sexta-feira, 30 de março de 2018

BXEC 2018 | H2o North Wales


Resultados:
1. Billy Bolt 2:31:16
2. Jonny Walker +8:31
3. Paul Bolton +12:36
4. Jonathan Richardson +1 lap
5. Joe Deakin +1 lap
6. Jordan Scott +1 lap
7. Gethin Humphreys +1 lap
8. Sam Winterburn +1 lap
9. Nathan Watson +2 laps
10. Charlie Frost +2 laps

Videos:

Foto: FB Billy Bolt Racing

Pedro “Botas” obrigado a abandonar Enduro da Régua após violenta queda


Decorreu no passado fim de semana, junto às margens do Rio Douro, na cidade do Peso da Régua a terceira etapa do calendário do Campeonato Nacional Enduro – CFL 2018, primeira com a duração de dois dias (Sábado e Domingo). O Clube Natureza Extreme foi o responsável pela organização da prova e delineou um percurso com cerca de quarenta e cinco quilómetros onde incluía as habituais três especiais cronometradas.

Pedro “Botas” marcou presença com a TM 144 EN, estando inserido na competitiva classe Verdes I e no Challenge TM, que dominou nas duas primeiras corridas do campeonato.
No primeiro dia, o terreno estava bastante difícil devido à chuva que se fez sentir nos dias anteriores à corrida e o piloto de Amarante sentiu algumas dificuldades, “entrei mal na corrida, não consegui encontrar o ritmo ideal, e os tempos nas especiais não foram os esperados. No final da primeira volta ao percurso estava em 10º da classe, na segunda volta fui melhorando acabando o primeiro dia em 8º dos verdes I e 2º do Challenge TM".

No domingo o piloto assistido pela Motodreams, tinha como objetivo melhorar a classificação após um primeiro dia menos conseguido “arranquei determinado em fazer um bom resultado, o dia não podia começar melhor, pois venci a primeira especial à classe, mas na segunda passagem pela mesma especial sofri uma queda bastante violenta que me obrigou a desistir, sendo aconselhado pelos membros da organização a deslocar-me ao hospital para verificar o estado do meu pulso esquerdo.”
Após ser submetido a observação médica e fazer alguns exames, não se confirmou nenhuma fractura. 

Atualmente líder do Challenge TM, o piloto Pedro “Botas” espera recuperar o mais rápido possível para começar a preparação da quarta etapa do Nacional de Enduro que se realizará a 22 de Abril na zona centro de Portugal na vila da Lousã. 

PR Pedro Botas

Fim-de-semana positivo para João Rafael na Régua


No passado fim-de-semana Peso da Régua recebeu a 3ª ronda do CNE e a 1ª com dois dias de competição, João Rafael piloto da Escuderia Castelo Branco-prott com as cores da Motobrioso esteve presente e acabou ambos os dias com boas prestações.

"Fim de semana positivo na Régua, no 1º dia apesar de duas quedas nas especiais consegui andar sempre num bom ritmo o que fez com que acabasse o dia na 6ª posição da classe.
O 2º dia já não foi tão bom, as especiais estavam mais degradadas o que me fizeram cometer muitos erros logo desde o inicio, das 9 especiais do dia só em 5 é que não cometi erros no entanto nessas 5 consegui obter bons tempos e estar perto dos primeiros da classe o que fez com que acabasse o dia na 7ª posição.
No somatório dos dias acabei com a 6ª posição da classe Verdes 1.
Muito obrigado a todos os patrocinadores que tornam possível a minha participação neste campeonato,  à Motobrioso que prepara a minha mota e que esteve em mais um Enduro ao melhor nível, ao Duarte Morgado pela ajuda nas assistências e pelos vídeos e mais uma vez ao suspeito do costume, Pedro Rafael que me acompanhou em mais uma prova deste CNE."

Equipa Escuderia de Castelo Branco - Equipa de Enduro ProTT

quarta-feira, 28 de março de 2018

Ecmoto Beta com dupla vitória no Enduro da Régua


Peso da Régua foi o palco da terceira prova do Campeonato Nacional de Enduro, sendo esta a primeira com dois dias de competição, a exigir mais de maquinas e pilotos.

A muita chuva que caiu na região, tantos nos dias anteriores à prova como na manhã de Sábado, tornou o terreno mais “pesado”, com zonas muito escorregadias, em especial nas primeiras passagens das especiais cronometradas.

O percurso de 45km estava simples, mas a ficar bastante degrado com as muitas passagens feitas pelos quase 200 pilotos presentes, que o tornaram mais difícil de volta para volta.

Gabriel Seco acabou por não poder alinhar na prova. Mesmo com uma faringite, viajou até à Régua, mas na 6ª Feira foi obrigado a passar a noite no hospital, com o agravar o problema a impossibilitar de alinhar na prova.

Nuno Cação esteve novamente em destaque. Depois da estreia em Góis, o piloto apoiado pela Serrialu venceu de forma confortável em ambos os dias, conseguindo também mais uma vitória no Troféu Beta. Dilatou a liderança no Troféu, estando agora também muito perto da liderança no Campeonato Verdes 3, depois de não ter alinhado na primeira prova do Campeonato.

Boa evolução registada por Ulisses Rossa, aproximando-se do pódio em ambos os dias. Rossa foi 4º, e reforçou o lugar no campeonato, terminando perto do pódio, em especial no segundo dia de prova.
De regresso à competição esteve Eduardo Neves. O piloto da Via Nacional foi regular ao longo de toda a prova, e mesmo com as dificuldades físicas provocadas por não estar totalmente recuperado, conseguiu terminar dentro do Top10.
Mário Simões manteve a regularidade, sendo ele o 11º classificado da classe Super Veteranos, ocupando agora igual posição no Campeonato.

Em termos de Hobby, a categoria com mais participantes, Alberto Carvalho esteve em grande destaque. No final dos dois dias de prova foi 13º, sendo este o seu melhor resultado de sempre, que regista a boa evolução do piloto nas ultimas provas.

João Marques acabou por estar azarado no primeiro dia, com um furo a obrigar ao abandono. No segundo dia foi 18º no Troféu Beta, e 21º da classe Hobby.

Um resultado muito positivo para a equipa, com dupla vitória antes da viagem até à Lousã, que será o local da próxima prova da temporada a 22 de Abril.

ECmoto

Formação Racespec em jornada dupla no Peso da Régua

 

O Nacional de Enduro CFL Offroad rumou no passado fim-de-semana até ao Douro Vinhateiro, para a disputa da sua terceira jornada pontuável. Com dois dias de competição, a prova a cargo do Natureza Extreme contou com aproximadamente uma centena e meia de participantes.

Com parque-fechado junto ao Multiusos do Peso da Régua, esta jornada dupla contou com um traçado com 45 km´s e três especiais – cross-test localizada no Clube Caça e Pesca local e as extreme e enduro-test, junto ao antigo Bairro da EDP. 

Na Régua, o jovem Tomás Clemente não teve a sorte do seu lado. Com alguns erros no primeiro dia de competição (3º classificado) e o sofrimento no segundo dia devido à fratura de uma mão (4º classificado), apenas levavam o atual “mundialista” português ao 4º lugar. Apesar de tudo, com este resultado, Clemente “segura” a 2º posição em termos de campeonato. “Foi um fim-de-semana difícil…No sábado choveu e senti dificuldades em manter um bom ritmo. Cometi alguns erros que ditaram o resultado. Já no domingo, acabei a muito custo devido a uma fratura na mão. Neste momento estou apenas focado em recuperar o mais rápido possível, para regressar à competição”.

Já Bruna Antunes garantiu uma vez mais um resultado consistente aos comandos da “pequena” KTM 150 XCW. A jovem piloto foi 3ª classificada em ambos os dias, ocupando igual posição no Campeonato - classe Senhoras. “Uma corrida bonita e bem organizada na Régua, onde acima de tudo me diverti bastante. Embora algumas quedas nas especiais, consegui rolar bem e fazer bons tempos. Estou satisfeita comigo mesma e com o elevado nível da classe feminina este ano. Ainda tenho muito para melhorar, o trabalho continua” concluiu motivada, Bruna Antunes.

Diogo Nogueira aos comandos da sua KTM 250 EXC, já demonstrou algumas vezes este ano que é um dos animadores da classe Verdes 2. Infelizmente no Douro não conseguiu um bom ritmo e no final do primeiro dia de competição, era apenas 5º classificado. Já com um bonito dia de sol no domingo, o piloto Racespec conseguiu ascender à 3ª posição. No Campeonato, Diogo Nogueira é agora 6º classificado – classe Verdes 2. “No primeiro dia foi-me impossível lutar com os mais diretos adversários, mas no domingo as coisas acabaram por correr melhor. A atual posição no campeonato não espelha o trabalho desenvolvido, no entanto a pontuação de Góis fez-me descer na classificação”.

Depois da bonita jornada no Douro Vinhateiro, a competição segue agora para a Lousã. A jornada beirã decorrerá a 22 de Abril e marcará a primeira metade do Campeonato Nacional de Enduro 2018.

Texto: Evo-press
Fotos: OneShotFoto

Gonçalo Reis em terceiro na Régua


(Clique para ampliar)

terça-feira, 27 de março de 2018

CNE 2018 - Oliveira e Ventura dividem Régua


As margens do Rio Douro e o Peso da Régua receberam no passado fim-de-semana a terceira ronda do Campeonato Nacional Enduro - CFL 2018.

Se as duas primeiras provas do campeonato foram de apenas um dia, a prova do Natureza Extreme foi a primeira de duas rondas duplas, com prova no Sábado e Domingo. Pouco mais de quatro dezenas de quilómetros por volta, com centena e meia de piloto em competição divididos pelas diversas categorias mostraram a vitalidade de um campeonato que tem revelado listas de inscritos bem recheadas.

No primeiro dia os pilotos das principais categorias cumpriram um total de três voltas ao percurso, e respectivas três especiais por volta, jornada onde Diogo Ventura assumiu o comando da classificação absoluta logo na segunda especial das nove realizadas, segurando a diferença na luta com Luis Oliveira até ao final do dia, ficando então separados por menos de dez segundos. O campeão nacional venceu três especiais, Oliveira as restantes, mas foi mesmo Ventura a tornar-se no terceiro vencedor distinto no campeonato. Diogo Vieira fechou o pódio no primeiro dia ao passar Gonçalo Reis na derradeira especial do dia, ficando nas mãos de João Vivas a quinta posição

No segundo dia de prova foi Luis Oliveira quem respondeu a Diogo Ventura, com este a ser liderar até ao final da terceira das quatro voltas. O líder do campeonato perdeu novamente o comando na última passagem pela Enduro Test e foi com apenas 1 segundo e três décimas que ambos atacaram a derradeira especial da prova, a Extreme, onde Luis Oliveira voltou à primeira posição para assegurar a vitória na prova e ser assim o primeiro piloto em 2018 a conseguir duas vitórias no campeonato.

Diogo Ventura fechou na segunda posição nas contas das especiais, mas seria penalizado em 1 minuto por falha num controle horário e desceu ao quarto posto, ficando Gonçalo Reis no segundo posto final na frente de João Vivas. Diogo Vieira foi o quinto, vencendo novamente a Elite 1 e mantendo a invencibilidade na classe.

A próxima prova leva os pilotos até à vila da Lousã, novamente com dia único no calendário.

FMP

segunda-feira, 26 de março de 2018

CIE 2018 - Steve Holcombe vence em Sanremo

Campeão mundial EnduroGP dominou a 2ª ronda do Assoluti d´Italia

Grande prestação de Steve Holcombe em Sanremo, que conquista um importante resultado no Assoluti d’Italia-Taça FMI-Taça Italia Maxxis, levando para casa a vitória Absoluta. O britânico, Campeão Mundial EnduroGP, foi o protagonista do dia, realizando uma corrida sensacional dominada do início ao fim. 

Atrás do piloto da Beta ficou o vencedor da ronda de abertura em Passirano, Alex Salvini, que ainda assim ficou satisfeito com a sua corrida. O segundo lugar garante ao bolonhês a liderança do campeonato.

O degrau mais baixo do pódio desta segunda etapa foi ocupado por um incrível Matteo Cavallo, que também venceu a classe Júnior contra o líder do campeonato, Andrea Verona. Davide Guarneri e Brad Freeman completaram o top 5 da geral.

O júnior Matteo Cavallo juntou o 3º lugar na Geral à vitória na classe

Resultados:
(Clique para ampliar)

Video:



Italiano Enduro

Team Credibom/Benecar com pódio a dobrar na Régua


Aos comandos da sua AJP PR4 Miguel Saraiva enfrentou no passado fim de semana a segunda ronda da Enduro Cup, classe que integra o campeonato nacional de enduro e que procura novos valores para a modalidade.

Após ter conseguido a segunda posição no arranque de época o piloto do Team Credibom/Benecar voltou a tomar de assalto a posição intermédia do pódio em ambos os dias da prova realizada junto ás margens do Douro, terminando ambos os dias a menos de um minuto do vencedor da categoria onde desta feita estiveram sete pilotos.

"Não foi uma prova fácil mas o resultado é moralizador. Fomos segundos em ambos os dias e vamos continuar a trabalhar para vencer, se possível já na próxima prova a realizar na Lousã. Estamos em segundo na classificação geral da classe e vamos lutar pela vitória final."

A próxima ronda irá levar o piloto e a equipa Credibom/Benecar à vila da Lousã, uma das catedrais do Enduro português. A equipa TT prepara já a próxima ronda do seu campeonato onde vai defender a liderança na classe TT1. 

Hype Communications

Diogo Ventura - Vitória junto ao Douro


Apostado em voltar a vencer no nacional de enduro Diogo Ventura cumpriu a promessa naquela que foi a terceira ronda do campeonato. Com o Douro a colorir o cenário o piloto de Góis atacou decidido o Enduro da Régua, primeira prova do ano com dois dias de duração, e apenas um erro o impediu de conseguir um resultado melhor.

No primeiro dia de prova, Sábado, o piloto do Góis Moto Clube assumiu a primeira posição da classificação geral logo na segunda especial e não mais largou a liderança até ao final das nove especiais que integravam o dia. No final a vantagem de quase dez segundos valia a primeira vitória neste ano de 2018.

No segundo dia, com onze especiais, Diogo levou a Honda da Lousãmotos até seis vitórias em especiais numa jornada onde a luta pela liderança foi intensa e ficou apenas decidida na derradeira especial do dia, onde a segunda posição era sua não fosse um minuto de penalização na entrada para um controle num erro prontamente assumido pelo piloto da Alves Bandeira.

"Senti-me muito bem ao longo de todo o fim-de-semana e o espelho disso mesmo foram as vitórias em especiais. Pena ter penalizado no Domingo, um erro meu que me estragou o resultado, mas deixo a Régua satisfeito porque voltei a vencer e sei que posso discutir o campeonato. Segue-se a Lousã...e podem contar comigo."

A próxima prova do campeonato volta a ser realizada em dia único na vila da Lousã, onde Diogo Ventura quer novamente vencer para manter a luta pelo ceptro bem viva nesta temporada 2018.

Hype Communications

quinta-feira, 22 de março de 2018

CNE 2018 - Régua recebe primeira ronda dupla


Com organização a cargo do Clube Natureza Extreme a terceira prova do CNE – CFL 2018 leva os pilotos até ás margens do Rio Douro já no próximo fim-de-semana. Depois de Vila Nova de Santo André e Góis, ambas com apenas um dia de duração, a terceira etapa do calendário será a primeira com dois dias de duração (24 e 25 de Março), com as verificações técnicas a documentais a decorrerem logo no dia 23.

A equipa liderada pelo experiente Filipe Sampaio desenhou um percurso com quatro dezenas e meia de quilómetros no concelho do Peso da Régua nos quais estarão as três especiais. A Cross Test estará localizada no Clube Caça e Pesca e as Extreme e Enduro Test junto à Barragem do Bagauste no antigo Bairro da EDP.

No primeiro dia de prova (24 de Março) os pilotos Elite e Open terão que cumprir 3 voltas ao percurso, 2 voltas para Verdes, Veteranos, Senhoras, Super-Veteranos e Enduro Cup. O primeiro piloto irá deixar o Parque-Fechado localizado junto ao Paddock junto ao Multiusos ás 12 horas, para no dia seguinte a partida ser dada ás 10 horas da manhã e todos os pilotos a cumprirem mais uma volta ao percurso face ao dia anterior.

As duas primeiras provas do campeonato tiveram dois vencedores distintos cabendo a Luis Oliveira a liderança em termos absolutos face a Diogo Ventura. O campeão nacional tem 10 pontos de atraso face a Oliveira e quatro de margem para Gonçalo Reis. Diogo Vieira lidera invicto a Elite 1 e Luis Oliveira a Elite 2, cabendo a Sebastian Buhler o comando na classe Open, ele que no entanto não deverá estar presente depois de uma queda sofrida antes do arranque do nacional de TT o ter forçado a uma paragem forçada.

Em Góis foram mais de duas centenas de pilotos a encher o parque-fechado, sendo por isso com natural expectativa que se aguarda a chegada da primeira prova de dois dias do ano.

FMP

domingo, 18 de março de 2018

Team Bianchi Prata - Três pilotos no pódio na abertura do Nacional de TT


No regresso as competições Nacionais a equipa Bianchi Prata - Honda conseguiu hoje nos montanhosos trilhos, entre a Sertã, Oleiros e Proença á Nova levar hoje 3 pilotos até ao pódio da dura Baja do Pinhal.

Na classe Veteranos Rui Panda foi 3º classificado ( 15º da Geral / 5º TT1) e Miguel Cunha 2º classificado (14º da Geral / 4º TT2), .este ultimo na sua estreia absoluta aos comandos de uma Honda.

No final da prova Rui Panda comentou: Foi uma corrida muito dura, , muita lama e muita chuva. A CRF250R esteve espetacular e toda a equipa fez um bom trabalho, começar o campeonato com um lugar no podio é sempre bom.

Miguel Cunha, o campeão dos veteranos e titulo comentou, “ Uma Baja muito dura e perigosa, pois o piso estava muito escorregadio. Na segunda especial perdi um pouco o ritmo o que me fez perder a liderança da classe, foi uma pena terem anulado a SS3, pois perdi a oportunidade de recuperar. Obrigado a toda equipa pelo bom trabalho e a Honda é uma boa moto .”

O Team Bianchi Prata também deu assistência ao piloto Luis Albuquerque, que obteve um bom excelente 3º lugar na TT2 e 12º da Geral.
Após mais de duas centenas de quilómetros a equipa do Marco de Canaveses mostrou que está no campeonato 2018 com objetivos ambiciosos e com vontade de bons resultados.

Com a próxima prova agendada nos dias 7 e 8 de Abril, para as pistas do sul de Portugal no Algarve, a equipa gerida pelo experiente Pedro Bianchi Prata promete ainda melhorar nas próximas provas. "Estou contente com o fim-de-semana, 3 pilotos á partida e três á chegada, as motos portaram-se muito bem e os pilotos todos se esforçaram ao máximo. Obrigado a toda a equipa que trabalhou dentro e fora da corrida, pois foi um esforço grande estarmos com tudo preparado á partida deste nacional de TT, vamos continuar a trabalhar, para que os resultados sejam ainda melhores, Obrigado ao Agustin Benavente, Guilherme Silva, Nuno Furtado e Zé Lupi, do Staff da equipa por todo o trabalho e dedicação."

Texto: Team Bianchi Prata
Fotos: A2 Comunicação

CNTT 2018 - Maio vence no Pinhal Interior


António Maio venceu a Baja TT do Pinhal, ronda inaugural do Campeonato Nacional de TT que se realizou nesta sexta-feira e neste sábado nos concelhos de Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã. Com organização a cargo da Escuderia de Castelo Branco e 325 quilómetros divididos pelos diversos sectores competitivos, a oitava edição da Baja TT do Pinhal ficou marcada pela exigência técnicas das pistas devido à chuva que assolou a região nos dias anteriores à prova.
Depois de no ano passado a prova ter ficado marcada pelas temperaturas extremamente elevadas que forçaram mesmo a uma restruturação do calendário, na edição deste ano tudo fazia prever uma prova debaixo de chuva. No entanto, São Pedro resolveu dar tréguas aos pilotos e máquinas fazendo com que o sol brilhasse ao longo da maior parte do evento.

O tricampeão nacional, António Maio, aproveitou da melhor forma a ausência do seu mais direto adversário, Sebastian Buhler, para marcar um ritmo forte que, desde cedo o afastou da restante concorrência. Depois de terminar o primeiro dia com mais de 1m20s de vantagem sobre Martim Ventura, o piloto da Yamaha WR entrou no segundo dia com ritmo superior e acabou por, sem surpresa, vencer a prova com mais de seis minutos de vantagem para o segundo classificado. “Pela primeira vez não tenho como principal objetivo o título de campeão nacional, mas sim a internacionalização. No entanto entrar a vencer é sempre positivo. Gostaria de deixar uma palavra ao Sebastian porque a ausência dele fez-se sentir. Ele faz falta a este campeonato. Por vezes não é simples gerir uma vantagem tão grande porque acabamos por nos desconcentrar, mas o importante é que saímos líderes e já a pensar na próxima prova." explicou o vencedor que liderou um pódio onde estiveram presentes o experiente Mário Patrão (KTM 500 EXC) e também Salvador Vargas (KTM EXC F), segundo e terceiro classificados respectivamente.

FMP

sábado, 17 de março de 2018

Team Credibom/Benecar - Vitória na Baja TT do Pinhal


Na sua estreia no campeonato nacional TT a equipa Credibom/ Benecar alcançou uma saborosa vitória na classe TT1. Sandro Carolino colocou a sua Huqvarna no degrau mais alto do pódio da classe após uma jornada muito exigente do ponto de vista fisico e técnico e que levou mesmo a que o segundo piloto da equipa, Nuno Luz, fosse forçado a abandonar a conselho da equipa técnica com problemas de motor na sua moto após a passagem numa ribeira já no derradeiro dia de competição hoje realizado.

Com mais de 300 quilómetros em agenda o primeiro dia viu Sandro Carolino fechar o prólogo e o primeiro sector selectivo no quarto posto da classe a 14 segundos do pódio, cabendo a Nuno Luz a segunda posição na Promoção depois de contabilizado o primeiro dia de competição hoje realizado.

Hoje foi dia de conclusão da prova, o mais longo desta oitava edição da Baja TT do Pinhal, novamente organizada pela Escuderia de Castelo Branco. Originalmente eram dois os sectores agendados mas por questões de segurança a organização anulou o derradeiro sector, com pouco mais de seis dezenas de quilómetros, valendo para a decisão final os pouco mais de 180 do sector matinal, onde Sandro Carolino atacou forte com a Husqvarna com as cores da Credibom para subir ao primeiro posto final que 'agarrou' com quase 21 segundos de vantagem sobre o adversário mais próximo.

Uma recuperação brilhante que valeu a primeira vitória para esta nova equipa que quer discutir o primeiro lugar na classe TT1 em 2018. A próxima prova do campeonato nacional será a Baja de Loulé nos dias 6, 7 e 8 de Abril e o objectivo é claro...reeditar a vitória de Sandro Carolino. 

PR Team Credibom / Benecar

CNTT 2018 | Baja TT do Pinhal - Maio domina 1º dia


A Baja TT do Pinhal marcou, esta sexta-feira, o início do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno para Motos, Quads e SSV. Numa prova marcada pelas condições atmosféricas adversas, mas propícias a um belo espetáculo de Todo-o-Terreno, António Maio (Motos), Filipe Silva (Quads) e João Monteiro (SSV) lideram ao final dos primeiros 81,3 quilómetros cronometrados da prova organizada pela Escuderia de Castelo Branco.

Apesar do centro nevrálgico da prova ter lugar na Sertã, foi o concelho de Oleiros que teve a honra de receber a partida para a nova temporada da competição organizada pela Federação Portuguesa de Motociclismo. Nas motos, António Maio provou neste primeiro dia de prova ter vontade de repetir o título de campeão nacional alcançado na última temporada. Prova disso, foi o forte primeiro sector seletivo que realizou, deixando Martim Ventura a 59 segundos. Isto já depois de ter vencido o prólogo com mais de seis segundos de vantagem sobre Mário Patrão. No final do primeiro dia, o piloto da Yamaha WR lidera com 1m21,45 segundos de vantagem sobre Martim Ventura (Yamaha WR) e mais de dois minutos sobre Salvador Vargas (KTM EXC F). “Foi um dia positivo e já tenho alguma vantagem, mas amanhã há muito quilómetros para percorrer. Tenho de entrar focado para evitar erros, as pistas estão traiçoeiras por causa da chuva por isso há que manter a intensidade e acima de tudo divertir-me”, disse o líder da prova.

Sol brilhou durante a Sertã Power Stage e o público marcou presença
Para terminar o primeiro dia de competição deste campeonato nacional, a Sertã engalanou-se para receber as motos, quads e SSV numa Power Stage em formato “Corrida dos Campeões”. O sol brilhou, e ajudou à presença de milhares de espectadores que demonstraram a paixão desta região pelo Todo-o-Terreno.
A classificação da Sertã Power Stage não contava para o apuramento dos tempos finais, sendo o resultado final apurado dos melhores tempos de todos os competidores em todas as categorias. A organização preparou prémios para os cinco primeiros classificados, sendo a Power Stage ganha por António Maio que completou o traçado em 1m8,0s, seguido de Martim Ventura, João Monteiro, Mário Patrão e Pedro Carvalho. “Esta Power Stage é uma grande evolução para o nosso desporto e devia passar a ser obrigatória em todas as provas. É assim que a modalidade evolui e os organizadores estão de parabéns pela iniciativa”, destacou António Maio.

Escuderia Castelo Branco

terça-feira, 13 de março de 2018

PHES 2018 | Chaves - Fotos PM-Images



CNTT 2018 - Início no Pinhal Interior


Começa na próxima sexta-feira dia 16 de Março a edição 2018 do campeonato nacional TT. Com organização a cargo da Escuderia de Castelo Branco e 325 quilómetros divididos pelos diversos sectores competitivos, a oitava edição da Baja TT do Pinhal leva durante dois dias os melhores pilotos da especialidade até à região de Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, os concelhos atravessados pela caravana com mais de uma centena de veículos.

Nas motos, António Maio surge como favorito. O campeão nacional venceu a Baja TT do Pinhal em 2017, mas terá em Sebastian Buhler um rival duro de roer. Os dois pretendem protagonizar o duelo do último ano. Arnaldo Martins chega à primeira ronda da época como campeão em quads e assume o estatuto de principal candidato à vitória.

“O interesse das equipas na Baja TT do Pinhal é, só por si, um sucesso para a prova. O ano começa da melhor maneira com uma extensa lista de participantes que emprestam muita qualidade à corrida. Acreditamos que temos uma estrutura montada capaz de responder às expectativas”, afirma o director de prova para motos, quads e SSV, Sérgio Sequeira.

Sertã Power Stage é inédita em Portugal

A Baja TT do Pinhal vai marcar pela diferença com a aposta numa classificativa espectáculo reservada a motos, quads e SSV. Desenhada em pleno centro da Sertã, a Power Stage é um sector com cerca de mil metros em que os concorrentes vão competir dois a dois, lado a lado. Esta é a primeira vez que uma prova do campeonato nacional vai ter um desafio deste género e promete animar a tarde de sexta-feira como forma de aperitivo para o longo dia de Sábado onde tudo se irá decidir.

Horários

16 de Março (sexta-feira)
11h00 - Saída do Parque Fechado no Largo das Feiras em Oleiros
11h10 - Partida para do 1º Concorrente para a Super Especial (SSS) 
12h30 - Partida do 1º Concorrente para o 1º Sector Selectivo (SS1)
17h00 - Início Sertã Power Stage (traseiras dos antigos BV da Sertã)
19h00 - Entrega de Prémios SPS no Restaurante Ponte Velha Sertã 

17 de Março (Sábado)
09h15 - Saída do Parque Fechado da Sertã para a 2ª etapa
09h30 - Partida para o 2º Sector Selectivo do 1º concorrente
16h00 - Partida para o 3º Sector Selectivo do 1º concorrente
17h00 - 1º concorrente no Parque Fechado em Proença-a-Nova
19h15 - Pódio, Parque Urbano Com. João Martins, Proença-a-Nova

FMP

terça-feira, 6 de março de 2018

CNRR 2018 | Vila Nova de Santo André - Video

Brunos Santos venceu a 1ª prova do novo Campeonato Nacional de Rally-Raid, à frente de Lorenzo Santolino e António Maio.


domingo, 4 de março de 2018

SEWC 2018 | GP do País Basco


➡Vitória para Blazusiak, com Walker em 2º e Webb em 3º;
➡Webb lidera o campeonato com 17 pontos de vantagem sobre Blazusiak, quando falta disputar o último GP da temporada, na Suécia;
➡Diogo Vieira esteve mais uma vez muito bem e continua a aumentar o seu nível. Ocupa agora a 13ª posição no campeonato a 9 pontos do 10º;
➡Nos Juniores, Kevin Gallas foi novamente o mais forte e tem praticamente o título nas mãos.

Resultados:



Campeonato:

Video:

Foto: FB SuperEnduro FIM World Championship

BXEC 2018 | Cowm Quarry


Resultados:
1. Jonny Walker - KTM
2. Billy Bolt - Husqvarna
3. Paul Bolton - KTM

Videos:

quinta-feira, 1 de março de 2018

Cpto Italiano 2018 | Passirano - Salvini vence na abertura do Assoluti d´Italia

Alex Salvini

➡Apesar de temperaturas matinais a rondar os -5ºC, o arranque do campeonato italiano foi bem quente;
➡Alex Salvini venceu com 22,8 segundos de vantagem sobre o campeão mundial Youth, Andrea Verona;
➡Matthew Phillips terminou em 3º e venceu na classe Estrangeiros;
➡8 pilotos venceram especiais à Geral em Passirano;
➡Campeonato apresentou como novidade em 2018 a super-especial realizada no sábado à noite;

Resultados:
(Clique para ampliar)

Video:


Foto: Italiano Enduro

Nacional Rally-Raid 2018: Novo campeonato começa em Vila Nova de Santo André


Depois de ter nascido como Troféu de Navegação, a popularidade do mesmo transformou a competição em campeonato nacional e nos próximos dias 3 e 4 de Março será a localidade alentejana de Vila Nova de Santo André a receber a primeira prova do novo campeonato nacional Rally-Raid.

Naquela que será a primeira das cinco provas da nova categoria integrada no TT da Federação de Motociclismo de Portugal, e que visa ir de encontro aos desejos dos muitos pilotos que querem provas de navegação e não Bajas, será o clube Motorsport a organizar o evento, dividido em duas etapas a realizar nos dias 3 de Março (Sábado) e 4 (Domingo).

Durante os dois dias de prova os participantes irão cumprir um total de 360 quilómetros - desenhados nos concelhos de Santiago do Cacém, Grândola, Sines e Odemira - sendo os primeiros 230 realizados no Sábado e os derradeiros 130 no Domingo a fechar a luta pelas primeiras posições nas diversas classes das motos, moto4 e SSV que podem participar neste novo CN Rally Raid 2018.

O secretariado da prova estará localizado na Biblioteca Municipal de Vila Nova de Santo André e o Parque Fechado no Largo do Mercado, no qual serão dadas as partidas a partir das 8 horas de manhã de cada um dos dias. Espera-se uma forte lista de inscritos onde constarão os principais pilotos da especialidade, entre eles os que habitualmente participam, ou desejam participar, nas grandes maratonas do TT internacional.

(Clique para ampliar)
FMP