segunda-feira, 24 de julho de 2017

Gonçalo Reis com 2º dia muito favorável no GP de Portugal


(Clique para ampliar)

Luís Oliveira volta a vencer na Copa EFX Brasil

Português garantiu a quarta vitória consecutiva

O Município brasileiro de Itupeva – São Paulo, recebeu no passado fim-de-semana a quarta etapa pontuável para a Copa EFX Brasil 2017. Com centro nevrálgico no conhecido traçado de motocross de Kalango Cego, esta etapa paulista contou com um percurso bem endurista, com cerca de 25 Km’s a ser cumprido por quatro vezes pelas categorias presentes. Apesar de uma queda aparatosa ainda no decorrer da primeira volta, o piloto português da Honda Racing venceu uma vez mais nesta competição, continuando invicto nas categoria Elite e Geral.

“Caí logo no início da prova e danifiquei bastante a minha mota. Perdi bastante tempo e apesar de ter ponderado desistir, consegui concentrar-me e garantir nova vitória. Aproveito para agradecer todo o apoio por parte da minha equipa. Continuamos a trabalhar em busca do objetivo delineado para esta temporada”.

Classificação Copa EFX Brasil 2017

Geral: 1º Luís Oliveira 100; 2º Vinicius Ribeiro 73; 3º Victor Miranda 57; 4º Júlio Ferreira 56; 5º Nielsen Bueno 53 …

Elite: 1º Luís Oliveira 108; 2º Júlio Ferreira 64; Rômulo Bottrel 48; 4º Bruno Crivilin 44; 5º Vinicius Silva 36 …

Esta competição regressa agora a 24 de Setembro em Mogi das Cruzes (SP) com a quinta etapa pontuável.

Texto: Evo-press
Fotos: Idário Café

domingo, 23 de julho de 2017

Diogo Ventura do céu ao inferno em Castelo Branco


Depois de uma fantástica oitava posição no dia de ontem na sexta prova do mundial de enduro em Castelo Branco, Diogo Ventura foi hoje forçado ao abandono no segundo dia da competição devido a um problema com o radiador da sua moto. Uma avaria que originou um ponto final prematuro na prova do piloto de Góis.

"Foi pena ter abandonado porque estava a sentir-me bem mesmo se mais cansado que no dia de ontem. Mas um tubo do circuito de refrigeração não resistiu ao esforço e a melhor opção foi mesmo parar. Gostava de poder ter continuado porque podia repetir o bom resultado do dia de ontem, mas fiquei satisfeito por mostrar mais uma vez que posso estar entre os melhores."

Comentou o piloto da Lousãmotos que ao longo das especiais que realizou esteve sempre entre os dez melhores naquela que é a classe maior do campeonato do mundo de enduro. Antes do final da época Diogo Ventura irá aproveitar o período de pausa nos calendários para um curto período de férias e de seguida preparar a presença nos ISDE aos comandos da Honda com as cores do Góis Moto Clube.

Hype Communications

Holcombe vence em Castelo Branco


Os 25 pontos conquistados no segundo dia de competição do Alegro Enduro de Castelo Branco colocam Steve Holcombe numa posição privilegiada para se sagrar, pela primeira vez na sua carreira, campeão do Mundo de Enduro na principal categoria da modalidade, a Enduro GP. O piloto da Beta liderou a classificação no segundo dia de prova a partir da terceira especial e deixou o segundo classificado, Christophe Charlier (Husqvarna), a 3,73 segundos de diferença. O campeão em título, Matthew Phillips (Sherco) acabou em terceiro, a 10,05s, enquanto o seu principal rival na conquista pelo campeonato, Loïc Larrieu (Yamaha), não foi além do quarto lugar.

Com este resultado, Holcombe é o grande vencedor do Alegro Enduro de Castelo Branco. O piloto que no ano passado conquistou o título na extinta categoria E3 juntou o triunfo de hoje ao terceiro lugar de ontem e sai de Portugal com mais 45 pontos no bolso.

O segundo dia de competição começou de forma semelhante à véspera. Aos comandos da sua KTM, Nathan Watson, que chegou ao enduro depois de ter feito motocross, foi o mais rápido nos 9,30 quilómetros do Cross Test. O inglês segurou a liderança após a passagem pela Extreme Test, não obstante a vitória de Holcombe. No Enduro Test, o líder do Mundial voltou a ser o mais forte e a vantagem ganha na especial foi suficiente para subir até ao topo da classificação.

Ao contrário do que tinha acontecido na véspera, os homens da Husqvarna estiveram em maior evidência e cumprida a primeira passagem pelo circuito, Mathias Bellino e Christophe Charlier ocupavam o segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Na segunda vez que percorreram as três especiais desenhadas pela Escuderia Castelo Branco, Watson voltou a impor-se no Cross Test. O homem da KTM está mais à vontade neste tipo de pisos e isso foi evidente. Mas no Extreme Test, o selector de velocidades da sua moto partiu-se, o piloto não evitou uma queda e perdeu mais de 4m30s, tempo que o tirou da luta pelos melhores lugares. Aí, Larrieu foi o mais rápido enquanto Holcombe geriu e terminou em segundo para consolidar a liderança. No Enduro Test, Watson voltou a vencer e Holcombe a controlar.

Na derradeira passagem pelas especiais, o espanhol Jaume Betriu (KTM) estabeleceu a melhor marca, enquanto Matthew Phillips, em recuperação, mostrou como se sente à vontade nas zonas mais técnicas e venceu o Extreme Test. Ainda insatisfeito, quis acabar da melhor maneira e também foi o mais rápido no Enduro Test. Com estas duas vitórias, o australiano acabou no último lugar do pódio, atrás de Christophe Charlier, que fez segundo, e de Steve Holcombe que, com este triunfo sai de Portugal com um total de 259 pontos, mais 37 do que o segundo classificado, Loïc Larrieu.

Para Holcombe, este triunfo foi, de certa forma, surpreendente. “Tendo em conta o modo como ontem o Nathan dominou a corrida estou surpreendido por hoje ter conseguido a vitória. O plano para hoje passava por obter bons tempos, pressionar os rivais e ver se os outros pilotos cometiam algum erro. Felizmente os pilotos mais rápidos cometeram erros, enquanto rodei de forma segura apesar de também ter tido um ou outro susto. Talvez não tenha sido o piloto mais veloz em pista, mas fui inteligente e com isso consegui obter a vitória”, disse o piloto oficial da Beta.

Charlier, por sua vez, consegue um segundo lugar muito motivador. “Foi um bom fim de semana para mim, pois vinha de um mês díficil, onde fraturei um dedo da minha mão esquerda. Não treinei muito durante este período porque tinha muitas dores. Quando fiz os reconhecimentos das especiais vi que seriam difíceis devido às suas características: grandes saltos e buracos ao qual juntam-se também muitas pedras. Este segundo lugar é uma surpresa, mas é um resultado muito motivador para o futuro”, explicou.

Matthew Phillips prepara-se para deixar o Mundial no final da época. Conseguir novo pódio deixou-o muito contente. “O nível competitivo neste momento está muito alto, o que torna muito difícil bater os pilotos que rodam nas primeiras posições. Estou contente por estar de regresso ao pódio e ver a recompensa pelo trabalho que tenho andado a desenvolver. A moto funcionou muito bem e senti confiança. Consegui vencer algumas especiais, o que também é bom. O balanço do fim de semana é positivo.”

Radiador põe Ventura fora de prova

Diogo Ventura não conseguiu repetir o oitavo lugar alcançado no primeiro dia do Alegro Enduro de Castelo Branco. O piloto da Honda foi forçado a desistir entre a sétima e a oitava especiais devido a problemas no radiador da sua moto. Apesar disso, para o português, a sua participação foi positiva.

“Estava com uma boa prestação, embora não tão positiva como a de ontem. Acusei algum cansaço e as especiais também já estavam mais degradadas. A duas especiais do fim tive um azar com o tubo do radiador devido à alta temperatura que se sentiu durante a prova em Castelo Branco. Apesar deste infortúnio, estou muito contente com a minha participação porque foi melhor do que eu estava à espera. Vi que tenho nível para estar no campeonato do Mundo. Quero agradecer o enorme apoio que senti do público e dar os parabéns à Escuderia Castelo Branco pela fantástica organização”, afirmou o campeão nacional de enduro.

Jamie McKanney triunfa na Enduro 2

O piloto inglês da Yamaha foi o mais forte da categoria. Tal como na véspera, venceu e somou a pontuação máxima no Grande Prémio de Portugal. O britânico voltou a deixar Josep Garcia em segundo. O representante espanhol não conseguiu bater o seu rival e viu-o aproximar-se no campeonato. Os dois estão agora separados por apenas três pontos.

Freeman “segura” Elowson nos juniores

Albin Elowson (Husqvarna) não conseguiu repetir a vitória alcançada no dia de ontem no Enduro Junior. Depois de ter ficado em primeiro na véspera, o sueco teve de se contentar com o segundo posto a 11,18 segundos do vencedor, Bradley Freeman (Beta). Nas contas do campeonato quem lidera é, porém, Davide Soreca. O italiano obteve dois terceiros lugares em Portugal, mas consolidou o primeiro lugar porque Mikael Persson não terminou o dia de hoje depois de ter sido o segundo classificado ontem.

Na Youth, Andrea Verona (TM) terminou o dia em segundo, depois de ontem ter ganho. O piloto italiano trocou de posição com Leo Le Quere. O português Tomás Clemente (KTM) aproveitou o Alegro Enduro Castelo Branco para continuar a sua aprendizagem. O jovem piloto acabou na oitava posição e igualou o resultado alcançado no sábado.

FMP

sábado, 22 de julho de 2017

Gonçalo Reis com regresso à competição muito positivo no 1º dia do GP de Portugal


(Clique para ampliar)

Diogo Ventura com um fantástico oitavo lugar entre a elite mundial


Na sua terceira participação numa prova do campeonato do mundo de enduro neste ano de 2017 Diogo Ventura cumpriu hoje o primeiro dia do Enduro de Castelo Branco, a sexta prova do campeonato maior da especialidade. Com seis dezenas de quilómetros pela frente e perante os melhores pilotos do campeonato, Diogo Ventura terminou o dia num brilhante oitavo posto na classe EnduroGP, a classe rainha, a pouco mais de 13 segundos do sétimo lugar.

"Foi um dia muito positivo e com um resultado nem agradável. Ataquei desde o inicio e tentei manter a minha concentração ao longo de todas as especiais e no final mostrei que posso estar entre os melhores do mundo ao ser oitavo. Estou muito contente e quero agradecer o apoio de todos os portugueses que foram incansáveis."

Palavras do piloto da Lousãmotos que na primeira passagem pela Enduro Test foi mesmo o terceiro mais rápido de todos os pilotos e no final deste primeiro dia foi mesmo o melhor piloto da Honda deixando atrás de si pilotos com títulos mundiais no palmarés.

Amanhã Diogo Ventura estará de novo em prova aos comandos da CRF 450R com as cores da Alves Bandeira e objectivo é repetir o bom resultado do dia de hoje ou mesmo melhorar a prestação.

Hype Communications

EnduroGP 2017 - GP de Portugal - Tempos Online


Tempos Online

Foto: Organização

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Entrevista a Bruna Antunes


Entrevista realizada pela Comissão Feminina da FMP

Bruna, de apenas 18 anos de idade e estudante a tempo inteiro, fala-nos das suas experiências nas duas rodas até aqui.

FMP: Como é que começou a paixão pelas duas rodas?
BA: A paixão pelo desporto motorizado sempre esteve presente na minha família, o meu pai corria de carro e sempre o acompanhei, entretanto e através de amigos próximos da minha família apareceu a paixão pelas duas rodas, em 2014 tirei a licença de 50cc e aprendi a andar de mota nessa altura. Desde aí a minha paixão tem crescido cada vez mais, fazendo agora parte do meu dia a dia.

FMP: E a competição, como começou?
BA: Fiz a minha primeira corrida de Enduro na Régua em 2014, logo depois de ter tirado a licença no entanto ainda tinha muitas dificuldades e não consegui acabar. Voltei depois em 2015 em que fiz o campeonato na íntegra com uma CRM 50 na classe Enduro Cup. Fiz também a minha primeira corrida de Todo-o-Terreno em 2015 na Baja Portalegre.

FMP: Que mota tinhas? E que mota tens agora?
BA: Tinha uma Honda CRM 50. Agora tenho uma KTM XC-W 150.

FMP: Qual é a maior lição que aprendeste até hoje?
BA: É nunca desistir daquilo que queremos, e digo isso pelo meu pequeno trajeto de competição, na minha primeira corrida de Enduro tive muitas dificuldades e não consegui acabar, no entanto esforcei-me e preparei-me durante o resto do ano e voltei em 2015 e consegui terminar todas as corridas do campeonato e acabei em 2º lugar.

FMP: Falando de sucessos, qual foi o maior até hoje?
BA: Para mim todos os dias são de sucesso e de aprendizagem tanto nos treinos físicos, como quando treino de mota e nas corridas. No entanto para mim o meu maior sucesso e o que mais recordo foi em 2015 quando consegui acabar a minha primeira corrida. Recordo esse dia como uma grande vitória para mim.

FMP: Quais são as maiores dificuldades para poder competir e que conselhos darias a quem está a começar?
BA: O Enduro, tal como todos os desportos motorizados são muito dispendiosos, e é bastante difícil conseguir apoios, o que torna complicado a prática desta modalidade. 
Os conselhos que daria eram nunca desistirem do que querem, lutem sempre pelos objetivos que tem traçados, sempre com determinação.

FMP: Conselhos para alguém que tenha muita vontade, mas não saiba onde começar...
BA: O mais importante é terem força de vontade, e procurarem quer num comércio local ou até mesmo numa empresa de renome.

FMP: Quais os planos para esta época e o futuro?
BA: Sinto que tenho evoluído bem ao longo destes anos de competição, tenho pouca experiência pois estou envolvida neste mundo há pouco tempo, no entanto sinto muita vontade de aprender e acho que isso se tem demonstrado na minha evolução. Para esta época tenho como principal objetivo dar sempre o meu melhor, evoluir, divertir-me e os resultados vêm por acréscimo.
Para o futuro tenho como objetivo terminar os meus estudos e conseguir conciliar sempre isso com as motas, de maneira a poder continuar no mundo da competição.



FMP Comissão Feminina

quarta-feira, 19 de julho de 2017

EnduroGP 2017 - Gp de Portugal - Informações


Guia da Prova:

Acessos a single tracks | Zonas espectáculo:
(Clique para ampliar)

Mapa Geral Sexta-feira:
(Clique para ampliar)

Mapa Geral Sábado e Domingo:

Todas as informações em:

Foto: One Shot Foto | Arquivo

Pedro “Botas” soma mais um pódio no Campeonato Nacional de Enduro


Realizou-se no passado fim de semana na Vila de Souselas, concelho de Coimbra, a penúltima prova do Campeonato Nacional de Enduro, com a organização a cargo do Alhastro Club TT que delineou um percurso com cerca de 50 quilómetros por volta, com as três especiais incluídas: Enduro Test, Cross Test e Extreme Test. 

Pedro “Botas” aos comandos da sua Sherco 300 SEF-R Six Days, integrou o Troféu Sherco e a Classe Verdes II, que teve de percorrer o percurso por três vezes.
“A prova tinha um excelente traçado, mas bastante exigente, com especiais muito bonitas, a Enduro Test era bastante diversificada a nível de terreno e obstáculos, a Cross Test era uma especial larga e bastante rápida e a Extreme Test era totalmente natural com várias trajetórias onde era necessária máxima concentração. O que veio dificultar bastante a prova, que tinha o tempo aproximado de 6 horas, foi o imenso calor que se fez sentir” começou por referir o piloto Amarantino.

Pedro “Botas” determinado em alcançar um bom resultado, iniciou a primeira especial, Extreme Test, com um lugar no Top5. “Comecei bem a prova, mas no decorrer da primeira volta ao percurso, cometi um erro que me fez perder uma posição. Nas duas voltas seguintes, tive de fazer uma gestão entre andar rápido e gerir o físico e a mecânica da mota, devido as altas temperaturas sentidas. No final da prova estava bastante satisfeito, pois consegui garantir o 5º posto final na Classe Verdes II e o 2º lugar no Trofeu Sherco.”

“Este resultado só foi possível devido ao apoio dos meus patrocinadores, à excelente preparação mecânica da MotoDreams, e a todos os que me ajudam, ao meu assistente, e aos assistentes dos meus adversários que sempre se disponibilizaram a ajudar, dar água e apoiar, mostrando bem o excelente espírito que se vive no Enduro, Obrigado!”

A caravana do Nacional de Enduro, vai agora de férias para regressar nos dias 7 e 8 de Outubro, para a ultima prova do Campeonato.

Comunicado Pedro Botas

Team Ecmoto no pódio em Souselas


Souselas recebeu a penúltima ronda da temporada 2017, num dia marcado pelo muito calor que trouxe dificuldades acrescidas aos pilotos.

Com mais de 150 pilotos a arrancarem para os cerca de 45km por volta, rapidamente começaram a haver algumas dificuldades com o calor, com o abandono prematuro para alguns pilotos.

Quase a jogar em casa, Ulisses Rossa teve comportamento exemplar em Souselas, registando o seu melhor resultado do ano ao ser 2º na categoria Super Veteranos! Um grande resultado para o piloto de 61 anos, que faz a sua estreia como federado este ano. Com esta prestação sobe para 3º do Campeonato, com o mesmo numero de pontos do 2º classificado.
Também nesta classe, Mário Simões registou o melhor resultado da temporada, conseguindo terminar num positivo 4º posto.

Quanto aos Veteranos, Pedro Rodrigues teve igualmente o seu melhor momento da época, conseguindo terminar 6º a poucos segundos do Top5 de uma das classes mais competitivas. Um resultado que deixou Rodrigues a 1 segundo do pódio no Troféu Beta.
Destaque ainda para Gabriel Seco, ao superar as 6h de prova para ser 9º.

João Marques completou toda a prova sem qualquer penalização, terminando em 14º do Troféu Beta, tal como Alberto Carvalho que foi o 18º em Souselas.
Um saldo muito positivo para os pilotos da equipa, que têm agora a pausa de verão antes da derradeira prova da temporada em Águeda, que se realiza em Outubro.

Texto: Team ECMoto
Foto: Markes Foto

terça-feira, 18 de julho de 2017

Pedro Rafael no Enduro de Souselas


O campeonato nacional de enduro deslocou-se no passado fim-de-semana a Souselas onde se disputou a 5ª ronda.
Com o muito calor que se previa para domingo sabíamos que ia ser um dia exigente para pilotos e máquinas.

A representar as cores da equipa Motobrioso, esteve o piloto da Escuderia Castelo Branco Pedro Rafael onde o principal objetivo era o de manter o 3º Lugar do campeonato da classe verdes2. 

Pedro Rafael comentou “Foi uma prova onde estava a gostar bastante das especiais apesar da ET ser muito exigente, estava a lutar pelo 3º Lugar mas na especial ET tive uma queda onde destruí o radiador e assim não tive como concluir a corrida, vamos descansar e tentar recuperar os pontos perdidos na próxima jornada que terá duas pontuações. Quero agradecer a toda a equipa por toda a dedicação e trabalho prestado."

Texto: Escuderia Prott
Foto: One Shot Foto

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Fábio Pereira de regresso à competição


O Campeonato Nacional de Enduro rumou este fim-de-semana até à Vila de Souselas – distrito Coimbra, para a penúltima jornada desta competitiva temporada. Com um verdadeiro percurso endurista com aproximadamente 48 Km’s, a excelente organização a cargo do Alhastro Clube TT contou com a presença de uma centena e meia de pilotos.

De regresso à competição após paragem prolongada, estava Fábio Pereira aos comandos da sua novíssima Yamaha WR250F. A militar na animada classe Elite 1, o piloto apoiado pelo concessionário Speedcity acusou alguma falta de ritmo, tendo mesmo abandonado o dia de competição após a terceira passagem pela extreme-test. Até então, Fábio Pereira era 5º classificado da respetiva classe Elite 1.

Ainda em Souselas, Fábio comentou: “Depois de ter estado afastado das corridas algum tempo notei muito a falta de ritmo nas especiais. O nível está muito bom e a concorrência em todas as classes é grande. Com o calor que estava, comecei a sentir-me desconfortável e a cometer alguns erros que podiam ter consequências mais graves. Decidi parar e trabalhar para estar ao meu melhor nível na última jornada em Águeda. Quero aproveitar para agradecer a todos os patrocinadores pela vossa colaboração, à minha família que está sempre ao meu lado e a todos aqueles que me apoiam”.

Com vontade de regressar ao seu melhor momento de forma, Fábio Pereira terá agora um longo período de treino, pois a derradeira jornada deste campeonato apenas decorrerá a 7 e 8 de Outubro na cidade bairradina de Águeda.

Texto: Evo-press
Foto: Nphotoevents

RACESPEC|KTM|CFL mais próxima dos títulos

Tomás Clemente 

Pelo terceiro ano consecutivo, a Vila de Souselas recebeu no passado fim-de-semana, uma etapa do Campeonato Nacional de Enduro. Num dia marcado pelo intenso calor, os cerca de 150 participantes contaram com três bonitas especiais e um traçado com cerca de meia centena de quilómetros. Uma vez mais, o Alhastro Clube TT destacou-se com uma excelente organização, quer no desenrolar de toda a prova, quer no delineamento de percurso e especiais.

Aos comandos de modelos austríacos da formação RACESPEC|KTM|CFL estavam uma vez mais, Tomás Clemente na categoria Open, Bruna Antunes nas Senhoras e ainda Diogo Nogueira na classe Verdes 2.

Tomás Clemente viria mesmo a ser o “herói” do dia com a importante vitória na classe Open. Com este resultado em Souselas, o piloto RACESPEC leva assim a decisão do título para a derradeira jornada do campeonato, a decorrer em Outubro na cidade onde a equipa está sediada - apenas 5 pontos separam Tomás Clemente do seu mais direto adversário. No final, bastante satisfeito comentou: “Foi uma corrida dura com a presença de muito calor durante toda a competição. Gostei bastante das especiais sendo todas elas de carácter muito técnico. Consegui sair vitorioso desta corrida e estou bastante motivado para a derradeira do ano. Obrigado à equipa e a todos aqueles que me apoiam”.

Já Bruna Antunes comanda a classe Senhoras, tendo em Souselas optado por uma toada mais cautelosa. A jovem piloto garantiu a segunda posição, conquistando assim pontos importantes para a possível conquista do título entre as Senhoras. “Senti-me bem durante a corrida, tentei ser regular em todas as especiais, tendo apenas perdido tempo nas Extremes. Sinto que estou cada vez melhor e mais perto do objetivo para o qual me propus” concluiu motivada Bruna Antunes.

Ainda com as cores da formação aguedense, esteve em competição Diogo Nogueira. O piloto a militar na classe Verdes2 demonstrou um pouco mais de todo o seu potencial, estabelecendo bons tempos ao longo do dia. Com o 4º lugar da classe, no final Diogo comentou: “Infelizmente não consegui “encaixar” bem com a extreme, acabando por perder tempo importante. De uma forma geral posso dizer que as coisas correram bem, sentindo apenas alguma falta de ritmo”.

A derradeira jornada deste campeonato decorrerá na cidade de Águeda a 7 e 8 de Outubro. A formação RACESPEC|KTM|CFL promete uma grande festa e convida todos os presentes a acompanharem a sua equipa neste final de Campeonato…Não falte!
     
Texto: Evo-press 
Fotos: Nphotoevents

Paulo Amado em jornada de intenso calor


A vila de Souselas recebeu no passado fim-de-semana e pelo terceiro ano consecutivo, uma etapa do Campeonato Nacional de Enduro. Com organização a cargo do Alhastro Clube TT, e o contributo uma vez mais preponderante por parte dos experientes Eugénio e Nuno Cação, nesta sexta jornada compareceram aproximadamente uma centena e meia de participantes.

Com um percurso com 48 km´s e três bem delineadas especiais, a penúltima jornada do Campeonato 2017, ficaria marcada pelo forte calor. Paulo Amado alinhava uma vez mais na classe Veteranos, no entanto com uma novidade – o piloto da Offtrack utilizou um modelo Beta com motorização 2T.

Nesta competição em Souselas, o piloto Offtrack garantia a 10ª posição entre os pilotos Veteranos, apesar da penalização que viria a sofrer. O piloto tentou fazer uma prova de aprendizagem com a nova mota, no entanto os problemas mecânicos afastaram-no dos lugares cimeiros. 

“Esta minha estreia com uma mota 2T acabou por ser algo atribulada, devido aos contratempos mecânicos – consequente penalização de 5 minutos. Com pouco tempo de habituação e o calor fortíssimo, parecia que a competição nunca mais acabava. Dificuldades à parte, senti-me bastante bem com este novo modelo pois além de conseguirmos ser rápidos em especial, poupamos bastante o físico nas ligações. Foi mesmo pena a temperatura abusiva, pois o percurso estava muito bom, bem como a qualidade das especiais” concluiu Paulo Amado.

Agora é tempo de conhecer melhor esta mota, pois Paulo Amado apenas regressará à competição a 7 e 8 de Outubro, com a última jornada do Campeonato Nacional de Enduro a decorrer em Águeda. Até lá, boas férias!

Texto: Evo-press
Foto: OneShotFoto

Góis Moto Clube com Ventura Campeão

Francisco Alvoeiro  

Feito histórico para o piloto do Góis Motoclube, vencendo da melhor forma os sete dias de competição já disputados. Diogo Ventura sagra-se assim Campeão Nacional de Enduro 2017, quando ainda falta cumprir uma jornada dupla.

Após longo “período de férias”, o Nacional de Enduro regressou no passado fim-de-semana para sua a sexta jornada pontuável. Com organização a cargo do Alhastro Clube TT, a etapa de Souselas contou com um percurso com pouco menos de meia centena de quilómetros, a serem percorridos em três voltas e meia pelas classes maiores. O dia ficaria ainda marcado pelo intenso calor e as excelentes especiais desenhadas às “portas” da cidade de Coimbra.

Entre os mais de 150 pilotos inscritos, com as cores do clube beirão, estavam Diogo Ventura (Honda) nas classes Elite|Elite2 e ainda o jovem Francisco Alvoeiro (Beta) na EnduroCup.

Aos comandos de uma bem preparada Honda, Diogo Ventura demonstrou uma vez mais todo o seu potencial, vencendo nove das doze especiais que compunham esta jornada. Com mais de um minuto e meio para o seu mais direto adversário, o piloto Alves Bandeira garantiu assim a sua sétima vitória consecutiva, conquistando antecipadamente o título de campeão nacional. No final visivelmente satisfeito, Diogo Ventura comentou: “Foi um dia fantástico apesar do calor que se fez sentir. Entrei bem na prova e consegui sempre ser o mais rápido nas especiais Cross e Enduro para vencer de novo a prova. Este é um dia muito especial pois consigo o título ainda antes do final do campeonato. Tenho que agradecer a todos aqueles que me apoiaram ao longo deste ano e é a eles que dedico esta conquista”.

Apostado em subir na classificação estava Francisco Alvoeiro. Infelizmente o piloto Alves Bandeira começou desde cedo a sofrer problemas mecânicos na sua mota. Apesar de todas as tentativas, o jovem do Góis Moto Clube acabaria por desistir, e consequentemente não pontuar pela terceira vez neste campeonato 2017. “Apesar de todos os contratempos, realizei bons tempos nas especiais. Tentamos de tudo, mas foi mesmo impossível continuar em competição. Estou ciente que desci na classificação geral, no entanto faltam dois dias de prova e tudo pode acontecer. Aproveito para agradecer ao Góis Moto Clube, patrocinadores, amigos e família por todo o apoio” concluiu Francisco Alvoeiro.

Esta competição terá a sua derradeira jornada a 7 e 8 de Outubro na cidade bairradina de Águeda, no entanto o piloto Diogo Ventura marcará presença com as cores do GMC já no próximo fim-de-semana em Castelo Branco –

Evo-press

Fausto Frade 5° classificado da Classe Open em Souselas.


A localidade de Souselas recebeu a caravana do Enduro nacional para mais uma ronda do campeonato. Com mais de centena e meia de pilotos à partida, a jornada adivinhava-se muito dura devido às altas temperaturas que se faziam sentir.
Fausto Frade afirmou no final da corrida "foi uma corrida para guerreiros! Muito dura pelo calor e pelo pó, onde terminar esta corrida representa uma vitória."
O piloto das terras do Bandarra mostrava-se feliz por ter terminado esta corrida e por ter alcançado o 5° lugar na classe Open, conseguindo um 3°melhor tempo numa das passagens pela "Extreme test".
"Infelizmente não tenho apoios para conseguir treinar mais de moto e por isso fico muito feliz com este resultado. O apoio da minha família e dos meus amigos foi determinante para a minha motivação hoje. A todos os meus patrocinadores o meu muito obrigado."
O piloto da AG Motosport recebeu a assistência da Elimoto nesta ronda do campeonato.
O campeonato faz neste momento a paragem de verão e regressa no final do mês de setembro para a derradeira jornada, em Águeda.
No próximo fim de semana Fausto Frade irá participar no Campeonato do Mundo de Enduro no grande prémio de Portugal em Castelo Branco.

AG Motosport OffRoad-Team

CNE 2017 - Ventura é campeão nacional


A localidade de Souselas acolheu hoje a penúltima ronda do Nacional Enduro - CFL 2017. Em dia bastante quente e com muito pó no percurso e nas especiais foram cerca de centena e meia os pilotos participantes naquela que foi a sétima pontuação do ano e sexta paragem do calendário.

Com vitórias em nove das 12 especiais realizadas no enduro de Souselas Diogo Ventura foi o comandante da geral da competição ao longo de toda a jornada e assegurou já o título nacional absoluto antes da derradeira prova do campeonato a realizar no derradeiro dia de Setembro e no primeiro de Outubro. O piloto de Góis terminou o dia com mais de minuto e meio de vantagem sobre o adversários mais directo, João Vivas, cabendo ao regressado Luis Ferreira a terceira posição na classificação final absoluta na frente de Diogo Vieira - o único a conseguir bater Ventura em três das quatro passagens pela especial Extreme. Daniel Carracedo fechou o lote dos cinco melhores na classificação absoluta.

Nas contas das classes vitórias na Elite 1 para Luis Ferreira e Diogo Ventura na Elite 2, com Tomás Clemente a ser o melhor na Open após um intenso duelo com Manuel Teixeira. Renato Silva foi o melhor dos Verdes e venceu também a classe Verdes 1, Márcio Antunes ganhou na Verdes 2 e Ricardo Wilson na Verdes 3. Nuno Freitas assinou mais um sucesso nos Veteranos e Alcides Calçada fez o mesmo nos Super Veteranos. O lugar mais alto do pódio nas Senhoras ficou nas mãos de Rita Vieira, Nuno Rocha venceu na Vintage e Frederico Jesus na Enduro Cup. Na Youth Cup foi Renato Silva a ditar a sua lei no final de um dia muito exigente do ponto de vista técnico e fisico, com especiais que se mostraram do agrado dos pilotos e que obrigaram a empenho total para conseguir os melhores tempos no final de cada passagem.

O campeonato cumpre agora a sua habitual paragem de Verão para regressar no final de Setembro em Águeda onde se realizará a prova de encerramento do ano e tal como aconteceu em Valpaços com dois dias de duração.

Texto: FMP
Foto: One Shot Foto

Luís Oliveira vence em Minas Gerais e segue na liderança do Campeonato Brasileiro de Enduro


O português Luís Oliveira, piloto da Honda Racing, mantém a hegemonia do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. 

Neste fim de semana (15 e 16/7), em Paraopeba (MG), ele terminou a nona e 10ª etapas em primeiro lugar na Geral e categoria E1. Com isso, segue como líder da competição. Seu companheiro de equipe Júlio Ferreira foi o segundo na Geral e na E2. Gabriel Soares, também integrante da Honda, ficou em terceiro na Júnior.

“Foi um fim de semana muito bom para a Honda Racing. Conseguimos mais uma vitória e estamos nas duas primeiras colocações na classificação geral do campeonato, com o Luís Oliveira e o Júlio Ferreira. Além de liderarmos as categorias E1, E2 e Júnior. Deu tudo certo”, afirmou o chefe da equipe Honda Racing, Felipe Zanol.

A Moto Litoral, equipe do Espírito Santo e que tem o apoio da Honda, também subiu ao pódio na etapa de Paraopeba do Brasileiro.  Jaime Zorzal ficou em segundo na E4 Light. O líder do campeonato Thiago Wernersbach não concluiu a etapa. Também terminaram na segunda colocação Diogo Andrade (E35) e William ‘Tanaka’ Dalmonech (Júnior). Felipe Carlette foi o quinto na E1.

As próximas etapas do Campeonato Brasileiro serão realizadas nos dias 16 e 17 de setembro, na Serra da Canastra, em São Paulo.

Vipcomm

CNE 2017 - Souselas - Fotos One Shot Foto

terça-feira, 11 de julho de 2017

EEC 2017 - Estónia

O júnior Matteo Pavoni venceu o 2º dia na Estónia, 2ª etapa do Europeu de Enduro

➡ Raanar Uusner e Matteo Pavoni repartiram entre si as vitórias na Geral;
➡ 3 portugueses estiveram à partida para esta prova: André Martins, Tomás Clemente e Rita Vieira;
➡ Nos Juniores E1, André Martins não concluiu o 1º dia e terminou o 2º na 13ª posição;
➡ Tomás Clemente conquistou o 12º lugar no sábado e entrou no top10 no domingo, concluindo o dia na 10ª posição da classe Junior Under 20;
➡ Rita Vieira terminou na 11ª posição nos dois 2 dias, na classe Senhoras.

Resultados:

Geral:
(Clique para ampliar)

Junior E1:
(Clique para ampliar)

Junior Under 20:
(Clique para ampliar)

Senhoras:
(Clique para ampliar)

Video:

Foto: Enduro-Europa

quinta-feira, 6 de julho de 2017

terça-feira, 4 de julho de 2017

EnduroGP 2017 - GP da Grécia

Nathan Watson confirmou na Grécia que está a atravessar o seu melhor momento da época e venceu o 2º dia.

➡ Steve Holcombe venceu o primeiro dia e terminou atrás de Watson no segundo, cimentando desta forma o primeiro lugar no campeonato;
➡ Os dois britânicos repartiram entre si as vitórias nos 2 dias de prova e foram os pilotos em destaque no calor da Grécia;
➡ Na E2, Garcia e Mccanney, envolveram-se em mais uma grande luta, repartindo também entre si as vitórias no fim-de-semana. Estes dois pilotos estão separados por 12 pontos no campeonato. Remes não conseguiu encontrar o melhor ritmo na Grécia, mas continua na luta;
➡ Davide Guarneri, terminou os 2 dias no 3º lugar do pódio da E2, o seu melhor resultado da temporada;
➡ Nos Juniores, Freeman venceu no sábado e Persson no domingo. Soreca continua em primeiro no campeonato;
➡ Na Youth, Verona soma e segue. São já 8 dias consecutivos a ocupar o lugar mais alto do pódio;
➡ A próxima prova é o "nosso" GP de Portugal, que se realiza em Castelo Branco nos dias 21, 22 e 23 deste mês.


Enduro GP:
(Clique para ampliar)

Campeonato Enduro GP:
(Clique para ampliar)

E2:
(Clique para ampliar)

Campeonato E2:
(Clique para ampliar)

Videos:



Foto: EnduroGP

Gordexola Xtreme 2017 - Domínio de Román

O piloto oficial da Sherco, Mario Román, conquistou uma vitória contundente na décima edição da Gordexola Xtreme

Resultados:
1. Mario Román - Sherco
2. Xavi León - Husqvarna
3. Alex Hidalgo - KTM

Video: