segunda-feira, 23 de junho de 2014

Lorenzo Santolino ganha em Valpaços


Em Valpaços participaram 107 pilotos nesta quinta jornada do “Nacional” de Enduro, entre os quais um nome sonante de outra área: Miguel Oliveira, o nosso homem no “Mundial” de Velocidade, decidiu fazer uma incursão nos trilhos, e apesar do 16.º lugar obtido na classe Verdes 1, revelou-se satisfeito com a experiência.

Os pilotos Elite e Open efectuaram três voltas e meia a um percurso de 45 Km traçado no concelho de Valpaços, com predominância de piso pedregoso e um total de onze passagens por troços cronometrados. Acontece que o segundo controle revelou-se bastante apertado e nenhum piloto daquelas classes conseguiu escapar às penalizações, essencialmente nas duas primeiras voltas – no caso dos nove primeiros classificados na Elite, variáveis entre 4 e 7 minutos, com significativos reflexos nos resultados.

O actual comandante do Campeonato absoluto, Luís Correia, perdeu tempo nas duas primeiras passagens pela “Extreme” – logo na de abertura cedeu 54s – e apesar de ser o mais rápido em sete troços, no somatório de tempos das “especiais” era apenas 4.º colocado, vindo a descer para 6.º com uma penalização de 7 minutos.

Luís Oliveira entrou bem na acção, mas depois Lorenzo Santolino equilibrou o duelo. Cada qual foi o mais rápido em dois troços, e a dois do final só estavam separados por escasso meio segundo. O espanhol esteve melhor nessa ponta final, e apesar de 5 minutos de penalização garantiu a vitória, enquanto Luís Oliveira desceu para o 4.º posto ao penalizar 7 minutos.

Beneficiários foram Gonçalo Reis, que ascendeu ao 2.º lugar absoluto (penalizou 6 minutos), seguido por Joaquim Rodrigues (4 minutos). Com este desfecho, Rodrigues permanece invicto na liderança da Elite 1, sendo que Luís Oliveira foi o mais rápido dessa classe em todas as “especiais”. Mário Patrão e Diogo Ventura, com 4 e 7 minutos de penalização, foram 5.º e 7.º classificados, respectivamente.

Passando à categoria Open, o piloto que liderava a classe 1, Jorge Leite, desistiu ainda antes do primeiro troço devido a um problema mecânico. Também aqui as penalizações tiveram influência, pois João Hortega teve o menor registo nessa matéria (apenas 7 minutos) e ganhou, contra 8m averbados por Carlos Pedrosa e 12 por Pedro Oliveira, este o mais veloz em sete troços.

Na Open 2, Filipe Sampaio também segue invicto na presente época. Porém, travou um frenético despique com Diogo Valença – no somatório de tempos das “especiais” acabaram separados por 96 centésimos de segundo. Porém, se Sampaio registou 8 minutos de penalização, Valença averbou 13 e assim desceu ao 3.º posto, subindo Fernando Sousa (11m) ao 2.º lugar.

Quanto aos Troféus, na classe Verdes 1 João Lourenço bateu João Araújo por 44s, enquanto na Verdes 2 Gonçalo Gomes deixou a 23s o 2.º colocado, Rui Almeida. Entre os Veteranos, António Oliveira contabilizou mais um êxito, com 57s de vantagem sobre Albano Mouta. Nos Super Veteranos, Rodolfo Sampaio levou a melhor sobre João Saraiva por magros 2,4s. Entre os jovens da Enduro Cup, João Amado ganhou, com 2m43s sobre Tomás Clemente. Finalmente, nas Senhoras Rita Veira continua a impor-se face às duas habituais adversárias, Flávia Rolo e Sofia Porfírio.

Depois desta prova, restam ainda por disputar três dias pontuáveis para o Campeonato Nacional de Enduro, o próximo dos quais terá lugar a 13 de Julho, em Águeda.


(Clique para ampliar)

Texto e tabelas: FMP
Foto: Organização

Sem comentários: