segunda-feira, 1 de junho de 2015

Motobrioso com triplo pódio em Loulé

Mário Patrão

A Baja “Cidade Europeia do Desporto” Loulé 2015, com organização a cargo do Clube Automóvel do Algarve, começou no sábado com o prólogo nas imediações da cidade, e teve continuidade no Domingo com sectores seletivos com 172 e 73 Km, respetivamente.

Seguindo um extenso programa competitivo para esta temporada, Motobrioso|KTM|Galp apresentou no Algarve, os habituais Ruben Faria na TT1, Mário Patrão e Rui Oliveira na classe TT2 e ainda Fausto Mota na TT3.

Ruben aos comandos de uma bem preparada 250 4T e a “jogar em casa”, demonstrou mais uma vez um grande andamento. No prólogo o piloto KTM garantiu um brilhante segundo lugar à geral. Já no segundo dia e depois de animado duelo ao longo de quase 250 km´s, Ruben Faria termina na segunda posição a escassos dois segundos da vitória.

Já Mário Patrão continua a evoluir aos comandos da sua KTM e nas serras algarvias garantiu importantes pontos para o Campeonato Nacional. O piloto beirão teve alguns contratempos nas primeiras jornadas, mas em Loulé terminou na segunda posição geral|classe. “Foi uma prova muito produtiva, estamos a melhorar dia para dia depois da mudança para a KTM. Vamos continuar a trabalhar para regressar aos triunfos e preparar a próxima participação na mítica prova do TT mundial, o Dakar 2016.Obrigado a todos pelo apoio!”

O nortenho Fausto Mota apresenta-se nesta jornada como líder da classe TT3, no entanto sabia que estava em “terreno adversário”. Numa prova rápida, bastante escorregadia e sem qualquer conhecimento dos troços, o piloto Motobrioso garantiu a 2ª posição da categoria|6º geral, continuando assim na luta pelo título. “O prologo correu me bastante bem e entrei a vencer. Já no domingo senti alguma falta de ritmo e tentei minimizar ao máximo a minha diferença para o piloto local. Estamos na luta e isso é que importa” concluiu Fausto Mota.

Fausto Mota

Ainda com as cores Motobrioso|KTM|Galp estava Rui Oliveira. Aos comandos da habitual 450 EXC, o piloto Polisport concluiu o prólogo de 8 km´s com a 4ª melhor marca da categoria TT2. Já no domingo viria a terminar a prova na 10ª posição geral (5º TT2). “Apesar de um pequeno susto à entrada da zona espetáculo, o prólogo correu-me bastante bem. No domingo e durante o primeiro setor não me sentia confortável e senti algumas dificuldades. Já no derradeiro troço, imprimi um bom ritmo e vim a recuperar. Penso que de uma forma geral o trabalho desenvolvido com vista ao Dakar, tem surtido efeito”.

Alguns pilotos da equipa irão marcar presença já no próximo fim-de-semana no R3 Roadbook Rally Raid a realizar em Vagos, estando a próxima jornada do CNTT agendada para 19 e 20 de Junho, com a Baja TT Oleiros/ Proença/ Mação.

Texto: Evo-press
Fotos: Fábio Teles Fernandes PH

Sem comentários: