segunda-feira, 11 de julho de 2016

Góis Moto Clube com jornada dura em Águeda

Pedro Duarte

A formação beirã do Góis Moto Clube rumou no passado fim-de-semana até Águeda, marcando presença na sexta jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro 2016. Entre os 150 pilotos divididos pela dezena de classes que integram o campeonato, estavam José Alvoeiro e Carlos Lopes nos Super Veteranos, Pedro Duarte nos Verdes 3 e ainda o jovem Francisco Alvoeiro na Enduro Cup.

O centro nevrálgico da prova foi a baixa da cidade, onde decorre a 10ª edição do festival Agitágueda, sendo que o bonito parque fechado se situava na margem do rio. Esta antepenúltima jornada do campeonato contou com muito publico presente, mas também temperaturas a rondarem os 30 graus centígrados e muito pó à mistura. 

Francisco Alvoeiro sentiu algumas dificuldades na progressão devido ao terreno muito solto, para quem tripula uma motorizada 50cc. O mais jovem recruta da formação beirã apesar de não ter contado com o habitual apoio do seu pai, garantiu novo pódio na classe Enduro Cup. “Esta prova não me correu muito bem. Caí várias vezes nas especiais acabando por complicar a minha prestação. Na segunda volta, o cansaço não permitiu que não penalizasse e no final, não fui além de um terceiro lugar. Apesar de tudo estou com pensamento positivo, pois jornada após jornada ganho experiência. Agradeço a todos os que acreditaram em mim e me apoiaram durante toda a prova”.

Já o seu pai José Alvoeiro a militar na classe Super Veteranos, não teve a sorte do seu lado. O piloto Crédito Agrícola sofreu queda ainda no decorrer da primeira volta, sendo forçado ao abandono. Ele que habitualmente acompanha o seu filho caiu forte na cross-test sendo levado de imediato para o hospital. Temia-se a fratura de alguma costela, no entanto além do hematoma ao nível lombar, Alvoeiro encontra-se bem. 

Também em maré de azar tem estado Carlos Lopes. “Camané” como é conhecido entre os amigos da modalidade, à semelhança da jornada anterior, sofreu problemas mecânicos ao longo o dia de ontem. O piloto AB viria a terminar a prova na 5ª posição da classe. “Senti problemas ao nível do travão traseiro mas continuei. Foi bastante difícil nas zonas mais técnicas, mas consegui pontuar”.

Pedro Duarte não tem conseguido imprimir o ritmo conquistado na temporada passada e as quedas têm sido madrastas com o piloto de Góis. Este fim-de-semana terminou a jornada na 8ª posição entre os pilotos da categoria Verdes3. Visivelmente cansado, no final comentou: “Foi um fim-de-semana onde nada parecia sair bem, muito calor, várias quedas nas especiais, e um percurso bastante exigente, levaram a que o resultado não fosse melhor”.

A próxima prova do Campeonato Nacional de Enduro realizar-se-á a 4 de Setembro na Lousã. Com a proximidade de Góis, além dos habituais pilotos, haverão outros a representar a formação beirã. 

Texto: Evo-press
Fotos: Evo-press

Sem comentários: