quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Video - Red Bull Sea to Sky é já no próximo fim-de-semana

Depois de Hell´s Gate, Tough One, Erzberg e Romaniacs, irá Jonny Walker conquistar a sua 5ª vitória da temporada?



Foto: Future 7 Media

Momento TT Racing Team no pódio em Souselas


O campeonato nacional de Enduro seguiu em Souselas, com a Momento TT Racing Team a fazer alinhar quatro pilotos.

Depois de uma paragem de verão, Souselas foi a penúltima prova da temporada, com especiais de grande nível num dia marcado pelo calor e pela dureza.

Bruno Santos regressou aos pódios na categoria Elite1, mantendo a sua regularidade ao longo de todo o dia, onde foi 3º. Uma prestação que permitiu solidificar o 3º posto do campeonato, tendo apenas que ser regular em Valpaços para segurar o lugar no campeonato.

Perto do pódio ficou Alexandre Guia, que foi um dos mais rápidos da classe Verdes 2 ao longo de todo o dia. Guia ficou no 4º lugar, ocupando igual posição no campeonato, mas ainda com fortes hipóteses de subir para 3º.
Em estreia esta temporada teve Tiago Rei, que alinhou na categoria Hobby. Tiago foi o 2º melhor desta classe, que contou ainda com a participação de Iuri Alves, 22º classificado.

Fechou assim mais uma prova do nacional de Enduro, com a Momento TT Racing Team a registar dois pódios, e a somar pontos preciosos para o campeonato.


A próxima prova é a 18 de Outubro em Valpaços.


Foto de LPNorte

Góis Moto Clube com pódio em Souselas


Situada bem próximo da cidade de Coimbra, a vila de Souselas recebeu no passado fim-de-semana a penúltima ronda pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro. Com organização a cargo do Alhastro Clube TT esta etapa acabaria por ser uma agradável surpresa para os cerca de 150 pilotos presentes, pois a apesar de ser uma estreia no calendário nacional, conseguiram delinear três especiais bem interessantes e um percurso verdadeiramente endurista.

A formação beirã do Góis Moto Clube contou com os habituais Pedro Duarte na animada classe Verdes3, sendo que Carlos Ferreira e José Alvoeiro alinharam nos Super-Veteranos.

Pedro Duarte que até então tinha tido prestações bastante consistentes, em Souselas sentiu algumas dificuldades na especial extreme e não conseguiu ir além da 7ª posição. “Foi uma prova bastante dura. Apesar de ter sido regular nas especiais, a extreme foi um verdadeiro desastre em todas as passagens. Agora é treinar para a última ronda” comentou Duarte, que mantém a segunda posição da classe.

Carlos Ferreira voltou às boas prestações e garantiu novo pódio para o Góis Motoclube. Sempre na luta com os seus adversários diretos, “Camané” foi terceiro classificado, ascendendo agora à quarta posição da classe. Satisfeito comentou: “Consegui ser rápido e manter-me com os pilotos da frente. Estou bastante satisfeito pois foi sem dúvida, um fim-de-semana positivo”.

Já José Alvoeiro aproveitou esta jornada para treinar, pois não está a realizar o campeonato na totalidade devido à lesão que o afastou de algumas jornadas. O piloto beirão foi quinto classificado, subindo agora à mesma posição no cômputo geral do Campeonato. “Depois da lesão e estando eu dedicado aos raides, aproveitei esta prova para ganhar algum ritmo. Especiais muito bem desenhada e um percurso com dificuldade qb. Não fosse a desatenção que me levou a penalizar dois minutos, estaria certamente pódio.  Agora é pensar na Baja Portalegre, onde quero um bom resultado”.

A competição prossegue já em Valpaços no próximo dia 18 de Outubro, sendo que será a derradeira etapa do Campeonato Nacional de Enduro 2015. De salientar que esta jornada de um dia, terá pontuação dupla.

Texto: Evo-press
Fotos: ABTFoto

Reis venceu em Souselas


Localizada a poucos quilómetros de a norte de Coimbra a localidade de Souselas recebeu no passado Domingo a penúltima ronda do campeonato nacional de Enduro 2015. Uma estreia no calendário da especialidade em Portugal que marcou igualmente o regresso dos pilotos aos trilhos depois da habitual interrupção de Verão e da presença da selecção nacional nos International Six Days Enduro.

Numa fase crucial do campeonato Luís Oliveira defendia a liderança em termos absolutos e de categoria, o mesmo se passando com Gonçalo Reis que queria tentar a aproximação ao seu rival e levar a decisão do campeonato para a ronda de encerramento agendada para Valpaços.

Com um percurso com cerca de meia centena de quilómetros a ser percorrido por três vezes e meia para as principais classes, ao longo dos quais estavam desenhadas as três especiais, a prova era assim de importância maior para o resultado global de um campeonato que tem sido muito discutido em 2015 prova após prova.

Em dia de calor os pilotos tiveram pela frente uma prova que se revelou exigente do ponto de vista físico e técnico, Diogo Ventura foi o primeiro líder da prova ao vencer a especial de abertura, mas logo de seguida Gonçalo Reis respondeu e foi mesmo o melhor dos pilotos Elite na primeira passagem, com resposta na especial motocross pelas mãos de Luís Oliveira.

O mesmo Luís Oliveira e Gonçalo Reis foram dividindo vitórias em especiais ao longo da restante prova e no final seria mesmo Gonçalo Reis a conseguir a vitória, a sua primeira do ano, conseguindo assim recuperar pontos importante face a Luís Oliveira na discussão pelo ceptro final da especialidade. Diogo Ventura fechou o pódio na frente de Joaquim Rodrigues e Fernando Ferreira, o recém coroado campeão nacional de Super Enduro.

Na classe Open foi João Lourenço quem venceu na frente de Diogo Vieira e Pedro Oliveira, com André Mouta a ser o melhor entre a Verdes 1. Vitória de Elias Rodrigues na Verdes 2 e Miguel Costa na Verdes 3, cabendo a António Oliveira a primeira posição nos Veteranos, o mesmo se passando com João Saraiva nos Super Veteranos. Rita Vieira venceu nas Senhoras e assegurou já o título nacional, com Tomás Clemente a ser o vencedor na Enduro Cup, André Miranda na Youth Cup e Luís Vicente na Hobby.

A próxima prova do campeonato realiza-se em Valpaços no próximo dia 18 de Outubro, sendo também a derradeira prova do nacional 2015.

Classificação final

Absoluto
1º Gonçalo Reis – KTM com 46m15.38s; 2º Luís Oliveira – Yamaha a 12.50s; 3º Diogo Ventura – Gas Gas a 18.16s; 4º Joaquim Rodrigues – KTM a 1m04.91s; 5º Fernando Ferreira – Yamaha a 2m51.07s

Elite 1
1º Luís Oliveira – Yamaha com 46m27.88s; 2º Joaquim Rodrigues – KTM a 52.41s; 3º Fernando Ferreira – Yamaha a 2m38.56s; 4º Fábio Pereira – Yamaha a 3m58.93s

Elite 2
1º Gonçalo Reis – KTM com 46m15.38s; 2º Diogo Ventura – Gas Gas a 18.16s; 3º Bruno Santos – KTM a 5m51.10s

Open
1º João Lourenço – Kawasaki com 49m01.67s; 2º Diogo Vieira – Honda a 15,88s; 3º Pedro Oliveira – Honda a 1m04.31s; 4º José Pimenta – KTM a 3m00.77s; 5º Tiago Caetano – TM a 3m00.95s

Verdes 1
1º André Mouta – KTM com 39m27.96s; 2º Manuel Moura – Honda a 15.77s; 3º Sérgio Padilha – Honda a 38.48s; 4º Marco Lopes – Kawasaki a 45.39s; 5º Ricardo Tavares – Husaberg a 47.41s

Verdes 2
1º Elias Rodrigues – Yamaha com 39m55.02s; 2º Márcio Antunes – Sherco a 26.73s; 3º André Almeida – Yamaha a 49.88s; 4º Alexandre Guia – KTM a 58.04s; 5º Eduardo Gomes – Husqvarna a 2m35.62s

Verdes 3
1º Miguel Costa – Beta com 40m06.62s; 2º Bruno Freitas – KTM a 2m48.28s; 3º Pedro Farias – Husqvarna a 3m02.95s; 4º Pedro Pereira – Beta a 3m17.40s; 5º Jorge Ribeiro – TM a 3m19.94s

Veteranos
1º António Oliveira – Yamaha com 39m50.17s; 2º Nuno Freitas – KTM a 32.33s; 3º Albano Moreira – KTM a 2m13.67s; 4º Mané Teixeira – KTM a 2m22.63s; 5º Alcides dos Santos – Honda a 5m06.58s

Super Veteranos
1º João Saraiva – Honda com 28m58.83s; 2º Fernando Teixeira – KTM a 12.80s; 3º Carlos Ferreira – Gas Gas a 2m31.79s; 4º Fernando Sousa – KTM a 2m44.62s; 5º José Alvoeiro – Honda a 3m00.02s

Senhoras
1º Rita Vieira – Honda com 58m44.05s

Enduro Cup
1º Tomás Clemente – Beta com 31m19.61s; 2º Bruna Antunes – Honda a 40m54.35s; 3º Nuno Claro – Honda a 1h55m02.40s

Youth Cup
1º André Miranda – Yamaha com 42m57.63s

Hobby
1º Luís Vicente – KTM com 26m07.02s; 2º Tiago Rei – KTM a 33.97s; 3º Nuno Matos – Yamaha a 40.44s; 4º João Silva – TM a 46.84s; 5º Vasco Duarte – Honda a 47.08s

FMP

terça-feira, 29 de setembro de 2015

IS3 Racing Team presente em Souselas


O Campeonato Nacional de Enduro rumou este fim-de-semana até à Vila de Souselas – distrito Coimbra, para a penúltima jornada desta competitiva temporada. Com um verdadeiro percurso endurista com aproximadamente 55 Km’s, a excelente organização a cargo do Alhastro Clube TT contou com a presença de aproximadamente 120 pilotos, repartidos por uma dezena de classes. Esta prova acabou por ser uma estreia francamente positiva no panorama nacional, esperando-se assim que regresse a tradição do Enduro a esta zona centro do país.

Após uma semana de repouso depois da exigente XL Lagares, Fernando Sousa Jr. apresentava-se em Souselas com a sua habitual KTM 350 EXC-F na categoria Open. Nesta sexta jornada do Campeonato, o piloto Conde Saúde garantiu a 8ª posição da classe, comentando no final: “Neste enduro tivemos especiais muito boas. Uma enduro-test bastante técnica, uma cross-test muito rápida e a extreme, que apesar de pequena, tinha obstáculos artificiais que davam muito espetáculo para todo o publico presente. Senti me melhor tecnicamente mas falta me mais ritmo de competição para acompanhar os pilotos da frente. O nível desta classe tem aumentado significativamente ao longo do ano e é sempre bom competir com pilotos tão rápidos. Tive algumas quedas nas especiais mas apesar de estar a ter uma época bastante preenchida, senti-me bem fisicamente”.

Já Fernando Sousa tem estado sempre na luta por um lugar no pódio Super Veteranos, e em Souselas não foi exceção. “Foi a primeira vez que este clube organizou um Enduro do Campeonato Nacional e sem dúvida que estiveram num bom nível. As especiais e percurso foram bem delineados e Souselas merece ter esta etapa no calendário nos próximos anos. Quanto a mim, tive uma prestação regular durante toda a corrida. Alguns erros nas especiais colocaram me a poucos segundos do pódio mas na derradeira corrida do ano, espero poder voltar aos 3 primeiros e acabar o Campeonato da melhor maneira” concluiu Fernando Sousa – 4º classificado em Souselas. Com este resultado, o piloto IS3 Racing, mantém a terceira posição do Campeonato.

Esta competição terminará a 18 de Outubro em Valpaços. A oitava jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro estará a cargo do Grupo TT Usprigozus de Vilarandelo.    
                                               
Texto: Evo-press  
Fotos: One Shot Foto

domingo, 27 de setembro de 2015

Pódio no regresso ao Nacional para Diogo Ventura



Após um longo período de paragem o campeonato nacional de enduro regressou hoje aos trilhos com a realização do Enduro de Sousela, localidade junto à cidade de Coimbra que pela primeira vez acolheu uma prova do campeonato maior da especialidade no nosso país. Um regresso do campeonato que marcou igualmente o regresso de Diogo Ventura aos duelos pelo campeonato nacional depois da presença nos ISDE realizados em Kosice na Eslováquia onde o piloto da Gas Gas esteve integrado na selecção nacional.

Hoje Diogo Ventura mostrou estar em excelente forma e ao longo de todo o dia lutou pela primeira posição com dois excelentes adversários, acabando por concluir o dia de prova na terceira posição a pouco mais de 18 segundos do vencedor e apenas a uma mão cheia de segundos do segundo classificado. Uma prestação que o coloca no pódio absoluto em mais uma ronda do campeonato.

‘Foi um dia positivo. A prova estava muito bonita, com especiais muito desenhadas e um percurso igualmente aliciante. Fiz a primeira volta na frente mas nas seguintes travei uma dura batalha com os meus adversários. Fechei na terceira posição e no fecho do campeonato vou tentar fazer melhor. Quero agradecer a todos os meus patrocinadores e mecânico, sem esquecer os meus amigos que mais uma vez estiveram presentes.’

Diogo Ventura tem ainda pela frente duas provas na sua temporada desportiva, com agenda marcada para o fecho do campeonato do mundo em França e também para o encerramento do campeonato nacional em Valpaços.

Hype Communications

CNE 2015 - Souselas - Resultados

Gonçalo Reis venceu o Enduro de Souselas

Resultados:











(Clique para ampliar)


Foto: Arquivo | One Shot Foto

CNE 2015 - Souselas - Tempos Online


Tempos Online



Foto: Nuno Freitas

CNE 2015 - Souselas - Informações


PARTIDA – Os primeiros pilotos vão começar a prova às 10:00, com partida junto ao Largo da Igreja de Souselas. Irão para o percurso pilotos de minuto a minuto, partindo em grupos de 2, 3 ou 4 pilotos, conforme a classe em que estejam inseridos. Assim, a partida de todos os pilotos deverá durar mais de 1h30m, e neste local irá haver também a Assistência em todas as voltas, com os pilotos a reabastecerem as suas motos e a efetuarem a mecânica necessária. Como cada piloto passará aqui de 2 em 2 horas, haverá sempre movimentações de competidores nesta zona.

ENDUROTEST – A EnduroTest, que tem o apoio da BomCar, terá o seu início ao lado do campo de futebol de Brasfemes. O primeiro piloto é esperado nesta zona por voltas das 10:05. Para esta zona os pilotos partem 1 a 1, com o objetivo de fazer o melhor tempo possível. O espetáculo é garantido, e a zona principal é na traseira e lateral do campo de futebol, com ótima visibilidade para todos os espetadores. Haverá pilotos em pista durante todo o dia.

EXTREMETEST – Na localidade de Botão, junto à praia fluvial, fica situada a ExtremeTest que é apoiada pela Cobra Dourada. Um especial que põe à prova as capacidades técnicas dos pilotos em obstáculos bem difíceis e cheios de espetacularidade. O 1º piloto deverá iniciar esta prova especial pelas 11:00.

CROSSTEST – A finalizar cada uma das voltas disputa-se a CrossTest patrocinada pela Ecmoto / Beta Portugal. Uma especial que terá grande espetáculo e com excelente visibilidade para todo o público. O local escolhido é junto à Adega Cooperativa de Souselas, a 5 minutos a pé do Paddock. O espetáculo começará aqui por voltas das 11:30, e será igualmente a prova especial que encerrará o Enduro, por voltas das 17:00.

(Utilize o rato para navegar)
Fonte: Organização

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Nacional de Enduro estreia-se em Souselas


Terminado o período estival e a realização dos International Six Days Enduro na Eslováquia onde Portugal esteve presente com uma selecção nacional, a modalidade regressa aos trilhos este fim-de-semana, mais propriamente no Domingo (27 de Setembro) para iniciar a derradeira e decisiva fase do campeonato nacional com a realização da penúltima ronda do ano em Souselas, perto de Coimbra.

Com organização do Alhastro Clube TT esta será a estreia da modalidade em Souselas, contando o clube com gente experiente nas suas fileiras para levar a cabo uma prova que será decisiva em termos de classificações para algumas das classes do campeonato e mesmo em termos absolutos, pois pode aqui ser encontrado o campeão nacional 2015.

O percurso foi desenhado por um dos nomes históricos do Enduro português, Eugénio Cação e terá 51 quilómetros em cada uma das voltas, incluindo as três especiais cronometradas (Enduro Test, Cross Test e Extreme Test), estando a primeira localizada na Serra de Brasfemes, a Cross Test junto à Adega Cooperativa e a Extreme junto à Praia Fluvial de Botão.

As principais categorias (Elite e Open) terão que percorrer o percurso por três vezes e meia, cabendo aos Verdes, Veteranos e Senhoras um total de três passagens e os Super Veteranos, Enduro Cup e Hobby efectuarão duas voltas ao traçado preparado pela organização.

O primeiro piloto iniciará a prova ás 10 horas da manhã de Domingo, estando o Parque-Fechado localizado no Recinto das Festas junto à Igreja Matriz de Souselas.

Em termos de campeonato nacional a prova pode mesmo ditar a decisão quanto ao nome do vencedor absoluto do mesmo, pois com 40 pontos em jogo nas duas rondas que faltam discutir Luís Oliveira tem 26 pontos de vantagem face a Gonçalo Reis numa classificação onde matematicamente os quatro primeiros ainda podem ser campeões nacionais. A Luís Oliveira bastará saír de Souselas com mais de 20 pontos de vantagem para o segundo, sendo que Gonçalo Reis terá que se preocupar igualmente com Diogo Ventura, este no terceiro posto a apenas seis pontos de Reis e com Joaquim Rodrigues a quatro pontos do piloto de Góis. Diferenças muito curtas onde a maior vantagem está mesmo nas mãos do líder do campeonato.

Em caso de vitória Luís Oliveira será igualmente campeão nacional na sua classe e esta luta pelo título será igualmente motivo de interesse nesta estreia de Souselas no campeonato nacional de enduro.

Classificações Campeonato (após 6 provas)

Absoluto
1º Luís Oliveira – Yamaha com 112 pontos; 2º Gonçalo Reis – KTM com 86; 3º Diogo Ventura – Gas Gas com 80; 4º Joaquim Rodrigues – KTM com 76; 5º Fernando Ferreira – Yamaha com 48

Elite 1
1º Luís Oliveira – Yamaha com 117 pontos; 2º Joaquim Rodrigues – KTM com 100; 3º Fernando Ferreira – Yamaha com 71; 4º Fábio Pereira – Yamaha com 54; 5º Lorenzo Santolino – Sherco com 20

Elite 2
1º Gonçalo Reis – KTM com 104 pontos; 2º Diogo Ventura – Gas Gas com 91; 3º Bruno Santos – KTM com 62; 4º Mário Patrão – KTM com 56; 5º Luís Correia – Beta com 40

Open
1º Diogo Vieira – Honda com 90 pontos; 2º João Vivas – Suzuki com 83; 3º David Megre – KTM com 75; 4º João Lourenço – Kawasaki com 65; 5º Carlos Pedrosa – Yamaha com 58

FMP

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Porto. Extreme XL Lagares 2015 - Video


Porto. Extreme XL Lagares 2015 - Resultados

Alfredo Gomez conquistou a vitória, tendo sido o único piloto na classe PRO a cumprir a totalidade do percurso.

PRO:
(Clique para ampliar)

Expert:                                XL:
(Clique para ampliar)

Hobby:
(Clique para ampliar)


Fotos: One Shot Foto e Pedro Meira

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Porto. Extreme XL Lagares 2015 - Informações


Horários e locais:
(Clique para ampliar)

Zonas Espectáculo:

Prólogo:
(Clique para ampliar)

Nocturna:
(Clique para ampliar)

Prova:
 (Clique para ampliar)

Página oficial de Facebook

Foto: Pedro Meira

terça-feira, 15 de setembro de 2015

CNTT 2015 - Idanha-a-Nova - Video


Góis Moto Clube em bom destaque no TT


A formação offroad do Góis Moto Clube apresentou-se este fim-de-semana em Idanha-a-Nova para a disputa da penúltima jornada pontuável para o Nacional de Todo-o-Terreno. A contar igualmente para o Europeu e Taça do Mundo de Bajas FIM, esta etapa a cargo da Escuderia Castelo Branco foi preponderante para que os pilotos goienses garantissem posições de destaque e partissem para a derradeira jornada (Portalegre) nos lugares do pódio.

A prova contou com um prólogo de aproximadamente sete quilómetros bem perto de Idanha, ainda na sexta-feira. No dia seguinte, os pilotos enfrentaram sucessivamente um troço com 104km e outro com 178km, ambos com partida e chegada na Sra. do Almortão.

Na categoria Promoção e aos comandos da sua habitual Gas Gas, estava José Ricardo Carvalho. O piloto não começou da melhor forma, no entanto e com o decorrer da prova foi subindo na classificação final. Com um brilhante 3º lugar conquistado em Idanha, Carvalho assume assim a 2ª posição na classificação do Campeonato. “No prólogo estava um pouco tenso e foi difícil encontrar o ritmo. Já no sábado pela manhã sofri uma queda sem gravidade mas abrandei o andamento. Durante a tarde consegui ser mais rápido e acabei por garantir o pódio. Gostei bastante de toda a jornada e vou tentar lutar pela vitória em Portalegre”.

Já o nome José Alvoeiro é sinónimo de regularidade. O veterano piloto de Góis tem demonstrado que podia estar na luta pelo título, não fosse a lesão contraída em Reguengos de Monsaraz – etapa que acabou por ser anulada. Em Idanha começou e terminou na 4ª posição, obtendo assim pontos suficientes para ocupar o 3º lugar no atual Campeonato – classe Veteranos. “Obviamente que estou bastante satisfeito com a minha prestação. Não quis arriscar muito para não comprometer o que ainda falta cumprir, no entanto demonstrei um bom andamento. Estou confiante para a derradeira jornada onde habitualmente me saio bastante bem. Ainda é possível conseguir o vice-campeonato” comentou motivado Alvoeiro.

Este ano o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno está mais competitivo que nunca, e todas as decisões foram adiadas para a derradeira jornada a realizar em Portalegre. A mítica Baja irá decorrer entre os dias 22 e 24 de Outubro no já habitual “palco” alentejano e o Góis Moto Clube irá contar com vários pilotos em prova.

Texto: Evo-press
Fotos: Fábio Teles Fernandes

Mário Patrão domina TT em Idanha-a-Nova


Mário Patrão venceu este fim-de-semana a Baja TT de Idanha-a-Nova, penúltima ronda da temporada de 2015 do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, relançando as contas para o título que será entregue dentro de aproximadamente um mês na celebração da 29.ª edição da Baja Portalegre.
O piloto português, aos comandos de uma KTM 450cc, foi o mais rápido desde o início da prova tendo começado a impor claro domínio logo na tarde de sexta-feira com a vitória no prólogo de 7 quilómetros de extensão que definiria a ordem de partida para os setores seletivos cronometrados de sábado. Desde então, Patrão assumiu sempre a dianteira da “maratona” e no final registou uma vitória folgada com vantagem cifrada em 2min58seg para o segundo classificado depois de cumprido um total aproximado de 300 quilómetros a contrarrelógio.
“Estou bastante satisfeito com o resultado desta prova. Chegámos à vitória e mais que isso provámos uma maior adaptabilidade à KTM que se mostra cada vez mais uma moto de grandes caraterísticas. Tudo correu de feição, finalmente longe de contratempos, estamos a entrar no ritmo a que temos vindo a mostrar nestes últimos anos e é esse o caminho que quero continuar a percorrer. Consegui estar sempre na frente desta Baja TT de Idanha-a-Nova, foi uma prova muito bem desenhada e que me deu muito conforto disputar. Vamos continuar a trabalhar, o campeonato termina em Portalegre, está tudo em aberto. Um obrigado a toda a minha equipa de assistência, patrocinadores e apoiantes”, disse Mário Patrão.
Mário Patrão segue no segundo lugar das tabelas classificativas referentes às categorias Absoluto e TT2, em ambas a 9 pontos da liderança. A última prova do “Nacional” de Todo-o-Terreno acontece em Portalegre, com a 29.ª edição da mítica Baja Portalegre agendada para os dias 23 e 24 de outubro.
Conceito Media

Motobrioso|KTM|Galp vitoriosa em Idanha-a-Nova


A penúltima jornada pontuável para o CNTT 2015 decorreu este fim-de-semana em Idanha-a-Nova. Sendo também pontuável para a Taça do Mundo de Bajas FIM e respectivo Campeonato da Europa de TT, esta jornada que marcou o regresso da competição após período de “férias” esteve a cargo da experiente Escuderia Castelo Branco. Motobrioso apresentou-se na máxima força e em discussão do título em várias classes.

Mário Patrão garantiu em Idanha uma importante vitória para manter “acesa” a luta pelo título. O atual Campeão Nacional começou por dominar o prólogo ainda na sexta-feira, tendo no dia de sábado e nos dois setores seletivos um andamento bastante seguro, para triunfar da melhor forma na classe TT2 e à geral. “Consegui estar sempre na frente nesta baja, venci o prólogo e imprimi sempre um ritmo crescente para no final vencer com uma vantagem segura. Estou muito satisfeito. Senti-me muito bem, a minha KTM esteve a um grande nível e todo o apoio da equipa foi muito importante. Vamos continuar a lutar, encontramo-nos na Baja Portalegre!” concluiu Patrão.

Já Fausto Mota continua a evoluir e em Idanha garantiu a segunda vitória consecutiva na classe TT3. O piloto vilaboense concluiu a jornada com mais de nove minutos de vantagem para o seu mais direto adversário. No cômputo geral foi o quinto piloto mais rápido em prova. Bastante satisfeito comentou: “Mais uma grande corrida este fim-de-semana. A mota e toda a equipa estiveram ao mais alto nível e o resultado é o “espelho” disso. Venci a classe e conquistei pontos importantes para a luta pelo título”.


Ainda em jornada vencedora esteve Luís Aguiar na categoria de Veteranos. O piloto da KTM 350 SX-F em Idanha demonstrou um andamento bastante consistente e garantiu antecipadamente o título da classe “sénior”. “Estava um pouco receoso devido à lesão no joelho e optei por não arriscar muito. Venci o prólogo e na corrida de sábado, apesar de algumas cãibras, andei sempre na frente. Aproveito para agradecer à equipa Motobrioso, patrocinadores, família e amigos. Conseguir o título antes da última corrida é um sonho tornado realidade” disse comovido Luís Aguiar.

Ruben Faria depois de lutar taco-a-taco com os seus mais directos adversários, garantiu em Idanha a terceira posição na categoria TT1, continuando assim na liderança da classe quando apenas falta cumprir uma jornada. Ainda em competição esteve Daniel Jordão como convidado da Escuderia Castelo Branco. O piloto figueirense acabou por ser uma bela surpresa, tendo concluído a prova na 6ª posição (TT2) – 11º geral.

A derradeira jornada deste campeonato será a mítica Baja Portalegre 500, agendada para 22 a 24 de Outubro.

Texto: Evo-press
Fotos: Fábio Teles Fernandes

Quarto posto em Idanha-a-Nova para Ruben Faria


Ruben Faria conseguiu ontem em Idanha-A-Nova a quarta posição na penúltima prova do campeonato nacional de TT. Aos comandos da sua KTM o piloto de Olhão concluiu o derradeiro dia de prova na quarta posição da classificação geral e terceiro posto da classe TT1, uma posição que deixa a decisão do campeonato para a derradeira ronda do ano a realizar em Portalegre.

Ruben Faria foi sempre quarto classificado na prova organizada pela Escuderia de Castelo Branco, e depois de ser precisamente quarto no final da Super Especial realizada na sexta-feira, com apenas sete quilómetros de extensão, ontem conseguiu manter esse mesmo quarto posto em ambos os troços desenhados pela organização, concluindo assim a prova no mesmo quarto posto.

‘Foi uma corrida muito técnica como se esperava. As pistas desta região não são fáceis e obrigam a uma grande concentração e atenção com o percurso. Mas consegui um bom ritmo desde o primeiro momento de prova e no final a quarta posição foi boa em termos de campeonato geral e o terceiro lugar igualmente positivo na classe. Fica tudo por decidir em Portalegre, uma prova onde no ano passado não tive a melhor das sortes mas onde me sinto bastante confortável.’

A derradeira prova do ano, a conhecida Baja de Portalegre, vai assim decidir o título nacional na classe TT1, onde Ruben Faria é um dos candidatos, ele que lutará igualmente por um lugar no pódio da classificação geral do TT.

Hype Communications

Pódios em Idanha para o Team Bianchi Prata


No regresso ao Nacional de TT, depois do interregno de mais 2 mês, a equipa Bianchi Prata conseguiu hoje nos planaltos de Idanha quatro saborosos pódios na geral, na classe TT1, TT3 e vitoria no Europeu de Bajas pelas mãos Gustavo Gaudêncio, Cristian Pastori e Pedro Bianchi Prata. Aos comandos da Honda CRF 250R, Gustavo mostrou que caga vez está mais lançado para a conquista do titulo e com a pequena 250, chegou a pilotar no segundo lugar da geral, mas o muito pó o fez perder esse lugar por 16s e na segunda especial a vitoiria da geral por 23s, na Honda CRF480R Cristian Pastori foi terceiro nos veteranos e Pedro Bianchi Prata venceu o Europeu de Bajas aos comandos da Honda CRF450R Rally, com um KIT rally desenvolvido pelo mesmo.

‘No inicio do fim de semana não tinha encontrado o meu ritmo e na primeira especial estava em terceiro da TT1, mas na segunda ataquei e consegui vencer a classe e fui segundo da geral o que me deu o 3º da geral e segundo classe. A moto esteve espetacular e a assistência também ajudou muito a este resultado.’ Comentou o piloto da CRF250R


A continuar a sua campanha em solo nacional esteve o italiano Christian Pastori, com a CRF480R do Team Bianchi Prata. Pastori mostrou um ritmo cada vez mais elevado e os resultados falaram por si.

‘Estou contente, foi uma corrida dura e com muito pó, mas consegui andar rápido e cada vez gosto mais da minha CRF480R, obrigado a toda a equipa pelo excelente trabalho.’

Na categoria a contar para o Campeonato Europeu de Bajas, Pedro Bianchi Prata venceu sem oposição, acabando o campeonato com 3 vitórias em 5 possíveis, onde o seu mais direto adversário conquistou 2 vitórias e um segundo lugar, infelizmente por modificações no regulamento foi atribuída uma pontuação tripla a uma Baja na Hungria que o piloto não participou e foi lhe atribuído o segundo lugar do campeonato, situação que o Team Bianchi Prata está a tentar ter uma justificação da FIME, pois é uma injustiça não atribuírem a vitoria do campeonato a quem tem mais vitorias.

‘Foi uma Baja dura e longa, mas gostei muito, o percurso espetacular e muito bem organizada, parabéns á Escuderia de Castelo Branco. Estou muito contente com todo o trabalho da equipa e com a minha vitória, a moto é espetacular. O Gustavo com a CRF250R provou mais uma vez que é um dos melhores pilotos nacionais e tenho muito orgulho em que esteja na nossa equipa, pois voou baixinho e na segunda especial se não fosse o muito pó venceríamos a geral. Durante todo o fim de semana toda a equipa de assistência trabalhou muito e bem e estes resultados são de todos. Obrigado ao Paulo Barbosa e Luis Vasconcelos na parte da mecânica, José Prata e Laia Sanz na cronometragem e família e amigos do Gustavo Gaudêncio.’

Após pouco menos de três centenas de quilómetros a equipa do Porto mostrou que continua no campeonato 2015 com objetivos ambiciosos e com vontade de vencer. Com a próxima prova agendada para os dias 22 a 24 de Outubro a equipa gerida pelo experiente Bianchi Prata promete estar de novo na luta pelas primeiras posições.

TEAM BIANCHI PRATA – Serviços de Assistência e manutenção
Vitorias em Idanha

Com a assistência e manutenção do Team Bianchi Prata, participaram nesta prova, Rui Oliveira e Rita Vieira no mundial de Bajas e Fabrizio Fasolini no evento nacional. Rui e Rita venceram ambas as categorias e Fabrizio cumpriu os seus objetivos terminado a prova.

É uma parte importante da nossa empresa os serviços de assistência e poder ajudar pilotos a vencerem ainda melhor, parabéns ao Rui pela primeira vitoria no mundial e á Rita pela renovação do titulo feminino, o Fabrizio mostrou mais uma vez que é um lutador e chegou ao final sem problemas.’ – Comentou o chefe de equipa Bianchi Prata



Team Bianchi Prata