domingo, 11 de janeiro de 2015

Patrão com recuperação modesta


Piloto de Seia iniciou a oitava etapa na posição 110 e terminou o dia no 48.º posto depois de uma etapa de extremas dificuldades

Mário Patrão iniciou hoje a segunda metade da 37.ª edição do Rali Dakar com mais uma prestação de recuperação depois dos contratempos que o “afundaram” na tabela classificativa à sétima etapa da prova. O piloto senense alcançou o 48.º melhor tempo na tirada à chegada a Uyuni, na Bolívia, depois de iniciar a “especial” cronometrada no 110.º lugar.
Ao longo dos 321 quilómetros cronometrados Mário Patrão totalizou mais 1h37m34s que o vencedor, o português Paulo Gonçalves, depois de numa etapa atacada pelas fortes chuvadas ter ficado sem sistema de road book.
“Foi uma etapa difícil, parti muito de trás e não foi fácil estar em pista com muitos pilotos na minha frente. Procurei recuperar o mais que possível, mas não foi nada fácil ainda mais com a chuva que se fez sentir. Tive ainda um contratempo na parte elétrica do meu road book que deixou de funcionar, tendo de seguir até ao final com consulta manual. Vamos continuar a trabalhar por chegar a Buenos Aires”, disse Mário Patrão.
Na classificação geral Patrão ocupa agora o 51.º lugar.
De partida para a nona etapa, em continuidade à etapa maratona que se iniciou em Iquique, é exatamente para esta cidade chilena que a caravana retoma sem qualquer assistência mecânica à chegada ao bivouac.
Acompanhe Mário Patrão em www.facebook.com/MarioPatraoFansPage.

Conceito Media

Sem comentários: