sábado, 12 de abril de 2014

Diogo Ventura sexto na abertura lusa


Cumpriu-se hoje em Vale de Cambra o primeiro dia da segunda etapa do campeonato do mundo de enduro 2014. A ronda portuguesa, dividida em dois dias de competição como é hábito em todas as paragens do campeonato, mostrou-se dura e exigente para todos os pilotos presentes na prova portuguesa especialmente devido ao calor e a um percurso que já se esperava duro devido ao tipico piso pedregoso da região.

Para Diogo Ventura, novamente a lutar entre o pelotão dos pilotos júnior deste mundial 2014, o dia não foi igualmente fácil e no final a sexta posição acabou por ser um justo prémio para todo o esforço dispendido pelo jovem piloto de Góis, que ficou novamente muito próximo do pódio, a menos de 20 segundos do degrau mais baixo do mesmo, num reflexo claro da competitividade que a classe vive neste início de campeonato. Um resultado que deixa Diogo Ventura animado e esperançado em conseguir um bom resultado no dia de encerramento do GP de Portugal.

‘Hoje foi um dia duro, como se esperava aqui em Vale de Cambra. Algumas especiais já eram conhecidas de outras edições da prova, mesmo em termos de campeonato nacional, mas agora mais longas e exigentes. Com o calor e a pedra habitual aqui em Vale de Cambra todos sofremos um pouco mais e nem mesmo os pilotos mais experientes deixaram de sentir dificuldades com aquilo que a organização – mais uma vez excelente – nos presenteou. Fiquei em sexto, mas longe de desanimado, pois andei regularmente com os pilotos da frente ao longo do dia.’

Diogo Ventura conseguiu estar sempre entre os primeiros e na entrada para a fase final da prova, a última das quatro voltas aos 50 quilómetros do percurso, estava mesmo a discutir um lugar de pódio, mas com diferenças tão curtas face aos adversários acabou por terminar em sexto, próximo do terceiro posto.

‘As diferenças foram curtas e poderia ter sido eu a terminar em terceiro. As corridas são mesmo assim e ficou claro que posso lutar pelo pódio, algo que vou tentar amanhã. Na passada semana em Espanha o segundo dia foi melhor que o primeiro, vou lutar para que volte a acontecer o mesmo.’

O piloto da Gas Gas não baixa os braços e amanhã enfrenta mais um dia que se prevê bastante complicado. A aposta é mesmo lutar pelo pódio final e manter a sua posição entre os pilotos da frente do mundial de enduro 2014.

Texto: Hype Communications
Foto: Enduro Portugal

Sem comentários: