloto espanhol a terminar provas conceituadas como ERZBERG RODEO, REDBULL ROMANIACS ou HELL`S GATE.

Paul Bolton – Este atleta está no top10 mundial na modalidade de Enduro extreme e caracteriza-se como um “privado” mas com muita garra. Também ele começou no trial, à semelhança dos adversários directos. Irá tripular uma das KTM´S MOTO 3 TEMPOS cedida pela organização e vem com o objectivo definido – Vencer.

Jesus Zavala – Trata-se do principal impulsionador do enduro extreme na América Latina.
Um piloto bastante dotado em termos físicos e com alguma experiencia neste tipo de eventos.
Participou por diversas vezes nas mais mediáticas provas e é apoiado pela REDBULL entre outras marcas.

Ben e Dan Hemingway –  A dupla de irmãos britânica dispensa apresentações pois, além de serem primos de Doug Lampkin, possuem um vasto palmares ao nível do trial Mundial.
Representaram por várias vezes a selecção Inglesa e têm dado bastante “nas vistas” nas extremes com excelentes resultados. Ben obteve a 4ª posição na última edição do ERZBERG RODEO e o seu irmão ficou na 6ª posição, entre outros resultados de evidência. Uma dupla bastante interessante que apesar de correrem na classe individual, estarão em Lagares para se ajudarem mutuamente e levarem para casa o “chorudo” prize money.

No que diz respeito aos portugueses, o destaque vai para a dupla da Crn/Yamaha/Motofundador, Paulo Felícia e Luís Oliveira.

Site da prova: http://www.extremelagares.com/

Aqui fica um video com algumas das melhores imagens da edição do ano passado, filmadas pela Throttle Entertainment: