sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Baja Portalegre 2014 - Nogueira vence o prólogo


Arrancou esta tarde a mítica Baja 500 Portalegre, a sétima e derradeira jornada do campeonato promovido pela Federação de Motociclismo de Portugal. Na prova alentejana, onde não faltam inúmeros motivos de interesse, foram muitos milhares os espectadores que esta tarde acorreram ao prólogo.

Henrique Nogueira foi o mais rápido nas duas rodas nas duas rodas, onde o centro das atenções é o duelo Patrão vs Maio, ambos os pilotos partem amanhã para a corrida com fortes limitações. O piloto beirão, atual campeão, vencedor em 2013 e comandante do campeonato, fraturou o pulso há um mês em Góis. Já o piloto alentejano irá partir para o troço de 380 km da derradeira posição, com uma desvantagem superior a 5m na sequência de um problema que teve na sua moto já muito perto do final do troço de 5 Km quando esta se calou após a passagem pela segunda ribeira do traçado, forçando o piloto a empurra-la à mão até à linha de meta. 
Henrique Nogueira promete intrometer-se neste duelo, assim como Sebastian Buhler, o já campeão TT1 e 3º no prólogo onde ficou logo atrás de Mário Patrão, piloto a quem a curta distância do prólogo não deu para se ressentir da lesão.

Amanhã na Baja 500 Portalegre os concorrentes irão enfrentar uma etapa com partida do Crato e chegada a Portalegre, composta por um troço único cronometrado com 380 quilómetros de extensão.

Informações sobre a prova em: www.bajaportalegre500.com

Paulo Gonçalves nomeado para Atleta Masculino do Ano

(Clique para ampliar)

Todos os votos contam: galacdp.sapo.pt/votacao

Cpto Espanhol 2014 - Priego de Cordoba - Video

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Batalha decisiva em Portalegre



Mário Patrão ou António Maio nas motos, Roberto Borrego ou Ricardo Carvalho nos quad, eis os candidatos à conquista das coroas absoluta nas respectivas categorias.

Nas “duas rodas” e entre várias probabilidades, uma delas é radical: a vitória em Portalegre rende o título a Patrão ou Maio. Isto considerando que cada piloto despreza o pior resultado da época para a contabilidade final, e se Maio já falhou uma pontuação, Patrão tem neste momento 11 pontos como pior resultado a descontar. Interessante será também a luta pelo 3.º lugar na competição, entre Sebastian Buhler e Luís Teixeira.

Após as verificações na Quinta-feira, a manhã de Sexta abre com o Prólogo, na extensão de 5,5 Km, que ordena os concorrentes para o sector selectivo de Sábado, com 387,8 Km e início nas imediações do Crato. Depois, os concorrentes rumam consecutivamente às proximidades de Vila Flor, Gavião, Foros de Arrão, Ponte de Sor, Alter do Chão, Avis, Sousel, Fronteira, Cabeço de Vide e Portalegre.

Para esta prova organizada pelo ACP, estão inscritos 83 pilotos nas motos – mais 25 na “Promoção Baja”, que só cumprem 200,5 Km do sector selectivo – 71 em quad e 51 nos UTV/ Buggy. A isto acrescem mais 34 concorrentes para a Mini-Baja, a disputar na Sexta-feira num circuito de 2,5 Km. Na “Promoção Baja” o Presidente da FMP, Manuel Marinheiro, vai reviver os seus tempos de piloto alinhando com uma moto nacional (AJP), assim como o chefe de Gabinete do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Sérgio Castanheira.

(Clique para ampliar)


Texto e quadros: http://www.fmotoportugal.pt/

Video - Os melhores momentos da temporada 2014 de Hard Enduro


terça-feira, 28 de outubro de 2014

AMA Endurocross 2014 - Everett

1.Taylor Robert - KTM
2.Colton Haaker - Honda
3.Cody Webb - Beta
4.Taddy Blazusiak - KTM
5.Mike Brown - Husq
6.Bobby Prochnau - KTM
7.Max Gerston - Beta
8.Kevin Rockstool - KTM
9.Ty Tremaine - KTM
10.Cory Graffunder - KTM


Transmissão completa:

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Oliveirinha conquista mais um título


Depois de ter garantido o título na classe E1 do Campeonato Brasileiro de Enduro, desta feita, em Córrego do Bom Jesus (Minas Gerais), o "Portuga" venceu a Copa EFX Honda.

O seu principal adversário, Adrien Metge, esteve muito forte nesta prova e Luís Oliveira optou por controlar a corrida de forma a garantir o título:

"Hoje senti que não podia arriscar e o mais directo adversário estava bastante forte. Controlei da melhor forma a corrida, e com a segunda posição final, garanti mais um título no Brasil. Muito satisfeito com este resultado…É o espelho de todo o esforço de uma época e um meritório prémio para mim e para a equipa.
Como diziam aqui: "A Copa EFX é do Portuga!"
Obrigado a todos que me acompanham aqui no Brasil, mas também todos os fãs, família e patrocinadores que tenho em Portugal. Juntos somos grandes!!"


Fica a faltar a última etapa do Campeonato Brasileiro, na qual Oliveirinha poderá sagrar-se Campeão Brasileiro Absoluto.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Diogo Ventura fecha a temporada com pódio


Terminou hoje em Priego de Córdoba o campeonato de Espanha de Enduro 2014, prova onde à semelhança do que aconteceu no dia de ontem Diogo Ventura foi um dos protagonistas ao fechar a prova e o campeonato com mais um pódio na categoria Enduro 3. Depois de ter sido terceiro nessa mesma categoria no dia de ontem o recruta da Gas Gas repetiu novamente a dose neste último dia da sua temporada para oferecer mais um pódio à marca de Girona e a décima posição final em termos de classificação geral do campeonato.

Tal como no dia de ontem o percurso da prova voltou a mostrar-se bastante seco e exigente, causando dificuldades na progressão dos pilotos com máquinas mais potentes em especial nas zonas mais trializantes. A típica pedra desta província espanhola voltou a ser protagonista e nenhum piloto evitou esforço acrescido no derradeiro duelo do campeonato.

‘Foi um dia bastante difícil em que tive de andar sempre muito concentrado e a dar o máximo. Os meus adversários estavam todos bastante rápidos e as especiais estavam mesmo muito secas, o que tornou a progressão com a minha 300 mais complicada. A moto esteve excelente e o resultado foi muito bom. Não posso fechar o campeonato sem agradecer a toda a equipa que fez um excelente trabalho ao longo de todo o ano e este pódio e o resultado final do campeonato também se deve a eles bem como a todos os meus patrocinadores pessoais e ao meus apoiantes.’

Diogo Ventura fechou assim da melhor forma a sua temporada 2014, dividida pelo campeonato do mundo júnior e também pelos nacionais em Portugal e Espanha, terminando o espanhol na décima posição da classificação geral absoluta após um ano onde foi presença regular no pódio da categoria Enduro 3, reservada ás motos mais potentes no paddock.

Hype Communications

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Luís Oliveira é Campeão Nacional Brasileiro (Classe E1)


Integrado na Zanol Team Honda (equipa de Felipe Zanol, piloto brasileiro que deixou saudades em Portugal onde conquistou dois títulos absolutos no CNE em 2008 e 2009), Luís Oliveira conquistou o título na classe E1 na penúltima prova do Campeonato Brasileiro de Enduro, que teve lugar em Nova Bréscia.

O português, que nesta temporada fez as malas para competir no Brasil, foi a referência do campeonato ao longo de todo o ano e está a 1 ponto de também vencer o Campeonato Absoluto, o que lhe permitirá fechar a época com chave de ouro: 
"Após animadas lutas ao longo do ano consegui este fim-de-semana sagrar-me Campeão Nacional Brasileiro (classe E1). Este era um dos objectivos desta época e com a ajuda da minha equipa consegui dupla vitória em Nova Bréscia e o respectivo título.
Jornada bastante complicada…muita chuva, especiais estavam muito exigentes mas acima de tudo, dois dias de verdadeiro Enduro.
Quero agradecer à minha família e a todos os que me ajudam no Brasil, especialmente o Felipe Zanol. Agora, falta apenas 1 ponto para me sagrar Campeão Absoluto."

A última prova do campeonato disputa-se no próximo fim-de-semana em Córrego do Bom Jesus. 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

AMA EnduroCross 2014 - Salt Lake

1.Cody Webb-Beta
2.Taddy Blazusiak-KTM
3.Taylor Robert-KTM
4.Mike Brown-Husqvarna
5.Colton Haaker-Honda
6.Max Gerston-Beta
7.Ty Tremaine-KTM
8.Nick Thompson-KTM
9.Bobby Prochnau-KTM
10.Geoff Aaron-KTM


quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Porto Extreme XL Lagares 2014 - O aprendiz superou o seu mestre

Esta é a história de um piloto de 25 anos que, após ter iniciado a sua carreira no trial e ter-se sagrado Campeão do Mundo Júnior em 2011, rendeu-se ao Extreme Enduro, modalidade que tem na Porto Extreme XL Lagares um perfeito exemplo. O seu nome: Alfredo Gomez Cantero.

Alfredo Gomez Cantero - Piloto ofical HUSQVARNA

Desde cedo, mostrou que não seria "mais um" na modalidade. Ainda em 2011, estreia-se na Extreme XL Lagares e conquista um assombroso 2º lugar atrás de Doug Lampkin. 
Em 2012, repete a posição e em 2013 termina em terceiro mas, a esse resultado, soma diversos top 5 nas mais importantes provas mundiais, com destaque para Erzberg(3º), Sea to Sky(3º) e vitória no Ukupacha (competição por equipas) ao lado do seu colega de equipa e "professor", Graham Jarvis, 39 anos, 1º no ranking "Kings of Extreme Enduro" nesse mesmo ano com 6 vitórias nas 7 provas que definem o ranking, entre as quais, Lagares.

O aluno estava a aprender mas faltava a vitória individual...

2014 começou com uma apendicite e, em Julho, Gomez parte um pé na Gordexola Extreme. A temporada estava a correr mal.
Mas a tenacidade só está no ADN de alguns e só vence a Porto Extreme Lagares quem a tem..

Gomez em acção

Depois da vitória no prólogo, a especial nocturna corre mal a Gomez e Jarvis, terminando os dois pilotos a mais de 3 minutos do vencedor, Dani Gibert.
No domingo, dia da corrida principal, Alfredo Gomez rapidamente assume o comando das operações, mostrando toda a sua determinação em tornar o dia num marco na sua carreira. 
Atrás de si segue Graham Jarvis e no final da 1ª volta, o espanhol tem uma vantagem significativa de 3 minutos e 27 segundos sobre o britânico.
A primeira parte da segunda volta não corre bem a Gomez e Jarvis, 3 vezes vencedor da XL Lagares, consegue mesmo ultrapassá-lo. 

Momento da ultrapassagem de Jarvis a Gomez na segunda volta

Mas Gomez mostra toda a sua fibra e mais uma vez passa o seu "mentor" garantindo a vítoria final. A sua primeira vitória individual numa prova de Extreme Enduro.
Graham Jarvis foi segundo classificado e Mário Roman terminou na terceira posição.
Os 3 pilotos foram também os 3 primeiros classificados da categoria PRO, que contou com a presença de 3 pilotos portugueses: Gonçalo Reis, João Ribeiro e Joaquim Rodrigues. Apenas João Ribeiro, aos comandos de uma Sherco, terminou a prova, na 8ª posição.

Classe Expert
Na classe Expert, o vencedor foi o inglês Andrew Noakley com uma KTM. A cerca de 8 minutos e 26 segundos terminou o português Paulo Russo aos comandos de uma AJP, mostrando mais uma vez todo o potencial da moto portuguesa. Na terceira posição e já a mais de 29 minutos do vencedor, terminou Mark Jackson.

Andrew Noakley


Classe XL
Na classe por equipas, a melhor dupla foi a de Marcelo Vieira e Carlos "Skina". Os pilotos, aos comandos de Yamahas, completaram a prova em 3 horas e 25 minutos. Na segunda posição ficaram Hélder Santos e Marcio Santos a 13 minutos e 16 segundos dos vencedores. Na 3ª posição, terminarm António Silva e Fernando Sobrosa. A classe contou com a presença da piloto Rita Vieira ao lado do seu irmão, ambos aos comandos de AJP´s.

A dupla nº 215 venceu a classe das equipas


Classe Hobby
Márcio Barbosa, aos comandos de uma KTM, bateu Pedro Moreira (Husaberg) por apenas 57 segundos, após mais de 3 horas de competição. Na 3ª posição ficou Filipe Moreira, a 4 minutos e 17 segundos do vencedor. Esta classe foi a que registou mais inscritos mostrando que são muitos os pilotos que querem experimentar esta prova mítica e têm como desafio, evoluírem para subir às classes seguintes.

Marcio Barbosa


Video com os melhores momentos:


Fotos: Extreme XL Lagares, OneShotFoto e Pedro Meira

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Rali de Marrocos 2014 - Classificação final

Marc Coma conquistou o seu 6º título mundial em Ralis

(Clique para ampliar)

Rali de Marrocos 2014 - 6ª etapa - Video

Hélder Rodrigues sobe ao pódio


(Clique para ampliar)


Pódio para Ruben Faria a fechar o Rally de Marrocos


Com apenas 113 quilómetros de extensão na derradeira especial terminou hoje em Marraquexe a edição 2014 do Rally de Marrocos. Uma especial desenhada ao redor da cidade marroquina onde Ruben Faria voltou a estar em bom plano ao terminar o dia na terceira posição, conservando desta forma o quinto posto na classificação da prova após seis dias de competição onde mais uma vez mostrou a sua rapidez e consistência aos comandos da KTM Rally 450 oficial.

Contas feitas a esta derradeira prova do campeonato do mundo e último teste competitivo antes do Dakar 2015 o piloto de Olhão termina no quinto posto da classificação geral depois de seis dias de competição onde esteve novamente em plano de destaque aos comandos da mais recente evolução da moto que vai defender as honras do constructor austríaco na América do Sul no início de Janeiro.

‘Estou naturalmente bastante satisfeito com a minha prestação global na prova. Tive dois dias menos positivos que me atrasaram um pouco mas nos restantes lutei sempre pelas primeiras posições e isso mostra naturalmente que me agrada. A moto e toda a equipa estiveram sempre impecáveis e agora é tempo de começar a pensar no Dakar.’

Um bom resultado que naturalmente anima o piloto algarvio face ao Dakar 2015 onde estará presente com o objectivo de esquecer o abandono prematuro no passado mês de Janeiro depois de uma queda ainda na fase inicial da competição.

Hype Communications