terça-feira, 8 de maio de 2018

Diogo Ventura - Do céu ao inferno em Castelo Branco


Uma semana depois de Santiago de Compostela Diogo Ventura esteve em Castelo Branco para enfrentar a terceira prova do campeonato do mundo 2018. Organizada pela Escuderia Castelo Branco pelo segundo ano consecutivo a ronda lusa do campeonato maior da especialidade voltou a acolher voz de unanimidade em relação à excelência da sua organização e tal como em 2017 também Diogo Ventura voltou a mostrar toda a sua rapidez, em especial no primeiro dia foi no seguinte foi forçado a abandonar lesionado

"O primeiro dia foi muito bom pois andei sempre entre os dez primeiros da geral e a lutar pelo 11º lugar da geral até bem perto do final, batalha que perdi quando deixei 'calar' o motor da minha moto na derradeira passagem pela Extreme, o que me fez também descer ao sétimo posto na classe." comentou o piloto do Góis Moto Clube.

O derradeiro dia seria no entanto totalmente oposto e quando estava novamente a discutir o 'top-ten' na geral o piloto da Alves Bandeira foi forçado a abandonar no decorrer da segunda volta após um toque com a perna no chão ter 'despertado' uma antiga lesão num joelho.

"Foi pena. Estava novamente muito bem e a sentir-me bastante confortável, mas fui forçado a abandonar. Tinha que o fazer pois tenho corrida do nacional dentro de quinze dias e quero tentar estar na minha melhor forma."

A próxima prova de Diogo Ventura será o Enduro de Águeda, válido para o campeonato nacional da especialidade.

Hype Communications

Sem comentários: