sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Jorge Leite com TM/ACMotos no Nacional de Enduro e Motocross


O jovem piloto de Cascais irá integrar a formação nortenha com o objetivo de marcar presença nos Campeonatos Nacionais de Motocross e Enduro, aos comandos de uma TM 144cc 2T.

Depois de uma bem-sucedida “aparição” na última etapa do Nacional de Enduro em 2013, Jorge Leite conquistou um lugar na jovem formação portuguesa que marcou presença nos ISDE e Europeu das Nações. Destaque para esta ultima prova do ano, onde os jovens lusos acabariam mesmo por se sagrarem Campeões Europeus.

Motivos de sobra para que este piloto ganhasse uma grande vontade de alinhar este ano e com um novo projeto.“Sem dúvida que os últimos meses foram muito importantes e ganhei nova vontade de andar de mota e vencer corridas. A proposta da ACMotos é excelente e só tenho a agradecer a oportunidade dada. Já a TM é uma referência mundial e tenho a certeza que irei ter todas as condições para lutar pelos títulos” comentou satisfeito Jorge Leite.

Já António Carmo, proprietário da ACMotos – importador TM Racing para Portugal, afirma: “É sempre bom contarmos na equipa TM, com jovens promessas como o “Jorginho”. Do pouco que ainda tivemos oportunidade de conviver, demonstrou sempre uma grande humildade e uma forte vontade de trabalhar para a vitória. Aproveito também para a agradecer à ENI, SCVouga, ArsiPeças, Polisport, Motoni e Helder Pires – Kenny Portugal, por todo o apoio ao nosso projeto”.

Os objetivos delineados passam pelo Campeonato Nacional de Enduro e Motocross na sua totalidade, WEC Portugal a realizar em Vale de Cambra e algumas provas extra.

A estreia de Jorge Leite com a TM144 está marcada para ronda de abertura do Nacional de Enduro a 16 de Fevereiro, na bonita Vila beirã de Góis.

Texto/Fotos: Evo-press

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O regresso de Shane Watts - Getting Dirtwise - 1º Episódio


Pois é, este australiano maluco decidiu voltar à competição profissional, mais propriamente ao GNCC (Campeonato Norte-Americado de Cross-Country, onde está o nosso Gonçalo Reis)

Aos 41 anos, com alguma gordura a mais e algum músculo a menos, a tarefa de voltar a uma forma física condizente com a cabeça de quem já foi campeão mundial de enduro, 6 vezes campeão australiano, 1 vez vencedor à geral dos 6 dias e vencedor em 2000 do GNCC, não será fácil. 

Aliás, será tão interessante todo o processo de preparação física e regresso à competição, que Watts resolveu produzir uma série na internet, da qual faz parte este primeiro episódio que vos apresentámos.

Go Wattsy!!!


Foto: www.shanewatts.com

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Video - As aventuras de G Force Jarvis (S01E01)

Por onde anda Jarvis quando não está a competir? O que é que ele faz para ser o melhor no Enduro Extreme?

Este é o primeiro episódio de uma série que pretende revelar um pouco mais do homem e piloto, Graham Jarvis.
 

domingo, 26 de janeiro de 2014

Super Enduro 2014 - GP do México - Knight responde a Blazusiak!

1. David Knight - Sherco
2. Taddy Blazusiak - KTM
3. Jonny Walker - KTM
4. Mathias Bellino - Husqvarna
5. Kyle Redmond - KTM
6. Joakim Ljunggren - Husqvarna
7. Kevin Rookstool - KTM
8. Alfredo Gomez - Husqvarna
9. Dani Gibert - Gas Gas
10. Benoit Fortunato - Yamaha

Video:

Resultados das finais:
(Clique na imagem para ampliar)

Campeonato:
(Clique na imagem para ampliar)

III Enduro Clube DouroXTreme

(Clique na imagem para ampliar)

O Clube DouroXtreme organiza, dia 2 de Fevereiro, a nova edição do evento Enduro Clube DouroXtreme para Motos e Quads em São João da Pesqueira, Viseu. 

O grande crescimento das últimas edições, aliado aos objetivos de proporcionar aos participantes a experiência num evento pouco usual na região e promover tudo o que seja inerente à prática, levou a organização a reestruturar todo o evento ao nível percurso, participantes e público, resultando um evento melhorado para todos os envolvidos. 

Com provas dadas no empenho, segurança e rigor na organização, o Clube apresenta as seguintes novidades para este ano: 

• Parte do percurso construído de raiz, colmatando a falta de um trecho que possibilitasse ultrapassagens fáceis. 

 • Adoção do modelo usado em eventos resistência, de modo a envolver mais participantes durante mais tempo. Este ano o evento passa a usar o sistema “maior número de voltas em 1 hora” para definir as posições cimeiras. 

 • Os participantes terão nova área de boxes exclusiva. 

 • De modo a envolver e dinamizar a prática entre participantes, público e entidades inerentes, como marcas, lojas de equipamento e material ou oficinas, o Clube oferece uma área para expositores gratuita, reservada para quem quiser divulgar o seu produto, marca ou serviço, tendo para isso contatar o Clube com antecedência. 

À semelhança das edições anteriores, espera-se um aumento no número de participantes e de público, que não deixará ninguém indiferente em mais um grande dia para relembrar com o Clube. São, aliás, estes dois fatores que destacam o evento. 

Por um lado o Clube DouroXtreme demonstra que o desporto TT é bem recebido entre a população e que é dinamizador deste concelho e região, por outro, que a prática tem fortes probabilidade de crescimento tendo em conta o avolumar de participantes e interessados. 

Com lugar numa fantástica localização e incríveis paisagens sobre o Douro o evento terá uma dificuldade média/baixa. 

O percurso será acessível, que certamente irá contar com muito convívio e espírito desportivo. 

Descrição: 
EVENTO: III Enduro Clube DouroXtreme 
VEÍCULOS: Motos e Quads 
DATA: 02.02.2014 
LOCAL: Sr.ª do Vencimento, São João da Pesqueira, Viseu 
INSCRIÇÃO: 25 rodas 
ORGANIZAÇÃO: Clube DouroXtreme 
PRÉMIOS: 1º 200 rodas 2º 100 rodas 3º 50 rodas 
CLASSIFICAÇÃO: Maior número de voltas em 1 hora 
REGULAMENTO: Entregue no ato da inscrição 
CONTATOS: clubedouroxtreme@gmail.com 918 173 033 / 969 445 453 / 931 162 726 / 937 405 658 VÍDEO PROMO: http://youtu.be/qfqhRB5Xu08 
SITE: http://clubedouroxtreme.weebly.com/iii-enduroxtreme.html 
FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/420294864740544/

Organização

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Video - Volta Superpole de Taddy no GP do Brasil

Fábio Pereira continua de Yamaha!


Com o Campeonato Nacional de Enduro à porta, Fábio Pereira confirmou hoje a continuidade com as cores da Yamaha. O piloto apoiado pela Yamaha Motor Portugal mantém assim a ligação que tem com a marca nipónica e alinhará na Elite aos comandos da novíssima YZ 250F, modelo totalmente renovado este ano. Entre as principais alterações, destaque para o novo motor com sistema de injeção.

Fábio Pereira não podia estar mais contente com esta parceria: “obviamente estou muito feliz por me manter com a Yamaha, é um facto que mantenho uma ligação com esta marca há alguns anos e felizmente tem sido uma relação de sucesso!”

Por intermediário do concessionário Yamoeste, poderemos contar com a presença de Fábio Pereira inserido na sua própria estrutura e equipa.

“Estamos a menos de um mês do início do campeonato e era sabido que as motos novas iam chegar mais tarde do que habitual, por isso só posso agradecer o esforço por parte da Yamaha Motor Portugal, especialmente ao Dr. Filipe de Almeida e ao Sérgio Felix da Yamoeste em conseguir proporcionar este momento! Obrigado!”

“Encontramo-nos em Góis!"

Comunicado Fábio Pereira

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Video - 26 minutos de Scorpion Masters


Video com os melhores momentos deste evento que se realizou em Novembro do ano passado e que todos os anos reúne algumas das estrelas mundiais do desporto motorizado, principalmente de 2 rodas.

Na edição de 2013, o vencedor foi David Knight e a competição contou com a participação especial de Sebastien Loeb, que deu muito boa conta de si.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Troféu Luso Galaico Mota de Monte


É já no próximo dia 9 de Fevereiro que arranca em Valongo o novo Troféu Luso Galaico Mota de Monte.

Está prevista a realização de 5 provas entre o Norte de Portugal e a Galiza, 2 das quais em parceria com Liga Galega Mota de Campo. No final da competição, o pior resultado será retirado.

Esta é uma excelente oportunidade para disputarem um Troféu de Enduro com baixos custos e bem organizado.

Podem inscrever-se e consultar todas as informações em: www.meliciasteam.com


Dakar 2014 - Video - Best of


terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Hélder Rodrigues já está em Portugal


(Clique na imagem para ampliar)


Europeu de Enduro Extreme já em 2014?


Ao que tudo indica, a FIM Europa tem na calha a primeira edição do Campeonato Europeu de Enduro Extreme, que se irá realizar já em 2014.

Composto por 4 provas, a jornada inaugural será no dia 2 de Março em conjunto com o Campeonato Britânico de Enduro Extreme (BXEC), em Cowm Leisure, Lancashire.

As três provas seguintes, prevê-se que sejam na Roménia em Junho, Suécia em Julho e Portugal em Outubro...

Aguardemos por mais informações e pela confirmação desta bela notícia...

domingo, 19 de janeiro de 2014

Super Enduro 2014 - GP do Brasil (3ª Prova)

Blazusiak garantiu a segunda vitória da temporada

1. Taddy Blazusiak – KTM
2. David Knight – Sherco
3. Alfredo Gomez – Husqvarna
4. Jonny Walker – KTM
5. Joakim Ljunggren – Husqvarna
6. Dani Gibert – Gas Gas
7. Kyle Redmond – KTM
8. Kevin Rockstool – KTM
9. Benoit Fortunato – Yamaha
10. Mathias Bellino - Husqvarna

Campeonato:
(Clique na tabela para ampliar)

Foto: www.redbull.com

Dakar 2014 - 13ª Etapa - Video


Hélder Rodrigues termina Dakar com um 3º lugar (18/01/14)


(Clique na imagem para ampliar)


Mário Patrão terminou hoje a sua segunda participação no Dakar (18/01/14)


(Clique na imagem para ampliar)


Team Bianchi Prata - O melhor de sempre (18/01/14)


Ao fim de 13 etapas desenhadas entre Rosário na Argentina e Valparaido no Chile terminou hoje o Dakar 2014. Foram 8.734 quilómetros de prova, dos quais 5.228 foram discutidos ao cronómetro numa das edições mais duras e exigentes de sempre. Pelo caminho os pilotos e motos atingiram os 4.000 metros de altitude, passaram pelo deserto do Atacama, pelos Andes, junto ao maior lago salgado do planeta em Uyuni na Bolivia e pelas rápidas ‘pampas’ Argentinas logo na abertura da prova.

Ao longo de uma das mais duras edições de sempre os pilotos enfrentaram condições extremas e dificuldades que deixaram fora de prova mais de metade do pelotão e por tudo isso, todos os sobreviventes comemoram hoje no Chile o final do Dakar 2014.

Para Pedro Bianchi Prata hoje é igualmente dia de comemoração, pois não só terminou a prova como assinou o seu melhor resultado de sempre ao ser o 27º classificado na sua sétima participação na prova, mantendo igualmente o seu estatuto de finalista em todas as suas presenças. Na derradeira especial da competição, com pouco menos de 160 quilómetros de extensão o piloto do Porto foi 25º, fechando da melhor forma este Dakar.

‘Estou muito feliz. É uma sensação incrivel terminar um Dakar e mesmo sendo esta a sétima vez é sempre especial para mim. Sofri muito para terminar a prova, desde problemas com a moto até problemas a nível de saúde que me deixaram muito desgastado fisicamente na fase inicial da corrida e também na passagem pela Bolivia. Tive que ser assistido pela equipa médica numa das etapas a maior altitude, enfim...tive um Dakar cheio de peripécias e aventuras, que felizmente consegui ultrapassar. Mas estou aqui em Valparaiso e muito feliz por isso, com o meu melhor resultado de sempre, isso é o mais importante.’

Palavras de Bianchi Prata que além de piloto é também o proprietário e preparador das suas motos, que têm mesmo clientes por todo o planeta. As Husqvarna desenvolvidas pela equipa do Porto mostraram mais uma vez estarem à altura de um evento tão duro e exigente como foi este Dakar.

‘Todo o trabalho de um ano termina aqui e com este resultado fica demonstrado que foi bem feito. Somos uma equipa privada, sem qualquer apoio de uma marca e conseguimos construir uma moto capaz de fazer o Dakar. Ao final de sete participações sempre chegámos ao final e isso revela que mesmo privados trabalhamos da melhor forma. Os meus resultados devem-se também à minha equipa e aos seus elementos e claro, aos patrocinadores que mais uma vez confiaram em nós para este Dakar. A todos o meu agradecimento bem especial!’

Depois de ter sido 30º por três vezes no Dakar, Pedro Bianchi Prata fecha esta sua sétima participação no 27º posto, o melhor resultado de sempre de Bianchi Prata na mais dura e importante maratona do TT mundial.

Hype Communications

sábado, 18 de janeiro de 2014

Dakar 2014 - 13ª Etapa - Coma vence o Dakar

Coma venceu o Dakar pela 4ª vez

Terminou hoje o Dakar 2014 e, como já estava previsto, foi Marc Coma a garantir a vitória, a 13ª consecutiva para a KTM, marca que também ficou com o 2º lugar do pódio, através do também espanhol Jordi Viladoms. A marca austríaca, continua a ser a dominadora deste rali…

Estes foram seguidos por 2 franceses da Yamaha, Olivier Pain e Cyril Despres, que terminaram a prova respectivamente no 3º e 4º lugar.
O 5º lugar do rali, foi para o melhor piloto da forte armada da Honda, o português Hélder Rodrigues.

Os restantes pilotos portugueses que terminaram a prova, acabaram o rali com esta classificação: 24º Pedro Oliveira (Speedbrain); 29º Bianchi Prata (Husqvarna) e em 30º Mário Patrão (Suzuki).

Para concluir importa referir que, para este rali: a Honda apresenta uma grande equipa (da qual fazem parte o campeão 2011 e o campeão 2013); a Yamaha contrata um dos grandes dominadores do Dakar (Cyril Despres: 5 vitórias!); mas ainda não foi desta que bateram a KTM.

Texto: Filipe Coelho

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

BXEC 2014 - Eddy´s Extreme (1ª Prova) - Knight bate Jarvis


(Clique na tabela para ampliar)

Dakar 2014 - 12ª Etapa - Video


Dakar 2014 - 12ª Etapa - Resultados

Etapa:
(Clique na imagem para ampliar)

37º Pedro Oliveira (Speedbrain)
48º Bianchi Prata (Husqvarna)


Geral:
(Clique na imagem para ampliar)

25º Pedro Oliveira (Speedbrain)
29º Bianchi Prata (Husqvarna)
30º Mário Patrão (Suzuki)

Team Bianchi Prata - Gerir para terminar



Com o Dakar cada vez mais próximo do palanque de chegada a caravana chegou hoje a La Serena no Chile após completar o penúltimo dia de prova. Mais um dia exigente e que novamente causou dificuldades a vários pilotos, numa clara demonstração de que o Dakar acaba apenas na linha de meta. 

Bianchi Prata não escapou a mais uma longa etapa, marcada por uma centena de quilómetros nas dunas de Copiapo e por muito pó que causou dificuldades a muitos pilotos. No final do dia o piloto do Porto teve mesmo que gerir o motor da sua moto, a acusar o esforço dos últimos dias.

‘Hoje a especial não correu muito bem, com muitos problemas de vária ordem. No início apanhei muito pó e depois de ser apanhado pelo Victor Oliveira começámos a rodar em conjunto até ao momento em que ele teve um problema com a moto. Estive com ele a tentar resolver o problema mas não o conseguimos e acabei por regressar à pista sozinho. No final da especial, com cerca de 100 quilómetros em areia, a minha moto começou a fazer um ruído muito estranho no motor e baixei ainda mais o ritmo para poupar a moto. Comecei a ficar sem embraiagem, o motor começou a fazer muito barulho e vim mesmo devagar até ao final para não correr riscos de ficar parado. Agora vamos verificar a moto e preparar tudo para os quilómetros de amanhã.’

Num dia tão complicado Bianchi Prata fechou esta penúltima especial do seu sétimo Dakar na 48ª posição, ocupando agora a 29ª posição da classificação geral quando faltam apenas disputar 157 quilómetros do Dakar 2014. O objectivo é estar amanhã em Valparaiso no palanque final do Dakar e é para isso que o piloto e a equipa trabalham neste momento no acampamento de La Serena.

Hype Communications

Mário Patrão a um dia do grande final do Dakar 2014


(Clique na imagem para ampliar)


Dakar 2014 - 12ª Etapa - Despres em busca do pódio

Despres venceu a etapa de hoje

Com o objectivo de recuperar o maior número de lugares possível, dos atrasos que sofreu na 1ª semana do rali, Cyril Despres (Yamaha) continuou ao ataque e venceu a etapa, com pouco mais de 2 minutos de vantagem para Marc Coma (KTM), que terminou no 2º lugar. 

Agora que faltam só 157km cronometrados para o fim do rally, o espanhol ainda aumentou mais a sua vantagem na 1ª posição da geral, uma vez que, o até hoje 2º classificado, Joan Barreda (Honda) sentiu muitos problemas, terminando a etapa a quase 2h30min do vencedor, eliminando assim qualquer hipótese de sequer terminar no pódio. 

Quem beneficiou desta situação, foi também Hélder Rodrigues (Honda) que, sendo ultrapassado na geral por Despres, devido ao grande atraso de Barreda, conseguiu manter o 5º posto. 

Os restantes pilotos portugueses, terminaram a etapa por esta ordem: 18º Mário Patrão (Suzuki); 37º Pedro Oliveira (Speedbrain) e em 48º Bianchi Prata (Husqvarna). 

Em relação a Victor Oliveira (Husqvarna), sentiu problemas eléctricos durante a etapa e, à hora que redigimos este relato, ainda não terminou a prova. 

Amanhã termina, em Valparaíso (cidade localizada a 117km da capital chilena – Santiago), o Dakar 2014 (13ª etapa: La Serena - Valparaíso), com um troço de ligação de 378km e uma curta especial de 157km, onde Despres irá com certeza tentar chegar ao pódio (ocupa a 4ª posição, a pouco menos de 4 min. do seu compatriota e colega de equipa da Yamaha, Olivier Pain). Já o Hélder Rodrigues, está com a 5ª posição quase garantida.

Texto: Filipe Coelho
Foto:Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool 

Team Bianchi Prata - Valparaíso mais perto



No final de mais um dia muito exigente Pedro Bianchi Prata deu mais um importante passo rumo ao final do Dakar 2014. Aos comandos da sua Husqvarna o piloto do Porto mostrou-se à altura daquela que foi uma das mais longas especiais deste Dakar 2014 e no final a 39ª posição alcançada permitiu a Bianchi Prata manter-se entre os 30 primeiros da classificação geral, sendo agora o 28º antes dos derradeiros dois dias de prova, mais curtos mas nem por isso mais fáceis.

Com as dunas de Copiapo a serem o prato forte do dia os pilotos enfrentaram mais de oito horas de condução em especial, com areia, zonas rápidas e outras mais técnicas rumo a El Salvador. Esta foi a última longa especial desde Dakar.

‘Foi um dia muito lindo, longo e difícil. Andei rápido nas partes técnicas e nas zonas de areia e mais rápidas poupei a moto. Neste momento penso em chegar ao final e estou satisfeito porque ultrapassámos mais uma dificuldade e estamos agora a dois dias de atingir esse objectivo.’

A El Salvador chegou igualmente Victor Oliveira, que se mantém em prova e descobe este Dakar quilómetro após quilómetro. O resistente piloto de Viana do Castelo foi hoje 62º classificado, ocupando agora o 66º posto, também ele já a pensar igualmente no palanque de chegada em Valparaiso, como acontece com a maioria dos pilotos que ainda se mostram mais duros que o Dakar 2014.

Hype Communications


Má sorte para Mário Patrão no antepenúltimo dia do Dakar 2014 (16/01)


(Clique na imagem para ampliar)


quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Dakar 2014 - 11ª Etapa - Video


Dakar 2014 - 11ª Etapa - Resultados

Etapa:
(Clique na tabela para ampliar)

34º Pedro Oliveira (Speedbrain)
39º Bianchi Prata (Husqvarna)
42º Victor Oliveira (Husqvarna)
44º Mário Patrão (Suzuki)

Geral:
(Clique na tabela para ampliar)

25º Pedro Oliveira (Speedbrain)
28º Bianchi Prata (Husqvarna)
30º Mário Patrão (Suzuki)
61º Victor Oliveira (Husqvarna)

Dakar 2014 - 11ª Etapa - Coma cada vez mais perto da vitória final

Coma mostrou toda a sua força ao garantir a vitória na etapa de hoje

Apesar de não necessitar de arriscar (devido a já ter uma vantagem de 45 minutos, sobre o 2º classificado), Marc Coma (KTM) não deixa os seus créditos por mãos alheias e assegurou hoje a vitória, na antepenúltima etapa do rali, seguido pelas duas Yamanha de Cyril Despres e Olivier Pain, respectivamente 2º e 3º classificado. 

Agora que faltam pouco mais de 500km cronometrados para o final do rali, Coma tem a vitória praticamente assegurada, pois já está com uma confortável vantagem de 52 minutos, sobre o 2º classificado Joan Barreda (Honda), que hoje foi apenas 5º, sendo logo seguido por outra Honda, a de Hélder Rodrigues (6º na etapa que, apesar de continuar a ocupar a 5ª posição na geral, vê este seu lugar ameaçado pela forte recuperação do rapidíssimo Despres, que está já a menos de 1 minuto do português). 

Os restantes pilotos portugueses, terminaram a etapa por esta ordem: 34º Pedro Oliveira (Speedbrain); 39º Bianchi Prata (Husqvarna); 42º Victor Oliveira (Husqvarna) e em 44º Mário Patrão (Suzuki). 

Amanhã realiza-se a penúltima etapa (12ª etapa: El Salvador – La Serena), com um troço de ligação de 349km e uma especial de 350km, onde apesar da vitória estar quase garantida, numa prova como esta, há sempre hipótese de ocorrerem imprevistos…

Texto: Filipe Coelho
Foto: FB Marc Coma

Dakar 2014 - 10ª Etapa

Mário Patrão continua em bom plano e terminou a etapa na 14ª posição

Ontem realizou-se a etapa com a mais longa especial desta edição: 631km cronometrados e vimos finalmente o Hélder Rodrigues (Honda) a ter uma prestação de alto nível, pois terminou no 2º lugar, sendo logo seguido por um dos principais favoritos desta prova (pois já a venceu por 5 vezes), Cyril Despres (Yamaha). O português já é 5º classificado, na classificação geral.

A vitória na etapa foi para Joan Barreda (Honda), que está mesmo motivado a atacar a liderança de Marc Coma (KTM), que foi 5º, perdendo apenas 11 minutos, para o vencedor. No entanto, Barreda ainda está a quase 45 minutos do líder o que, quando faltam apenas 3 etapas para o fim da prova, não é fácil de recuperar…

Em relação aos restantes pilotos portugueses, o mais rápido, tal como nos dias anteriores, foi Mário Patrão (Suzuki), com um 14º lugar, tendo os restantes terminado classificados por esta ordem: 34º Pedro Oliveira (Speedbrain); 38º Bianchi Prata (Husqvarna); e em 41º Victor Oliveira (Husqvarna).

Hoje realiza-se a 11ª etapa (Antofagasta – El Salvador), com um troço de ligação de 144km e uma longa especial de 605km, onde Barreda deverá se esforçar para encurtar a diferença para o líder da prova, assim como o Hélder, que está com o 4º lugar perfeitamente ao seu alcance (apenas a 5 minutos).

Texto: Filipe Coelho
Foto: Conceito Media

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Dakar 2014 - 9ª Etapa - Video


Hélder Rodrigues sobe para 6º da geral


(Clique na imagem para ampliar)


Mário Patrão continua a evoluir entre os melhores no Dakar


(Clique na imagem para ampliar)


Team Bianchi Prata - Finalmente o Atacama



A nona etapa do Dakar 2014 voltou a mostrar novamente toda a dureza desta edição da prova. Um dia longo, com mais de 400 quilómetros onde os pilotos enfrentaram diferentes tipo de pistas, começando pelas mais rápidas na primeira metade, entrando depois numa secção com mais pedra e mais exigente para o fisico, especialmente braços e mãos. Um dia onde as dunas do Atacama marcaram o final da especial que como sempre encerrou com a imensa descida em areia à chegada a Iquique junto ao Oceano Pacifico que os pilotos vislumbraram hoje pela primeira vez nesta edição da prova.

Foi mais uma etapa muito exigente, com bastante quilómetros e pisos completamente distintos. Com a fase final em areia tinhamos que ter especial atenção aos consumos mas correu tudo bem. Voltei a ser regular a pensar apenas na minha prova, sem me preocupar muito com os outros pilotos. A descida final foi como sempre impressionante, é um dos momentos altos da prova quando descemos até Iquique e sentimos a frescura do Pacifico. Momento único mesmo.’

Palavras de Pedro Bianchi Prata após mais um dia de competição onde conseguiu ser 39º na especial, ocupando agora a 27ª posição da classificação.

‘Agora começamos a descer rumo ao sul do Chile, sempre junto ao Pacifico. Não será naturalmente fácil porque temos ainda o Atacama para enfrentar, mas é solo que já conhecemos e certamente não vou ter problemas com a altitude. Sofri muito nos dois dias da Bolivia e tive mesmo que ser assistido pelos médicos devido à elevada altitude. Mas estou a recuperar fisicamente e sinto que posso andar melhor daqui para a frente.’

Bianchi Prata é no momento o terceiro melhor português em prova, com o objectivo de melhorar o 30º posto que conseguiu por três vezes nas suas seis participações anteriores na prova.

Hype Communications

Dakar 2014 - 9ª Etapa - Coma reforça liderança. Hélder sobe para 6º

Marc Coma está cada vez mais perto da vitória

Hoje desenrolou-se a 9ª etapa do Dakar, que foi toda em território chileno e terminou com a espectacular descida da duna de Iquique, na costa do Pacífico.

O vencedor da etapa foi Marc Coma (KTM), seguido de Joan Barreda (Honda) e Cyril Després (Yamaha), dando assim mais um passo rumo à sua 4ª vitória neste rali, pois já está com mais de 55 minutos de vantagem, face ao seu compatriota da Honda, o que é suficiente para que possa fazer uma gestão cautelosa nas 4 etapas que faltam para terminar a prova.

Em relação aos pilotos portugueses, Hélder Rodrigues (Honda) classificou-se em 7º e assim passou a ocupar o 6º posto da classificação geral. Apesar de estar muito distante de um lugar no pódio, pois o 3º da geral, o espanhol Jordi Viladoms (KTM), está 46 minutos à frente do português, o 4º lugar (ocupado pelo chileno Israel Esquerre – Speedbrain) está perfeitamente ao seu alcance, pois está apenas a 17 minutos. 

Os restantes pilotos portugueses, terminaram por esta ordem: 25º Mário Patrão (Suzuki); 37º Pedro Oliveira (Speedbrain); 40º Bianchi Prata (Husqvarna); e em 51º Victor Oliveira (Husqvarna).

Amanhã realiza-se a 10ª etapa (Iquique - Antofagasta), com um troço de ligação de 58km e a especial mais longa de todo o rali (631 km).

Texto: Filipe Coelho
Foto: Marc Coma FB

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Dakar 2014 - 8ª Etapa - Video


Dakar 2014 - 8ª Etapa - Resultados

Etapa:
(Clique na tabela para ampliar)

 16º - Mário Patrão (Suzuki)
 37º - Pedro Oliveira (Speedbrain)
42º - Victor Oliveira (Husqvarna)
44º - Bianchi Prata (Husqvarna)


Geral:
(Clique na tabela para ampliar)

 24º - Pedro Oliveira (Speedbrain)
26º - Bianchi Prata (Husqvarna)
33º - Mário Patrão (Suzuki)
69º - Victor Oliveira (Husqvarna)

Paulo Gonçalves. O Dakar por fora!


(Clique na imagem para ampliar)


Team Bianchi Prata - Ao redor do Salar



Mais de quinhentos quilómetros marcaram hoje a despedida do Dakar de solo da Bolivia. A prova entrou no Chile numa etapa longa ao redor do imenso Salar de Uyuni depois da organização ter decidido não atravessar aquele que é o maior lago salgado do mundo por razões de segurança. Num dia longo e exaustivo a altitude elevada voltou a causar dificuldades aos pilotos, que depois de uma noite na pequena povoação de Uyuni quiseram acima de tudo chegar a salvo à localidade chilena de Calama.

Depois de ontem ter sentido alguns problemas com a altitude Pedro Bianchi Prata voltou novamente a sentir dificuldades com o esforço mais exigente na alta montanha e numa toada novamente defensiva segurou o seu resultado em termos de classificação geral, terminando o dia na 44ª posição, para ser agora o 26º da classificação geral.

‘Ontem sofri com a altitude e hoje sabía que iría novamente sofrer com a questão. Por isso não quis arriscar nada e adoptei um ritmo seguro, sem correr riscos numa especial que não tinha muita navegação mas onde qualquer erro podería causar problemas. Penso que foi a melhor opção e na chegada ao Chile mantenho-me dentro do objectivo que me propus desde o primeiro dia em Rosário na Argentina.’

Sem riscos Bianchi Prata continua assim entre os trinta melhores na classificação geral antes da chegada do deserto do Atacama, já no Chile, onde o piloto do Porto irá certamente se sentir mais à vontade do ponto de vista fisico.

‘Queria também aproveitar a oportunidade para dar os parabéns ao Cristiano Ronaldo pela conquista da Bola de Ouro. Recebemos a informação à pouco e foi motivo de festa para os portugueses que estão aqui no Dakar 2014. Ele é um símbolo de Portugal e mereceu esta conquista.’

Boa jornada voltou a fazer Victor Oliveira, o estreante na prova, que hoje fechou o dia na 42ª posição da classificação da etapa, ocupando agora o 69º posto da geral, posição que quer melhorar amanhã, como tem vindo a acontecer diariamente depois dos problemas mecânicos que o piloto de Viana do Castelo sofreu ainda na primeira semana da prova.

Hype Communications

Hélder Rodrigues foi 4º na despedida da Bolívia


(Clique na imagem para ampliar)


Mário Patrão "segura" prestação de destaque na oitava etapa


(Clique na imagem para ampliar)