terça-feira, 11 de dezembro de 2018

SEWC 2019 | Polónia - Taddy a abrir

Tadeusz Blazusiak foi o grande vencedor da noite, com vitórias em duas das três finais.

Resultados:
(Clique para ampliar)

Com um 5º e dois 7ºs lugares, Diogo Vieira concluiu o GP da Polónia na 6ª posição final

Video:


Foto: www.superenduro.org

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

CNRR 2018 | Reguengos de Monsaraz - Buhler venceu, Bruno Santos é campeão


No fecho da primeira edição do campeonato nacional Rally-Raid, especialidade onde a velocidade ‘off-road’ se junta à navegação, a cidade alentejana de Reguengos de Monsaraz foi decisiva na luta pelo título nacional. Antes dos derradeiros dois dias de competição Paulo Gonçalves e Bruno Santos estava na frente do campeonato, mas no final foi o piloto de Torres Vedras a fazer história tornando-se no primeiro campeão nacional de Rally-Raid.

Com dois dias de competição em agenda, o primeiro (Sábado) foi o mais longo com 220 quilómetros, para no dia de ontem se realizar o dia de encerramento, mais curto, com 140 quilómetros e onde se decidiram os títulos nacionais em discussão. Globalmente o pódio foi ocupado por Sebastian Buhler que fechou os dois dias de competição na frente de António Maio e com pouco mais de três minutos a separar os dois pilotos que no início de 2019 se vão estrear no Dakar.

O pódio foi encerrado por Bruno Santos que com a terceira posição a mais de seis minutos e meio somou os pontos necessários para se sagrar campeão nacional depois e Paulo Gonçalves ter abandonado no dia anterior devido a uma queda. Bruno Santos fechou a época com seis pontos de vantagem sobre Gonçalves, que venceu em três das cinco ocasiões do calendário, mas ao ficar em ‘branco’ por duas vezes foi o regular piloto torrejano quem fez história ao ser o primeiro campeão nacional de uma disciplina onde pontuaram 29 pilotos oriundos de quase uma dezena de países distintos.

Video:

Texto: FMP

domingo, 2 de dezembro de 2018

Jorge Viegas eleito Presidente da FIM com 79% dos votos


Jorge Viegas é o novo Presidente da Federação Internacional de Motociclismo depois de ter recebido 79 votos em 101 possíveis na assembleia geral anual da FIM que se está a realizar em Andorra.

Com uma longa ligação ao orgão máximo do motociclismo mundial, Jorge Vegas desempenhou vários cargos na instituição tendo sido Presidente da Comissão de Promoção da FIM em 1992 antes de assumir a vice-presidência da mesma em vários períodos entre 1996 e 2014. Foi igualmente em vários momentos membro direcção e na actualidade é um dos membros do TAD (Tribunal Arbitral do Desporto) em Portugal bem como membro do Comité Olimpico de Portugal.

“É uma honra ser eleito Presidente da FIM. É fantástico poder ver que a minha paixão pelo motociclismo me levou a um cargo que me permitirá criar um impacto positivo no desporto. Passei muitos anos trabalhando com e para a FIM e estou certo que teremos em conjunto um futuro brilhante.“

Natural de Faro, com um mestrado em Economia (Relações Internacionais) Jorge Viegas iniciou a sua relação com as duas todas quando foi piloto de motocross em 1974, antes de trocar de especialidade e se tornar piloto de velocidade, competindo em alguns GP’s de 250cc e nas 24 Horas de Le Mans. Depois de alguns anos como jornalista foi um dos fundadores da FNM/FMP e o seu primeiro presidente em 1990, tendo sido igualmente presidente do Circuito do Estoril depois de nomeado pelo governo de Portugal para desempenhar o cargo. Jorge Viegas sucede ao venezuelano Vito Ippolito  para ser o 13º presidente da instituição máxima do motociclismo mundial.

FMP