quinta-feira, 2 de abril de 2015

Lousã recebe o CNE no próximo sábado


Os enduristas dão seguimento ao seu Campeonato na Lousã, uma “clássica” da modalidade onde o espectáculo nos trilhos vai continuar no próximo Sábado.

Entre as provas que actualmente integram o calendário, o Enduro da Lousã é a segunda mais antiga, pois a sua primeira edição remonta a 1989. Por outro lado, na presente temporada o Montanha Clube completa 25 anos de existência, com um expressivo currículo de organizações em várias modalidades.

Este ano, os concorrentes vão enfrentar um percurso de 40 Km, no caso dos pilotos Elite e Open em três voltas consecutivas mais um CH – o suficiente para haver quatro passagens pelos três troços cronometrados, todos eles localizados no Arneiro, nas imediações da antiga passagem de nível situada na estrada entre Lousã e Miranda do Corvo.

Aliás, num raio de trezentos metros será possível acompanhar as três “especiais” cronometradas: a de Cross com 4 Km de extensão, enquanto a de Enduro tem cerca de 3,5 Km e a “Extreme” 500 metros. Ao longo do percurso, traçado no concelho da Lousã, o público também pode apreciar os pilotos em algumas “zonas espectáculo”. O centro nevrálgico da prova situa-se no Parque de Exposições, local de partida e chegada, “paddock” e zona de assistência.

No plano competitivo, Luís Oliveira ganhou as duas primeiras jornadas do Campeonato, e na Lousã vai tentar permanecer invicto na categoria Elite e na classe Elite 1, frente a aguerrida concorrência. Na Elite 2 o actual comandante é Diogo Ventura, com os pontos correspondentes a uma vitória e um segundo lugar.

Outros pilotos com ambições ao triunfo, absoluto ou por classes, são Luís Correia, Gonçalo Reis e Joaquim Rodrigues, sem esquecer os espanhóis Lorenzo Santolino e Jonathan Barragan, já inscritos para esta prova. Quanto à classe Open, João Vivas lidera com dois triunfos no activo.

O Montanha Clube espera manter o volume de participantes na casa das duas centenas. Na edição do ano passado alinharam 231 pilotos, e já este ano na prova anterior do Campeonato, em Castelo Branco, competiram 201 – números afirmativos da popularidade do Enduro lusitano.



Foto: Montanha Clube
Texto: FMP 

Sem comentários: