sábado, 28 de janeiro de 2017

Vitória galega no arranque do Luso Galaico em Valongo

Image may contain: 1 person, tree, outdoor and nature

O Troféu Luso Galaico Mota de Monte 2017 arrancou no passado domingo em Valongo, para a realização do Enduro da Regueifa. Os cerca de 150 pilotos encontraram pela frente um percurso e especiais de grande qualidade, o que é apanágio das provas organizadas pela MeliciasTeam.

Daniel Carracedo Domiguez foi o grande vencedor, registando os melhores tempos em 6 das 9 especiais que compunham as 3 voltas a serem dadas pelas principais categorias. Na classe Pro, o piloto galego levou a melhor sobre Juan Rodiño com 32,86 segundos de vantagem e 41,36 sobre o terceiro classificado e vencedor da classe em 2016, André Mouta. 

Image may contain: one or more people, motorcycle and outdoor
Daniel Dominguez

Na classe Expert, Gerson Pinto foi o piloto em destaque e, com 7 vitórias em especiais, garantiu o primeiro lugar do pódio com 33,05 segundos de vantagem sobre Abel Vidal, piloto que venceu as outras 2 especiais. Na terceira posição terminou José Lopez, a 52,09 segundos do vencedor.

Image may contain: one or more people, motorcycle and outdoor
Gerson Pinto

Hugo Pinto controlou os acontecimentos na classe Enduro 1, apesar de ter tido Miguel Fernandes sempre por perto, ao longo de todo o dia. O vencedor da classe, triunfou em 5 das 6 especiais (2 voltas) com Miguel Fernandes a terminar na segunda posição a 21,23 segundos. Os dois pilotos destacaram-se da concorrência deixando o terceiro classificado, Marcelo Vieira, já a mais de um minuto.
Ao que tudo indica, Pinto e Fernandes irão reeditar a grande luta que tiveram em 2016, tendo sido os dois primeiros classificados no final da temporada, com duas vitórias cada e com Miguel Fernandes a vencer o troféu. Tal como no ano transacto, Hugo Pinto começou com uma vitória. Vamos acompanhar os próximos capítulos e ver se a história em 2017 será diferente ou não.  

Image may contain: motorcycle and outdoor
Hugo Pinto

Na Enduro 2, Filipe Gomes garantiu a vitória com 14 segundos de vantagem sobre Paulo Esteves, após ter marcado o melhor registo em 3 das 6 especiais. Depois de começar o dia a vencer a primeira especial, António Gonçalves viria a terminar no terceiro lugar do pódio.

Image may contain: one or more people and outdoor
Filipe Gomes

Luís Vasconcelos e Filipe Silva foram os pilotos em evidência na Enduro 3, repartindo entre si as vitórias em especiais. Vasconcelos começou o dia a vencer e não mais largou a primeira posição, apesar dos 3 melhores registos por parte de Filipe Silva, que no entanto comprometeu a sua prova ao perder cerca de 20 segundos nas duas primeiras especiais. Miguel Santos foi o terceiro classificado, a 1 minuto e 44 segundos do vencedor.

Image may contain: one or more people, motorcycle, outdoor and nature
Luís Vasconcelos

Nos Juniores, Diogo Parente manteve a senda de vitórias que vem do troféu de 2016 (venceu as três últimas provas) e dominou os acontecimentos na classe, marcando os melhores tempos em todas as especiais e terminando o dia com o segundo classificado, Emanuel Costa Júnior, a 1 minuto e 20 segundos. Ivo Cardoso terminou no 3º posto.

Image may contain: 4 people, people standing and outdoor
Diogo Parente

O vencedor em 2016 da classe Veteranos, Albano Mouta, começou a temporada 2017 a triunfar, mas com apenas 3,52 segundos de vantagem sobre aquele que se está a tornar no seu arqui-rival, Nuno Freitas. Os dois veteranos repartiram entre si as vitórias nas seis especiais e deixaram António Faria, terceiro classificado, a mais de um minuto.

Image may contain: one or more people, motorcycle and outdoor
Albano Mouta

Nos Super Veteranos, cerca de 22 segundos separaram os três primeiros classificados, com vantagem para Ignacio Ponga. Miguel Perez foi segundo classificado enquanto que Luís Oliveira terminou na terceira posição.

Image may contain: 4 people, people standing, shoes and outdoor
Ignacio de Castro Ponga

Foram apenas 45 centésimos de segundo que separam os dois primeiros classificados da classe Promoção. Rui Cunha começou o dia a vencer as duas primeiras especiais no entanto, e quando já tinha 7,88 segundos de vantagem sobre Sérgio Silva, comprometeu a sua prova na Extreme Test, perdendo 8,33 segundos e o lugar mais alto do pódio. Tiago Magalhães foi o terceiro classificado.

Sónia Cancela triunfou nas Senhoras. A vencedora feminina da edição 2016 do Troféu Luso Galaico Mota de Monte, presença assídua nas provas organizadas pela MeliciasTeam, é um exemplo a seguir por mais senhoras que se espera que participem no troféu, que está pensado para todos e para todas.  

Image may contain: one or more people, motorcycle and outdoor
Sónia Cancela

A próxima prova realiza-se em Caminha, no dia 12 de Fevereiro, em conjunto com a Liga Galega de Mota de Campo.

Fotos: PM-Images e One Shot Foto

Sem comentários: