segunda-feira, 12 de novembro de 2018

ISDE 2018 | Chile - Arranque sólido para equipas lusas


Depois de um derradeiro dia de descanso após o desfile e apresentação das equipas no passado Sábado, começaram hoje os International Six Days Enduro 2018. A localidade chilena de Viña Del Mar encheu-se com a imensa caravana que acompanha os  445 pilotos e motos que ultrapassaram o processo de verificações técnicas e administrativas, oriundos de três dezenas de nações e onde se contam os 13 pilotos portugueses que iniciaram a sua prova.

Para o primeiro dia de prova a organização preparou duas voltas a um percurso com pouco menos de 144 quilómetros e onde foram igualmente desenhadas uma 'Cross Test' e 2 'Enduro Test' para um total de seis especiais após quase sete horas e meia de prova que começaram ás oito horas locais.

No final desta primeira jornada as três equipas lusas (Séniores, Júniores e Feminina), ultrapassaram de forma sólida um dia marcado pela rapidez das especiais e pelo muito pó que se fez sentir no percurso. A selecção Sénior, que defende o quarto posto conquistado em 2017 em França, fechou o primeiro dia na sétima posição (entre 17 quartetos presentes) a escassos cinco segundos dos sextos classificados, os chilenos. Os Júniores fecharam o dia de arranque na 10ª posição entre as 11 formações presentes e a equipa Feminina, que foi a revelação da prova no passado ano, ocupa no final do dia de arranque destes ISDE a sexta posição entre as  nove formações que iniciaram a prova sul-americana.

Individualmente Diogo Ventura ocupa a 19ª posição entre os quase 100 pilotos das selecções Sénior e Júnior, Rui Gonçalves iniciou a sua estreia na prova com o 28º posto, Luis Oliveira é 37º e Gonçalo Reis o 42º. Os três pilotos Júnior ocupam a 73ª posição (Tomás Clemente), 80ª (Rodrigo Belchior) e 90ª (Gonçalo Sobrosa). O trio feminino tem Rita Vieira na 15ª posição, Joana Gonçalves no 17º posto e Bruna Antunes no 22º lugar entre as 27 pilotos que defendem selecções nacionais.


Amanhã a caravana volta ao mesmo percurso para o segundo dia de competição e onde a degradação dos trilhos e das especiais será certamente mais um adversário a juntar ao pó e ao sempre implacável cronómetro.

FMP

Sem comentários: