sábado, 12 de janeiro de 2019

Mário Patrão no final da primeira semana do Dakar


Mário Patrão já regressou à cidade turística Arequipa depois de uma etapa maratona de dois dias. Hoje terá um merecido dia de descanso. Na etapa que se realizou entre Moqueada, no sul do Perú e Arequipa o piloto patrocinado pelo Crédito Agrícola disputou um setor seletivo que teve uma partida sui generis. Esta teve lugar mais tarde do que o previsto, pois as condições climatéricas assim o ditaram e iniciou-se na praia onde os pilotos eram lançados no troço cronometrado em grupos de dez. Mário Patrão piloto apoiado pela GRAB&GO, partiu no terceiro grupo e chegou ao final averbando o 29º tempo. Na classificação geral ocupa a 21ª posição.

À chegada a Arequipa o piloto apoiado pelos LUSÍADAS SAÚDE salientou que “quando cheguei ao fim da especial, e ainda tinha pela frente umas longas horas de ligação. A organização optou pela saída em linha o que dificultou a nossa visibilidade! Juntar fesh fesh, e o pó que os pilotos provocam faz desta navegação um facto hercúleo. Dou por mim a lutar fisicamente para me manter focado, pois alguns waypoints estão muito difíceis de alcançar o que me tem feito perder algum tempo. A moto portou-se à altura e as ferramentas BAHCO foram imprescindíveis para este desempenho” refere o piloto patrocinado pelo HOTEL ABRIGO DA MONTANHA. 

O piloto apoiado pela GARCIA&GOUVEIA -Serralharia Civil fez o cômputo das 5 etapas já disputadas: “Estamos a metade do caminho e estou muito feliz pelo meu desempenho, pois a navegação e as condições estão a revelar-se especialmente peculiares. Agradeço a todos os meus patrocinadores, sem vocês a permanência aqui seria impensável. Hoje será um dia para recuperar do desgaste físico a que estamos sujeitos e preparar a etapa seguinte.” Disse com agrado pelo final da etapa o piloto patrocinado pela A&M COSMÉTICA.

A2 Comunicação

Sem comentários: