segunda-feira, 30 de junho de 2014

Ruben Faria no pódio


Ruben Faria cumpriu no passado fim-de-semana mais uma ronda do campeonato nacional TT 2014. A quarta prova da temporada desenhou-se na região de Oleiros e Proença a Nova, com a organização a cargo da Escuderia de Castelo Branco. Depois de uma Super Especial que abriu as hostilidades os 26 pilotos presentes enfrentaram no decisivo dia de competição dois sectores selectivos, o primeiro com 84 e o segundo com 159 quilómetros de extensão.

No final da competição Ruben Faria conseguiu com a sua KTM a quinta posição da classificação geral e o degrau mais baixo do pódio na sua classe, assinando assim o primeiro pódio do ano na sempre competitiva categoria TT2. Um resultado positivo que confirma o crescendo de forma do piloto de Olhão.

‘Foi bom regressar ao campeonato e depois do Rally da Sardenha senti-me bastante bem ao longo da prova. O percurso mais sinuoso desta região e o tipo de piso é muito semelhante à Sardenha e mesmo se não consegui fazer um bom prólogo os dois troços selectivos correram bastante bem. Não tive qualquer problema com a moto e acabei por fechar esta participação com um bom resultado. Este não é o meu campeonato, mas também não gosto de estar em prova apenas por estar e por isso fiquei satisfeito com a minha prestação.’

O campeonato nacional de TT sofre agora a sua habitual paragem estival, regressando apenas em Setembro com a realização da Baja de Idanha, prova que será novamente organizada pela Escuderia de Castelo Branco.

Hype Communications

Vitória incontestável para Mário Patrão na Baja de Oleiros-Proença-Mação


(Clique para ampliar)


Luís Teixeira vence TT3 e Sebastian Buhler vence


 A Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy conseguiu mais um excelente resultado ao vencer em duas frentes na Baja TT Oleiros / Proença / Mação e colocou dois dos seus pilotos em lugares de pódio. 

António Maio concluiu esta que é a quarta etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno na segunda posição e mantém a luta pela conquista do título de campeão nacional. Também Luís Teixeira, terceiro classificado à geral, venceu a classe TT3 e passa assim para a frente do campeonato da sua classe. Já Sebastian Buhler, foi o mais rápido entre os pilotos da classe TT1, terminando em 7º lugar da classificação geral.

Para António Maio “esta não é uma prova muito ao meu jeito. Tentei fazer o meu melhor e estou satisfeito por continuar a depender de mim a conquista pelo título de campeão nacional. Temos de continuar a treinar e a lutar pela conquista do título.”

O piloto Luís Teixeira revela que está “satisfeito por esta vitória, a segunda que alcanço aos comandos desta magnífica mota, um resultado que me permitiu passar para a frente do Campeonato. Era esse o meu principal objetivo. Para além disso, termino esta prova no lugar de pódio, o que muito bom.” 

O mais jovem piloto da equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy, Sebastian Buhler conseguiu ultrapassar o seu adversário mais direto e ganhar vantagem, reforçando a liderança na sua classe no Campeonato. “Gostei muito desta corrida, diverti-me imenso. Aproveitei bem o facto de ter partido atrás do meu adversário mais direto, ultrapassei-o e, por isso, ganhei uma vantagem confortável. O último troço foi mais complicado porque tive um problema de travões na roda de trás, mas estou muito satisfeito por ter mais esta vitória e por reforçar a liderança no Campeonato”.

A participação do quarto piloto da equipa, Frederico Fino, foi pautada pela sua desistência: “custou-me um pouco a arrancar, a cumprir os primeiros 30km’s, mas os restantes 50km’s do primeiro troço cruzaram zonas espetaculares de condução. À tarde, após uma paragem longa demais, tive um bom recomeço, mas depois acabei por não conseguiu continuar a prova”, refere Frederico fino que como chefe de equipa acrescenta ainda: “a equipa teve uma prestação bastante positiva. Não conseguimos repetir a vitória alcançada na prova algarvia, mas ganhámos em TT1 e TT3 e agora à que continuar a treinar e a lutar pelos lugares de pódio”.

 O Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno terá um interregno nos próximos dois meses e regressa a 12 e 13 de Setembro, altura em que disputará a Baja TT Idanha-a-Nova.

Informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.pt

A2 Comunicação

AMA Endurocross 2014 - Sacramento

1. Colton Haaker -Honda
2. Cody Webb -Beta
3. Taddy Blazusiak -KTM
4. Taylor Robert -KTM
5. Cory Graffunder -KTM
6. Mike Brown -Husqvarna
7. Max Gerston -Beta
8. Geoff Aaron -KTM
9. Gary Sutherlin -KTM
10. Ty Tremaine -KTM
11. Kyle Redmond -KTM
12. Bobby Prochnau -KTM
13. Wally Palmer -Christini

Beta 2015


domingo, 29 de junho de 2014

CNTT 2014 - Baja Oleiros-Proença-Mação - Resultados

Sebastien Buhler foi o melhor nas TT1

(Clique para ampliar)


CNTT 2014 - Patrão vence em Oleiros


Depois da vitória de António Maio (Yamaha) em Alcoutim era de esperar uma reação enérgica de Mário Patrão (Suzuki) e o sucesso alcançado pelo atual campeão, na prova beirã, foi suficientemente convincente. 

O piloto de Seia, que venceu o prólogo, assumiu desde os primeiros quilómetros a liderança da corrida, para terminar com uma folgada margem de 4m33s sobre o seu direto adversário. António Maio que ainda antes da corrida tinha assumido que seria mais vantajoso partir de trás não conseguiu tirar partido dessa situação e terminou em 2º lugar, posição que passa a ocupar no campeonato a par do seu colega de equipa Sebastian Buhler. 

O terceiro lugar no pódio viria a pertencer a Luís Teixeira (Yamaha) que, por escassos 29 segundos, se impôs face a Fausto Mota, resultado que lhe permite passar para a liderança na classe TT3, por troca com o piloto da KTM.

As duas posições seguintes foram ocupadas pelos consagrados Ruben Faria (KTM) e Hélder Rodrigues (Honda), ambos assumidamente afastados das lutas pelas primeiras posições, na medida em que estão centrados em treinar e ganhar ritmo para as provas do Mundial, que se avizinham.

Entre os pilotos da classe TT1, a de cilindrada mais baixa, o primeiro foi o jovem Sebastian Buhler que, aos comandos de uma Yamaha, se impôs face ao algarvio João Lourenço (KTM) e ao atual campeão Domingos Santos (Damotor). Um resultado que permite a Buhler reforçar a liderança do campeonato da classe TT1, onde tem agora 8 pontos de vantagem.

A2 Comunicação

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Cpto Francês 2014 - Scaer - Video

Cpto Francês 2014 - Scaer - 2º dia


Classe E1:


1.Christophe Nambotin
2.Loïc Larrieu
3.Anthony Boissière

Campeonato:
1.Christophe Nambotin – 80 Pts
2.Anthony Boissiere – 62 Pts
3.Loïc Larrieu – 60 Pts


 Classe E2:


1.Pierre-Alexandre Renet
2.Romain Dumontier
3.Julien Gauthier

Campeonato:
1.Pierre-Alexandre Renet – 80 Pts
2.Romain Dumontier – 64 Pts
3.Xavier De Soultrait- 48 Pts


Classe E3:


1.Jérémy Joly
2.Antoine Basset
3.Pierre Vissac 

Campeonato:
1.Jérémy Joly – 80 Pts
2.Antoine Basset – 64 Pts
3.Manu Albepart – 54 Pts


Classe Junior:


1.Jérémy Miroir
2.Mika Barnes
3.Jérémy Carpentier

Campeonato:
1.Jérémy Miroir – 70 Pts
2.Théo Bazerque - 57 Pts
3.Mika Barnes - 57 Pts


Classe Senhoras: 


1.Géraldine Fournel
2.Samantha Tichet 
3.Juliette Berrez

Campeonato:
1.Géraldine Fournel – 80 Pts
2.Juliette Berrez – 64 Pts
3.Samantha Tichet – 60 Pts

Cpto Francês 2014 - Scaer - 1º dia


Classe E1:


1.Christophe Nambotin
2.Loïc Larrieu
3.Anthony Boissière


Classe E2:

 

1.Pierre-Alexandre Renet
2.Julien Gauthier
3.Romain Dumontier


Classe E3:


1.Jérémy Joly
2.Antoine Basset
3.Manu Albepart


Classe Junior:


1.Jérémy Miroir
2.Théo Bazerque
3.Maëlig Bron Fontanaz


Classe Senhoras:


1.Géraldine Fournel
2.Samantha Tichet 
3.Juliette Berrez

terça-feira, 24 de junho de 2014

Video Report Gonçalo Reis - Enduro de Valpaços

Joaquim Rodrigues segue invicto na categoria Elite 1 do Enduro nacional


(Clique para ampliar)

Foto: Luís Norte (FMP)


António Oliveira e Gonçalo Gomes no pódio


 (Clique para ampliar)


Mário Patrão em bom plano em Valpaços


(Clique para ampliar)


Foto: Luís Norte (FMP)

Diogo Ventura sétimo em Valpaços


O campeonato nacional de enduro regresso ontem à actividade. Em Valpaços mais de uma centena de pilotos enfrentaram um percurso com 45 quilómetros de extensão o qual tiveram que percorrer por três vezes e meia, para um total global de onze especiais cronometradas.

Após mais uma dupla jornada no campeonato do mundo de enduro, na Finlândia e Suécia, Diogo Ventura regressou ao campeonato interno e no final de um dia marcado por penalizações e dificuldades com o piso maioritariamente pedregoso o piloto de Góis fechou a ronda na sétima posição da classificação geral e quarta na sua classe, a Elite 2. Todos os pilotos de ambas as classes Elite penalizaram e a classificação reflectiu isso mesmo no final da jornada.

‘Senti-me bem ao longo de todo o dia e andei bem com excepção da primeira volta onde perdi algum tempo para os pilotos da frente. Nas voltas seguintes andei bem mas não foi o suficiente para recuperar para os mais rápidos. O dia ficou igualmente marcado por penalizações a todos os pilotos das quais não escapei com sete minutos extra, sem os quais o resultado seria exactamente o mesmo. Acima de tudo foi um bom treino e mesmo sem um resultado de acordo com o que consigo fico satisfeito.’

Com três pontuações ainda por decidir no campeonato 2014, Diogo Ventura ocupa a quarta posição do campeonato absoluto e o terceiro lugar na Elite 2 aos comandos da sua Gas Gas, sendo que a próxima prova do campeonato realiza-se numa das ‘catedrais’ da modalidade no nosso país, Águeda, no próximo dia 13 de Julho.

Hype Communications
Foto: Arquivo

segunda-feira, 23 de junho de 2014

CNE 2014 - Valpaços - Resultados




Lorenzo Santolino ganha em Valpaços


Em Valpaços participaram 107 pilotos nesta quinta jornada do “Nacional” de Enduro, entre os quais um nome sonante de outra área: Miguel Oliveira, o nosso homem no “Mundial” de Velocidade, decidiu fazer uma incursão nos trilhos, e apesar do 16.º lugar obtido na classe Verdes 1, revelou-se satisfeito com a experiência.

Os pilotos Elite e Open efectuaram três voltas e meia a um percurso de 45 Km traçado no concelho de Valpaços, com predominância de piso pedregoso e um total de onze passagens por troços cronometrados. Acontece que o segundo controle revelou-se bastante apertado e nenhum piloto daquelas classes conseguiu escapar às penalizações, essencialmente nas duas primeiras voltas – no caso dos nove primeiros classificados na Elite, variáveis entre 4 e 7 minutos, com significativos reflexos nos resultados.

O actual comandante do Campeonato absoluto, Luís Correia, perdeu tempo nas duas primeiras passagens pela “Extreme” – logo na de abertura cedeu 54s – e apesar de ser o mais rápido em sete troços, no somatório de tempos das “especiais” era apenas 4.º colocado, vindo a descer para 6.º com uma penalização de 7 minutos.

Luís Oliveira entrou bem na acção, mas depois Lorenzo Santolino equilibrou o duelo. Cada qual foi o mais rápido em dois troços, e a dois do final só estavam separados por escasso meio segundo. O espanhol esteve melhor nessa ponta final, e apesar de 5 minutos de penalização garantiu a vitória, enquanto Luís Oliveira desceu para o 4.º posto ao penalizar 7 minutos.

Beneficiários foram Gonçalo Reis, que ascendeu ao 2.º lugar absoluto (penalizou 6 minutos), seguido por Joaquim Rodrigues (4 minutos). Com este desfecho, Rodrigues permanece invicto na liderança da Elite 1, sendo que Luís Oliveira foi o mais rápido dessa classe em todas as “especiais”. Mário Patrão e Diogo Ventura, com 4 e 7 minutos de penalização, foram 5.º e 7.º classificados, respectivamente.

Passando à categoria Open, o piloto que liderava a classe 1, Jorge Leite, desistiu ainda antes do primeiro troço devido a um problema mecânico. Também aqui as penalizações tiveram influência, pois João Hortega teve o menor registo nessa matéria (apenas 7 minutos) e ganhou, contra 8m averbados por Carlos Pedrosa e 12 por Pedro Oliveira, este o mais veloz em sete troços.

Na Open 2, Filipe Sampaio também segue invicto na presente época. Porém, travou um frenético despique com Diogo Valença – no somatório de tempos das “especiais” acabaram separados por 96 centésimos de segundo. Porém, se Sampaio registou 8 minutos de penalização, Valença averbou 13 e assim desceu ao 3.º posto, subindo Fernando Sousa (11m) ao 2.º lugar.

Quanto aos Troféus, na classe Verdes 1 João Lourenço bateu João Araújo por 44s, enquanto na Verdes 2 Gonçalo Gomes deixou a 23s o 2.º colocado, Rui Almeida. Entre os Veteranos, António Oliveira contabilizou mais um êxito, com 57s de vantagem sobre Albano Mouta. Nos Super Veteranos, Rodolfo Sampaio levou a melhor sobre João Saraiva por magros 2,4s. Entre os jovens da Enduro Cup, João Amado ganhou, com 2m43s sobre Tomás Clemente. Finalmente, nas Senhoras Rita Veira continua a impor-se face às duas habituais adversárias, Flávia Rolo e Sofia Porfírio.

Depois desta prova, restam ainda por disputar três dias pontuáveis para o Campeonato Nacional de Enduro, o próximo dos quais terá lugar a 13 de Julho, em Águeda.


(Clique para ampliar)

Texto e tabelas: FMP
Foto: Organização

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Valpaços em estreia no Enduro

 

Na quinta jornada do seu Campeonato, os enduristas vão enfrentar um percurso traçado no concelho de Valpaços com cerca de 45 Km, abundância de piso pedregoso e três troços cronometrados por volta.

A “Cross Test” (com cerca de 4 Km) terá lugar na conhecida pista de Motocross do Cabeço e zona envolvente, e a “Enduro Test” (5 Km) na Quinta do Pousadouro, em Vilarandelo. Próximo desta localidade, junto ao Fraga da Calvoa, encontra-se a “Extreme” (1,2 Km).

As verificações, parque fechado, “paddock” e zona de assistência situam-se no Largo da Feira, com partidas e chegadas no Parque Multiusos de Valpaços. Os primeiros concorrentes partem às 10h de Domingo.

Luís Correia chega à cidade transmontana como líder destacado na tabela absoluta e na classe Elite 2, secundado por Gonçalo Reis, este em igualdade pontual com Joaquim Rodrigues no Campeonato absoluto.

Por outro lado, Joaquim Rodrigues está ainda invicto na liderança da classe Elite 1, com significativa vantagem sobre os perseguidores imediatos, encabeçados por Mário Patrão, tal como Filipe Sampaio também conta por vitórias as provas já disputadas na Open 2. Quanto à Open 1, Jorge Leite é o actual comandante. No próximo Domingo, veremos quais as novidades deste Enduro Rota do Folar, com organização a cargo dos Usprigozus Clube TT de Vilarandelo.


FMP