sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Campeões para conhecer em Alcanena



Neste momento, a grande incógnita reside na condição física de Luís Correia, líder do Campeonato absoluto e Elite 2. No passado fim-de-semana o ribatejano teve de desistir em França porque se ressentiu de uma lesão no cotovelo direito, e resta saber em que condições poderá suportar a prova em Alcanena.

Entre outras hipóteses, a vitória num dia basta para Luís Correia assegurar o título absoluto, ou obter um 4.º e um 5.º lugar. Na classe Elite 2, o triunfo num dia, ou dois sétimos lugares, também rendem o objectivo global, liquidando as últimas ambições de Gonçalo Reis. Caso contrário, na competição absoluta também Joaquim Rodrigues pode ter ainda uma palavra a dizer.

“Quim” Rodrigues, precisamente, na Elite 1 apenas precisa de mais 2 pontos para garantir a coroa – na prática, face ao habitual volume de concorrentes, terminar classificado num dia em Alcanena.

Neste “Nacional” de Enduro, os pilotos retêm todos os resultados para a contabilidade final, e na classe Open 1 as coisas estão verdadeiramente assanhadas, com três pilotos apenas dependentes de si próprios – Jorge Leite, João Hortega e Carlos Pedrosa – e até José Pimenta ainda pode transformar este confronto pelo título numa discussão a quatro. Muito mais fácil afigura-se a tarefa de Filipe Sampaio na Open 2, pois adjudica o respectivo título apenas com o 2.º lugar num dia, ou então um 7.º e um 8.º nesta dupla ronda.

Por outro lado, em quatro classes de Troféu também existem duplas de pilotos que avançam para Alcanena a dependerem exclusivamente de si para a conquista dos títulos. Assim na Verdes 1 João Araújo e João Lourenço partem separados por 2 pontos, e apenas 4 pontos separam Gonçalo Gomes e Rui Almeida na Verdes 2. Uma diferença de 6 pontos existe nos Super Veteranos entre Paulo Viana e João Saraiva, bem como nas Senhoras entre Rita Vieira e Flávia Rolo. Assim, apenas na classe de Veteranos António Oliveira surge em posição privilegiada para assegurar o triunfo na competição.

A prova organizada pelo Pedrinha Motor Clube vai disputar-se num percurso de 45 Km, traçado no concelho de Alcanena. Em termos de “especiais” cronometradas, a “Cross Test” (com 4 Km) situa-se na pista das Barrocas, na Gouxaria; a “Enduro Test” (6,4 km) na variante da Chã em Alcanena, e a “Extreme” (1 Km) junto ao pavilhão Multiusos da vila. Aliás, esse Pavilhão constitui o centro operacional do evento, onde estará instalado o Secretariado, sendo ponto de partidas e chegadas, “paddock” e zona de assistência.

(Clique para ampliar)

Sem comentários: