terça-feira, 26 de agosto de 2014

Dia longo em segurança para Ruben Faria


Após a segunda etapa do Rally dos Sertões ter sido encurtada em mais de metade do seu percurso original, Ruben Faria e todos os pilotos presentes na quinta prova do campeonato do mundo de Cross-Country e Rallies cumpriram hoje a primeira etapa realmente longa, com mais de 200 quilómetros de troço cronometrado na ligação entre Catalão e Paracatu, com a caravana a entrar igualmente no estado de Minas Gerais.

À semelhança do que aconteceu nos dias anteriores a especial foi tipicamente brasileira, com muita de fazenda com vedações, portões, ribeiros e bastante pó, o que dificulta sempre a progressão dos pilotos. Sendo igualmente o primeiro dia realmente longo Ruben Faria imprimiu um ritmo constante mas sem correr demasiados riscos que possam prejudicar a segunda metade deste Rally dos Sertões 2014, conseguindo no final da jornada aproximar-se mesmo do quinto classificado.

‘Foi um dia em que a opção foi mesmo reduzir os riscos. Desde o início que imprimi um ritmo rápido mas seguro para não arriscar nenhuma queda que me atrasasse ou colocasse mesmo em perigo a minha continuidade na prova. Aqui qualquer erro paga-se caro e sei disso por experiência própria – Ruben Faria abandonou a prova em 2013 devido a uma queda – por isso não quis arriscar antes das duas especiais mais longas. Mesmo assim recuperei terreno para o quinto classificado, mas numa corrida em que as diferenças são tão curtas não é fácil dada a rapidez do lote de pilotos da frente. Mas estou bem fisicamente e penso que os próximos dois dias serão decisivos para todos.’

Amanhã Ruben Faria enfrenta a quarta etapa deste Rally dos Sertões 2014, com a ligação entre Paracatu e São Francisco a ditar mais de 363 quilómetros de especial, a mais longa da prova brasileira neste ano.

Hype Communications

Sem comentários: