sábado, 4 de abril de 2015

Primeiro triunfo absoluto para Diogo Ventura


Na próxima semana Diogo Ventura completa 22 anos de idade e assim teve uma prenda antecipada na Lousã. Já com dois títulos à classe no currículo endurístico (mais um em Motocross), e também a disputar o “Mundial” da especialidade, o piloto de Góis saboreou agora o seu primeiro triunfo absoluto. Objectivo alcançado com mestria, pois Ventura liderou desde princípio até final.

“Há muito tempo que trabalho para ganhar e sinto capacidades para tal,” afirmou Ventura. “Aconteceu agora, mas o êxito é de toda a equipa. Estou muito contente e pronto para continuar a lutar pelo Campeonato.”

Tal como na jornada anterior do Campeonato, também na Lousã competiram mais de duzentos pilotos – no caso, 211. Com o calor a apertar, o extenso pelotão enfrentou um percurso de 40 Km, em quatro voltas para os participantes nas classes Elite e Open, com três troços cronometrados em cada passagem.

Diogo Ventura entrou de rompante, foi o mais rápido nas três “especiais” da primeira volta e a meio da prova tinha 35 segundos sobre o perseguidor imediato. Vantagem que geriu bem na segunda metade, para vencer à “geral” – e na classe Elite 2 – com 31s de avanço sobre o espanhol Lorenzo Santolino. Este foi o melhor da classe Elite 1 e apesar de uma queda, na segunda parte da prova ultrapassou o guia do Campeonato, Luís Oliveira.

Em termos absolutos, Diogo Ventura foi o mais rápido em cinco dos doze troços cronometrados, seguido dos espanhóis Lorenzo Santolino, Jonathan Barragan (três cada) e Eloi Salsench na restante “especial”. Barragan foi o 4.º classificado, batendo por 1,5s Gonçalo Reis. Joaquim Rodrigues ficou em 7.º, mas devido a quedas em duas “especiais” perdeu quase 45 segundos para os mais velozes.

Na classe Open, João Lourenço também foi o único comandante ao longo da prova. A meio tinha 27 segundos de vantagem sobre Diogo Vieira, diferença ampliada até final para 39 segundos, enquanto Diogo Valença foi 3.º colocado. Face à ausência por lesão de João Vivas - vitorioso nas duas jornadas anteriores – Diogo Vieira ascendeu à liderança do Campeonato Open, enquanto João Lourenço, que falhou a primeira prova, é já 3.º na tabela.

Na categoria Verdes, após animado confronto o vencedor absoluto (e da classe 1) foi André Martins, com 2,4s sobre Sérgio Padilha e 7,5 face a André Mouta. Em 4.º ficou o melhor da classe 2, Elias Rodrigues, e apenas em 13.º da “geral” Verdes o ganhador da classe 3, Miguel Costa.

Entre os Veteranos, António Oliveira obteve expressivo êxito, ao deixar a 48 segundos o 2.º classificado, Nuno Freitas. Nas restantes classes os vencedores foram João Saraiva (Super Veteranos), Rita Vieira (Senhoras) e Tomás Clemente (Enduro Cup).

Agora, o “Nacional” de Enduro segue a 24 de Maio na Figueira da Foz, onde completará a sua primeira metade.

Texto:FMP
Foto: Hype Communications

Sem comentários: