sábado, 30 de dezembro de 2017

Braga vence Enduro das Regiões

Entre as cidades foi Braga que venceu, seguida por Penafiel e Gondomar.

A temporada 2017 do Troféu Luso Galaico Mota de Monte terminou com a realização do já habitual e emblemático Enduro das Regiões, cabendo novamente a Penafiel a recepção da prova. A edição deste ano revelou-se bastante exigente para os pilotos, sendo muitos aqueles que acabaram por penalizar.

Depois do terceiro lugar conquistado no ano passado, Braga venceu pela primeira vez, tendo sido a cidade com o menor registo no somatório dos tempos de todas as especiais dos seus três representantes mais rápidos: Márcio Antunes, Nuno Freitas e Vitor Oliveira. Na segunda posição terminou Penafiel (Gerson Pinto, Carlos Skinas, Marcelo Vieira), seguida por Gondomar (Diogo Parente, Tiago Oliveira, Filipe Silva). 

A nível individual, Gerson Pinto(2) voltou a vencer, juntando as vitórias na Geral e classe Pro, onde foi secundado nesta última por Nuno Oliveira e Albano Mouta. O título na classe ficou entregue a João Araújo.

Gerson Pinto

Na Expert, Márcio Antunes(13) foi o vencedor e a este triunfo na classe, juntou o segundo lugar na Geral. No segundo posto ficou Diogo Valente, seguido por Pablo Varela.

Márcio Antunes

A Enduro 1 era uma das classes que ainda tinha o vencedor do troféu por decidir. Miguel Fernandes e Marcelo Vieira partiram para esta prova separados por 4 pontos, estando assim tudo em aberto. Miguel Fernandes começou o dia da melhor forma, com uma vitória na primeira especial, vendo o seu rival perder 13,08 segundo. Mas Vieira mostrou na especial seguinte que estava na luta e arrancou a vitória na primeira passagem pela ET (ET1), conseguindo recuperar alguns segundos a Fernandes tanto nesta como na especial seguinte. Mas o "calcanhar de Aquiles" de Vieira era a CT e na segunda passagem por esta especial perdeu mais 19 segundos para Fernandes. A estocada final de Fernandes haveria de ser na ET2, onde ganhou mais 10 segundos e garantiu o triunfo na classe e no Troféu.

Miguel Fernandes

Carlos Skinas voltou a aparecer, ver e vencer na Enduro 2. Mas a emoção nesta classe estava reservada à luta pelo título, com os quatro primeiros pilotos do troféu separados por apenas 5 pontos. Tiago Oliveira partia em vantagem e motivado com a vitória alcançada na jornada anterior, em Capela. E de facto confirmou o seu favoritismo, sendo o único piloto a incomodar Skinas, e terminando na segunda posição e à frente dos seus rivais, o que lhe permitiu garantir o título com 8 pontos de vantagem sobre Filipe Vaz.

Carlos Skinas

Na Enduro 3, o título já estava entregue a Luís Vasconcelos. A vitória na prova foi para Filipe Silva que assim garantiu o seu primeiro triunfo na temporada.

Nos Juniores e pela segunda vez na temporada, Gonçalo Sabrosa ocupou o lugar mais alto do pódio, garantindo a segunda posição final no troféu, atrás de Daniel Branco que, com uma grande regularidade (desde Caminha que terminou todas as provas entre o primeiro e o segundo lugares), conquistou merecidamente o título.

Nuno Freitas venceu nos Veteranos, garantido desta forma o segundo lugar final no Troféu, ele que apenas esteve presente em algumas provas.

Nos Super Veteranos venceu Jorge Almeida, pela terceira vez na temporada. O título já estava entrega a Luís Oliveira.

Na Promoção, apenas um piloto não penalizou e foi ele Daniel Moreira que venceu nesta classe. A luta pelo título entre Rui Cunha e Sérgio Silva, terminou com vantagem para o primeiro que, apesar do 6º lugar devido a 3 minutos de penalização, conseguiu a vitória no troféu.


Fotos: One Shot Foto, PM-Images e Repórter Soneca

Sem comentários: