terça-feira, 4 de outubro de 2016

GPS atrasa Patrão no Rali de Marrocos


Mário Patrão perdeu hoje algum tempo na segunda de cinco etapas do Rali de Marrocos, depois de uma avaria no sistema de GPS da sua KTM 450 Rally ter dificultado a progressão do piloto português ao longo de quase 200 quilómetros da “especial” cronometrada do dia. Apesar de baixar cinco posições na tabela geral classificativa, Patrão mantém-se próximo de um lugar no “Top 15”.

A segunda etapa, sem direito a assistência mecânica por parte das equipas de assistência desenhou-se num total de 554 quilómetros, 291 dos quais a contrarrelógio. Mário Patrão teve uma fase inicial em bom plano, ascendendo posições na classificação, mas depois da avaria viria a adotar um ritmo mais brando e defensivo para terminar com o 22.º melhor tempo do dia a 27min34s do vencedor desta segunda etapa, o português Paulo Gonçalves. Na classificação geral o piloto da KTM ocupa agora o 24.º lugar a 37min29s do líder português e a cerca de cinco minutos de entrar no “Top 15”.

Amanhã, na terceira etapa da prova, Patrão tem pela frente um total de 390 quilómetros, dos quais 315 serão travados contra o relógio.

Mário Patrão: “Um dia tranquilo! Tive uma avaria no GPS que me obrigou a seguir com alguma dificuldade e optar por uma toada mais defensiva para não comprometer a prova e, em especial, a minha participação no Rali Dakar em janeiro. Estou a sentir-me bem em cima da KTM, a ganhar confiança, confesso que já tinha saudades de sentir esta adrenalina. Vou continuar a lutar e a divertir-me em cima da moto, para já as posições não são o mais importante.”

Conceito Media

Sem comentários: