quinta-feira, 30 de maio de 2013

Honda com Hélder Rodrigues assume objetivo de vencer Dakar 2014


(Clique na imagem para ampliar)


Paulo Gonçalves foi hoje apresentado como piloto oficial da Honda


Paulo Gonçalves foi hoje anunciado como piloto oficial da Honda na equipa Team HRC Rally Monster Energy, mantendo-se em disputa das provas principais do Todo-o-Terreno mundial, com destaque para o grande Rali Dakar de 2014. 
O piloto de Esposende iniciará a sua atividade na nova equipa a partir do próximo mês de Julho. Paulo Gonçalves ocupa atualmente a segunda posição no Campeonato do Mundo de Ralis Todo-o-Terreno, discutindo a partir de amanhã a terceira jornada da temporada de 2013 nos cenários italianos da Sardenha.

Texto: Conceito Media
Foto: HRC

terça-feira, 28 de maio de 2013

Trèfle Lozérien AMV 2013

1. Pela Renet – Husaberg
2. Julien Gauthier – Sherco
3. Jeremy Tarroux – Sherco
4. Marc Bourgeois – Yamaha
5. Emmanuel Albepart – Beta
6. Jeremy Joly – Honda
7. Nicolas Deparrois-Yamaha
8. Antoine Meo – KTM
9. Loic Larrieu – Husaberg
10. Sylvain Lebrun - KTM





Meo show!

Nova vitória para Ivo Pinto


(Clique na imagem para ampliar)


domingo, 26 de maio de 2013

CNE 2013 - Castelo Branco - Novo sucesso de Luís Oliveira


Num Domingo de Sol, a prova albicastrense proporcionou animados despiques, numa prova com troços interessantes e bem escalonados. A Escuderia de Castelo Branco mobilizou uma estrutura superior à média do observado em jornadas do “Nacional” desta modalidade.

O duelo entre Luís Oliveira e Luís Correia estava ao rubro até à terceira volta, quando no conjunto de dois troços (Extreme e Enduro) o ribatejano perdeu 51 segundos para o rival, porque sofreu uma forte queda na Extreme e ficou dorido no pulso direito. Assim ficou claro que Oliveira registava mais um triunfo absoluto, e o terceiro consecutivo na classe 1 – desta vez, com 34 segundos de vantagem sobre Gonçalo Reis. Uma diferença superior ao normal, porque na última passagem pela Extreme Reis perdeu cerca de meio minuto para Oliveira, devido a queda.
Na classe Elite 1, só houve outro participante, Henrique Nogueira, que ficou a 2m56s de Oliveira. Quanto à classe 2, apesar dos problemas descritos Luís Correia segurou a vitória, com 1.14s de vantagem sobre Diogo Ventura – o qual averbou um minuto de penalização, por corte numa “especial” – e segue destacado no comando da tabela de pontos dessa classe. Para o 3.º posto, Mário Patrão levou a melhor no despique com João Ribeiro, por 2,6s.

Quanto à categoria Open, Fernando Ferreira ganhou outra vez e permanece invicto na classe 2. Em Castelo Branco, foi secundado pelo melhor representante da classe 1, José Borges, que aqui regressou à acção. 

Por classes, na 2 e atrás de Ferreira ficaram Saul Pereira e José Santos, agora empatados no Campeonato. Quanto à 1, o 2.º posto coube a David Megre, enquanto o guia da competição, Adelino Sousa, foi agora 3.º classificado.

Quanto à categoria Verdes, Stefan Pinheiro e Ivo Pinto foram os vencedores das classes 1 e 2, respectivamente diante de Fausto Frade e Tomás Soeiro. Entre os Veteranos impôs-se Paulo Miranda, seguido de Mané Teixeira.

(Clique nas tabelas para ampliar)

Texto e tabelas: FMP
Foto: Arquivo Enduro Portugal

CNE 2013 - Castelo Branco - Resultados



sexta-feira, 24 de maio de 2013

Paulo Miranda na Red Bull Romaniacs 2013

Paulo Miranda estará presente na próxima edição da Red Bull Romaniacs, que se realiza entre 2 e 6 de Julho, na Roménia.

O piloto de Torres Vedras é já um habitué do Hard Enduro nacional e internacional, contando no seu currículo com diversas participações nas provas mais míticas de todo o mundo, entre as quais a Gilles Lallay Classic.

Aqui fica o seu video de apresentação:


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Gonçalo Reis vai competir nos EUA - Entrevista ao Fozmotor.com


Os Estados Unidos da América são considerados a “catedral” do Motociclismo Off Road mundial e, por isso mesmo, o destino mais desejado de qualquer praticante das diferentes modalidades deste setor. Gonçalo Reis parte à conquista de um novo mundo e de novas oportunidades.

“Tive um contacto do GNCC AMA Series, vou para lá correr de KTM, estou muito contente por isso, é um sonho desde pequeno poder correr nos Estados Unidos da América e que agora se vai concretizar”, adiantou o piloto do Magoito ao Fozmotor.com.

Apesar de deixar a competição nacional, Gonçalo Reis já vê diferentes semelhanças no seu novo destino.“O percurso é do estilo do nosso Enduro português, mas com três horas de duração. Sinto que sou um piloto forte fisicamente e estou apto para fazer este tipo de corridas, acho que consigo ser rápido por isso vou ver como corre este teste”, continuou.

Portugal tem diferentes valores nas modalidades de Motociclismo Off Road e prova disso é o percurso de diferentes lusos em competições internacionais.

Em fase de mudança para a América do Norte, Gonçalo Reis confessa levar consigo os seus aliados.“Levo toda a minha estrutura para lá, todos os meus ‘sponsors’, correrei apenas com a KTM por intermédio de um concessionário muito grande americano”, revela.

Fugir à crise financeira e desportiva nacional é também um remédio já encarado nesta nova oportunidade para o piloto lisboeta. “Estou muito contente com este novo desafio, a competição e a economia em Portugal está um pouco fraca e temos que procurar mais e melhor. Para ter uma vida saudável a fazer o que mais gosto, andar de moto, esta é a melhor das opções”, disse.

Mas neste novo rumo desportivo, Reis já está ciente das dificuldades e da competitividade que o espera do outro lado do oceano. “Vou encontrar os pilotos todos de topo americanos, rápidos e resistentes, é um Campeonato muito competitivo. A resistência conta muito e a técnica a andar em ‘trialeiras’ é que vai fazer a diferença”, explica o “Solposto”.

Ainda que a ansiedade já seja elevada, Gonçalo Reis vai terminar a presente temporada em Portugal e só após o término do Enduro nacional é que ruma à América. “Podia ir já hoje, mas quero acabar o Campeonato Nacional de Enduro em Ourém e depois aí sim parto para Chicago onde me espera esta nova aventura”, concluiu.

Já chegado ao destino, o piloto português prevê testar-se na última corrida da temporada do GNCC AMA Series 2013 e ainda participar em outras corridas da mesma vertente, podendo abrir portas para uma grande temporada já 2014 em terras do “Tio Sam”.

Patrocínios: KTM, FantasticWin, dunimex, Magoflor, Pirelli, CrossPro, Fuchs Silkolene, Drenaline, LS2, JBS Motos, Braking, RG seguros, AQD, jn-seatcovers, Polisport, Auto Medinas, HortoSintra, RNM Race Tech, FtDesign, Junta de Freguesia de São João das Lampas, Star-pro-mx, NGK, HZ, USWE, MotoWash e Enduro Portugal

Entrevista de Gonçalo Reis ao Fozmotor.com

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Luís Oliveira no GP de Portugal


(Clique na imagem para ampliar)


Hélder Rodrigues satisfeito com exigente treino


(Clique na imagem para ampliar)




Luis Correia bisa pódio no Mundial de Enduro em Portugal



(Clique na imagem para ampliar)



Rio Maior recebeu a 3º prova do Troféu Enduro Sprint pt By Turres Off Road (12/5)



O Moto clube de Rio Maior delineou um percurso de 16 km onde as especiais  obrigaram os pilotos a mostrarem os seus dotes de pilotagem; o percurso de ligação com 6,5km era bem técnico fazendo justiça ao nome da modalidade .
Apesar de adesão dos pilotos ter ficado um pouco aquém do pretendido a organização demonstrou ter condições para organizar um evento de grande qualidade. 
A cross teste com 4,5km junto da lagoa do areeiro com alguns saltos  e curvas variadas, com o piso de areia a predominar . A enduro teste de 5km  toda ela em areia a por à prova a capacidade dos pilotos e das motos neste tipo de piso .

As classes pro e expert a percorrer o percurso por 6 vezes enquanto as restantes classes  por 4 voltas. De salientar que nesta prova  estiveram presentes  pilotos em todas as 7 classes existentes no troféu. Lamentamos que nas classes para os mais jovens ,125 cup e junior cup, não tererem tido mais pilotos. Eles são o futuro da modalidade.
A disputa pelos lugares cimeiros das classes pro expert e hobby  esteve animada , estando em evidencia os pilotos locais que participam no  nacional e regional de motocross , mostrando que este conceito de Enduro  é acessível a todos os pilotos .


Classificações  Prova: 

Classe Pro - 1º Andre Marques ; 2º Marco Vicente ; 3º João Rocha 

Classe Expert - 1º Luis Carreira ; 2º Andre Fernandes ; 3º Nuno Bandeira

Classe  Junior Cup - 1º José Ferreira ; 2º Gonçalo Hortega

Classe Veteranos - 1º Paulo Miranda ; 2º Nelson Vassalo ; 3º Rafael Lopes

Classe Hobby - 1º João Pedro País ; 2º Vasco Azinhaga ; 3º Celso Martins 

Classe 125 cup - 1º Francisco Rodrigues 

Classe Senhoras - 1º Flavia Rolo


Classificação Troféu: 

Pro - Marco Vicente ; Expert - Andre Fernandes ; Vet - Paulo Miranda ; Hobby - João País ; 125 Cup - Francisco Rodrigues ; senhoras - Flavia Rolo .


Um agradecimento a todos os apoios que tornam possível este troféu :

Turres Off Road , Albatross - Watch , Salgados Moto , Lc Motos , Gold Nutrition.

domingo, 19 de maio de 2013

EWC 2013 - GP de Portugal - Video do 2º dia

Luís Correia no pódio do GP de Portugal

Luis Correia terminou no 3º lugar da classe E3

Com muitos milhares de espectadores a acompanhar a prova, Torres Vedras recebeu este fim-de-semana a jornada portuguesa do Mundial de Enduro, a sua quarta etapa de 2013, depois de Chile Argentinha e Espanha. A competição organizada pelo Clube Ecomotor na bonita Região do Oeste proporcionou um magnifico espectáculo, com o muito público presente a vibrar com a genialidade técnica dos vários campeões do mundo presentes, entre a centena de pilotos inscritos.

Pilotos latinos repetem triunfos
No terceiro dia de prova o programa desportivo deste GP de Portugal desenrolou-se, tal como na véspera,  ao longo de um percurso com 35 quilómetros de extensão, que foi percorrido por quatro vezes. Em três pontos desse duro e difícil traçado, os pilotos tinham complementarmente de enfrentar as três especiais cronometradas de Enduro, Extreme e Cross, cujo somatório dos tempos dava origem à classificação final. Cada prova do Mundial de Enduro é uma dupla jornada, pelo que no dia de hoje estava em jogo mais uma pontuação para o campeonato.

Em todas as classes, com excepção das senhoras, os vencedores foram os mesmos da véspera, ou seja, confirmou-se o domínio dos pilotos latinos em terras lusas.

Na Classe E1, Antoine Meo (KTM), o actual lider do campeonato, dominou de forma clara. Venceu seis das doze especiais disputadas e triunfou com uma vantagem de 44,05s, uma margem bem superior à que tinha conseguido na vèspera. Segunda posição para outro francês, Anthony Boissiere da Sherco que bateu na derradeira especial o finlandês Matti Seistola da Husqvarna, terminando ambos separados por escassos 0,57s.

Antoine Meo

Na Classe E2 Alex Salvini da Honda voltou a dominar, repartindo todavia o triunfo nas especiais com os pilotos da KTM, Ivan Cervantes e Johnny Aubert. O piloto italiano foi o que melhor tempo absoluto averbou nas especiais de Enduro e Cross, ao longo dos dois dias de prova, ficando Antoine Meo com a melhor marca da Extreme, a única que viu o seu tempo melhorado na jornada de hoje.
Alex Salvini
A segunda posição pertenceu ao espanhol Ivan Cervantes que ficou a 37,92s enquanto o terceiro classificado foi o atual campeão Pierre-Alexandre Renet, da Husaberg, piloto que, em 2012, tinha triunfado na prova portuguesa.
A Classe E3 assistiu ao domínio impressionante do francês Christophe Nambotin (KTM), Campeão do Mundo 2012, que venceu todas as especiais terminando com uma vantagem de 57,05s sobre o também francês Mathias Bellino (Husaberg), piloto que travou um animado duelo com o português Luís Correia, da equipa oficial Beta. Os dois terminaram separados por 15,82s.

Christophe Nambotin

De salientar que Christophe Nambotin foi desta vez o piloto mais rápido em termos absolutos, com menos 4,02s que Alex Salvini.
Nas restantes três classes em disputa, as vitórias pertenceram ao australiano Mathiew Philips (Husqvarna) entre os Júniores, que terminou com 15,72 de vantagem sobre o italiano Giacomo Redondi, enquanto na Youth Cup o mais rápido voltou a ser o inglês Jamie McCanney (Husaberg). Entre as senhoras a campeã do Mundo Laya Sanz (KTM) regressou à competição onde exerceu um domínio avassalador, terminando com uma vantagem de 2m58,59s sobre a australiana Jessica Gardiner (Sherco) vencedora ontem.

Novo pódio para Portugal
Entre os pilotos portugueses de destacar nova subida ao pódio por parte de Luís Correia, um resultado que lhe permite manter o 4º lugar que já ocupava na Classe E3 passando agora a estar mais perto dos dois pilotos que estão à sua frente.

Luís Correia
Luís Oliveira não conseguiu repetir o pódio da véspera mas o 4º lugar permite-lhe reforçar a sua posição no mundial da Classe Júnior, onde está apenas a dois pontos do 4º lugar.

Luís Oliveira
Na Youth Cup, Henrique Nogueira (TM) voltou a ser 7º classificado, depois de ao longo da corrida ter por mais de uma vez ocupado o 5º posto.
Hélder Rodrigues piloto oficial da equipa Honda de Todo-o-Terreno e antigo campeão do mundo desta modalidade, marcou mais uma vez presença encarando esta participação como um treino para nova jornada do mundial de TT que se disputa no fim deste mês na Sardenha.
A2 Comunicação (Pedro Barreiros) 
Fotos: Luís Pedro Norte

EWC 2013 - GP de Portugal - Video do 1º dia

sábado, 18 de maio de 2013

Dois portugueses no pódio do GP de Portugal


Luís Oliveira conquistou um excelente segundo lugar na classe Júnior

Com o sol a regressar a Torres Vedras, a jornada portuguesa do Mundial de Enduro trouxe até à Região do Oeste muitos espectadores que tiveram a oportunidade de assistir a uma verdadeira parada de estrelas com a presença de vários campeões do mundo, numa prova de teve ainda a particularidade de ver, no final deste primeiro dia de corrida, dois portugueses subirem ao pódio.

Triunfo dos pilotos latinos
O programa desportivo deste GP Portugal desenrolou-se ao longo de um percurso com 35 quilómetros de extensão, que foi percorrido por quatro vezes, de forma ininterrupta, ao longo de oito horas, com a partida da primeira moto a ser dada pelas nove horas da manhã. Pelo meio os pilotos tinham de enfrentar três especiais cronometradas de Enduro, Extreme e Cross.
A Classe E1 foi inicialmente dominada pelo finlandês Juha Salminen, piloto oficial da Husqvarna, que chegou a ter 13s de vantagem após a 3ª especial. Foi a partir daí que Antoine Meo (KTM), o actual lider do campeonato iniciou o seu ataque tendo passado para o comando logo no início da derradeira volta. Terminou com 12,29s de vantagem sobre o finlandês da Husqvarna, tendo ganho oito das doze especiais disputadas. 3º lugar para outro finlandês, Eero Remes (TM).
Antoine Meo venceu a classe E1

Na Classe E2 o italiano Alex Salvini da Honda dominou de início a fim, mas acabou por ser o vencedor que terminou com menor vantagem. Ganhou seis especiais, mais uma que o espanhol Ivan Cervantes da KTM e no final a diferença entre ambos resumiu-se a 6,78s. O piloto italiano foi ainda o mais rápido em termos absolutos. O francês Johnny Aubert (KTM), antigo campeão do mundo, venceu a derradeira especial e terminou no lugar mais baixo do pódio.
O italiano Alex Salvini foi o vencedor da classe E2

Depois de uma queda na Super Test o ter colocado na antepenúltima posição, o atual campeão Pierre-Alexandre Renet, da Husaberg, conseguiu recuperar até à 4ª posição, ficando a escassos 2,66 do pódio.
A Classe E3 foi de entre as principais aquela que mais entusiasmou os portugueses, já que Luís Correia, piloto oficial da Beta, teve um excelente comportamente. Venceu duas especiais, discutiu o triunfo quase até final e terminou com inteira justiça num dos lugares de pódio. Até à entrada da derradeira volta a liderança pertenceu ao estóino Aigar Leok(TM), mas o ataque do Campeão do Mundo 2012, Christophe Nambotin (KTM) foi fortíssimo e o francês terminou com uma vantagem de 15,64s para Leok e 25,70s para o piloto português.
Nambotin teve de se aplicar para bater Tanel Leok e Luís Correia na luta pela vitória na E3

De salientar que no conjunto das três classes foram nove os pilotos que terminaram dentro do mesmo minuto, entre os quais Luís Correia, o que para um tempo total cronometrado de mais de uma hora de prova, não deixa de ser significativo da enorme competitividade desta modalidade.
Luís Correia brilhou no primeiro dia do GP, chegando a liderar a classe E3

Nas restantes três classes em disputa, as vitórias pertenceram ao australiano Mathiew Philips (Husqvarna) entre os Júniores, que ficou 33,36s à frente de Luís Oliveira, enquanto na Youth Cup o mais rápido foi o inglês Jamie McCanney (Husaberg). Entre as senhoras de registar a ausência da campeã do Mundo Laya Sanz (KTM), que apenas regressará amanhã à competição. O traçado de extrema dureza criou muitas dificuldades às concorrentes femininas tendo a vitória final pertencido à australiana Jessica Gardiner (Sherco).

Portugueses em destaque
Entre os pilotos portugueses já destacámos os lugares de pódio obtidos pelos pilotos Luís Correia e Luís Oliveira. Resultados que permitem ao primeiro manter o 4º lugar que já ocupava na Classe E3, enquanto o segundo sobe uma posição na Classe Júnior, de sexto para quinto.
Na Youth Cup, Henrique Nogueira (TM) foi o 7º classificado, enquanto Diogo Ventura foi forçado a abandonar com problemas na sua Yamaha.
Na Classe E1 competiram Gonçalo Reis (KTM) e Hélder Rodrigues (Honda). O primeiro abandonou devido a problemas fisicos, enquanto o consagrado piloto oficial da equipa Honda de Todo-o-Terreno, se esforçou por acompanhar um ritmo de corrida que é completamente diferente do das longas maratonas de rali raid.
Hélder Rodrigues 

Amanhã os concorrentes regressam à competição num programa exactamente igual ao de hoje e onde vai estar em jogo nova pontuação para o Campeonato do Mundo de Enduro.
Texto e Fotos:A2 Comunicação (Pedro Barreiros) 
Legendas: Enduro Portugal

Enduro X Barcelona - Mike Brown conquista a medalha de ouro

1. Mike Brown (KTM) 10:59.579
2. Colton Haaker (Honda) 11:01.417
3. Cody Webb (Beta) 11:14.456
4. Taddy Blazusiak (KTM) 11:22.695
5. Cory Graffunder (Husqvarna) 11:24.988

Video da final:

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Gonçalo Reis ready to race!


Gonçalo Reis será um dos portugueses presentes no GP de Portugal, prova a contar para o Mundial de Enduro.
Ontem foi dia de testes e esta noite realiza-se a super-especial nocturna que terá lugar junto ao Paddock, no Parque Regional de Exposições (Expotorres).
O piloto da KTM, que conquistou o 8º lugar (classe E1) nos dois dias de prova no ano passado, junta-se a Luís Oliveira, Luís Correia, Hélder Rodrigues e Henrique Nogueira, para representar aso cores lusitanas. 
Todos os caminhos vão dar a Torres Vedras. Não percam a edição 2013 do GP CrossPro de Portugal!

EWC 2013 - GP de Portugal - Guia para o público

(Poderá ter de aguardar um pouco)

EWC 2013 - GP de Espanha - Highlights

quinta-feira, 16 de maio de 2013

EWC 2013 - GP de Portugal - Hélder Rodrigues dá nota excelente às especiais

GP Portugal de Enduro que amanhã arranca em Torres Vedras está a ser preparado até ao mais ínfimo pormenor por pilotos e equipas que desde a passada segunda-feira começaram a chegar à Região do Oeste, onde já está preparado o palco de um dos maiores eventos desportivos que este ano se realizam em Portugal.

Um dos nomes mais sonantes para o público português e que vai estar presente na prova é o de Hélder Rodrigues, atual piloto nº 1 da equipa Honda de Todo-o-Terreno. Com um passado brilhante no Enduro, onde em 2000 foi Campeão do Mundo Júnior e que por oito vezes foi Campeão Nacional, Hélder Rodrigues é pródigo em elogios às especiais delineadas pelo Clube Ecomotor para a jornada portuguesa do Mundial de Enduro.

“As especiais são ainda mais bonitas do que as do ano passado, mas mais difíceis e também mais técnicas. Cada uma delas faz bem jus ao seu nome. A Extreme Test é muito técnica e se chover vai ser mesmo muito difícil. Em princípio não será aqui que se vai discutir a prova, mas se chover essa situação poderá mudar. Já a Enduro Test é uma pura especial de Enduro. É longa com várias subidas e descidas, com valas e saltos, tem zonas que no caso de a chuva cair vão dificultar muito a tarefa dos pilotos.
A última especial de cada volta, a Cross Test, disputa-se numa verdadeira pista de motocross. Muitos saltos, alguns duplos e um traçado extremamente técnico. É uma verdadeira especial de Cross. Acho que o Clube Ecomotor montou uma excelente prova para os pilotos e com condições magníficas para os espectadores. Estou certo de que vai ser um espetáculo fora de série”, salienta Hélder Rodrigues.

Super Especial noturna a abrir o programa
O programa desportivo deste GP Portugal começa na noite de amanhã, sexta-feira, com uma especial noturna que promete ser um espetáculo muito interessante para o público. Tal como no ano passado esta especial vai ter lugar junto ao Paddock que fica instalado no Parque Regional de Exposições (Expotorres)
Nos dois dias seguintes a competição desenrola-se de forma ininterrupta ao longo de oito horas, com as hostilidades a começarem às nove da manhã, ao longo de um percurso com 35 quilómetros de extensão, que será percorrido por quatro vezes.
A2 Comunicação (Pedro Barreiros) 

Husaberg e Husqvarna fundem-se


Foi hoje anunciado que a Pierer Industries AG (detentora da Husqvarna) e a KTM (detentora da Husaberg) irão fundir as duas marcas em questão sob o nome Husqvarna, combinando a herança internacional do nome Husqvana com a tecnologia avançada da Husaberg.

Os novos modelos serão apresentados já em Outubro.

O novo grupo "Husqvarna Sportmotorcyle GmbH" estará sediado em Mattighofen, Áustria (onde também se encontra a sede da KTM) e garante o fornecimento de peças e apoio aos clientes de todas as Husqvarnas até 2013 inclusivé, mantendo a localização desse serviço em Biandronno, Italia.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

EWC 2013 - GP de Portugal - Guia da Prova

(Poderá ter de aguardar um pouco)

EWC 2013 - GP de Portugal - Show de Humberto Ribeiro


Aproveitando as excelentes condições proporcionadas pelo Padock do GP de Enduro de Portugal que se disputa em Torres Vedras, o piloto Humberto Ribeiro, Campeão do Mundo de Freestyle e Stunt Riding, vai realizar um show oferecido pela Husqvarna, após a realização da Super Especial que terá lugar ao final da tarde da próxima 6ª feira dia 17 de Maio.

Texto: A2 Comunicação (Pedro Barreiros)
Foto: web

Tudo a postos para o GP de Enduro de Portugal que se disputa em Torres Vedras



É já nos próximos dias 17, 18 e 19 de Maio que a cidade de Torres Vedras vai ser o palco de um dos maiores eventos desportivos que este ano se realizam em Portugal. À Região do Oeste começa a partir de hoje a afluir a elite mundial do Enduro para a jornada portuguesa do Mundial, cuja organização está a cargo do Clube Ecomotor.
São muitos os Campeões do Mundo que vão estar presentes numa prova preparada até ao mais ínfimo detalhe e que na sua estreia em Torres Vedras, no ano passado, foi altamente elogiada por todos os que nela participaram.
Após a terceira jornada disputada no passado fim-de-semana em Espanha as classificações do mundial estão escalonadas da seguinte forma:
A Classe E1 é liderada pelo francês Antoine Meo (KTM) com cinco triunfos em seis pontuações seguido dos finlandeses Juha Salminen e Matti Seistola ambos pilotos oficiais da Husqvarna.
Na Classe E2 os triunfos têm sido mais repartidos e a liderança pertence ao italiano Alex Salvini da Honda que já venceu por três vezes contra duas vitórias alcançadas pelo espanhol Ivan Cervantes da KTM que dominou por completo a prova espanhola. O atual campeão Pierre-Alexandre Renet, da Husaberg, ocupa a 3ª posição, registando um triunfo na etapa inaugural. Esta classe E1 conta ainda com dois antigos campeões, o francês Johnny Aubert (KTM) e o inglês David Knight.

Na Classe E3 há bons motivos para prender a atenção dos portugueses já que Luís Correia, piloto oficial da Beta ocupa o 4º lugar sendo uma das grandes revelações desta temporada. Na frente está o Campeão do Mundo 2012, Christophe Nambotin que já soma quatro triunfos em 2013. Com um triunfo cada estão o sueco Joakim Ljunggren e os estóino Aigar Leok.  
Entre as senhoras, cujo campeonato apenas começou no passado fim-de-semana, a campeã do Mundo Laya Sanz chega a Portugal com um duplo triunfo na prova disputada no país vizinho.

Portugueses presentes
Entre os pilotos portugueses e para além do já bem referenciado Luís Correia, de salientar a presença de outros dois pilotos lusos que disputam o mundial da modalidade - Luís Oliveira (Yamaha) que ocupa a sexta posição na Classe Junior e Henrique Nogueira (TM), a quem pertence o 7º posto na Youth Cup. A estes juntam-se em Torres Vedras o consagrado Hélder Rodrigues, naturalmente aos comandos de uma Honda e ainda Fábio Pereira (Yamaha), Gonçalo Reis (KTM) e Bruno Santos (Kawasaki).

Super Especial noturna a abrir o programa
O programa desportivo deste GP Portugal começa na noite de sexta-feira com uma especial noturna que promete ser um espetáculo muito interessante para o público. Tal como no ano passado esta especial vai ter lugar junto ao Paddock que fica instalado no Parque Regional de Exposições (Expotorres)
Nos dois dias seguintes a competição desenrola-se de forma ininterrupta ao longo de oito horas, com as hostilidades a começarem às nove da manhã, ao longo de um percurso com 35 quilómetros de extensão, que será percorrido por quatro vezes.

Novas especiais e zonas espetáculo ainda mais acessíveis
Tal como no ano passado a prova montada pelo Clube Ecomotor será muito acessível aos espectadores que terão parques de estacionamento próximo das várias especiais.
Num traçado 60% diferente do da edição de 2012, a Extreme Test repete a mesma localização do ano passado, mantendo-se toda ela num percurso de 1200 metros absolutamente natural.
Com um início junto ao Ecoparque e a apenas 200 metros da Extreme Test, a especial de Enduro Test estende-se por montes e vales até à povoação da Orjariça. Com 5.300 metros de extensão conta com declives acentuados e várias subidas e descidas num terreno misto de terra e pedra.

Alteração profunda sofreu também a especial de Cross Test que, sendo a última especial de cada ronda, passou a estar localizada a 100 metros do Padock. Conta com grandes saltos tanto a subir como a descer e muito serpenteado ao longo dos seus 4.000 metros de extensão. Além da excelente localização para o público conta ainda com uma magnífica visibilidade.

Veja o site do Clube Ecomotor em: www.ecomotor.pt

Faça aqui o download do Guia da Prova.

Comunicados de Imprensa anteriores e mais fotos em www.a2.com.pt
(clientes/Organizadores/Enduro: GP Torres Vedras)


A2 Comunicação (Pedro Barreiros)