quinta-feira, 12 de junho de 2014

Megre entre os 15 melhores


Terminou hoje a estreia de David Megre numa prova do campeonato do mundo de Cross Country e Rally. Aos comandos da sua KTM 450 o piloto de Coruche esteve presente na quarta prova do campeonato do mundo com uma intenção bem definida, aprender no terreno a navegação essencial ao sucesso nas provas desta especialidade.

No final de cinco dias de competição em que os pilotos enfrentaram mais de 1.500 quilómetros de prova o ex-campeão europeu de Bajas e várias vezes campeão nacional de TT conseguiu uma brilhante 14ª posição da classificação final, mostrando os frutos positivos desta experiência que visa preparar da melhor forma a sua entrada de forma mais regular no campeonato e naturalmente fazer em breve a estreia no Dakar. No regresso a São Teodoro o resultado era motivo de satisfação para o piloto ribatejano, mas acima de tudo a sensação de dever cumprido era evidente.

‘Vim para a Sardenha acima de tudo para aprender. Nunca fiz provas com navegação e depois de algumas experiência a nível pessoal queria poder aprender e evoluir junto com os melhores. A prova da Sardenha é a única na Europa no calendário do campeonato do mundo e com custos mais contidos, pelo que apostei nesta participação. Consegui evoluir ao longo de todos os dias de prova e estar sempre entre os quinze melhores, o que me deixa bastante satisfeito. Mostrei que posso evoluir e depois deste resultado quero estar em mais provas do campeonato...talvez em Marrocos no fecho da temporada, país onde já estive aquando do Estoril-Marraquexe.’

O piloto da KTM descobriu aqui também uma prova completamente distinta daquelas que costuma enfrentar em Portugal...’Sim, completamente diferente. Este Sardegna Rally Race é mais um ‘Rally Enduro’, com zonas muito técnicas e trializantes que obrigam a uma constante concentração com o piso e a navegação. Preciso de conseguir fazer as duas coisas em ritmo mais rápido e consegui evoluir essa técnica ao longo destes dias, mas preciso de estar em mais provas.’

David Megre continua a pensar numa possível participação no Dakar e é com esse objectivo que enfrentou esta primeira experiência no campeonato do mundo, que fecha precisamente com a realização do Rallye de Marrocos. O 14º posto da classificação geral naquela que foi a prova com a mais extensa lista de inscritos do ano mostrou um pouco do valor do piloto, que regressará agora a Portugal para continuar a sua participação no campeonato nacional de TT já no final deste mês de Junho.

Hype Communications

Sem comentários: