quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Problema mecânico travou luta de Paulo Gonçalves pela vitória no Rali de Marrocos


Paulo Gonçalves teve hoje um dia contrastante na terceira etapa do Rali de Marrocos, depois de ter visto parar a sua moto ao quilómetro 140 da “especial” cronometrada e numa altura que discutia a liderança da prova já que ontem havia vencido a primeira parte da etapa “maratona” e ascendido ao comando da classificação geral. Os problemas na Honda CRF450 Rally deitam por terra as aspirações à vitória para o piloto português que, juntamente com a equipa oficial Honda, aproveita a prova marroquina para preparar o Dakar 2017.

Depois do contratempo, Paulo Gonçalves acabou por seguir até ao bivouac a reboque, estando agora os mecânicos e engenheiros da equipa HRC a avaliar a situação. O piloto português poderá retomar a corrida esta quinta-feira, na quarta e penúltima etapa, mas apenas para dar continuidade à preparação para a maior prova de Todo-o-Terreno do mundo, o Rali Dakar, que volta a disputar-se na américa do sul já no próximo mês de janeiro do novo ano.

Paulo Gonçalves: “Senti problemas com a minha moto. Parou ao quilómetro 140 da etapa. Não consegui resolver e acabei rebocado até ao bivouac. De certo a equipa HRC fará um bom trabalho em torno deste acontecimento, estão a já analisar o sucedido. Se tudo correr bem amanhã regressarei à corrida, ainda que fortemente penalizado, mas o importante é continuar a impor um bom ritmo e preparar da melhor forma a participação no Dakar 2017.”

Conceito Media

Sem comentários: