quinta-feira, 28 de junho de 2012

Enduro Cross na Marinha Grande!


Depois do enorme sucesso que foi a Resiste, o grupo T.T. Trilhos da Areia, em conjunto com o Clube Desportivo “Os Vidreiros”, vai realizar um ENDUROCROSS na cidade da Marinha Grande, no dia 7 de Julho de 2012.

O Endurocross é uma nova vertente em desportos motorizados muito em voga nos EUA, sendo uma mistura de Enduro com Motocross, um desporto  que tem vindo a despertar o interesse de muitos pilotos e público. 

Englobada no evento decorrerá tambem uma pequena exposição de várias marcas de motos e acessórios. Para animar a  festa contamos com a presença de DJ´s e vários bares no recinto. 

A prova será realizada no Complexo Desportivo do Tojal em Picassinos – Marinha Grande. Cordenadas GPS: 39º43'49.34''N  8º54'21.77''W. Toda a informação poderá também ser consultada  no Site da Prova  e no Evento do Facebook.

A prova será nocturna, com abertura das portas ao público às 18:00 e início dos treinos livres às 18:30 . As mangas de classificação terão início perto das 21:00, as classes serão livres, com arranque de 12 pilotos por manga.  
Prémios monetários até ao 10º Classificado. 

A pista tem a extensão de 500m, com vários obstáculos de pedra, areia, troncos, pneus, contentores metálicos e alguns saltos em terra. 
Na esperança que este seja mais um grande evento, que dignifique a modalidade assim como o nome da nossa cidade da Marinha Grande, a organização Club T.T. Trilhos da Areia e Grupo Desportivo “Os VIDREIROS”  agradecem a divulgação e presença de todos.

Texto: Trilhos da Areia

Hélder Rodrigues foi 4º e subiu para 3º no Campeonato


(Clique na imagem para ampliar)

Rally da Sardenha - 5ª Etapa (Final)

Classificação final:
(Clique na tabela para ampliar)

Dobradinha de Portugal na última especial da prova (SS9) com Ruben Faria a vencer e Paulo Gonçalves a terminar em segundo.

Todas as informações em: http://www.bikevillage.it

Rally da Sardenha - 4ª Etapa - Video

terça-feira, 26 de junho de 2012

Hélder Rodrigues mantém o quarto lugar



(Clique na imagem para ampliar)

Rally da Sardenha - 2ª Etapa



Geral:

Videos da 1ª Etapa:


TM Racing em força na Figueira da Foz

A Figueira da Foz acolheu este fim de semana passado, a 4ª etapa do Campeonato Nacional de Enduro 2012. A equipa ValeCambrense ACMOTOS | TM RACING | ENI | AS&S | DRENALINE esteve presente com os seus pilotos aos comandos das maquinas Italianas da TM Racing.

O Importador TM Racing para Portugal, António Carmo (ACMOTOS), salientou o facto de estarem nesta prova, 16 motas distribuídas pelas várias classes, um claro reconhecimento e aceitação da marca por parte do publico, que cada vez mais reconhece o valor das motas e as tomam como uma opção na hora de comprar.
Em relação à prova, os resultados também foram satisfatórios, com alguns pódios alcançados pelos pilotos da equipa.

#300 - António Carmo - TM 300 2T

António Carmo, responsável pela equipa e pela TM Racing em Portugal, competiu mais uma vez na Classe Veteranos, aos comandos de uma TM 300 2T novinha em folha. No final do dia o piloto mostrou-se satisfeito com o 4º lugar alcançado, mas comentou que podia ter feito melhor.
"Sei que podia ter feito melhor, a mota portou-se de forma espectacular, mas como era nova e não tinha rodado tempo suficiente com ela, levou a que comete-se alguns erros que não me deixaram obter um lugar melhor".
Ainda em relação à participação do grande numero de pilotos aos comandos de motas TM Racing: "Fico obviamente satisfeito por ver que o trabalho que tenho feito pela marca em Portugal está a ser reconhecido e a dar frutos, vendo com bons olhos a possível criação um Troféu TM Racing talvez já na próxima época". conclui António Carmo.

#155 - Diogo Valença - TM 300 2T

Diogo Valença mostrou regularidade nesta prova. Após o bom resultado de Fafe, entrou motivado para esta corrida e voltou a alcançar o 4º lugar da Classe Open 2 aos comandos da sua TM 300 2T.
"A prova de Fafe e o resultado lá obtido foi de facto uma boa dose de incentivo e motivação para esta prova. Sinto que estou a melhorar de prova para prova e quero manter-me assim até final do Campeonato."

#211 - Stefan Pinheiro - TM 250 4T

Stefan Pinheiro também esteve em destaque nesta prova com a sua TM 250 Fi, voltando a subir ao pódio da Classe Verdes 1, terminando o dia a escassos segundos do 1º lugar.
"Tenho mostrado valor e capacidade para lutar pela vitória da classe, tive alguns azares nas outras provas e nesta a vitória fugiu-me por escassos segundos, mas não será isso que me vai impedir de tentar cumprir o meu objectivo, ganhar até ao final do Campeonato e com apoio de toda equipa estou certo que irei alcançar o resultado desejado".

#260 - Ricardo Vide - TM 250 2T

Os restantes elementos da equipa, Ricardo Vide, Pedro Vide e Nuno Barros, também fizeram provas regulares nas respectivas Classes. Salientaram o facto do percurso ser muito bonito, com belas paisagem e técnico. No que toca às especiais, foi de consenso da equipa, o facto de as três especiais terem sido todas especiais de Enduro, faltando verdadeiramente uma Cross e uma Extreme para marcar a diferença.
"Uma mensagem de apoio para o Nuno Filipe (Team Benemaco), que se lesionou nesta prova, que tenha uma boa recuperação e volte rápido à competição para rolarmos novamente juntos no percurso". comentou Nuno Barros.

#250 - João Silva - TM 250 4T

Quem voltou à competição após um longo período de afastamento, devido a alguns problemas de saúde, foi João Silva, que entrou nesta prova na Classe Verdes 1 por forma a avaliar a sua condições física e não correr riscos.
"Quero entrar devagar na competições para não correr o risco de prejudicar a minha recuperação, pois ainda não estou a 100%. Vamos agora para um período de descanso até Setembro e depois logo se verá como estou para a prova de Rio Maior".

Uma nota para a Classe Hobby, que não tendo pilotos oficias da equipa, contou com 10 motas TM Racing em prova! uma verdadeira festa azul. Destaque para o 6º lugar alcançado por Paulo Jorge e o 14º de Luís Pires.

Ficam mais uma vez os agradecimentos a todos os patrocinadores da equipa, bem como à equipa de assistência e comitiva de apoio, que se deslocou também em grande numero até à Figueira da Foz para apoiar os pilotos.

Texto: Joel Santos
Fotos: ModoJ

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Video - Johnny Aubert

Estágios avançados de Enduro e TT em Julho


Com a interrupção nos Nacionais de Enduro e TT durante dois meses, a Equipa Bianchi Prata delineou um programa intenso de treinos.


De 6 a 20 de Julho, irão decorrer estágios avançados de Enduro e TT no Centro de Estágios Bianchi Prata em Marco de Canaveses. Estes estágios são direcionados para praticantes destas e outras modalidades, com um nível relativamente avançado.

Cada dia terá aproximadamente 6h de formação e será dividido da seguinte forma:

·  Treino físico;
·  Treino com moto;
·  Formação de mecânica;

O objetivo é otimizar a performance física conjugando-a com o aliado mais forte nas provas, a moto, e a correta manutenção da mesma.

Com o máximo de 6 alunos por dia, a quantidade de dias do estágio será definido pelo cliente, com a possibilidade de dormir nas nossas instalações e de trazer a própria moto.

Valores sujeitos a consulta através de office@bianchiprata.com


Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata
Fotos: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata

Oliveirinha chega ao topo da tabela

(Clique na imagem para ampliar)

Piloto Hobby no Enduro da Figueira da Foz


Este fim de semana realizou-se a 4ª prova do Campeonato Nacional de Enduro 2012, na Cidade da Figueira da Foz, um dos locais mais emblemáticos do Enduro nacional.

O Piloto Hobby, Joel Santos, marcou novamente presença para fazer a reportagem dentro da corrida, sendo esta também a quarta prova consecutiva em que participou e que mais uma vez concluiu com sucesso. Para esta prova além dos apoios do projecto, o Piloto Hobby também contou com o apoio da Arjones Motos, importador GasGas para Portugal, que gentilmente disponibilizou uma GasGas 250 2T modelo 2012 para fazer a reportagem, definitivamente uma mais valia para o desempenho na corrida e evolução do Piloto.

A prova

A história do Enduro em Portugal está sempre ligada à Figueira da Foz, pelo historial de provas já organizadas, bem como pelas paisagens únicas características da região. Esta era uma das provas mais aguardadas do calendário e o numero de inscritos provou isso mesmo, mais de 140 pilotos em prova.
O percurso não teve areia, centralizou-se em subir e descer a bonita Serra da Boa Viagem, pelo meio tínhamos as especiais cronometradas, a Classe Hobby não fazia a Extreme Test!

Em termos organizativos, esta também era uma prova que criava bastante expectativa nos pilotos, mas assim não foi. No sábado não houve verificações técnicas, logo os muitos pilotos e alguns de bem longe, que vieram no dia anterior à prova, não puderam guardar as motas em parque fechado, o que causou logo algum transtorno a quem não tinha onde guardar a mota. De salientar negativamente foi também a falta de informação antes da prova, falta de resposta a quem solicitava informações, havendo mesmo muitos pilotos que se deslocaram para a Figueira da Foz sem terem obtido a confirmação da sua inscrição na prova. No Domingo começaram a fazer as verificações documentais e técnicas a partir das 8 horas, aos cerca de 140 Piloto inscritos, o que gerou confusão e uma longa espera até se conseguir colocar a mota em parque fechado. No decorrer da prova, o percurso era muito bonito e bastante acessível para a Classe Hobby, tanto que até soube a pouco, 3 voltas seria o ideal.


No que toca às especiais cronometradas, fazíamos a Enduro Test logo dois minutos depois de começar a prova, nem dava para aquecer e assim quem andava na luta por resultados não conseguia ter o melhor desempenho. A Extreme Test não era feita pela classe Hobby! e no final da volta fazíamos a Cross Test mesmo antes de entrar na assistência. Nota negativa na reposição de fitas partidas nas especiais, chegando mesmo a não saber para onde era o sentido da especial, o que aconteceu a vários Pilotos.
Resumindo, os erros cometidos tratando-se de um evento de nível nacional, não são aceitáveis, esperando-se que não se voltem a repetir.

A Classe Hobby


Nesta prova estiveram mais de 80 Pilotos só nesta classe, representado mais de metade do total de inscritos. Mais uma vez e cada vez mais, esta classe tem que ser tida em conta no Campeonato Nacional de Enduro. Para muitos pilotos é a primeira vez que participam num Enduro, porque são de perto e aproveitam a oportunidade, outros vão para conhecer a zona de realização da prova e ainda há os que se iniciam-se na competição por esta classe, mas a falta de informação sobre o funcionamento do Enduro enquanto modalidade desportiva continua escassa e presta-se pouca atenção a estes pilotos, só em Torres Vedras é que se teve esse cuidado, sendo uma iniciativa da organização local, fazendo um briefing antes do inicio da prova com todos os piloto da Classe Hobby, onde foi explicado sucintamente o funcionamento do Enduro e o desenrolar daquela prova.
Mais cuidado e atenção com quem faz encher o parque fechado é exigido! 

A reportagem

Nesta prova o objectivo era reportar as verificações técnicas para mostrar mais em pormenor o que ali se faz e que é exigido aos Pilotos. Para isso nada melhor que verem o video onde registei a minha passagem pelas verificações.

Video:

Segue-se agora uma interrupção no Campeonato Nacional, retomando-se a competição em Setembro e Outubro com as provas de Rio Maior e Ourém para finalizar a época.

Piloto Hobby

No que toca ao projecto "Piloto Hobby", a reportagem dentro da corrida no Campeonato Nacional termina aqui, esperando ter contribuído da melhor maneira para a promoção da modalidade e encorajado outros pilotos amadores a criarem o seu próprio projecto. Mais vídeos e comentários serão de esperar, mas agora do lado de fora, de modo a registar outros pontos de vista e acontecimentos no desenrolar das provas.

Agradecimentos

Um agradecimento especial a todos os apoios e parceiros, que tornaram assim possível esta reportagem ao longo destas quatro provas do Campeonato Nacional de Enduro 2012, esperando continuar com o apoio destes, mas também de outros que se queiram associar ao ValeDosDuros.com, ajudando assim no desenvolvimento de novas reportagens em volta do Enduro em Portugal e não só!

Patrocinadores: ModoJ - Fotografia, Enduro Code, Moto Junior, CiberSistemas - Internet - WebDesign, Tendencia Visual - Impressão | Design | Publicidade, ACmotos, B4 Bike, Arjones Motos.
Parceiros: Enduro Portugal, Doutores do Enduro, Turres Offroad, NewGrafic ND, Sport Clube de Cambra, Seguros Protocolo EnduroPortugal

Texto: Joel Santos
Fotos: ModoJ

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Enduro da Figueira da Foz - Videos Team Bianchi Prata KIA Vodafone







Saldo positivo no XXVII Enduro da Figueira da Foz

Diogo Ventura

Durante o dia 17 de Junho realizou-se a quarta prova do Campeonato Nacional de Enduro 2012, o XXVII Enduro da Figueira da Foz.

O percurso da prova contou com 40kms com as três especiais cronometradas incluídas.

A Equipa Bianchi Prata KIA / Vodafone esteve presente com os pilotos Paulo Felícia na classe Elite I e Carlos Alberto e Diogo Ventura na classe Elite II.

Infelizmente, a prova não decorreu como o esperado pela equipa; resultante da queda sofrida pelo piloto Paulo Felícia. Contudo, os restantes pilotos do team lutaram e alcançaram lugares de destaque.

Apesar de não ter vencido, Diogo Ventura obteve o 2º da classe Elite II e o 3º da classificação geral. O piloto declarou: “ A prova correu bem embora tenha andado um pouco desconcentrado devido à queda do Paulo. Sei que cometi alguns erros. No entanto, foi um resultado importante para o campeonato. Não consegui ganhar hoje mas espero consegui-lo na próxima prova. “

Na Husqvarna TE 310, Carlos Alberto atingiu o 3º da sua classe e o 7º da geral: “ A prova foi algo inconstante, pois fiz especiais com bons resultados e outras não. Mas, no geral, fiz uma boa corrida. Agora tenho de continuar a treinar para a próxima prova.“

Carlos Alberto

A queda protagonizada pelo piloto Paulo Felícia deitou por terra a sua hipótese de conquistar o ambicionado título. A esperança do piloto recai agora no Nacional de TT, onde o piloto comanda a sua classe: “Logo na primeira especial sofri uma queda que me deixou muito mal tratado, com muitas dores no ombro. Felizmente foi só uma luxação e vou ter de estar algumas semanas imobilizado. Com esta queda estou fora da luta pelo título, no Enduro. Agora vou-me concentrar mais no campeonato de TT que estou a comandar a classe. “

Pedro Bianchi Prata, team manager da Equipa Bianchi Prata KIA / Vodafone, teceu o seguinte comentário sobre o desempenho da sua equipa na quarta prova do Nacional de Enduro: “Não foi um bom dia para a equipa com a queda do Paulo Felícia, mas o Diogo e o Carlos fizeram um bom resultado em termos de campeonato. O Diogo aumentou a vantagem para o segundo e o Carlos consolidou o 3º lugar. Vamos continuar a trabalhar para voltar as vitórias nas próximas provas.”

A próxima prova do Team Bianchi Prata KIA / Vodafone será dia 29 de Junho, na Polónia, pontuável para o Campeonato Europeu de Bajas.


Texto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata – Beatriz Martins
Fotos: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata - José Carlos Silva

Romaniacs 2012 - Video do 4º dia

CNE 2012 - Enduro da Figueira da Foz - Resultados



Foto: Gabinete de Imprensa Bianchi Prata - José Carlos Silva

Romaniacs 2012 - Jarvis vence. Portugueses em destaque.


Graham Jarvis venceu pela 3ª vez a Red Bull Romaniacs, brindando adversários com mais de 40 minutos nas 19 horas de duração da prova. Depois de ter sido 4º classificado no prólogo, o britânico dominou os quatro dias de competição pura, mostrando mais uma vez que continua a ser a referência no hard enduro.
Nos lugares seguintes terminaram Andreas Lettenbichler e Jonny Walker.

Os portugueses deram boa conta de si com Rui Oliveira e Fausto Mota a terminarem no lugar mais baixo do pódio na classe Expert Team. Na classe Hobby, Pedro Oliveira também conquistou o terceiro posto enquanto que Paulo Ponte foi 45º.



(Clique nas tabelas para ampliar)

Foto: Pedrag Vuckovic - www.redbullromaniacs.com