domingo, 8 de março de 2015

Duas centenas nos trilhos em Castelo Branco


Neste Domingo 201 enduristas alinharam à partida – belo número para a terceira edição do Enduro organizado pela Escuderia de Castelo Branco, desta vez num percurso com 42 Km de extensão, percorrido em quatro voltas consecutivas pelos pilotos das categorias principais, Elite e Open. À chamada faltou um dos favoritos, Luís Correia, envolvido numa prova em Itália, enquanto Hélder Rodrigues marcou presença.

Em dia primaveril, doze passagens equitativamente repartidas pelos três troços especiais mobilizavam a luta contra o cronómetro. E foi preciso esperar até à última classificativa para apurar o vencedor Elite, num empolgante despique travado por três pilotos.

Gonçalo Reis liderava quando caíu no penúltimo troço, perdendo 16 segundos e o comando para Luís Oliveira. Assim, à entrada para a derradeira “especial” Oliveira tinha apenas 9 décimos de segundo sobre Diogo Ventura e 7,3 para Reis. Este foi o mais rápido nessa classificativa, mas Oliveira só cedeu 1,5s e ganhou 5,6s a Ventura. Feitas as contas, Luís Oliveira averbou o segundo triunfo absoluto na temporada, enquanto Diogo Ventura garantiu o 2.º posto por escassos sete décimos de segundo face a Gonçalo Reis. No 4.º posto ficou Joaquim Rodrigues, a 35,5s do vencedor.

Outro piloto que soma e segue em matéria de triunfos é João Vivas na classe Open, amealhando vantagem que no final se cifrou em 46,1s sobre o 2.º classificado, Pedro Oliveira, ficando João Lourenço e Luís Portela de Morais nas posições seguintes.

Na categoria Verdes, André Martins foi o vencedor absoluto e da classe V1, deixando André Mouta a 19,3s. Na tabela geral a seguir classificaram-se os melhores representantes das classes V3 e V2, respectivamente Miguel Costa e André Almeida. Este último apenas se impôs por 8s ao segundo da sua classe, Márcio Antunes, ao passo que o 2.º da V3, Bruno Freitas, ficou a 2m31s de Costa.

Entre os Veteranos, Nuno Freitas ganhou com 47,4s sobre António Oliveira, e nas Senhoras Joana Gonçalves deixou Rita Vieira a 2m45s. Quanto aos Super Veteranos, 48,2s foi a diferença entre os dois primeiros, Fernando Teixeira e João Saraiva, e na Enduro Cup Tomás Clemente marcou concludentes 4m05s de vantagem para Nuno Silva.

Os enduristas voltam aos trilhos dia 4 de Abril, na Lousã, por ocasião da terceira jornada do Campeonato.

ELITE
OPEN
1.º
Luís Oliveira
Yamaha
49m42,22s
1.º
João Vivas
Suzuki
51m57,72s
2.º
Diogo Ventura
Gas Gas
a  5,11
2.º
Pedro Oliveira
Honda
a  46,14
3.º
Gonçalo Reis
KTM
a  5,82
3.º
João Lourenço
Kawasaki
a  1.32,28
4.º
Joaquim Rodrigues
KTM
a  35,59
4.º
Luís P. Morais
Husqvarna
a  2.06,23
5.º
Jonathan Barragan
Gas Gas
a  1.17,82
5.º
Diogo Vieira
Honda
a  2.21,32
6.º
Fernando Ferreira
Yamaha
a  2.07,65
6.º
Diogo Valença
Beta
a  2.24,54
7.º
Hélder Rodrigues
Honda
a  2.30,53
7.º
David Megre
KTM
a  2.25,80
8.º
Bruno Santos
KTM
a  7.41,61
8.º
Fausto Mota
KTM
a  2.28,67

Elite 1: 1.º Luís Oliveira, 49m42,22s; 2.º Joaquim Rodrigues, a 35,39; 3.º Fernando Ferreira, a 2.07,65; 4.º Hélder Rodrigues, a 2.30,53.


Elite 2: 1.º Diogo Ventura, a 49m47,34s; 2.º Gonçalo Reis, a 0,70; 4.º Jonathan Barragan, a 1.12,70; 4.º Bruno Santos, a 7.36,49.

ASSIM VAI O CAMPEONATO...
ELITE
OPEN
1.º
2.º
3.º
4.º
5.º
6.º
Luís Oliveira
Diogo Ventura
Gonçalo Reis
Joaquim Rodrigues
Fernando Ferreira
Luís Correia
Yamaha
Gas Gas
KTM
KTM
Yamaha
Beta
40
32
26
26
20
17
1.º
2.º
3.º
4.º
5.º
6.º
João Vivas
David Megre
Diogo Vieira
Diogo Valença
Carlos Pedrosa
Fernando Sousa
Suzuki
KTM
Honda
Beta
Yamaha
KTM
40
26
24
19
18
17


ELITE 1
ELITE 2
1.º
2.º
3.º
4.º
5.º
Luís Oliveira
Joaquim Rodrigues
Fernando Ferreira
Hélder Rodrigues
Romulo Bottrel
Yamaha
KTM
Yamaha
Honda
Honda
40
34
30
13
13
1.º
2.º
3.º
4.º
5.º
Diogo Ventura
Gonçalo Reis
Bruno Santos
Luís Correia
Jonathan Barragan
Gas Gas
KTM
KTM
Beta
Gas Gas
37
32
26
20
15

Texto: FMP
Foto: One Shot Foto

Sem comentários: