quinta-feira, 30 de junho de 2016

Enduro de Águeda 2016 - Nacional regressa à catedral


Com uma vasta e bem recheada história na modalidade e no motociclismo nacional a cidade de Águeda recebe no próximo dia 10 de Julho a sexta prova do campeonato nacional de Enduro 2016.

Com organização a cargo do ainda jovem mas nem por isso menos capacitado Águeda Action Club, um clube recheado de elementos durante muitos anos ligados ás provas do campeonato do mundo de motocross realizadas no Crossódromo do Casarão e também com vasta experiência em provas de Enduro a nível nacional e mundial, a prova irá trazer de novo até à cidade banhada pelo rio com o mesmo nome mais de centena e meia de pilotos e respectivas equipas que se instalarão na região durante todo o fim-de-semana para discutir uma prova que promete mais uma vez estar de acordo com os pergaminhos dos elementos do ACTIB.

Os elementos da organização têm vindo a preparar com afinco todos os pormenores do evento e no próximo dia 10 de Julho irão fazer novamente justiça a toda uma tradição de Enduro existente na região de Águeda, talvez a cidade com maior tradição nas duas rodas em Portugal.

A prova esta igualmente inserida no cartaz de actividades do Agitagueda 2016, festival de artes que se realiza na cidade entre os dias 2 e 24 de Julho, sendo este Enduro de Águeda um dos momentos altos do programa desta que é a 10ª edição do Agitagueda.

Hype Communications

segunda-feira, 27 de junho de 2016

ACTIB organiza Campeonato Nacional de Enduro em Águeda


O Águeda Action Club tem a satisfação de divulgar que terá a seu cargo, a realização do ENDURO DE ÁGUEDA 2016, 6ª Etapa do Campeonato Nacional de Enduro, no próximo dia 10 de Julho. Com forte empenho e apoio da Câmara Municipal, prevemos que este evento de grande espetacularidade e entrada gratuita, que decorrerá durante o AgitÁgueda, traga ainda mais cor, vida e muitas pessoas à Cidade!

O ACTIB - Águeda Action Club é uma associação desportiva recém-formada que nasceu para desenvolver e promover o desporto na sua vertente mais desafiante e aventureira. As suas principais atividades visam os Desportos de Ação praticados ao ar livre e a sua promoção de forma contínua e/ou através da realização de eventos de excelência. Consulte a página do Clube em: www.facebook.com/aguedaaction

O regresso desta prova, faz jus à tradição de Águeda nas 2 rodas, nomeadamente nesta modalidade, onde já viu nascer alguns campeões e levou a cabo outros eventos no passado! Como Clube recém-formado, aproveitamos ainda para agradecer o voto de confiança da Câmara Municipal de Águeda , da FMP - Federação de Motociclismo de Portugal e demais apoiantes, para a realização desta prova! Pode inscrever-se na prova em: provas.ttcronometragens.com

Este evento está inserido no Agitágueda, iniciativa multi-facetada que reúne cultura, música e desporto, de entrada livre e com um cartaz e um conjunto de atividades bastante apelativos! Pretende trazer e mostrar a o que a cidade tem para oferecer a um número de pessoas cada vez mais alargado. Ãssim, se pensam participar ou assistir ao Enduro planeiem bem a vossa viagem/estadia e divirtam-se também no Agitágueda! Consulte o Programa em: https://www.facebook.com/AgitAgueda


Texto: Actib
Foto: One Shot Foto

Luis Oliveira venceu em Castanheira de Pêra

Partida Prestige

A segunda prova do campeonato nacional de Super Enduro - Multimoto levou os pilotos até Castanheira de Pêra que mais uma vez se realizou em formato nocturno tal como tinha acontecido na prova de abertura do campeonato realizada em Parceiros, perto de Leiria. 

Com um total de 26 pilotos presentes os cerca de 500 metros de percurso preparados para o evento permitiram grandes momentos de espectáculo para o público e condução a todos os pilotos, com as temperaturas amenas a ajudarem igualmente ao longo de toda a noite de prova. 

Na classe maior quem ditou a sua lei foi Luis Oliveira. O vice-campeão do mundo júnior foi o mais rápido na Super-Pole, conquistando de imediato os primeiros três pontos da noite, vencendo depois a primeira e a terceira finais da competição - a classe Prestige enfrenta três corridas em cada evento com pontuação independente em todas elas - perdendo na segunda corrida da noite para o ex-campeão nacional de trial que esteve em forma nesta segunda prova do nacional de Super Enduro - Multimoto, ele que em 2016 tem feito igualmente algumas experiências no Rallycross nos automóveis.

Luís Oliveira

Diogo Vieira foi o terceiro classificado depois de ter sido segundo na primeira corrida e terceiro nas duas restantes. Na classe Open - que realiza duas finais em cada uma das etapas do campeonato - as vitórias foram divididas entre Diogo Lopes e Márcio Barbosa, com a vitória de Lopes na segunda manga a servir de factor de desempate para o colocar no degrau mais alto do pódio com o mesmo número de pontos do seu rival mais directo. Com um quarto posto na primeira manga e um terceiro lugar na corrida final Rita Vieira foi a terceira classificada no somatório de ambas as corridas da classe, fechando assim o pódio desta segunda prova do campeonato.

Diogo Lopes

Nota Enduro Portugal: Diogo Parente venceu a classe Hobby, com 35 pontos. David Pinto terminou em 2º com 34 pontos, enquanto que o 3º classificado foi Norberto Teixeira com 33 pontos.

Classificações finais 
Prestige 
1º Luis Oliveira - Yamaha com 60 pontos 
2º João Ribeiro - Yamaha com 53 
3º Diogo Vieira - Beta com 49 
4º João Lourenco - Sherco com 39 
5º Fernando Ferreira - Yamaha com 33 

Open 
1º Diogo Lopes - KTM com 37 pontos 
2º Márcio Barbosa - KTM com 37
3º Rita Vieira - Beta com 28
4º Filipe Abreu - KTM com 26
5º Salvador Vargas - KTM com 24

Nota Enduro Portugal: Diogo Parente venceu a classe Hobby, com 35 pontos. David Pinto terminou em 2º com 34 pontos, enquanto que o 3º classificado foi Norberto Teixeira com 33 pontos.

FMP

Pedro Bianchi Prata vence na Baja Itália 2016


Pedro Bianchi Prata venceu, hoje, a segunda prova do Campeonato Europeu FIM de Bajas, a Baja Itália, que teve lugar em Pordenone, Itália.
Baja foi composta por 5 provas especiais cronometradas e mais de 500km, tem Bianchi Prata sido 2º no prólogo, 2º no primeiro dia e 1º no segundo dia.

O piloto Honda CRF450R estava satisfeito com esta vitória,  como nos começou por dizer “ foi uma prova dura, desde 40 graus, a chuva torrencial, muito pó, lama, e muitas passagens de rio muito fundas, tivemos de tudo. As especiais eram muito rápidas, com medias acima dos 80km/h e para andar rápido tinha de se arriscar muito, no primeiro dia não consegui andar a bom ritmo na primeira especial e perdi algum tempo, mas depois ataquei forte e consegui recuperar e hoje venci com mais de 3 min.”.

Toda a equipa não escondia o contentamento, como Pedro Bianchi Prata  confirmou “ estamos em primeiro lugar do campeonato, empados com outro piloto Italiano, mas sei que dei o meu melhor nesta Baja e que a moto e assistência tiveram ao melhor nível, obrigado ao Pedro Oliveira pela preparação e assistência da moto e ao José Prata por todo o serviço de logística e cronometragem, sem eles nada tinha sido possível, vou continuara a treinar para tentar voltar a vencer já na próxima prova.”

O Team Bianchi Prata, nesta baja teve também presente o piloto Fabrizio Fasolini aos comandos de uma Honda CRF450x o piloto Italiano, classificou-se num excelente 4º lugar do Europeu de Bajas “ tive de trabalhar muito para conseguir este 4º lugar, alguns problemas com a moto e cansaço físico, fizeram que a prova fosse ainda mais dura, felizmente a equipa resolveu todos os problemas e eu nunca baixei os braços e cheguei ao final, vou continuar a treinar para melhorar nas próximas provas.”.

A próxima baja de Pedro Bianchi Prata terá lugar na Hungria, Veszprem, nos dias 11 a 14 de Agosto.

Calendário internacional de Bajas
1. Baja Hungria - 18-20/03/2016 Duna Aszfalt Cup (Kecskemet)
2. Baja Italia - 24-26/06/2016 Italian Baja (Pordenone)
3. Baja Hungria - 11-14/08/2016 Hungarian Baja (Veszprem)
4. Baja Portugal - 09-10/09/2016 Baja TT (Idanha-a-Nova)
5. Baja Bulgária - 23-25/09/2016 Baja of Bulgaria (Samokov)

Texto: Team Bianchi Prata
Fotos: FUORISTRADAWEB.COM

CNSE 2016 - Castanheira de Pêra - Resultados


Luís Oliveira venceu a classe Prestige, com 2 vitórias, na 1ª e 3ª finais. João Ribeiro, 2º classificado venceu a 2ª final da noite.

Diogo Lopes e Márcio Barbosa distribuiram entre si as vitórias nas duas finais da classe OPEN e terminaram empatados. Na 3ª posição ficou Rita Vieira.

Na classe HOBBY, Norberto Teixeira venceu a 1ª final enquanto que Diogo Parente venceu a 2ª, conquistando a vitória na prova com 35 pontos.

Resultados

Foto: Arquivo | FB Luís Oliveira

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Campeonato de Super Enduro regressa em Castanheira de Pêra


Após a abertura da temporada realizada em Parceiro, próximo de Leiria, o campeonato nacional de Super Enduro - Multimo está de volta à acção já no próximo Sábado com a realização da segunda prova do ano. Castanheira de Pêra recebe o segundo duelo do ano e com organização a cargo do Clube Trilho Aventura a prova estará localizada junto ao Edificio Prazilândia.

As verificações terão início ás 13 horas e durante a tarde realizar-se-ão os habituais treinos livres e cronometrados, o mesmo se passando com as qualificações das três categorias em pista - Prestige, Open e Hobby.

As corridas começam ás 21 horas e 45 minutos e os pilotos da classe maior, Prestige, irão cumprir três finais, sendo que as restantes classes realizam duas finais cada para um total de sete corridas que terminarão pelas 24 horas.



FMP

Paulo Gonçalves termina primeiro teste para o Dakar 2017 com pódio no Desafio Ruta 40


Paulo Gonçalves terminou hoje na Argentina a sua primeira prova oficial desde a edição de 2016 do Rali Dakar, disputada no passado mês de janeiro. O piloto oficial da Honda participou no Desafio Ruta 40 com o objetivo de preparar a próxima edição do Dakar, aproveitando a passagem da prova pelos percursos argentinos que em 2017 voltarão a fazer parte do figurino da mítica prova.

No último de cinco dias de competição, Paulo Gonçalves averbou o segundo melhor tempo e fechou as contas finais com o terceiro lugar a 24min52s do vencedor também da Honda, o argentino Kevin Benavides. A segunda posição coube ao seu colega de equipa espanhol, Joan Barreda Bort, que ganhou 22min a Gonçalves depois do piloto português ter perdido mais de 15min na terceira etapa após problemas com instrumentos de navegação e uma queda.

Resultado satisfatório para o piloto português que inicia desta forma o programa da equipa oficial Honda de preparação para o Rali Dakar em janeiro de 2017, tendo por base alguns ajustes na Honda CRF450 Rally.

Paulo Gonçalves: “Este foi o primeiro teste da época e correu muito bem. Não estive tão rápido em alguns momentos por não me sentir fisicamente ainda na melhor forma, mas por outro lado senti-me muito confortável em alguns aspetos deste Desafio Ruta 40. Estou certo que a próxima corrida vai ser muito melhor. O mais importante é que a mota funcionou perfeitamente e não tivemos nenhum problema. Temos que continuar neste caminho e não parar mais até janeiro do próximo ano onde iremos enfrentar mais um verdadeiro Dakar.”

Conceito Media

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Rui Oliveira sobe ao pódio TT3 na Sertã


Depois da ausência forçada na jornada algarvia do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2016 que teve lugar em Loulé, Rui Oliveira, o piloto da equipa CRN Competition, subiu ao pódio da Classe TT3 no final da nova Baja TT do Pinhal, prova organizada pela Escuderia Castelo Branco.

Fausto Mota o atual campeão nacional de todo-o-terreno na classe TT3 continua ausente e em recuperação depois da queda sofrida no Merzouga Rally, onde os dois pilotos da equipa CRN Competition participavam como preparação para o Dakar 2017. 

“No prólogo fiz um bom resultado ao obter quinta marca e entrei para o dia seguinte com o objetivo de segurar essa posição. Ataquei e tentei imprimir um ritmo forte. Infelizmente havia uma passagem de alcatrão que não tinha a indicação da viragem. Fui em frente e andei bastante tempo perdido e até apanhei um piloto de frente. A partir daí perdi a concentração e o ritmo e ponderei mesmo desistir no reabastecimento. Penso que a organização não esteve a altura e eu fui muito prejudicado por isso”, salienta o piloto da CRN Competition que acrescenta: “Da parte da tarde andei um pouco mais forte, mas tive uma saída de pista quase no final do troço e a organização teve que me ajudar a colocar a mota em pista porque fiquei numa ravina. No entanto, penso que no geral correu tudo bem. Acima de tudo senti-me bem e tentei ao máximo imprimir um ritmo forte e penso que isso também é importante para ver como estou fisicamente”, salientou Rui Oliveira no final da corrida.

Na prova beirã a equipa CRN Competition inscreveu também António Pereira, que se apresentou nesta corrida em 2º lugar do campeonato a par com António Maio. O piloto de Mirandela levou a sua Yamaha até à 5ª posição absoluta e pódio da Classe TT2. Também Rafael Marques e Luís Albuquerque se apresentaram inscritos pela equipa CRN Competition. O primeiro teve uma queda e por precaução decidiu não continuar. O segundo participou na classe Hobby e terminou no 6º lugar.

A equipa CRN Competition retoma as suas participações em provas internacionais no final de Agosto na Grécia, onde vai disputar, de 27 de Agosto a 3 de Setembro, o Serres Rally.

A2 Comunicação

Motobrioso em destaque na Baja TT do Pinhal


Com organização a cargo da Escuderia de Castelo Branco, decorreu no passado fim-de-semana a Baja TT do Pinhal. A quarta jornada da temporada de todo-o-terreno contou com cerca de 240 km´s num traçado que pela primeira vez foi até aos concelhos da Sertã e Vila de Rei.

Em representação da formação Motobrioso|KTM|Galp estava o jovem piloto Salvador Vargas – classe TT3 – aos comandos de uma KTM 500 EXC. O piloto natural de Cascais tem demonstrado uma clara evolução prova após prova e este fim-de-semana não foi excepção.

No primeiro dia de competição (sexta-feira) os pilotos cumpriram uma Super Especial com aproximadamente 6 Km’s. Salvador Vargas era 3º da classe TT3 – 8º Geral. Ainda nessa tarde a caravana cumpria o primeiro setor seletivo com 40 km´s, terminando o piloto Motobrioso, num honroso 2º lugar da classe – 4º Geral.

No segundo dia desta Baja TT do Pinhal, sempre ao ataque Salvador Vargas ainda passou pela liderança da classe, no entanto viria a terminar esta jornada na segunda posição TT3 – 4º geral.

No final, sorridente Vargas comentou: “Fiquei bastante satisfeito com o meu resultado nesta prova. Senti-me bastante bem em cima da máquina, andei ao ataque sem cometer erros e o resultado foi excelente apesar de não ter ganho a classe! Quero estar na luta pelo título até ao final do campeonato e vou trabalhar para isso nesta paragem”.

O Campeonato entra agora na habitual pausa de Verão, regressando a competição a 11 e 12 de Setembro com a Baja TT Idanha-a-Nova.

Texto: Evo-press
Fotos: FTFph Media

Alvoeiro com Góis Moto Clube no pódio da Baja TT do Pinhal


O Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno regressou à competição no passado fim-de-semana com a Baja TT do Pinhal. Esta jornada a cargo da experiente Escuderia de Castelo Branco contou com quase 240 km´s de competição (prólogo e três setores seletivos) – divididos entre sexta-feira e sábado – percorrendo os concelhos da Sertã e Vila de Rei.

Nesta quarta jornada pontuável, com as cores do Góis Moto Clube apenas marcou presença o veterano José Alvoeiro. O experiente piloto Alves Bandeira tem demonstrado um andamento bastante regular, e o passado fim-de-semana não foi excepção. Conseguindo um brilhante terceiro posto na categoria Veteranos, Alvoeiro “segura” a segunda posição no cômputo geral do CNTT.

Apesar da boa prestação, no final José Alvoeiro não estava satisfeito: “Apesar de ter conseguido um lugar no pódio, na minha opinião a prova não me correu bem. Devido à má marcação do percurso, existiram acidentes entre pilotos e muitos enganos. Mais uma vez e a tentar recuperar ao ultrapassar no pó, acabei por cair. Demorei a entrar no ritmo e ressenti-me ao longo da prova. A concorrência está forte, no entanto irei aproveitar para treinar neste período de “férias” pois nada está perdido…Ainda há muito campeonato pela frente. Aproveito para agradecer a todos os patrocinadores desta equipa! Obrigado a eles e a todos os que acompanham o Góis Moto Clube” concluiu o piloto Masac.

Quando ainda faltam cumprir três jornadas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, a competição entra agora em pausa, regressando a 11 e 12 de Setembro com a Baja TT Idanha-a-Nova.

Texto: Evo-press
Fotos: ABTFoto

Porto. Extreme XL Lagares 2016 - Fotos PM Images

terça-feira, 21 de junho de 2016

Porto. Extreme XL Lagares 2016 - A terceira de Gomez

Alfredo Gomez

Depois das vitórias alcançadas em 2014 e 2015, Alfredo Gomez Cantero definitivamente tomou o gosto à vitória e voltou a conquistar Lagares em 2016, nesta que foi a 12ª edição da mítica prova portuguesa de Extreme Enduro.

O piloto oficial da Ktm começou da melhor forma, com uma vitória no Prólogo disputado na Ribeira do Porto, seguido pelos seus compatriotas, Mario Roman e Dani Oliveras, nas 2ª e 3ª posições, respectivamente.

No dia seguinte, os pilotos tiveram pela frente a ligação cronometrada Gondomar-Valongo, e aqui foi Mario Roman que se impôs à concorrência, passando para a liderança da prova com apenas 9 segundos de vantagem sobre Gomez. O sul-africano Wade Young (vencedor da Roof of Africa aos 16 anos, em 2012) ascendeu ao 3º lugar.

Mário Roman

Domingo seria o dia de todas as decisões e o duelo que se esperava entre Gomez e Roman acabou por se confirmar. O piloto oficial da Husqvarna iniciou a Main Race decidido em quebrar a invencibilidade do seu rival. Gomez, no entanto, não deixou os seus créditos por mãos alheias e acabou por ultrapassar Roman, que cometeu alguns erros que comprometeram o seu andamento. Após assumir a liderança, o vencedor das duas últimas edições, conquistou uma pequena mas preciosa vantagem, que foi decisiva mesmo quando Roman se aproximou na segunda volta.

Feitas as contas dos 3 dias, e após quase 5 horas de competição, os dois pilotos ficaram separados por 1 minuto e 28 segundos, diferença consideravelmente pequena neste tipo de provas, em que facilmente se perde alguns minutos a transpor uma secção que corra mal. O lugar mais baixo do pódio ficou para Wade Young.

Wade Young

O melhor português foi Diogo Vieira, que terminou dentro do Top Ten, mais propriamente na 9ª posição. Depois do 4º lugar alcançado na Extreme Valongo, ficou demonstrado mais uma vez que é actualmente o ponta-de-lança de Portugal no Hard e Extreme Enduro.

Diogo Vieira

Na classe Expert, Juaquin Paz foi o grande vencedor, seguido de Melcior Faja e Pöschl Rudi.

Joaquin Paz

O melhor português nesta classe foi o experiente Paulo Miranda, na 7ª posição.

Paulo Miranda

A classe das equipas de 2 pilotos, a XL, teve como vencedores Hugo Pinto e Carlos Skinas, que terminaram com uma vantagem superior a 1 hora e meia sobre os seus mais directos adversários. José Ferreira e Ivanoel Carvalho ficaram em segundo, com 3 minutos e 13 segundos de vantagem sobre a dupla Fernando Cerqueira/ César Barros.

Diogo Parente foi o vencedor da classe que contava com maior número de pilotos, a Hobby. Apesar de ter terminado a Main Race na segunda posição, atrás de Felix Castro, a vantagem conquistada no Sábado revelou-se decisiva para a atribuição do primeiro lugar.

Diogo Parente

Felix Castro ficou assim no segundo lugar, a menos de 25 segundos do vencedor. Diogo Lopes terminou em 3º, a pouco mais de 40 minutos dos dois primeiros.

Está concluída mais uma edição da Porto. Extreme XL Lagares. Já estamos com saudades. Venha 2017!


Alguns inc(ac)identes de corrida:








Fotos: One Shot Foto e PM-Images

Porto. Extreme XL Lagares 2016 - Video


Fernando Sousa Jr. azarado na “mais dura do Mundo”


A Porto Extreme XL Lagares trouxe uma vez mais a Portugal, os melhores pilotos de hard-enduro mundiais. Este ano, com três dias de duração, a prova teve início na sexta-feira com um dos seus momentos mais espectaculares e desejados, o prólogo, desenhado na zona ribeirinha da cidade do Porto e que levou pilotos e máquinas a um grande “show” pela noite dentro.

Fernando Sousa Jr, alinhava na categoria Pro e diante de milhares de entusiastas que vibravam a cada passagem, garantia o 16º melhor tempo no prólogo. “Penso que me correu bem. Não cometi grandes erros e foi bom poder pilotar uma moto num local tão mediático e mundialmente conhecido como a Ribeira do Porto. Obrigado a todos aqueles que me apoiaram ao longo de cada passagem”.

No sábado existiram duas especiais cronometradas – ao início da tarde e com partida da Marina da Lixa, toda a caravana rumava a Valongo através de um percurso bastante rolante. Com bom ritmo e em direcção a “casa”, o piloto IS3 Racing Team subia à 14ª posição da categoria Pro. Infelizmente na segunda especial e já com o final à vista, após cerca de 25 Km´s noite dentro – entre Valongo e a Sobreira – Fernando Sousa Jr. sofre queda aparatosa e é forçado à desistência. “Na primeira etapa cronometrada de sábado estava a sentir-me bem e a recuperar posições. À noite estava a fazer uma prova regular mas a poucos metros do fim, falhei um salto e caí de um muro. Lesionei-me na perna mas felizmente, foi apenas um estiramento muscular apesar do aparatoso acidente. A minha prova ficou por ali mas a vontade que chegue a edição de 2017 já é muita. Resta-me agora recuperar para estar apto a treinar já no próximo fim de semana”.

A vitória nesta já mítica prova mundial, “sorriu” e pela terceira vez consecutiva, ao piloto espanhol Alfredo Gomez Cantero (KTM). O trio do pódio ficou completo com Mário Roman (Husqvarna) na segunda posição e o sul-africano Wade Young (Sherco) na terceira, respetivamente.


Texto: Evo-press
Fotos: One Shot Foto

Paulo Gonçalves é terceiro na Argentina


Português averbou o segundo pódio em etapas depois de ter sido 2.º e 3.º classificado nas duas primeiras tiradas do Desafio Ruta 40.

Paulo Gonçalves cumpriu hoje na Argentina a segunda etapa do Desafio Ruta 40, conquistando o terceiro melhor tempo que lhe equivale por agora a igual posição na tabela geral classificativa. O piloto português enfrenta este que é o primeiro confronto competitivo depois da edição de 2016 do Dakar com enfoque já na próxima edição da mítica prova de Todo-o-Terreno mundial.

A caravana rumou hoje até San Juan, palco comum às edições anteriores do Dakar, apresentando uma “especial” cronometrada bastante exigente num total de 310 quilómetros repleta de desafios causados pelas chuvas que deixaram o traçado traiçoeiro e perigoso. Paulo Gonçalves optou por uma tirada segura sem arriscar o ataque à liderança da prova, que pertence ao seu colega de equipa Joan Barreda, tendo no final somado o terceiro melhor tempo a apenas 5min54s do vencedor também da Honda, o argentino Kevin Benavides.

Na classificação geral da prova, quando ainda faltam três etapas por disputar, “Speedy” Gonçalves dista agora 5min20s de Joan Barreda.

A Terceira etapa do Desafio Ruta 40 será a mais longa “especial” cronometrada da prova, desenhada em “loop” em redor de San Juan e com um perímetro total ascendente aos 515 quilómetros.

Paulo Gonçalves: “Hoje tivemos uma etapa algo difícil, um pouco perigosa devido às chuvas que afetaram o percurso, optei por uma condução segura. Ainda assim consegui uma boa etapa, o terceiro melhor tempo, foi mais um bom teste com a mota. O objetivo é chegar ao final tirando o melhor partido das evoluções que temos vindo a desenvolver na CRF450 Rally.”

Conceito Media

domingo, 19 de junho de 2016

Porto. Extreme XL Lagares 2016 - Video: Onboard Alfredo Gomez


Porto. Extreme XL Lagares 2016 - Resultados




Todos os resultados

Foto: One Shot Foto

CNTT 2016 - António Maio vence na Sertã a Baja TT do Pinhal



As pistas das serras beirãs receberam a Baja TT do Pinhal, quarta jornada da temporada de todo-o-terreno, num traçado que pela primeira vez foi até aos concelhos da Sertã e Vila de Rei.

António Maio em Yamaha, mostrou o domínio que vem exercendo esta temporada e somou o seu terceiro triunfo. Vencendo o derradeiro troço do rali e justificando a liderança do campeonato com quatro subidas ao pódio o jovem companheiro de equipa de Maio, Sebastian Buhler voltou a vencer entre as motos de menor cilindrada e terminou a corrida a frente de Gustavo Gaudêncio em Honda que subiu ao lugar mais baixo do pódio vencendo a Classe TT3.

Nas posições seguintes terminaram sucessivamente Salvador Vargas (KTM) que foi 2º TT3 e conseguiu na Baja TT do Pinhal o melhor resultado de sempre da sua carreira, Hélder Rodrigues (Yamaha) a fazer mais um bom treino para a sua preparação para o Dakar, António Pereira (Yamaha) que se mantém na liderança da Classe TT2 e David Megre (KTM) que manteve o 5º lugar absoluto no Campeonato.

Sandro Carolino (KTM) terminou na 8ªposição e venceu entre os Veteranos enquanto na Classe Promoção o triunfo foi para Tiago Lopes (Yamaha) que completou a corrida na 12ª posição. Entre as Senhoras Flávia Rolo (KTM) repetiu o triunfo das provas anteriores e soma já quatro vitórias. Nos Hobby o mais rápido foi César Dias numa Kawasaki.

O CNTT para agora durante dois meses regressando em Setembro para disputar a Baja TT Idanha-a-Nova

Classificações do CNTT (após quatro jornadas)
Absoluto: 1º Sebastian Buhler, 69; 2º António Maio, 60; 3º António Pereira, 40; 4º Gustavo Gaudêncio, 43; 5º David Megre e Salvador Vargas, 34.
TT1: 1º Sebastian Buhler, 80; 2º Tiago Santos, 57.
TT2: 1º António Pereira, 67; 2º António Maio, 60.
TT3: 1º Gustavo Gaudêncio, 57; 2º Salvador Vargas, 52.
Promoção: 1º Lee Green, 64; 2º Tiago Santos e Marcelo Lourenço, 58.
Veteranos: 1º Sandro Carolino, 74; 2º José Alvoeiro, 60
Senhoras: 1ª Flávia Rolo, 80; 2º Catarina Sampaio, 68.

A2 Comunicação

Vid

sábado, 18 de junho de 2016

Porto. Extreme XL Lagares 2016 - Troço Gondomar-Valongo - Resultados

Mário Roman venceu o troço cronometrado que ligou Gondomar a Valongo e assumiu a liderança da prova à partida para a Corrida Nocturna, com 9 segundos de vantagem sobre Alfredo Gomez.







Todos os resultados


Foto: One Shot Foto