quinta-feira, 17 de abril de 2014

Emoções do Enduro regressam à Lousã



É um regresso que se saúda, promovido pelo Montanha Clube, a uma das localidades mais emblemáticas do Enduro lusitano. Esta será a 19.ª edição da prova, de uma série iniciada em 1989 – portanto, há 25 anos – sendo que a última válida para o Campeonato Nacional remonta a 2007.

No Sábado, a partir das 10h, o pelotão vai trilhar um percurso com 40 Km de extensão, traçado no concelho da Lousã e a Oeste da vila, em quatro voltas para os pilotos das classes principais.

Quanto aos troços especiais cronometrados em cada passagem, a “Cross Test” (com 3,5 Km) e a “Extreme” (500 metros) situam-se no Arneiro, com acesso pela estrada Lousã – Miranda do Corvo e junto à antiga passagem de caminho-de-ferro. Por perto encontra-se também a “Enduro Test” (3,5 Km) na zona industrial do Alto Padrão, junto ao posto de combustível AAB.

Outras zonas espectaculares para observar a acção dos pilotos serão a subida à serra pela bonita encosta de Vale Nogueira, bem como as passagens nas aldeias de Gândaras e Porto da Pedra.

O centro nevrálgico da prova será instalado na urbanização do Hotel Palácio da Lousã, local de partidas e chegadas, zona de assistência, parque fechado e “paddock”.

Este Enduro da Lousã será a terceira jornada do Campeonato da especialidade, portanto numa fase em que nas classes de Campeonato já estão bem identificados os principais candidatos ao sucesso. Na classificação absoluta, Luís Correia e Gonçalo Reis surgem em igualdade pontual, ambos com uma vitória e um segundo lugar no activo, pelo que se aguarda com expectativa mais um previsível duelo entre eles. Joaquim Rodrigues está no 3.º posto e é o melhor representante da classe 1. Outro piloto com o pódio absoluto em ponto de mira será Diogo Ventura, atrasado na tabela classificativa devido ao abandono na primeira prova.

Em termos de classes, na Elite 1 Joaquim Rodrigues é líder invicto, enquanto Luís Correia e Gonçalo Reis também têm os mesmos pontos na Elite 2. Invictos encontram-se igualmente os líderes da classes Open 1 e 2, respectivamente Jorge Leite e Filipe Sampaio, mas a concorrência tentará naturalmente impor outra lógica de resultados neste regresso à Lousã.

(Clique para ampliar)
FMP

Sem comentários: