sábado, 1 de novembro de 2014

Queda estraga dia fantástico a Ruben Faria


Depois do 14º posto do prólogo no dia de ontem Ruben Faria enfrentou de forma decidida os mais de 387 quilómetros em agenda para o dia decisivo da 28ª edição da Baja de Portalegre. Aos comandos da KTM Rally que habitualmente lhe vemos nas maratonas internacionais o piloto de Olhão atacou com decisão desde os primeiros metros de prova e após 142 quilómetros de prova ascendia de forma meteórica ao quarto posto da classificação geral da prova a pouco mais de cinco minutos do líder e a menos de minuto e meio do segundo classificado.

Mas o infortúnio ‘estragou’ uma jornada que estava a ser brilhante para o piloto algarvio pois uma queda a velocidade muito baixa no início da segunda metade da competição obrigou Ruben Faria a abandonar com a clavícula direita fracturada. Um rude golpe num dia em que mais uma vez o piloto da KTM estava a mostrar toda a excelência da sua pilotagem.

‘Foi pena, estava a divertir-me bastante com a moto que hoje estava simplesmente perfeita. O piso estava duro mas não foi isso que me fez cair, a moto escorregou quando passei pela ZA3, a uma velocidade muito baixa e assim que bati no chão senti mesmo a clavicula a fracturar. Não havia nada a fazer. Estou triste porque hoje ía conseguir um bom resultado, seguramente no pódio.’

Ruben Faria foi transportado ao hospital para ser submetido ás habituais radiografias e testes de diagnóstico neste tipo de situações, confirmando-se a fractura, com Ruben Faria a iniciar de imediato o processo de recuperação.

Hype Communications

Sem comentários: