terça-feira, 21 de junho de 2016

Porto. Extreme XL Lagares 2016 - A terceira de Gomez

Alfredo Gomez

Depois das vitórias alcançadas em 2014 e 2015, Alfredo Gomez Cantero definitivamente tomou o gosto à vitória e voltou a conquistar Lagares em 2016, nesta que foi a 12ª edição da mítica prova portuguesa de Extreme Enduro.

O piloto oficial da Ktm começou da melhor forma, com uma vitória no Prólogo disputado na Ribeira do Porto, seguido pelos seus compatriotas, Mario Roman e Dani Oliveras, nas 2ª e 3ª posições, respectivamente.

No dia seguinte, os pilotos tiveram pela frente a ligação cronometrada Gondomar-Valongo, e aqui foi Mario Roman que se impôs à concorrência, passando para a liderança da prova com apenas 9 segundos de vantagem sobre Gomez. O sul-africano Wade Young (vencedor da Roof of Africa aos 16 anos, em 2012) ascendeu ao 3º lugar.

Mário Roman

Domingo seria o dia de todas as decisões e o duelo que se esperava entre Gomez e Roman acabou por se confirmar. O piloto oficial da Husqvarna iniciou a Main Race decidido em quebrar a invencibilidade do seu rival. Gomez, no entanto, não deixou os seus créditos por mãos alheias e acabou por ultrapassar Roman, que cometeu alguns erros que comprometeram o seu andamento. Após assumir a liderança, o vencedor das duas últimas edições, conquistou uma pequena mas preciosa vantagem, que foi decisiva mesmo quando Roman se aproximou na segunda volta.

Feitas as contas dos 3 dias, e após quase 5 horas de competição, os dois pilotos ficaram separados por 1 minuto e 28 segundos, diferença consideravelmente pequena neste tipo de provas, em que facilmente se perde alguns minutos a transpor uma secção que corra mal. O lugar mais baixo do pódio ficou para Wade Young.

Wade Young

O melhor português foi Diogo Vieira, que terminou dentro do Top Ten, mais propriamente na 9ª posição. Depois do 4º lugar alcançado na Extreme Valongo, ficou demonstrado mais uma vez que é actualmente o ponta-de-lança de Portugal no Hard e Extreme Enduro.

Diogo Vieira

Na classe Expert, Juaquin Paz foi o grande vencedor, seguido de Melcior Faja e Pöschl Rudi.

Joaquin Paz

O melhor português nesta classe foi o experiente Paulo Miranda, na 7ª posição.

Paulo Miranda

A classe das equipas de 2 pilotos, a XL, teve como vencedores Hugo Pinto e Carlos Skinas, que terminaram com uma vantagem superior a 1 hora e meia sobre os seus mais directos adversários. José Ferreira e Ivanoel Carvalho ficaram em segundo, com 3 minutos e 13 segundos de vantagem sobre a dupla Fernando Cerqueira/ César Barros.

Diogo Parente foi o vencedor da classe que contava com maior número de pilotos, a Hobby. Apesar de ter terminado a Main Race na segunda posição, atrás de Felix Castro, a vantagem conquistada no Sábado revelou-se decisiva para a atribuição do primeiro lugar.

Diogo Parente

Felix Castro ficou assim no segundo lugar, a menos de 25 segundos do vencedor. Diogo Lopes terminou em 3º, a pouco mais de 40 minutos dos dois primeiros.

Está concluída mais uma edição da Porto. Extreme XL Lagares. Já estamos com saudades. Venha 2017!


Alguns inc(ac)identes de corrida:








Fotos: One Shot Foto e PM-Images

Sem comentários: