sexta-feira, 27 de abril de 2018

Enduro da Lousã bastante positivo para Pedro “Botas”


Foi no passado fim de semana que a Vila da Lousã acolheu a caravana do Campeonato Nacional de Enduro – CFL para a realização da quarta prova deste Campeonato. Organização a cargo do Montanha Clube, que estruturou uma prova com um percurso de aproximadamente 40 Km onde se inseriam as três especiais, Extreme e Cross Test, junto ao aeródromo da Lousã e a Enduro Test, em Vale de Ursa, Serpins. Esta prova contou com 226 inscritos.

“Esta foi uma prova muito dura, como se comentava no Paddock, um enduro “à moda antiga”. Apesar de a chuva não ter aparecido, a lama foi uma constante, tornando o percurso bastante exigente para o físico e para a mota.” Começou por referir Pedro “Botas”.

Depois da queda sofrida no enduro da Régua, o piloto amarantino, foi obrigado a parar os treinos com a sua TM 144 EN, não tendo praticamente andado de mota neste intervalo, para poder recuperar o melhor possível. 

“Devido a não estar com o ritmo desejado, entrei na corrida apostado na regularidade, sem cometer excessos, a especial Extreme era bastante selectiva e consegui efectuar bons tempos, nas especiais Enduro e Cross Test, especiais mais longas, acusei a falta de treino e não consegui lutar pelos lugares da frente.” Referiu o piloto assistido pela Motodreams.

A estratégia adotada em ser regular acabou se traduzir num resultado bastante positivo para Pedro “Botas”, uma vez que alcançou o 5º lugar entre os pilotos da classe Verdes I, que teve 27 inscritos, e o 2º lugar do Challenge TM, que lhe permite continuar na liderança do mesmo.  

A cidade de Águeda será no próximo dia 20 de Maio, palco da 5ª prova do Campeonato Nacional de Enduro - CRF onde Pedro “Botas” espera estar na máxima força para poder lutar por um lugar no pódio nos Verdes I e manter a liderança do Challenge TM.

Comunicado de Imprensa Pedro Botas

Sem comentários: