segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Motobrioso|KTM|Galp em bom nível na estreia

João Vivas

A primeira jornada do Campeonato Nacional de Enduro decorreu no passado fim-de-semana na vila beirã de Góis - Coimbra. Novidade no paddock era a presença da formação Motobrioso|KTM|Galp, que fez alinhar João Vivas e Mário Patrão (Elite 2), João Rafael (Verdes 1) e ainda Pedro Rafael (Verdes 2). 

O 13º Enduro de Góis contara com um bonito traçado com aproximadamente 42 km´s, com três especiais – Cross-Test na Carvalhinha, uma Enduro-Test na Quinta da Capela e uma Extreme-Test no Cerro da Candosa. A chuva fez-se sentir ao longo de todo o dia de domingo, o que veio a complicar a progressão dos pilotos.

João Vivas a fazer a sua estreia com as cores da Motobrioso no enduro, demonstrou um excelente andamento, garantindo a terceira posição Elite 2 – 5º Absoluto, aos comandos de uma KTM 350 XC-F. “A corrida de hoje não foi tão boa quanto esperei pois tive algumas dificuldades de adaptação na primeira volta. No entanto, acho que foi um bom resultado para início de época, numa nova moto e numa nova classe. Aproveito para agradecer a toda a equipa pelo trabalho ao longo da pré-época e em especial este fim-de-semana”.

Já Mário Patrão que regressou há pouco de mais uma edição do Rally Dakar apresentou-se em Góis apenas com o intuito de treinar. O piloto senense foi 5º da classe Elite, fechando o top10 da geral. “Vim a Góis apenas para treinar e ver como me sentir após a lesão na perna. Ainda estou a mudar o “chip” das grandes maratonas e já não fazia enduro há mais de um ano. Percebo que existe um trabalho árduo pela frente, pelo que em breve quero estar na melhor forma. Obrigado a todos os patrocinadores e equipa de assistência”.

Ainda em prova e com as cores da formação Motobrioso, estiveram os irmãos Pedro e João Rafael. Pedro garantiu a 9ª posição entre os Verdes 2 “foi um começo de campeonato difícil devido à chuva que degradou bastante as especiais e que me fizeram comentar demasiados erros”, sendo que o irmão mais novo viria a terminar na 11ª posição – classe Verdes 1. “Tinha como objectivo estar dentro do top 10 mas devido às quedas nas especiais não consegui”. 

O Nacional de Enduro segue agora até ao norte do país, para a 18 e 19 de Fevereiro em Valpaços disputarmos a segunda jornada de 2017.

Texto: Evo-press
Fotos: FTFph Media

Sem comentários: