domingo, 16 de outubro de 2016

ISDE 2016 - 6º dia - Dia de festa em Navarra

Diogo Ventura

Terminaram hoje em Navarra, Espanha, os International Six Days Enduro. A 91ª edição da mais importante prova do enduro mundial realizou-se pela quarta vez na sua história em solo espanhol, com o circuito de Navarra a ser o centro nevrálgico para seis intensos e duros dias de competição onde as cores portugueses foram representadas por uma dezena de pilotos divididos entre selecção Sénior e Júnior e ainda uma equipa de clube.

Neste sexto e último de competição realizou-se a tradicional especial de motocross que encerra todas as edições dos ISDE e onde acima de tudo se celebram os Seis Dias e o enduro. Sendo um dia diferente foi curta a quilometragem realizada pelos pilotos sobreviventes que sem grande dificuldade atingiram a pista de motocross onde se realizou a especial final que confirmou as excelentes prestações dos lusos em termos individuais depois do negro quarto dia de prova ter condicionado o resultado colectivo da formação sénior.

Portugal fechou esta sua presença nos ISDE com o 13º lugar entre os concorrentes ao Troféu Mundial (Séniores) e a 19ª posição entre os Júniores. No quarto dia Portugal ficou sem o contributo de Gonçalo Reis na equipa principal e perdeu uma sólida quinta posição que até então ocupava. O quarto dia de prova foi igualmente nefasto para os Júniores que depois de ficarem sem João Vivas no dia anterior viram André Mouta ser igualmente forçado ao abandono.

Colectivamente nada havia a fazer desde o 'dia negro' para os lusos, mas individualmente a prova mostrou mais uma vez a rapidez dos portugueses, como atesta o resultado final assinado pelos quatro pilotos das selecções que chegaram ao final da prova e também pela presença da equipa de clube no palanque de encerramento da prova com o trio composto por Fernando Sousa, Fernando Sousa Jr. e Tomás Clemente a ser o 45º entre as muitas equipas que estiveram em Espanha.

Luis Correia foi o quinto classificado na geral individual após seis dias de prova onde esteve em grande evidência. O recém-coroado campeão nacional venceu especiais e lutou com uma concorrência de luxo para ser um dos cinco melhores entre a elite que representa as equipas de cada país. Com os três séniores a conseguirem terminar entres os 35 melhores num pelotão de resistentes composto por cerca de quatro centenas de pilotos. Oliveira foi um brilhante 22º classificado e Diogo Ventura o 34º. Diogo Vieira foi o 110º classificado depois de ganhar três posições na especial de encerramento hoje realizada e que ao longo de 18 mangas colocou em pista as cinco centenas de sobreviventes para aquela que foi também a última das 30 especiais realizadas nestes ISDE.

Classificação individual após o 6º dia:

1º Taylor Robert - KTM com 3h22m46.60s
2º Daniel Sanders - KTM a 17.90s
3º Josep Montaña - Husqvarna a 46.24s
4º Giacomo Redondi - Honda a 1m14.05s
5º Luis Correia - Beta a 1m28.70s
22º Luis Oliveira - Yamaha a 7m14.86s
34º Diogo Ventura - Gas Gas a 10m04.10s
110º Diogo Vieira - Beta a 24m47.80s
199º Fernando Sousa Jr.- KTM a 43m29.93s
236º Tomás Clemente - KTM a 49m19.62s
427º Fernando Sousa - KTM a 2h00m04.00s

Classificação por equipas

Troféu Mundial (Séniores):
1º Estados-Unidos com 13h46m40.93s
2º Grã-Bretanha a 3m38.66s
3º Républica Checa a 29m42.34s
4º Suécia a 38m32.63s
5º Estónia a 1h03m14.32s
13º Portugal a 7h46m25.50s

Troféu Júnior:
1º Suécia com 10h30m55.71s
2º Estados-Unidos a 45.23s
3º Itália a 4m21.50s
4º Finlândia a 9m01.20s
5º França a 9m45.52s
19º Portugal a 17h58m42.38s

Clubes:
1º Itália com 10h55m42.48s
2º Trail Jesters a 5m13.69s
3º Eric Cleveland Memorial a 10m53.66s
4º Reino-Unido/Team Scotland a 12m48.27s
5º Missouri Mudders a 16m41.26s
45º Team Portugal/IS3 a 2h45m31.85s


Team Portugal/IS3

Sem comentários: