segunda-feira, 4 de março de 2013

Luís Oliveira vitorioso em Góis



As nuvens marcaram presença no céu, mas este 10.º Enduro de Góis decorreu sem chuva, para benefício dos praticantes. Alinharam 144 pilotos numa prova bem escalonada em termos de tempos dados para a função, em quatro voltas a um percurso de 39 Km para as categorias Elite e Open. Entre os pilotos de topo destaque para a ausência de Luís Correia, em competição no estrangeiro.


O duelo entre Luís Oliveira e Gonçalo Reis travou-se ao segundo, mas para o resultado final foi preponderante o atraso de Reis na ET2, porque caiu e perdeu 15,8s para Oliveira. Uma diferença crucial – na meta a diferença final foi de 18,29s – mas além disso Oliveira foi o mais rápido em sete das onze "especiais", merecendo o triunfo. No Campeonato, os dois pilotos estão agora empatados no topo da classificação Elite 1. Nesta prova, o terceiro da classe voltou a ser Henrique Nogueira, novamente seguido de Hélder Rodrigues.


A nível absoluto, Diogo Ventura foi o terceiro mais rápido em nove "troços", e como tal impôs o seu domínio na classe Elite 2, deixando Paulo Felícia a 58m21s, vindo depois Nuno Oliveira e João Ribeiro. Referência ainda para o abandono de Mário Patrão.


Na categoria Open, o confronto aconteceu entre os mais rápido das duas classes, com José Manuel Borges a ser o mais veloz em cinco "especiais" – assim, ganhou na classe 1, e deixou o melhor da classe 2, Fernando Ferreira, a 14 segundos. Nas outras posições de pódio da Open 1 ficaram David Megre e Adelino Sousa, enquanto na Open 2 esses lugares foram ocupados por José Santos e Saul Pereira.


Quanto à categoria Verde, Stefan Pinheiro venceu na classe 1, seguido de Fausto Frade a 22,8s, enquanto na 2 o êxito coube a Daniel Transbach, com 26,3 sobre Ivo Pinto. Já nos Veteranos dominou Paulo Miranda, que concluiu a função com 1.26,0s de vantagem sobre Mané Teixeira.

(NDR: João Araújo venceu a classe Hobby)

FMP
Foto: Luís Norte

Sem comentários: