quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Video - Dirt Bike Fail Compilation 2013

Ninguém se magoou..muito..por isso, vamos lá:

Arranque positivo para o Team KTM/Municipio de Coruche

Bernardo Megre

Com o início de mais um campeonato nacional de enduro começou igualmente a temporada 2014 para o Team KTM / Municipio de Coruche. Com dois pilotos em prova, Bernardo e David Megre, a equipa ribatejana deu assim início à época no Enduro de Góis.

Dividida mais uma vez entre os campeonatos nacionais de enduro e TT, a equipa liderada por David Megre entrou no enduro de Góis com objectivos distintos para os seus dois pilotos. Bernardo Megre quer lutar pelas vitórias na categoria Open 1, enquanto que David Megre procura acima de tudo ritmo competitivo com vista a mais uma época de Nacional de TT, onde procura o regresso aos títulos.

Os dois fizeram por isso provas distintas, com Bernardo Megre a lutar pelo sucesso na sua classe, mas acabando este primeiro confronto da época no segundo posto depois um bom início de prova, prejudicado por um contratempo inesperado na segunda passagem pela ‘Cross Test’.

‘Estava a fazer uma boa prova, mas na segunda passagem pela ‘Cross Test’ fiquei preso num rego muito profundo e acabei por me atrasar de forma irremediável para o primeiro classificado. Mesmo assim estou satisfeito com o resultado mas temos que trabalhar mais para estarmos ainda mais consistentes na próxima corrida. Quero agradecer ao meu irmão e ao José Mira pelo apoio que me deram.’

David Megre chegou a Góis consciente que tería uma jornada complicada e exigente. Os 40 quilómetros de percurso estavam marcados pela lama e piso escorregadio fruto do inverno rigoroso que assolou o país e fruto das condições quase extremas as dificuldades seríam ainda maiores neste regresso à competição depois de um período de recuperação devido a um pulso fracturado.

David Megre

‘Sabia que o fim-de-semana sería complicado e foi o que aconteceu. Logo na primeira volta tive um problema com a bateria da moto e penalizei sete minutos. Imprimi um ritmo muito forte na segunda volta para recuperar e não penalizar mais e isso deixou-me bastante desgastado. Mas na terceira volta consegui um bom ritmo e fiquei satisfeito com os meus registos nas especiais, o mesmo se passando na quarta e última volta. De qualquer das formas temos que preparar ainda melhor a próxima corrida, na Régua.’

O balanço global acaba assim por ser positivo no arranque de uma temporada 2014 onde a equipa promete mais uma vez lutar pelos títulos nas suas classes, tanto no Enduro como TT.

Hype Communications

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Getting Dirtwise - Episódio 5

Cpto Holandês - Eindhoven (1ª Prova)

1. Hans Vogels - KTM
2. Wesley Pittens - Husqvarna
3. Mark Wassink - KTM
4. Erik Eggens - Yamaha
5. Lucas Dolfing - TM
6. Robin Nijkamp - KTM
7. Bas kl. Haneveld - KTM
8. Johnny Bosman - KTM
9. Kay Hulshof - KTM
10. Ismo ten Velde - KTM

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Super Enduro 2014 - GP de França - Penta para Taddy


O Parc Expo em Tours, Paris, recebeu a última prova do Campeonato de Super Enduro 2014 e viu Tadeusz Blazusiak sagrar-se penta-campeão mundial, mantendo assim o seu domínio absoluto no Enduro Indoor.

Destaque para Joaquim Rodrigues que deu muito boa conta de si na sua primeira participação no Mundial.

O português conquistou o 7º melhor tempo nos treinos, mostrando que tem rapidez para rivalizar com os melhores. Nas finais, Rodrigues chegou a liderar a segunda corrida da noite durante duas voltas.

O agora piloto da KTM mostrou que, com mais experiência e provavelmente uma preparação física adequada a este tipo de competição, pode vir a dar que falar, pois o talento, esse continua lá.


Resultados:


(Clique nas tabelas para ampliar)

 Campeonato:
(Clique na tabela para ampliar)

Foto e Videos: http://www.enduro-abc.com/

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Getting Dirtwise - Episódios 3 e 4

Joaquim Rodrigues Jr. em França na final do Campeonato do Mundo de SuperEnduro


(Clique na imagem para ampliar)


Team ORT continua a vencer


(Clique na imagem para ampliar)


Arranque sem sorte para Diogo Ventura


Começou no passado fim-de-semana o Campeonato Nacional de Enduro 2014. A vila de Góis recebeu a abertura de época, com quase duas centenas de pilotos a marcarem presença na competição e entre eles Diogo Ventura, piloto da ‘terra’ que no passado ano conquistou não apenas o título nacional mas igualmente o título europeu.

No arranque de uma nova época Diogo Ventura mostrou as cores que vai defender em 2014 e também a sua nova moto, a espanhola Gas Gas, com que estará não apenas no campeonato nacional de enduro mas igualmente nos campeonatos espanhol e mundial da especialidade, integrando o Team Pons.

A jogar em casa Diogo Ventura não teve no entanto a sorte do seu lado e foi mesmo forçado a abandonar depois de um toque numa pedra no decorrer da terceira passagem pela Cross Test ter deixado a caixa de velocidades da sua GasGas sem condições que permitisse ao piloto de Góis continuar em prova. Até então Diogo Ventura tinha estado na segunda posição da geral nas duas primeiras voltas aos 40 quilómetros do percurso, descendo antes do abandono ao terceiro posto mas em luta directa com o segundo classificado.

‘Apesar de não ter começado da melhor o campeonato por força deste azar a corrida acabou por ser um bom treino para o arranque do campeonato do mundo de enduro pois as especiais e o percurso eram muito exigentes, especialmente depois das chuvas que se fizeram sentir antes da corrida. Apesar de ter desistido fiquei contente por ter mostrado que estou rápido.’

A próxima prova de Diogo Ventura na temporada 2014 será ainda no campeonato português, com a realização da segunda prova do campeonato em Peso da Régua, corrida em que o piloto beirão vai lutar para recuperar os pontos perdidos com o azar vivido em Góis.

FOTO: João da Franca
Hype Communications

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Hell´s Gate 2014 - Jarvis infernal!

1. Graham Jarvis - Husqvarna 
2. Jonny Walker - KTM 
3. Cody Webb - Beta 
4. Andreas Lettenbichler - KTM 
5. Diego Nicoletti - Suzuki

CNE 2014 - Enduro de Góis - Gonçalo Reis começa melhor


Nada menos de 197 pilotos marcaram presença em Góis – um número francamente auspicioso no arranque da nova temporada - dos quais 35 integrados nas categorias principais, Elite e Open, que cumpriram quatro voltas ao percurso, enfrentando três troços cronometrados em cada passagem. O trajecto sofreu algumas alterações devido ao estado do terreno, como seja na “Enduro Test”, ficando com uma extensão na ordem dos 40 Km.

Hoje o Sol brilhou na região mas a chuva caída nos últimos tempos deixou o terreno encharcado e enlameado, tornando a prova bastante exigente em termos físicos e técnicos. O Góis Moto Clube geriu bem esse condicionalismo e introduziu alterações em sectores mais degradados, minimizando o volume de abandonos.

Na classe Elite 2 e em termos absolutos, Gonçalo Reis instalou-se no comando desde a primeira “especial”, e na segunda metade da prova reagiu bem à tentativa de aproximação de Luís Correia. O piloto do Magoito venceu, com 17s de vantagem sobre o ribatejano. Já Diogo Ventura ocupava o 3.º posto quando teve de abandonar na terceira volta com a corrente partida, herdando a posição o francês Fabien Planet.

Quanto à Elite 1, Joaquim Rodrigues foi o mais rápido em oito troços, amealhando vantagem que compensou o tempo perdido nas quatro passagens pela “Extreme”. Tudo somado, Rodrigues conseguiu garantir o triunfo, apenas com 1,6s sobre o suíço Jonathan Rossé, apesar deste apenas ser o mais veloz em duas “especiais”. Por seu turno, Hélder Rodrigues marcou presença para ser 3.º classificado, diante de Fábio Pereira.

Na Open 2, Filipe Sampaio regressou ao Enduro para alcançar uma vitória “tirada a ferros” sobre Diogo Valença. Sampaio começou melhor, após duas voltas tinha 13,2s sobre aquele adversário, mas na “Enduro Test” da terceira passagem cedeu 27s. Depois, aplicou-se a fundo na recuperação, e só garantiu o triunfo no último troço, apenas por escassos 53 milésimos de segundo sobre Valença. No 3.º lugar ficou Fernando Sousa, diante de Nuno Cação.

No que respeita à Open 1, inicialmente assistiu-se a animado duelo entre José Manuel Borges e Jorge Leite. Após duas voltas, Borges estava na frente com 6,5s de avanço, mas na terceira passagem pela “Cross Test” registou contratempos e acabou por desistir. Só então Jorge Leite ficou à vontade para ganhar, com 1m02s de vantagem sobre Bernardo Megre. Carlos Pedrosa completou o pódio desta classe, seguido de Ricardo Santos.

Passando à categoria Verdes, na classe 1 o vencedor foi João Araújo, seguido por João Lourenço, enquanto na 2 ganhou André Almeida, diante de Alexandre Guia. Entre os Veteranos, o ganhador do dia foi António Oliveira, bem destacado de Sandro Carolino, enquanto nos Super-Veteranos António Silva levou a melhor, à frente de Paulo Miranda. Nesta prova só alinharam duas senhoras, e a as penalizações foram determinantes para o ordenamento final. Flávia Rolo ganhou, mesmo penalizando 10minutos, pois Rita Vieira averbou 26 minutos de penalização.

Resultados:
(Clique na tabela para ampliar)

Campeonato:
(Clique na tabela para ampliar)

Texto e tabelas: FMP (http://www.fmotoportugal.pt)
Foto: Arquivo (FB Gonçalo Reis)

CNE 2014 - Enduro de Góis - Tempos Online



quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

CNE 2014 - Nacional de Enduro arranca em Góis


O 11º Enduro de Góis, prova inaugural do Campeonato Nacional de Enduro de 2014 contará com uma Cross Test na Carvalhinha, uma Enduro Teste na Quinta do Baião e uma Extreme Test junto à Casa Branca.

A Zona de Assistência e Parque Fechado localizar-se-ão na Quinta do Baião, junto à sede do Góis Moto Clube.

No sábado, 15 de fevereiro, apenas decorrerá o reconhecimento das especiais por parte dos pilotos e as verificações administrativas e técnicas no secretariado implantado na sede do Góis Moto Clube. 

Domingo, dia 16 de fevereiro, pelas 11 horas, os pilotos vão ter de enfrentar 42 quilómetros de percurso, 4 voltas para as Classes da Elite e Open, 3 voltas para as classes Verdes, Veteranos e para a nova classe destinada às Senhoras e 2 voltas para as classes Super Veteranos, Enduro CUP e Hobby, num trajeto desenhado na zona norte do concelho de Góis. 

O público mais exigente poderá ver o evoluir os pilotos durante a prova no percurso em algumas trialeiras nas seguintes zonas: Carvalhal, Casalinho de Cima, Carvalhinha, Celavisa e junto à Casa Branca em Góis. 

NDR: Enduro CUP - Classe que se destina a pilotos entre os 14 e 18 anos de idade, com licença de condução válida para máquinas 50cc 2T ou 125 4T, com características “stock”, homologadas para circular em estrada. 


As especiais:

XT

Situada a 1 km do Parque Fechado e da Zona de Assistência, esta especial cronometrada decorrerá junto à Casa Branca (1km para Elite, 800m Open, 600m para Verdes e 450m para HOBBY), toda ela natural aproveitando o relevo do terreno com alguma pedra. 
Acesso: Junto aos Bombeiros Voluntários de Góis, seguir em direcção a Cortecega e após 400 metros surge a especial à esquerda.


 ET

Situada a 200 metros do Parque Fechado e da Zona de Assistência, esta especial cronometrada decorrerá na Quinta do Baião em terreno misto e curvas bem delineadas (4,4 Km de extensão). 
Acesso: À saída de Góis, junto ao cruzamento para Coimbra, Vila Nova de Poiares.


CT:

Situada a 4,6 km do Parque Fechado e da Zona de Assistência, esta especial cronometrada decorrerá na Carvalhinha, num terreno com pequenos relevos e uma parte na pista do crossódromo existente (4 Km de extensão). 
Acesso: Seguir em direcção a Arganil (EN 342) até à localidade de Bordeiro (3km), cortar à esquerda em curva apertada e seguir para Póvoa de Góis, Crossódromo. Após 1km cortar novamente à esquerda para Crossódromo.

Mais informações em: http://www.goismotoclube.pt/

Gois Moto Clube e ENDUROPORTUGAL

EnduroCross Australiano - Brisbane (1ª Prova)

(Clique na tabela para ampliar)


terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Troféu Luso Galaico - Valongo (1ª Prova) - Fotos 2




Super Enduro 2014 - GP de Espanha (5ª Prova) - Taddy dá um grande passo rumo ao título

1. Taddy Blazusiak - KTM
2. Jonny Walker - KTM
3. Alfred Gomez - Husqvarna
4. David Knight - Sherco 
5. Joakim Ljunggren - Husqvarna
6. Mathias Bellino - Husqvarna
7. Daniel McCanny - Beta
8. Ivan Cervantes - KTM
9. Kyle Redmond - KTM
10. Kornel Nemeth - Husqvarna



Resultados das finais:
(Clique na imagem para ampliar)

Campeonato:
(Clique na tabela para ampliar)