quinta-feira, 31 de agosto de 2017

ISDE 2017 - 4º dia - Portugueses seguram posições em dia de chuva


Na quarta jornada dos International Six Days 2017 a chuva chegou a Brive-La-Gaillarde durante a noite e tornou os cerca de 250 quilómetros do novo percurso e as suas especiais mais escorregadias, com as mesmas a secarem ao longo do dia depois da manhã ter presenteado os sobreviventes com temperaturas mais amenas e a ausência do pó que tantas dificuldades tem causado aos pilotos.

Nas contas globais as três selecções nacionais mantiveram as suas posições sendo que a equipa sénior manteve a quarta posição com os cinco minutos de vantagem para os quintos, os britânicos. Neste quarto dia Luis Oliveira foi o melhor representante luso numa ronda onde Diogo Ventura sentiu mais dificuldades com as especiais mais escorregadias. Gonçalo Reis trocou de suspensão na sua moto e esteve mais à vontade e João Vivas manteve o ritmo que evidencia desde o dia de arranque da prova, com os lusos a ocuparem uma posição de destaque que os faz sonhar com um bom resultado final antes do penúltimo dia de competição.

Os juniores resistem ás dificuldades da prova - Tomás Clemente está a fazer a sua segunda participação nos ISDE e Manuel Teixeira é estreante - e seguram a 13ª posição, com as senhoras a mostrarem toda a sua garra na sétima posição para serem mesmo a grande surpresa entre os portugueses. Rita Vieira, Bruna Antunes e Flávia Rolo evidenciam no corpo a dureza da prova - especialmente com as bolhas nas mãos - e os restantes pilotos lusos não têm negado elogios e admiração pelo feito do aguerrido trio que continua em prova.



Amanhã os sobreviventes destes ISDE em Brive-La-Gaillarde vão enfrentar novamente o percurso de hoje com um total de 223 quilómetros no vale de Vézère. Será o derradeiro dia a 'sério' antes da especial final que encerrará a prova no próximo Sábado. Será o dia do tudo ou nada para os lusos que têm como melhor resultado na história das suas participação o quarto posto obtido em 1999 quando a prova se realizou pela primeira vez no nosso país.

CLASSIFICAÇÕES APÓS DIA 4

WORLD TROPHY
1º França com 9h48m14.29s
2º Austrália a 7m00.76s
3º Finlândia a 8m34.81s
4º Portugal a 20m50.12s
5º Inglaterra a 25m47.62s

JUNIOR TROPHY
1º França com 7h30m16.44s
2º Itália a 44.73s
3º Estados-Unidos a 1m59.56s
4º Inglaterra a 5m02.59s
5º Chile a 8m27.38s
13º Portugal a 7h44m06.64s

WOMEN TROPHY
1º Austrália com 5h27m11.65s
2º Estados-Unidos a 7m15.73s
3º França a 18m56.16s
4º Suécia a 27m28.54s
5º Itália a 37m18.51s
7º Portugal a 1h15m44.66s

INDIVIDUAL
1º Josep Garcia - Espanha com 2h25m58.88s
2º Taylor Robert - EUA a 8.40s
3º Loic Larrieu - França a 20.63s
4º Jeremy Tarroux - França a 25.77s
5º Daniel Milner- Austrália a 27.46s
25º Diogo Ventura a 4m16.17s
28º Luis Oliveira a 4m28.74s
46º João Vivas a 7m16.29s
56º Gonçalo Reis a 9m07.69s
88º Tomás Clemente a 19m25.00s
90º Manuel Teixeira a 20m27.13s

SENHORAS
1ª Laia Sanz - Espanha com 2h39m47.27s
2ª Tayla Jones - Austrália a 39.72s
3ª Brandy Richards - EUA a 6m00.51s
4ª Jessica Gardiner - Austrália a 6m57.39s
5ª Kacy Martinez - EUA a 10m33.54s
16ª Rita Vieira a 34m10.86s
18ª Bruna Antunes a 49m10.91s
21ª Flávia Rolo a 1h15m50.50s

FMP

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Gonçalo Reis e Selecção Nacional mantêm posições após o 3º dia dos ISDE



Diogo Ventura coloca-se entre os dez melhores da classe E2 nos ISDE


Após um sólido arranque nos dois primeiros dias dos ISDE 2017 que se estão a realizar na localidade francesa de Brive-La-Gaillarde Diogo Ventura mostrou hoje nas especiais do terceiro dia da prova - onde integra a selecção portuguesa - toda a excelência do seu enduro ao ser o 22º segundo classificado na classificação global da prova, assumindo com este resultado a 10ª posição na classe E2 e o 26º posto na classificação geral.

"Foi um grande dia para mim onde consegui fazer grandes registos nas especiais. As primeiras três foram sempre dentro dos 20 primeiros, perdi um pouco nas duas últimas mas acabei em 22º a cinco segundos dos vinte melhores, um excelente resultado. Sinto que estou a fazer uma excelente prova mas ainda falta muita corrida até ao final."

Amanhã Diogo Ventura enfrenta um novo percurso, que será o mesmo para o quatro e quinto dias de prova. Novamente cerca de 250 quilómetros e cinco especiais serão os obstáculos a ultrapassar pelo piloto de Góis que promete continuar a lutar pelas posições cimeiras da mais importante prova do enduro mundial.

Hype Communications

ISDE 2017 - 3º dia - Armada lusa reforça posições


Ao terceiro dia de competição os International Six Days Enduro viram as três selecções portuguesas presentes na prova manter as suas posições entre o pelotão das três categorias mais importantes da 92ª edição desta maratona que termina apenas no Sábado.

No dia que marcou o final da primeira metade da competição a organização desenhou um percurso totalmente novo, com pouco menos de 250 quilómetros e mais uma vez com cinco especiais cronometradas. A formação Sénior de Portugal confirmou o quarto posto que assumiu no final do dia de ontem e é nessa mesma posição que se mantém com mais de cinco minutos de vantagem para os ingleses. Os Juniores – que perderam ontem André Martins – continuam a ocupar a 13ª posição e estão a cinco minutos do 12º lugar, enquanto que as Senhoras estão no sétimo posto da geral a seis minutos do sexto posto.

Uma jornada novamente quente e onde Diogo Ventura esteve em plano de evidência ao conseguir estar por duas vezes entre os quinze mais rápidos nas especiais – segunda e terceira – para fechar o dia no 22º posto da geral e ser o 26º na classificação global individual da prova, uma classificação onde Luis Oliveira é o 35º depois de fechar o dia na 40ª posição entre os 110 pilotos que ainda integram o pelotão do World e Junior Trophy. João Vivas ocupa a 47ª posição após este terceiro dia, cabendo a Gonçalo Reis o 59º posto. Os dois Juniores em prova, Tomás Clemente e Manuel Teixeira, ocupam respectivamente o 91º e 93º lugares.

Nas Senhoras a garra mistura-se com a beleza e as três portuguesas destacam-se no paddock não apenas pela simpatia e imagem mas igualmente pela coragem e determinação que continuam a demonstrar. Rita Vieira está agora no 16º posto da classificação geral, com Bruna Antunes a ser a 18ª e Flávia Rolo a 21ª.

A participar entre a forte armada dos clubes, com mais de 100 equipas, a formação do Team Portugal IS3 viu hoje Ricardo Wilson abandonar e desceu ao 97º lugar da classificação após estes três primeiros dias entre os 167 clubes que marcam presença na prova, todos eles com equipas de três pilotos.

Amanhã os sobreviventes destes ISDE em Brive-La-Gaillarde vão enfrentar novamente um percurso totalmente novo – que será o mesmo para os quarto e quinto dias de competição – com um total de 223 quilómetros no vale de Vézère. Será o arranque da fase decisiva da competição com os portugueses a tentarem segurar a quarta posição no World Trophy, o 13º lugar nos Júniores e o sétimo posto entre as Senhoras.

CLASSIFICAÇÕES APÓS DIA 3

WORLD TROPHY
1º França com 7h20m27.82s
2º Austrália a 5m19.07s
3º Finlândia a 7m26.92s
4º Portugal a 16m50.07s
5º Inglaterra a 21m57.22s

JUNIOR TROPHY
1º França com 5h37m38.66s
2º Itália a 39.73s
3º Estados-Unidos a 1m59.49s
4º Inglaterra a 4m47.44s
5º Chile a 5m43.07s
13º Portugal a 5h15m48.20s

WOMEN TROPHY
1º Austrália com 4h07m05.58s
2º Estados-Unidos a 5m49.57s
3º França a 13m10.07s
4º Suécia a 21m06.13s
5º Itália a 29m06.62s
7º Portugal a 1h05m18.62s

INDIVIDUAL
1º Christophe Nambotin – França com 1h49m13.85s
2º Taylor Robert – EUA a 13.61s
3º Josep Garcia – Espanha a 31.56s
4º Jeremy Tarroux – França a 38.72s
5º Daniel Milner- Austrália a 41.93s
26º Diogo Ventura a 3m21.13s
35º Luis Oliveira a 3m57.96s
47º João Vivas a 5m29.11s
59º Gonçalo Reis a 7m34.29s
91º Tomás Clemente a 16m00.85s
93º Manuel Teixeira a 16m25.12s

SENHORAS
1ª Laia Sanz – Espanha com 2h00m14.24s
2ª Tayla Jones – Austrália a 1m03.07s
3ª Brandy Richards – EUA a 5m05.64s
4ª Jessica Gardiner – Austrália a 5m34.03s
5ª Kacy Martinez – EUA a 8m35.54s
16ª Rita Vieira a 29m38.96s
18ª Bruna Antunes a 42m16.76s
21ª Flávia Rolo a 1h04m20.42s

FMP

Rui Gonçalves apoia equipas lusas nos ISDE 2017


No arranque da edição 2017 dos International Six Days Enduro que decorrem em Brive-La-Gaillarde a presença de Rui Gonçalves junto as equipas portuguesas presentes em prova foi notada e ao mesmo tempo inspiradora para todos o 13 pilotos lusos que enfrentam esta 92ª edição dos Seis Dias.

Antes de iniciar a preparação para mais uma participação no Motocross das Nações o piloto de Vidago esteve junto da comitiva portuguesa nos primeiros dois dias de competição, ajudando na preparação e também no arranque da prova, como referiu Manuel Marinheiro, o presidente da FMP e o Team Manager das equipas nacionais.

“A presença do Rui foi não apenas uma mais valia nesta fase de arranque da prova com toda a sua experiência de competição a um nível muito elevado, mas igualmente uma inspiração para todos os que estamos aqui. O Rui é não apenas um atleta fantástico mas também alguém que nutre um gosto especial por ajudar com a sua experiência outros pilotos. Ainda bem que ele aceitou o nosso convite e nos honrou com a sua presença nestes dias.” Comentou o responsável pelas três equipas portuguesas depois da partida de Rui Gonçalves, que na próxima edição do Motocross das Nações irá dilatar ainda mais o seu recorde de presenças na competição, que este ano se realiza em Inglaterra.

FMP

terça-feira, 29 de agosto de 2017

ISDE 2017 - 2º dia - Séniores sobem, Senhoras resistem.


Com temperaturas a rondar os 35 graus o segundo dia da 92ª edição dos International Six Days foi de altos e baixos para as equipas lusas. Naquela que é a sétima visita da prova a solo francês os pilotos enfrentaram o mesmo percurso do dia de ontem, com mais de 250 quilómetros e cinco especiais cronometradas, com as equipas Sénior e Feminina a subirem na geral e os Júniores a manterem o 13º lugar mesmo depois do abandono de André Martins.

A temperatura e o pó nas especiais continuam a ser adversários de respeito e temidos para os pilotos que integram o imenso pelotão que está em França a participar na mais antiga prova do motociclismo mundial.

Os International Six Days Enduro cumpriram hoje o seu segundo dia de prova e numa verdadeira jornada de resistência o esforço das equipas lusas foi recompensado com a subida ao quarto posto da geral na categoria principal da competição (World Trophy) e a também subida ao sétimo lugar entre as Senhoras para a estreante equipa portuguesa com as resistentes Rita Vieira, Bruna Antunes e Flávia Rolo a mostrarem a garra e vontade das lusas que pela primeira vez estão na mais importante prova do enduro mundial.

O azar infelizmente esteve ao lado de André Martins que foi forçado a abandonar sensivelmente a meio do dia e já não cumpriu a terceira especial do dia, ele que era o melhor dos Júniores portugueses no final do dia de ontem.

Individualmente o melhor dos lusos é Diogo Ventura, agora na 28ª posição depois de um dia onde um susto com um radiador furado o fez perder algum tempo, com o problema a ser resolvido na assistência sem nota maior para o piloto de Góis. Luis Oliveira está no 33º posto da classificação global, cabendo a João Vivas o 46º lugar e a Gonçalo Reis a 59ª posição. Os dois Juniores resistentes ocupam  respectivamente o 93º lugar, Tomás Clementes e a 96ª posição para Manuel Teixeira. Já entre as Senhoras Rita Vieira é agora a 17ª, Bruna Antunes a 20ª e Flávia Rolo está no 22º posto.

Amanhã a caravana resistente enfrenta o terceiro dia de competição com 247 quilómetros de percurso e novamente cinco especiais. Um percurso totalmente novo que será desenhado no Vale de Corrèze e que será percorrido apenas no dia intermédio de competição.

CLASSIFICAÇÕES APÓS DIA 2

WORLD TROPHY
1º França com 5h11m26.89s
2º Austrália a 4m19.56s
3º Finlândia a 5m49.69s
4º Portugal a 12m50.56s
5º Suécia a 17m30.40s

JUNIOR TROPHY
1º Estados-Unidos a 3h59m41.56s
2º França a 2.62s
3º Itália a 15.48s
4º Chile a 3m57.31s
5º Reino Unido a 4m03.87s
13º Portugal a 2h41m41.07s

WOMEN TROPHY
1º Austrália com 2h56m59.93s
2º Estados-Unidos a 3m31.95s
3º França a 6m52.04s
4º Suécia a 14m07.95s
5º Itália a 21m33.53s
7º Portugal a 57m35.89s

INDIVIDUAL
1º Christophe Nambotin – França com 1h17m16.03s
2º Taylor Robert – EUA a 7.13s
3º Davide Guarneri – Itália a 10.55s
4º Ryan Sipes – EUA a 26.48s
5º Daniel Milner- Austrália a 27.12s
28º Diogo Ventura a 2m40.34s
33º Luis Oliveira a 2m55.83s
46º João Vivas a 4m00.59s
59º Gonçalo Reis a 5m36.57s
93º Tomás Clemente a 12m02.39s
96º Manuel Teixeira a 12m14.99s

SENHORAS
1ª Laia Sanz – Espanha com 1h25m33.56s
2ª Tayla Jones – Austrália a 35.22s
3ª Brandy Richards – EUA a 1m39.55s
4ª Jessica Gardiner – Austrália a 5m36.73s
5ª Samantha Tichet – França a 5m53.57s
17ª Rita Vieira a 26m28.94s
20ª Bruna Antunes a 36m59.76s
22ª Flávia Rolo a 53m26.42s

FMP

ISDE 2017 - 1º dia - Video


segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Gonçalo Reis com arranque sólido nos ISDE 2017

(Clique para ampliar)

ISDE 2017 - 1º dia - Resultados

Christophe Nambotin e a França lideram os ISDE no final do 1º dia

World Trophy:

(Clique para ampliar)

Junior Trophy:

(Clique para ampliar)

 Woman Trophy:

(Clique para ampliar)

O Team FMP-IS3 ocupa a 76ª posição nos Clubes, entre as 176 formações. 

Todos os resultados


Foto: FB ISDE

ISDE 2017 - 1º Dia - Lusos com arranque positivo


Começou hoje em Brive-La-Gaillard a 92ª edição dos International Six Days Enduro, a prova mais antiga do motociclismo mundial sob a égide da Federação Internacional de Motociclismo e que junta na cidade gaulesa cerca de 800 pilotos oriundos de 31 nações. No primeiro dia de prova os pilotos enfrentaram mais de 250 quilómetros de percurso e cinco especiais desenhadas no Vale da Dordogne e onde o piso em erva foi mais uma vez o prato forte servido a todos os concorrentes.

Com condições climatéricas excelentes e sem dificuldades de maior em termos de percurso o quarteto luso que integra o pelotão da categoria maior (World Trophy) fechou o dia na quinta posição entre as 19 selecções presentes, confirmando as suas pretensões e entrar na luta por uma posição de destaque no final da competição. Já os Júniores fecharam o dia em 13º, com as Senhoras - em estreia absoluta na prova -  a concluirem este primeiro dia na oitava posição.

Individualmente o melhor dos pilotos lusos foi Diogo Ventura ao fechar o dia na 28ª posição da geral e conseguindo mesmo nas derradeiras duas especiais o 17º lugar absoluto. Luis Oliveira terminou logo atrás conseguindo como melhor resultado a 19ª posição na segunda especial do dia. João Vivas foi 42º no seu primeiro dia nos Séniores e Gonçalo Reis fechou o dia de arranque dos ISDE em 55º da geral individual. Nos Júniores foi André Martins o melhor com a 90ª posição assinada, seguindo-se Tomás Clemente no 100º posto e Manuel Teixeira em 104º. Nas Senhoras, que têm classificação distinta, Rita Vieira fechou este primeiro dia no 20º posto, com Bruna Antunes a ser a 21ª e Flávia Rolo a 25ª.

Amanhã o pelotão volta a enfrentar o mesmo percurso, especiais incluídas, numa jornada que se prevê mais dura fruto do percurso e especiais já com sinais evidentes da passagem de quase um milhar de motos neste primeiro dia de competição, que regressou à região 16 anos depois de aqui se ter realizado igualmente a prova considerada por muitos como os 'Jogos Olímpicos do Motociclismo.'

CLASSIFICAÇÕES DIA 1

WORLD TROPHY
1º França com 2h34m42.00s
2º Finlândia a 1m50.05s
3º Austrália a 2m16.65s
4º Espanha a 2m43.13s
5º Portugal a 4m48.60s

JUNIOR TROPHY
1º Suécia com 1h57m57.43s
2º Itália a 28.85s
3º França a 32.48s
4º Estados-Unidos a 53.38s
5º Chile a 2m21.62s
13º Portugal a 12m29.37s

WOMEN TROPHY
1º Espanha com 1h25.32.93s
2º Austrália a 42.01s
3º Estados-Unidos a 3m05.13s
4º França a 3m34.85s
5º Suécia a 8m19.90s
8º Portugal a 23m25.86s

INDIVIDUAL
1º Christophe Nambotin - França com 38m17.11s
2º Taylor Robert - EUA a 6.19s
3º Jeremy Tarroux - França a 12m43s
4º Davide Guarneri - Itália a 16.41s
5º Christophe Charlier - França a 23.36s
28º Diogo Ventura a 1m12.20s
29º Luis Oliveira a 1m13.08s
42º João Vivas a 1m39.13s
55º Gonçalo Reis a 2m17.75s
90º André Martins a 4m16.08s
100º Tomás Clemente a 5m22.94s
104º Manuel Teixeira a 5m56.45s

SENHORAS
1ª Laia Sanz - Espanha com 41m56.92s
2º Tayla Jones - Austrália a 43.43s
3º Jessica Gardiner - Austrália a 1m37.67s
4º Mireia Badia - Espanha a 1m39.09s
5º Brandy Richards - EUA a 1m39.55s
20ª Rita Vieira a 11m35.75s
21ª Bruna Antunes a 13m29.20s
25ª Flávia Rolo a 20m04.21s

FMP

ISDE 2017 - Tempos Online


http://www.fim-isde-live.info/


O link directo estará permanentemente disponível no canto superior direito do nosso website.

Foto: www.fim-isde.com

domingo, 27 de agosto de 2017

ISDE 2017 - Portugueses preparados para o arranque


Após quase uma semana de intensa preparação e onde todos os pormenores foram cuidadosamente inspeccionados as três selecções nacionais que estão presentes na 92ª edição dos International Six Days Enduro enfrentam amanhã o primeiro dia de competição.

Ontem foi dia de desfile e apresentação oficial de todos os participantes, numa cerimónia que marca o início de todas as edições dos ISDE e que desta feita levou os participantes oriundos de 30 nações até ao centro da cidade que regressou a Brive-La-Gaillard 16 anos depois da anterior passagem pela cidade gaulesa.

As equipas Sénior, Júnior e Feminina contam igualmente com a companhia da formação IS3 Team Portugal, com Fernando Sousa, Fernando Sousa Jr. e Ricardo Wilson, numa das mais numerosas representações lusas fora de Portugal - que recebeu os ISDE em 1999 e 2009.

Amanhã os pilotos irão enfrentar o primeiro dia de competição, com 259 quilómetros de percurso desenhados no Vale da Dordogne, cinco assistências e cinco especiais cronometradas, sendo nota de destaque o facto do percurso não ser em voltas como é tradicional mas sim em linha. Este primeiro dia de prova será exactamente igual ao segundo e as especiais em erva e o percurso nos bosques desta região serão certamente obstáculos para os menos adaptados a este tipo de piso.

Equipa Sénior: Luis Oliveira, João Vivas, Gonçalo Reis e Diogo Ventura (esquerda para a direita) 

Equipa Júnior: Tomás Clemente, Manuel Teixeira, André Martins (esquerda para a direita)

Equipa Feminina: Bruna Antunes, Flávia Rolo e Rita Vieira (esquerda para a direita) 

FMP

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

CNSE 2017 - Baltar em estreia no calendário de Super Enduro


A entrar na sua fase final da temporada 2017 o campeonato nacional Super Enduro - Bradol visita na noite do próximo Sábado, 12 de Agosto, a localidade de Baltar junto a Paredes, naquela que será uma estreia em termos de campeonato da especialidade.

Com organização a cargo do clube Natureza Extreme em parceria com o K5SE o Kartódromo de Baltar receberá pela primeira vez uma prova deste campeonato numa noite onde jogando em casa o local João Ribeiro irá certamente lutar por dar uma alegria ao público da região que o irá certamente apoiar na tentativa de recuperar pontos para Diogo Vieira, o líder invicto do campeonato que irá certamente tentar conquistar mais uma prova nesta época de 2017.

Na Open será igualmente uma noite muito animada e depois de três vencedores distintos em outras tantas provas, na quarta ronda do campeonato Márcio Barbosa vai tentar defender o comando do campeonato na frente de Albano Mouta, o segundo classificado na frente de Ricardo Rios. Vencedor na segunda ronda do campeonato Norberto Teixeira poderá ser novamente factor de desempate entre os dois primeiros, os restantes dois vencedores até ao momento.

Depois dos treinos livres e cronometrados a realizarem-se ao longo da tarde a prova terá o arranque dos seus momentos decisivos a partir das 20 horas e 45 minutos com a Super Pole, terminando a mesma perto das 24 horas com a entrega de prémios. De referir que existem 500 lugares sentados para os espectadores e o bilhete de ingresso custa 4 euros.

CAMPEONATO PRESTIGE
1º Diogo Vieira com 178 pontos
2º João Ribeiro com 162
3º André Mouta com 139
4º Alcides Calçada com 90
5º Joel Vieira com 63

CAMPEONATO OPEN
1º Márcio Barbosa com 158 pontos
2º Albano Mouta com 143
3º Ricardo Rios com 127
4º David Pinto com 119
5º Norberto Teixeira com 96

FMP

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

EEC 2017 - Alemanha


➡ Matteo Pavoni de apenas 19 anos venceu os 2 dias em Burg e assumiu a liderança do Campeonato Europeu à Geral;
➡ André Martins concluiu o primeiro dia na 14ª posição nos Juniores E1, enquanto que no segundo dia abandonou;
➡ Tomás Clemente esteve muito regular ao longo do fim-de-semana, terminando os 2 dias na 11ª posição da classe Juniores U20;
➡ Rita Vieira abandonou no sábado, enquanto que no domingo terminou na 9ª posição, tendo conseguido um 6º registo entre as 17 pilotos presentes na sua classe.

Geral:
(Clique para ampliar)

Juniores E1:
(Clique para ampliar)

Juniores U20:
(Clique para ampliar)

Senhoras: 
(Clique para ampliar)

Videos:


Foto: European Enduro

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Team IS3 reforça presença lusa


A equipa IS3 Team Portugal vai mais uma vez juntar-se ás selecções nacionais e marcar presença nos International Six Days Enduro que se realizam em Brive-La-Gaillard entre os dias 28 de Agosto e 2 de Setembro.

Fernando Sousa, Fernando Sousa Jr. e Ricardo Wilson defenderão as cores da equipa e desta forma a presença portuguesa será reforçada para um número total de 13 pilotos.

Texto: FMP
Foto: One Shot Foto

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Portugal com 10 pilotos em França para disputar os ISDE


A decorrer na cidade francesa de Brive-la-Gaillard entre os dias 28 de Agosto e 2 de Setembro a 92ª edição dos International Six Days Enduro vai contar com a presença de uma dezena de pilotos lusos divididos por três selecções distintas: Sénior, Júnior e Feminina.

Três equipas que se vão juntar ás formações oriundas de todo os planeta na competição que é considerada como os Jogos Olímpicos do Motociclismo e na qualquer deverão estar envolvidos mais de meio milhar de atletas para seis dias de corrida onde irão percorrer mais de 1000 quilómetros.

Na formação Sénior vão estar: Diogo Ventura, Luis Oliveira, João Vivas e Gonçalo Reis. Entre os Juniores as cores lusas serão defendidas por: André Martins, Tomás Clemente e Manuel Teixeira e na competição feminina Portugal terá a sua defesa através da participação de Flávia Rolo, Rita Vieira e Bruna Antunes.

Esta edição dos ISDE marca o regresso da prova á região de La Corrèze, conhecida com o ‘País Verde’ e onde os Seis Dias estiveram em 2001. Com cerca de 100.000 habitantes a localidade de Brive-La-Gaillard irá assim acolher novamente os esperados 25.000 adeptos que deverão incrementar ainda mais a animação desta região.

Seniores
Diogo Ventura (E2)
Luis Oliveira (E2)
João Vivas (E1)
Gonçalo Reis (E3)

Juniores 
André Martins
Tomás Clemente 
Manuel Teixeira

Senhoras 
Flávia Rolo
Rita Vieira 
Bruna Antunes

Texto: FMP
Foto: Arquivo

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Enduro Event 2017 nos dias 16 e 17 de Setembro


Nos dias 16 e 17 de Setembro, a Turres Off Road irá realizar a 2ª edição do Enduro Event.
Com centro nevrálgico na bonita zona das Termas dos Cucos, em Torres Vedras, os amantes das duas rodas terão a oportunidade de vivenciar várias experiências de Enduro, com workshops relacionados com a modalidade, desde a mecânica à técnica de condução, passando pela fundamental preparação das suspensões, até ao treino físico necessário para enfrentar um desafio de Enduro.
Haverá uma pista para test-drive no sábado, dia 16, espaços para expositores e um mini-enduro no domingo, dia 17.

Video Promocional:
Agenda provisória:

Sábado dia 16 de Setembro
09:00 às 10:00 horas - Recepção aos pilotos 
10:00 às 12:00 horas - Open track ( ligação de aprox. 10km )
13:00 Almoço Livre 
11:00 as 16:00 Teste Drives ( motos de Enduro )
16:00 Workshops: Preparação de moto de Enduro ,Equipamentos 
17:00 Workshop Pilotagem 
18:00 Workshops: Suspensões 
19:00 Historias de Enduro 
21.00 Jantar ( Livre )

Domingo dia 17 de Setembro
08:00 ás 9:00 - Inscrições Enduro Sprint no secretariado .
09:30 às 15:00 h Enduro Sprint + Mini Sprint 
( uma especial + ligação de 10km ) - 3 voltas 
classes - Pro , Expert , Hobby , veteranos ( + de 40 anos) e Junior cup e senhoras
16:30 Entrega de prémios e encerramento do evento

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Racespec|CFL com três pilotos em Castanheira de Pêra

João Ribeiro continua na luta pelo título

A vila de Castanheira de Pêra recebeu no passado fim-de-semana toda a caravana para a terceira ronda do Campeonato Nacional de Super Enduro 2017. Com organização a cargo do Clube Trilho Aventura, esta jornada contou com aproximadamente três dezenas de pilotos, divididos por três classes.

Exclusivamente nesta jornada, e com um objetivo de ajudar uma das muitas localidades fustigadas pelos fogos nas últimas semanas, a formação aguedense Racespec|CFL contou com três participantes – João Ribeiro na Prestige, Diogo Nogueira na Open e ainda Renato Lourenço na categoria Hobby.

João Ribeiro que teve que contar com um esforço redobrado devido à participação em simultâneo no Campeonato Nacional de Ralicross garantiu a segunda posição na classe Prestige, com especial destaque para a vitória em uma das mangas pontuáveis. Quando apenas faltam cumprir duas jornadas, o piloto Husqvarna mantém assim em aberto todas as hipóteses de luta pelo título: “Foram mais de 500 km´s hoje para estar presente no primeiro dia de ralicross e aqui. Apesar de não ter treinado, gostei bastante do traçado e senti-me bem ao longo das mangas. De destacar o esforço desta organização, que numa altura difícil, conseguiram colocar de pé um grande evento. Quero também agradecer à minha equipa que tem sido fantástica. O trabalho continua, pois ainda temos campeonato pela frente…A próxima corrida será em casa e quero brindar todo o público com uma grande prestação” concluiu João Ribeiro.

Diogo Nogueira que habitualmente compete no Nacional de Enduro, marcou presença pela primeira vez nesta competição, no entanto a prestação do piloto AFN viria a ser comprometida com uma queda ainda no decorrer da primeira final da noite. Forçado ao abandono, Diogo Nogueira promete regressar a esta modalidade, destacando o formato e a competitividade em pista.
Ainda em competição com as cores da formação Racespec|CFL estava Renato Lourenço – em dia de aniversário. Como um dos responsáveis desta equipa, o piloto KTM fez questão de marcar presença nesta corrida “solidária”, garantindo a 6ª posição entre os Hobby. 

O Campeonato Nacional de Super Enduro prossegue dentro de quinze dias, com a quarta e penúltima ronda pontuável a decorrer no Kartódromo Internacional de Baltar.

Texto: Evo-press 
Fotos: Jorge Nunes

CNSE 2017 - Diogo Vieira continua a vencer


Na terceira ronda do campeonato nacional Super Enduro - Bradol 2017, que levou os pilotos até Castanheira de Pêra, Diogo Vieira assinou a sua terceira vitória no campeonato e incrementou a sua vantagem em termos de classificação geral do campeonato.

A caminho do sucesso nesta ronda que marcou o final da primeira metade do campeonato o igualmente campeão nacional de trial venceu na SuperPole e em duas das três finais, deixando a vitória na corrida intermédia para João Ribeiro, piloto que até ao momento foi o único a conseguir bater Vieira em mangas do campeonato, para fecharem na frente de André Mouta numa noite onde esteve igualmente em prova Luis Oliveira, campeão no passado ano e que fez aqui a sua primeira prova da especialidade numa época em que está novamente dedicado aos campeonatos brasileiros.

Ao vencer as três finais da classe Open Márcio Barbosa tornou-se no terceiro vencedor distinto da temporada 2017 e parte para as derradeiras duas rondas do ano na liderança da classificação do campeonato na frente de Albano Mouta e Ricardo Rios, os pilotos que estiveram com ele no pódio nesta prova de Castanheira de Pêra. David Pinto foi o quinto na frente de Norberto Teixeira, este com uma noite mais complicada que na ronda anterior onde venceu as três finais.

O campeonato tem agora duas provas por realizar até ao final da época, com passagens agendadas por Baltar e Fafe, localidades onde certamente o entusiasta público da região irá continuar a apoiar o Super Enduro e os seus pilotos.

CLASSIFICAÇÕES 

PRESTIGE 
1º Diogo Vieira com 60 pontos
2º João Ribeiro com 54
3º André Mouta com 46
4º Alcides Calçada com 31
5º Rita Vieira com 28

CAMPEONATO
1º Diogo Vieira com 178 pontos
2º João Ribeiro com 162
3º André Mouta com 139
4º Alcides Calçada com 90
5º Joel Vieira com 63

OPEN 
1º Márcio Barbosa com 60 pontos
2º Albano Mouta com 47
3º Ricardo Rios com 45
4º David Pinto com 39
5º Norberto Teixeira com 36

CAMPEONATO 
1º Márcio Barbosa com 158 pontos
2º Albano Mouta com 143
3º Ricardo Rios com 127
4º David Pinto com 119
5º Norberto Teixeira com 96

FMP