quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Dakar 2019 - Resultados finais


Classificação final:
(Clique para ampliar)


Foto: Dakar

Fausto Mota no Top 30 do Dakar 2019


Fausto Mota, único português a terminar a edição 2018 do Rali Dakar, completou hoje a sua participação na 41ª edição desta grande maratona do todo-o-terreno com um excelente lugar no TOP 30 da classificação geral entre as motas, superando assim os resultados por si alcançados nas três anteriores participações. Aos comandos de uma Husqvarna Rally 450, o piloto do Tesla Tamega-Rally, foi sempre subindo na classificação geral ao longo das dez etapas, à exceção da quarta especial na qual se registou um problema mecânico que ainda assim não demoveu o piloto de completar mais um Rali Dakar, desta feita num excelente 29º lugar.

“Consegui ficar nos trinta primeiros e assim o objetivo foi cumprido. Estou muito contente. Quero agradecer aos meus patrocinadores e à minha família por estrem comigo e por me ajudarem” salientou o piloto à chegada a Lima onde deu conta do infortúnio do seu companheiro David Megre. “Parei para ajudar o David. Estava um bocado maltratado, mas espero que não seja nada de grave e que recupere depressa”. Fausto Mota aproveitou também para fazer um balanço da corrida: “Foram dez dias da mais pura competição. 5000 quilómetros maioritariamente cumpridos nas exigentes dunas do Peru e mais de 45 horas em cima da mota. Foi um Dakar duro, ao qual já estamos habituados, mas correu tudo muito bem. Tive um problema mecânico e uma queda que nos condicionaram um pouco, mas fiz a minha melhor exibição no Rali Dakar até ao momento e só poderia estar feliz com esse resultado. O meu obrigado a todos os que têm apostado em mim, me apoiaram e me acompanharam nesta aventura”.

O piloto do Marco de Canaveses que se estreou no Rali Dakar há oito anos, em 2011, onde conquistou a 54º posição tem vindo sempre a melhorar a sua performance aos longo das várias edições, sendo esta a sua terceira participação consecutiva. Em 2017, terminou a prova rainha do todo-o-terreno no 49º lugar e em 2018 ocupou a 43ª posição. Este ano superou a sua última classificação em 14 posições.

A2 Comunicação

Sebastian Bühler no top 10 da etapa final

Recupera o lugar no Top 20 e termina no pódio dos Rookies

Campeão Nacional TT1 pela primeira vez aos 19 anos, título que repetiu aos 21 anos em 2016, Sebastian Bühler completou hoje a sua participação no Dakar, a grande maratona do todo-o-terreno, onde, com apenas 24 anos, fez uma estreia notável e que culminou hoje com o 10º melhor tempo obtido na derradeira etapa.

Aos comandos de uma KTM o jovem piloto do Bühler Racing Team foi uma das grandes revelações da edição de 2019 do Dakar que se disputou no Perú. Um waypoint falhado na etapa de ontem penalizou-o em uma hora, mas o resultado da etapa de hoje permitiu-lhe recuperar a 20ª posição absoluta a que acrescentou o 3º lugar entre os Rookies.

“Acabámos o Dakar. Foi uma prova que me correu muito bem. Apesar do problema com o pneu não tive mais nenhum percalço. Senti que evolui a cada dia. O terreno que aqui encontramos é completamente diferente daquele que temos nas provas que disputamos em solo nacional. Aqui há muita navegação fora de pista e muitos waypoints invisíveis o que torna a navegação mais difícil. Acima de tudo o meu objetivo era terminar a corrida. Estou satisfeito com os resultados, mas chegar ao fim era o mais importante”, salientou o piloto que é o segundo mais jovem de entre os que terminaram no Top 20.

A2 Comunicação

Abandono inesperado de David Megre ás portas de Lima


Com pouco mais de uma centena de quilómetros de extensão a derradeira especial do Dakar 2019 ficou marcada por uma queda que impediu David Megre de concluir a sua segunda participação na prova sul-americana.

Depois de quase uma semana de luta e resistência o piloto de Coruche viu o sonho transforma-se em pesadelo já com a cidade de Lima à vista. Por força da queda David Megre foi transportado ao hospital com suspeitas de um pé fracturado e não terminou o Dakar. Um 'balde de água gelada' depois de uma prova sem erros e com riscos calculados que tinha tudo para fechar da melhor forma.

Texto: Hype Communications
Foto: Dakar

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Dakar 2019 | 8ª Etapa - Resultados

Walkner venceu a etapa e Toby Price, a recuperar de uma operação ao pulso realizada em Dezembro, é o novo líder, mesmo sem ter vencido qualquer etapa.

Resultados da 8ª Etapa: 
(Clique para ampliar)
Foto: FB Dakar

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

António Maio forçado a abandonar


Depois de na etapa de ontem ter entrado no Top 20 do Dakar e de, na etapa que hoje se disputou, ter dado inicialmente provas de que ainda poderia melhorar o seu resultado, António Maio ficou todavia parado ao quilómetro 202 com problemas mecânicos que o impediram de continuar em prova e de prosseguir com o objetivo principal de chegar até Lima no próximo dia 17.

O piloto da Yamaha Fino Motor Racing que na etapa de ontem tinha alcançado um excelente 21º lugar, resultado que lhe permitira passar a ocupar idêntica posição na classificação geral, arrancou de forma excelente para esta que era a antepenúltima etapa da prova. Nos dois primeiros Way Point registava o 12º tempo.

A2 Comunicação

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

António Maio cada vez mais perto do Top 20


António Maio continua paulatinamente a aproximar-se de uma posição no Top 20 do Dakar 2019, pese o facto de a sua principal preocupação continuar a ser de levar até ao fim o objetivo traçado de chegar com sucesso a Lima no próximo dia 17.

O piloto da Yamaha Fino Motor Racing alcançou, nos 323 quilómetros cronometrados de uma etapa disputada em forma de “boucle”, com partida e chegada a San Juan de Marcona, um excelente 21º lugar, resultado que lhe permitiu passar a ocupar idêntica posição na classificação geral a apenas 11 minutos do piloto que atualmente fecha o Top 20.
“Mais uma etapa concluída e tudo impecável. A moto está excelente e o Bruno vai agora tratar dela. Estou muito feliz por ter chegado até aqui e de, numa prova tão dura e tão perigosa, não ter tido até agora nenhum problema mecânico, nem nenhuma queda. Tenho apostado acima de tudo na regularidade, mas claro que estou muito satisfeito por os resultados estarem a aparecer, duma forma até melhor do que eu esperava. É também o fruto do trabalho que foi feito na mota em Portugal. Quanto a mim sinto-me bastante bem fisicamente e até, ao contrário de outros pilotos, tenho as mãos impecáveis sem marcas de tantas horas a andar de moto”, explicou o piloto no bivouac de San Juan de Marcona depois de um banho retemperador. 

Entre os Rookies António Maio continua em destaque. Foi 3º na etapa e mantém o 2º lugar na classificação geral desta classe destinada aos estreantes na prova. 
A oitava etapa do Rali Dakar 2019 cumpre-se entre San Juan de Marcona e Pisco. Serão 576 quilómetros, 361 dos quais cronometrados.
A2 Comunicação

Dakar 2019 | 7ª Etapa - Resultados


Resultados da 7ª Etapa:
(Clique para ampliar)

Foto: FB Sam Sunderland

Sebastian Bühler já entrou no Top 30 do Dakar


Sebastian Bühler, que é o segundo piloto mais jovem de entre os que estão no Top 30 do Dakar, melhorou a sua classificação entre os Rookies. Foi 3º na etapa e subiu duas posições na classificação geral onde ocupa agora o 4º lugar
A sétima etapa do Rali Dakar 2019 disputa-se em forma de “boucle” com partida e chegada a San Juan de Marcona e com um total de 323 quilómetros cronometrados.

Mário Patrão forçado a abandonar Dakar 2019


Infelizmente, Mário Patrão, piloto da KTM Factory Racing, caiu no início da etapa do dia de ontem e foi levado de helicóptero para o hospital em Lima. Mário estava consciente e passará por mais testes para averiguar a extensão dos seus ferimentos. Desejamos ao Mário uma recuperação rápida e completa.

KTM Factory Racing | A2 Comunicação

António Maio vence entre os Rookies


Depois de um merecido dia de descanso o Capitão António Maio entrou de forma excelente na segunda metade do Dakar 2019 e nos 317 quilómetros cronometrados da mais longa etapa deste Dakar (839 km) foi o 17º mais rápido. O tetracampeão nacional, estreante nestas andanças, foi o 3º piloto da Yamaha numa etapa onde apenas quatro pilotos privados ficaram à sua frente e, cereja no topo do bolo, venceu entre os Rookies.

O piloto da Yamaha Fino Motor Racing ocupa agora um excelente 24º lugar da classificação geral, o que representa uma subida de seis posições e também entre os Rookie ascendeu à 2ª posição logo atrás do piloto do Botsuana Ross Branch, creditado com três títulos de Campeão Sul Africano de Cross Country.

A sétima etapa do Rali Dakar 2019 disputa-se em forma de “boucle” com partida e chegada a San Juan de Marcona e com um total de 323 quilómetros cronometrados.

A2 Comunicação

sábado, 12 de janeiro de 2019

Fausto Mota “galgou” 57 posições


Depois de na véspera ter tido um dia difícil no Rali Dakar, Fausto Mota regressou ao andamento que lhe é característico e, de uma assentada, “galgou” 57 posições. Partiu da posição 98 de Moquegua, onde ficou instalado o bivouac da etapa maratona e foi o 41º na classificação da etapa que levou a caravana de regresso a Arequipa onde se goza hoje um merecido dia de descanso.

Com essa prestação o piloto do Tesla-Tamega Rally que, fruto dos problemas na véspera, tinha descido da posição para a 66, ascendeu agora ao 50º lugar da classificação geral absoluta sendo ainda o 9º classificado da classe maratona.

De salientar que em 2018 Fausto Mota foi o único português a concluir o Dakar sendo que felizmente este ano o piloto conta com a companhia de diversos compatriotas, dois dos quais inclusive na mesma estrutura de assistência que lhe dá apoio.

Arequipa é a segunda maior cidade do Peru e também foi a primeira cidade a receber o Dakar em 2012. Também “serviu de bivouac” em 2013 e 2018. AS motos e quad deixarão este bivouac ainda durante a noite para, numa ligação de 200 quilómetros, se deslocaram a um outro já perto do início da sexta especial que se realiza amanhã.

A2 Comunicação

Sebastian Bühler já cumpriu metade do Dakar


Ao chegar a Arequipa depois de cumprida a especial cronometrada da quinta etapa e de ter feito mais de quinhentos quilómetros de ligação dos quais 170 sem pneu traseiro, Sebastian Bühler completou ontem a primeira metade do seu primeiro Dakar onde diariamente tem vindo a progredir na classificação geral. Depois de ter iniciado a prova com um 41º lugar ocupa agora a 33ª posição sendo sexto classificado entre os Rookies (estreantes). (Veja aqui e aqui os vídeos)

Piloto da Bühler Racing é o segundo mais jovem da classificação geral

O piloto da Bühler Racing Team de apenas 24 anos o segundo mais jovem do pelotão da frente do Rally Dakar, apenas superado em 8 meses pelo argentino Luciano Benavides da equipa oficial da KTM, tem demonstrado uma enorme maturidade e continua a fazer uma prova sem cometer erros significativos.

Arequipa é a segunda maior cidade do Peru e também foi a primeira cidade a receber o Dakar em 2012. Também “serviu de bivouac” em 2013 e 2018. AS motos e quad deixarão este bivouac ainda durante a noite para, numa ligação de 200 quilómetros, se deslocaram a um outro já perto do início da sexta especial que se realiza amanhã.

A2 Comunicação

Mário Patrão no final da primeira semana do Dakar


Mário Patrão já regressou à cidade turística Arequipa depois de uma etapa maratona de dois dias. Hoje terá um merecido dia de descanso. Na etapa que se realizou entre Moqueada, no sul do Perú e Arequipa o piloto patrocinado pelo Crédito Agrícola disputou um setor seletivo que teve uma partida sui generis. Esta teve lugar mais tarde do que o previsto, pois as condições climatéricas assim o ditaram e iniciou-se na praia onde os pilotos eram lançados no troço cronometrado em grupos de dez. Mário Patrão piloto apoiado pela GRAB&GO, partiu no terceiro grupo e chegou ao final averbando o 29º tempo. Na classificação geral ocupa a 21ª posição.

À chegada a Arequipa o piloto apoiado pelos LUSÍADAS SAÚDE salientou que “quando cheguei ao fim da especial, e ainda tinha pela frente umas longas horas de ligação. A organização optou pela saída em linha o que dificultou a nossa visibilidade! Juntar fesh fesh, e o pó que os pilotos provocam faz desta navegação um facto hercúleo. Dou por mim a lutar fisicamente para me manter focado, pois alguns waypoints estão muito difíceis de alcançar o que me tem feito perder algum tempo. A moto portou-se à altura e as ferramentas BAHCO foram imprescindíveis para este desempenho” refere o piloto patrocinado pelo HOTEL ABRIGO DA MONTANHA. 

O piloto apoiado pela GARCIA&GOUVEIA -Serralharia Civil fez o cômputo das 5 etapas já disputadas: “Estamos a metade do caminho e estou muito feliz pelo meu desempenho, pois a navegação e as condições estão a revelar-se especialmente peculiares. Agradeço a todos os meus patrocinadores, sem vocês a permanência aqui seria impensável. Hoje será um dia para recuperar do desgaste físico a que estamos sujeitos e preparar a etapa seguinte.” Disse com agrado pelo final da etapa o piloto patrocinado pela A&M COSMÉTICA.

A2 Comunicação

Paulo Gonçalves abandona o Dakar 2019


"Seguia de forma tranquila, sem querer cometer qualquer excesso. Não sei sequer como caí. Julgo ter batido numa pedra escondida e fui projetado numa zona de fesh-fesh, senti muitas dores após a queda.
Não estavam reunidas as melhores condições para poder continuar em prova. Agradeço ao Ignacio Cornejo e ao Sam Sunderland pela pronta ajuda no local!
Obrigado a todos pelo apoio!" - Afirmou o piloto de Esposende, um dos nossos grandes pilotos, nas redes rociais. Para o ano há mais e votos de boas e rápidas melhoras.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

David Megre - Etapa maratona chegou a Moquegua


No final de uma etapa com 510 quilómetros dos quais 406 foram cumpridos ao cronómetro, o Dakar 2019 chegou hoje a Moquegua no sul do Peru. A caravana teve que ultrapassar a especial mais longa de toda esta 41ª edição da prova e sendo uma etapa maratona - sem assistência mecânica no final do dia - foi com natural precaução que David Megre enfrentou o longo dia de corrida.

Depois de ontem ter estado mais de 12 horas aos comandos da KTM Rallye 450 com as cores do Municipio de Coruche o piloto da KTM Jetmar voltou hoje ao seu 'escritório' com o claro objectivo de chegar a Moquegua em mais uma jornada de navegação e velocidade elevada, que continua a ser imagem de marca deste Dakar.

'Mais um dia de desafio extremo mas que foi suplantado. A minha moto está a 100% mas nas etapas maratona temos que proteger o material, em especial os pneus, para evitar estarmos muitas horas a reparar as motos perdendo horas de descanso que no Dakar são muito importantes nesta fase da competição. O frio e o nevoeiro não ajudaram nestes dois últimos dias, mas são dificuldades ultrapassadas e amanhã veremos como corre a  segunda metade desta etapa maratona.'

David Megre fechou o dia na 55ª posição e passou a ocupar o 45º posto da classificação geral antes da quinta etapa, que ligará Moquegua a Arequipa e que terá 405 quilómetros cronometrados. Em 2017 David Megre abandonou no decorrer da quarta etapa do Dakar e por isso também hoje foi um dia especial para o ribatejano, que no final do dia teve que, á semelhança de todos os pilotos, reparar algumas 'mazelas' na sua moto.

Hype Communications

Mário Patrão em jornada maratona


A dura 4ª etapa terminou em Moqueada. Aí chegado, Mário Patrão não teve a habitual estrutura da KTM Factory Racing à sua espera. O piloto patrocinado pelo CRÉDITO AGRÍCOLA cumpriu com sucesso metade de uma longa etapa maratona.

O piloto apoiado pela GRAB&GO, declarou à chegada do bivouac: “Perfizemos hoje 500 quilómetros, em que uma vez mais o “fesh fesh” foi rei. Hoje na etapa maratona respira-se o verdadeiro espírito do DAKAR, não havendo assistência por parte das equipas, cabe aos pilotos verificar as motos! Realizei a minha etapa num timbre mais cauteloso para evitar desgastes que amanhã podem ser cruciais nos 800km que nos esperam!”, salienta o piloto apoiado pela CÂMARA MUNICIPAL DE SEIA. 
Na etapa que ligou a cidade turística Arequipa a Moqueada, no sul do Perú, o piloto apoiado pelos LUSÍADAS SAÚDE aos comandos da KTM 450 RALLY nº 34 gastou 4h09m28s a percorrer a especial, bem mais rápido que o dia anterior. Num Dakar, extremamente duro, colocando os pilotos acima de tudo em extremos físicos. 

Sem assistência externa caberá a Mário Patrão fazer a revisão da sua moto com as ferramentas BAHCO que transportou consigo e aquelas que foram transportadas numa caixa igual para cada piloto. Uma revisão que será naturalmente feita em conjunto com os seus companheiros de uma equipa que luta por dar à KTM a sua 18ª vitória consecutiva e onde o seu know how hoje será absolutamente fulcral.
Na segunda parte da etapa maratona Mário Patrão, patrocinado pela GARCIA&GOUVEIA - Serralharia Civil, regressa a Arequipa onde poderá descansar durante o dia de Sábado.

A2 Comunicação

Dakar 2019 | 4ª Etapa - Resultados

Ricky Babrec

Ricky Babrec venceu a etapa e assumiu a liderança da prova, num dia em que Pablo Quintanilla perdeu os mais de 11 minutos que tinha de vantagem ontem, quando liderava a prova. O chileno é agora 2º, enquanto que Toby Price ocupa a 3ª posição.

Paulo Gonçalves voltou a ser 6º e subiu mais uma posição na classificação geral. É agora 8º e o melhor português.

4ª Etapa - Resultados:
(Clique para ampliar)

Todos os resultados


Nota: A classificação dos restantes portugueses ainda não é conhecida.

Foto: FB Dakar

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Dakar 2019 | 3ª Etapa - Resultados

Xavier de Soutrait

Xavier de Soultrait venceu a etapa e Pablo Quintanilla ascendeu à liderança da prova, num dia marcado pela desistência de Barreda, supostamente devido a um atascanço numa zona fora da rota ideal. Outras fontes referem problemas na moto e ainda há quem avance que foi devido a queda.
Paulo Gonçalves continua a melhorar dia após dia e terminou hoje na 6ª posição e entrou no Top10 da classificação geral.

3ª Etapa:
(Clique para ampliar)
Foto: FB Dakar

Jetmar KTM Husqvarna com Luís Oliveira e Joana Gonçalves


É com enorme orgulho que a Jetmar – Importador Nacional das marcas KTM e Husqvarna, anuncia que na temporada de 2019 irá contar com uma equipa de competição offroad, composta por dois pilotos de grande qualidade.

Detentor de vários títulos nacionais, brasileiros e ainda um Vice-Campeonato do Mundo de SuperEnduro, Luís Oliveira dispensa apresentações. Pela primeira vez aos comandos de uma KTM, o piloto natural de Sintra optou pelos modelos 450 EXC-F e 450 SX-F, com que irá alinhar no enduro e motocross. Bastante motivado, Oliveira comentou: “Sempre fui um piloto de desafios e esta oportunidade por parte da KTM Portugal foi bastante interessante. Estou motivado para regressar às vitórias e dar a esta equipa o título no enduro. Já tive oportunidade de testar a mota nova e o feedback é francamente positivo. Irei apenas ajustar alguns pormenores a meu gosto e espero estar a 100% na primeira jornada”.

Já a atual Campeã Nacional de Enduro – Joana Gonçalves, cada vez mais habituada ao Enduro (piloto que se iniciou no motocross), demonstrou em 2018 com a conquista do título português de enduro e a excelente prestação nos Seis Dias realizados em novembro passado no Chile, ser uma aposta válida para este projeto. Em competição, a jovem piloto Husqvarna, contará com os modelos FE 250 e FC 250 da marca de origem sueca. “Tenho a certeza que esta temporada irei contar com as melhores condições para defender o título no nacional de enduro e regressar ao motocross. Neste projeto arrojado com a Jetmar e a Husqvarna, ter o Luís como companheiro de equipa será bastante importante para a minha evolução como piloto” disse Joana Gonçalves.

Francisco Pita, como Team Manager comentou: “Sem dúvida que estes são dois grandes valores no panorama nacional. O Luís já conhecia há alguns anos e a Joana, acabei por ter algum contato ano passado no Chile. Pilotos esforçados, merecedores de uma oportunidade e em quem iremos apostar para estarem na luta pelos títulos em todas as competições onde a equipa marcar presença”.

A dupla apoiada pela Jetmar irá alinhar nos Campeonatos Nacionais de Enduro, Motocross, Seis Dias de Enduro a realizar este ano em Portimão e ainda algumas provas de destaque.

Texto: Jetmar KTM Husqvarna
Fotos: Gonçalo Martins

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Dakar 2019 | 2ª Etapa - Resultados

Matthias Walkner venceu a 2ª etapa do Dakar. Barreda mantém liderança.

Resultados da 2ª Etapa
(Clique para ampliar)

Foto: FB Dakar

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Joaquim Rodrigues com início cauteloso no Dakar


Depois do acidente sofrido em 2018, Joaquim Rodrigues teve hoje uma abordagem mais calma na 1ª etapa da 41ª edição do Dakar, concluindo o dia na 23ª posição, 2º melhor português.
Nas redes sociais, o piloto da Hero Motosports afirmou: 
"Hoje foi uma etapa de muitas emoções para mim! Sinceramente, estava muito nervoso nesta primeira etapa lembrando o acontecimento do ano passado, onde uma queda me deixou logo fora de prova e com lesões que ainda hoje me afetam. Adotei um ritmo cauteloso, andei tranquilo, talvez até seguro demais. Mas estou feliz por ter concluído esta etapa, agora sinto que me posso concentrar num bom ritmo para os próximos dias. Seguimos com o 23.° lugar."

Foto: FB Joaquim Rodrigues

SEWC 2019 | GP da Alemanha - Cody Webb assume comando do campeonato

Com 2 vitórias nas 3 finais do GP da Alemanha, o actual campeão mundial de SuperEnduro, Cody Webb, assumiu a liderança do campeonato. Diogo Vieira foi 10º em Riesa e ocupa a 7ª posição.

Campeonato:

Video:

Foto: Super-Enduro

Dakar 2019 | 1ª Etapa - Resultados

Joan Barreda Bort venceu hoje a 1ª Etapa do Dakar 2019. Paulo Gonçalves foi o melhor piloto português, ao concluir a tirada na 11ª posição.

Resultados da 1ª Etapa:
(Clique para ampliar)
Foto: Dakar.com

Primeiro dia ultrapassado para David Megre


Após tantos meses de preparação e depois de um verdadeiro banho de multidão aquando da cerimónia de arranque do Dakar na tarde de onte, David Megre iniciou hoje a sua segunda participação no Dakar aos comandos da KTM 450 Rallye com as cores do Municipio de Coruche.

Com curtos 84 quilómetros a especial de abertura desta 41ª edição do Dakar foi encarada pelo piloto ribatejano com natural expectativa e mesmo algum habitual nervosismo próprio do arranque da mais importante e exigente prova do TT mundial.

Sem correr riscos desnecessários David Megre encontrou o seu ritmo desde os primeiros quilómetros e fechou a rápida especial na 44ª posição.

'Hoje foi o dia da descompressão depois de toda a preparação para estar na linha de partida. Finalmente pude me concentrar apenas em tripular a minha moto e cumprir o primeiro contacto com a areia peruana. Saímos em ordem inversa à numeração e por isso nada arrisquei. Foi um dia de primeiro contacto, sem sobressaltos.'

Palavras de David Megre na chegada a Pisco, de onde partirá a segunda etapa da prova, no dia de amanhã, com 342 quilómetros cronometrados e mais de 500 no total, num dia que se prevê exigente do ponto de vista técnico e também no que à navegação diz respeito, pois este Dakar peruano continuará em piso arenoso.

Hype Communications

domingo, 6 de janeiro de 2019

Paulo Gonçalves apto para o Dakar


Depois de um ano de preparação com um contratempo que o levou para a sala de operações a apenas um mês da prova de todo-o-terreno mais importante do mundo, Paulo Gonçalves mostrou mais uma vez toda a sua determinação e vai estar amanhã na partida em Lima, Peru, da edição 2019 do Dakar:
"Amanhã inicio mais uma participação no Dakar, mais um grande desafio. Foi um longo ano de trabalho que acabou por ser “ameaçado” por um contratempo que me levou a uma cirurgia a apenas um mês da prova, mas que com força e determinação prontamente foi superado para estar de novo apto para a aventura.
Todo o apoio sentido nestes últimos dias foi fantástico e, em conjunto com toda a equipa HRC e todos os meus patrocinadores, estaremos em busca do grande objetivo: a vitória da Honda!
Vamos à luta, levo a vossa força em cada quilómetro."

Foto: FB Paulo Gonçalves

David Megre de regresso ao Dakar


Pela segunda vez na sua carreira David Megre enfrenta a mais temida, exigente e mediática prova do TT mundial. Aos comandos de uma KTM o ex-campeão europeu de Bajas (2009) quer terminar a prova sul-americana, algo que não aconteceu aquando da sua primeira participação quando foi forçado a abandonar na quarta etapa da prova.

'Depois de uma primeira experiência que não teve o resultado para o qual trabalhei estou de volta e levo como objectivo principal terminar a prova.' comenta o piloto de Coruche junto à sua KTM 450 Rallye que foi preparada em Portugal e terá também ela assistência por parte da KTM Jetmar, o importador luso da marca austríaca.

'Antes da partida da prova em 2017 adoeci e com as temperaturas elevadas que se fizeram sentir na altura tudo se precipitou a caminho do abandono. Foi um momento estranho mas não consegui superar e tive mesmo que ficar de fora antes do arranque do quinto dia. Agora sinto que estou mais preparado e mais consciente das dificuldades, se bem que no caso do Dakar seja sempre complicado fazer previsões. Mas estou mais consciente de tudo e muito melhor fisicamente.' afirma o piloto depois de concluir os procedimentos de verificações técnicas e administrativas que antecedem o arranque de duas semanas de competição que começam e terminam em Lima, a capital do Peru.

A prova terá ordem de partida na próxima segunda-feira com uma primeira especial com curtos 84 quilómetros na ligação até Pisco. O Dakar terá cerca de 5.000 quilómetros no total e será a primeira vez em 41 anos de história da prova que a mesma se realizará em apenas um território. 

Hype Communications

António Maio estreia-se no Dakar amanhã


É já amanhã que arranca mais uma edição do DAKAR, este ano totalmente disputado no Peru. António Maio, tetra-campeão nacional de todo-o-terreno estará pela primeira vez presente na prova mais importante do calendário mundial e o objectivo é acumular experiência e concluir a grande maratona.

Foto: FB António Maio

Mário Patrão no Perú pronto para avançar

Piloto e companheiros vão tentar dar 18ª vitória consecutiva à KTM

Mário Patrão, inscrito no Dakar 2019 pela KTM Factory Racing bem como os seus companheiros da Red Bull KTM Factory Racing, Matthias Walkner, Toby Price, Sam Sunderland e Luciano Benavides, assim como a espanhola Laia Sanz, cumpriram já um derradeiro shakedown onde a equipe fez os ajustes finais nas suas KTM 450 RALLY. 

Os pilotos tiveram contacto com o terreno arenoso e macio do Peru onde a equipa, que vai disputar o Rally Dakar de 2019, tem como objetivo garantir a 18ª vitória consecutiva para a KTM neste icónico evento.

O piloto de Seia apoiado pelo Crédito Agrícola, pela primeira vez na equipe de fábrica, propõe-se lutar por uma posição no top 10 e apoiar os seus companheiros de equipe da melhor maneira possível. O ex-vencedor da Marathon Class está apto e pronto para avançar.

“Estou totalmente preparado para o desafio do Dakar. Fisicamente estou em boa forma e também estou feliz por ter o apoio total da equipe da KTM. As etapas parecem ser muito duras, mas meu plano é pensar um dia de cada vez. Ainda temos um pouco de preparação para fazer, mas a primeira etapa será já na segunda-feira e estou ansioso para começar”, salienta a piloto que é também apoiado pela Bahco,

A2 Comunicação

Joaquim Rodrigues pronto para mais um Dakar


Depois de uma estreia ao mais alto nível em 2017 e o abandono em 2018 devido a queda numa duna traiçoeira, Joaquim Rodrigues está pronto para a sua 3ª participação no Dakar, que arranca amanhã em Lima (Peru).
Nas redes sociais, o piloto de Barcelos referiu que:
"Amanhã começa a aventura! Estamos prontos para mais um Dakar, trabalhámos muito para este grande desafio. Estou motivado e muito contente graças ao excelente trabalho da equipa Hero MotoSports. Agora é hora de o colocar em prática!"

Foto: FB Joaquim Rodrigues

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Nacional Enduro CFL | Maxxis 2019 - Aposta reforçada em ano de ISDE


No arranque de um ano marcado pela realização em solo português dos International Six Days Enduro - que irão levar a prova até ao Algarve quase no final do ano - o campeonato nacional de Enduro CFL Maxxis será alvo de uma aposta ainda mais notada por parte da Federação de Motociclismo de Portugal, aposta essa que será igualmente evidente no apoio aos pilotos mais jovens que desejem participar em provas internacionais e também na formação onde surge um patrocinador para o Mini Enduro, com a chegada da Jetmar ao campeonato.

Em 2019 o campeonato maior do enduro nacional será realizado com seis provas, sendo que duas delas serão jornadas duplas - dois dias de duração e duas pontuações - e as restantes quatro terão apenas um dia de competição e respectiva pontuação, sendo que todas as pontuações serão consideradas para o apuramento da classificação final de cada categoria. Novidade serão as duas novas classes Elite: 

Elite 1 – Motos com motor a 2 tempos com cilindrada até 250cc e motos com motor a 4 tempos com cilindrada até 250cc
Elite 2 – Motos com motor a 2 tempos com cilindrada superior a 250cc e motos com motor a a 4 tempos com cilindrada superior a 250cc

CALENDÁRIO CNE CFL - Maxxis 2019
3 de Fevereiro - Vila Nova de Santo André
2 e 3 de Março - Peso da Régua
31 de Março - Figueira da Foz
20 de Abril - Lousã
30 de Junho - Águeda
12 e 13 de Outubro - Marco de Canavezes

ESCOLA DE ENDURO
Introdução de três classes de MINI ENDURO – INFANTIS, JUVENIS e JUNIORES –  (Provas de um dia do CNE 2019)
INFANTIS - Motos a 2T com cilindrada até 65cc e motos a 4T com cilindrada até 110cc, para pilotos com idades compreendidas entre os 8 e 12 anos
JUVENIS - Motos a 2T com cilindrada até 85cc e motos a 4T com cilindrada até 150cc, para pilotos com idades compreendidas entre os 11 e 14 anos
JUNIORES – Motos a 2T com cilindrada até 125cc, para pilotos com idades compreendidas entre os 13 e 15 anos

Todas as Classes de MINI ENDURO serão Campeonatos Nacionais e consideradas todas as classificações para a pontuação final.

CALENDÁRIO MINI ENDURO JETMAR 2019
2 de Fevereiro - Vila Nova de Santo André
30 de Março - Figueira da Foz
19 de Abril - Lousã
29 de Junho - Águeda

A Enduro Cup passará a competir no sábado com as classes de Mini Enduro, sendo esta destinada a motos com motor a 2 tempos com cilindrada até 50cc e motos com motor a 4 tempos com cilindrada até 125cc, para pilotos com idades compreendidas entre os 14 e 18 anos.

No âmbito da Escola de Enduro, serão realizados estágios e apoiar a participação de dois pilotos no Mundial de Enduro Classe Youth e outros três na Classe Enduro GP Open, formando o Team FMP, sendo que nos International Six Days Enduro a Federação de Motociclismo de Portugal voltará a inscrever as selecções Sénior, Júnior e Feminina.

FMP