Últimas notícias

Hard quê???


Em 2006 a KTM surpreendeu tudo e todos, mais uma vez, com lançamento da nova 950 Super Enduro, tendo a BMW posteriormente seguido as sua pisadas apresentando a G650 Xchallenge. Tratam-se de motos que, quando surgiram, alguns disseram que iam revolucionar o conceito de Enduro. A KTM rapidamente pôs a sua bicilindrica a participar no Enduro de Ezberg pelas mãos de Giovanni Sala. A mota revelou-se muito rápida nos estradões que ditam a qualificação para a prova propriamente dita e pouco mais. E não se pode esperar outra coisa de uma mota que pesa 185 Kgs, mesmo quando conduzida pelo Sala. Numa altura em que as provas de Hard Enduro estão na moda, como é o caso da Romaniacs, Ezberg ou Last Man Standing, vêmos os pilotos da frente, a começar pelo Knight, a optar pelas 2t e não é por acaso. O facto de continuarem a ser mais leves e mais "soltas" nos movimentos (devido à sua menor inércia) que as 4t, faz com que sejam, provavelmente, a melhor opção para este tipo de provas, contrariando assim a ideia que está subjacente às "Super/Hard Enduro".


Assim as KTM950 e BMW650 poderão ficar-se pelas bajas, raides ou subidas impossiveis onde a sua potência (98 e 53 CV respectivamente) será sem dúvida uma mais valia. Por isso...que tal Hard TT?





2 comentários

Anónimo disse...

ola caro amigo nac nac ai ta um post bem escrito mas só com um pequeno erro as bmw usadas para competir com as ktm têm 102 cavalos o modelo é o h2p ou qualquer coisa parecida mas concordo com o senhor, ja vi no ytube uma corrida de xc em que entravam as 2 e andas ficaram no top 10, claro conduzidas pelo sala e pelo alemao que corre em erzberg, num traçado muito soft porque para o enduro puro nem o sala
abraço

Anónimo disse...

102 está melhor, realmente 53 cvs era mto pouco para competir. Abraço