quinta-feira, 24 de maio de 2018

CNTT 2018 - Regresso ao Alentejo


Território de excelência para a prática do TT o Alentejo recebe este fim de semana a segunda prova do calendário desportivo no seu território. Depois da Ferraria agora cabe a vez a Reguengos de Monsaraz para a recepção aos pilotos das três categorias que incluídas na competição e que irão certamente levar muita animação à região.

Organizada pela secção de Motorismo da Sociedade Artistica Reguenguense a prova realiza-se entre os dias 25 e 27 (Sexta-feira a Domingo) e compreende um total de 250 quilómetros, incluindo as ligações, divididos por um prólogo, a disputar no dia 26 (sábado) durante a manhã, com percurso de cerca de 8 quilómetros e por dois sectores selectivos; o primeiro com cerca de 76 quilómetros a disputar no dia 26 (sábado) à tarde e o segundo com cerca de 140 quilómetros a realizar no Domingo, dia 27.

Com António Maio invicto na liderança do campeonato, o anunciado regresso de Sebastian Bühler ao campeonato - foi ele o vencedor desta prova em 2017 - poderá animar a luta pela primeira posição.

HORÁRIO

Sexta-feira 25 de Maio

1ª SECÇÃO – 1ª ETAPA
21h30 - Saída do Parque de Partida do 1º concorrente Moto para a Cerimónia de Partida (Todos os participantes e respetivas viaturas passam pelo Palanque de Partida instalado na Praça da Liberdade e dirigem-se depois para o Parque Fechado instalado no Parque de Feiras).

Sábado 26 de Maio

2ª SECÇÃO – 1ª ETAPA
07h55 - Partida do 1º Concorrente Moto do Parque Fechado para o Prólogo
08h30 - Início do Prólogo para o 1º concorrente Moto

3ª Secção - 1ª Etapa
12h20 - Saída do 1º concorrente Moto do Parque Fechado para o 1º Sector Selectivo
13h00 - Início do 1º Sector Selectivo para o 1º concorrente Moto
14h15 - Chegada do 1º concorrente Moto ao Parque Fechado no Parque de Feiras e Exposições.

Domingo 27 de Maio

2ª ETAPA
07h30 - Saída do 1º concorrente Moto do Parque Fechado
07h45 - Início do 2º Sector Selectivo para o 1º concorrente Moto
10h00 - Chegada do 1º concorrente Moto e festa final no palanque de chegada instalado na Praça da Liberdade.
11h00 - Cerimónia de pódio na Praça da Liberdade
16h00 - Cerimónia de entrega de prémios na Praça da Liberdade (junto à Câmara Municipal).

Fonte: FMP

Ecmoto Beta segue a vencer em Águeda


Águeda foi palco de mais uma prova do Campeonato Nacional de Enduro, quando entramos na fase final da temporada 2018.
Com sete pilotos à partida, e depois de três vitórias consecutivas, a equipa queria manter os bons registos e evoluir em relação à ronda anterior.

Novamente na categoria Verdes 3, Nuno Cação registou mais uma vitória com boa margem, conseguindo vencer todas as provas especiais, o que valeu também o primeiro lugar no Troféu Beta. Um resultado que deixa agora Nuno Cação na frente da categoria V3, bem como do Troféu Beta, com quatro vitorias nas quatro provas disputadas.

Gabriel Seco continua a subir de ritmo e apesar de algumas quedas, foi um dos pilotos em destaque no Troféu Beta. Terminou com o 9º posto, sendo 11º da classe Veteranos, onde recuperou mais alguns pontos, ocupando o 14º lugar no Campeonato.

Em Super Veteranos, Ulisses Rossa voltou aos bons resultados, com o 6º lugar de Águeda a reforçar a 4ª posição no Campeonato, mantendo-se na luta pelo Top3. Mário Simões voltou a ser regular ao longo de todo o dia, terminando sem qualquer penalização, ocupando o 11º lugar, na frente do seu colega de equipa, Eduardo Neves, também ele sem penalizações. Uma boa evolução numa prova marcada pela dureza, e o muito calor que se fez sentir ao longo de todo o dia.

João Marques esteve em grande destaque ao conquistar um lugar no top10 do Troféu Beta. O piloto esteve sempre na luta com os seus adversários, tendo o seu primeiro resultado dentro dos 10 melhores do Troféu. Alberto Carvalho acabaria por ter problemas que o fizeram perder algum tempo, sendo mesmo assim 17º no Troféu Beta, demonstrando uma boa evolução.

Uma prova com um saldo muito positivo para a equipa Ecmoto Beta, avançando agora para a preparação da próxima prova do Campeonato, a disputar em Souselas a 17 de Junho.

Team Ecmoto

João Rafael conquista 2º lugar em Águeda


Realizou-se no passado fim de semana em Águeda a 5ª corrida do Campeonato Nacional de Enduro de 2018.
Tal como tinha acontecido no ano de 2017 a principal atracão foi a Crosstest que se realizou na mítica pista do Casarão que integra o calendário do Mundial de Motocross. 
A representar as cores da equipa Motobrioso, esteve o piloto da Escuderia Castelo Branco João Rafael.

João Rafael comentou: "Fim de semana bastante positivo para mim, foi um enduro bom com um bom percurso e boas especiais.
Nas ultimas corridas apesar dos bons resultados tinha cometido muitos erros nas especiais, por isso fui para Águeda com o objetivo de ter um bom resultado e de, ao contrario das ultimas corridas, cometer poucos erros. 
Felizmente foi isso que aconteceu, consegui ao longo do dia andar sempre com um bom ritmo nas especiais mas sempre dentro da minha "zona de conforto" nunca arriscando em demasia, fazendo com que a probabilidade de errar fosse menor.
Acabei o dia na 2ª posição da minha classe Verdes 1 e na 5ª posição em Verdes Geral.
Agradecer à Motobrioso que depois de um contra-tempo de ultima hora me deixou a mota a 100%.
Muito obrigado a todos os patrocinadores, a todos os que nos acompanham e ao meu irmão que me acompanhou em mais uma corrida.
Agora é treinar e começar a pensar na próxima prova que se realiza em Souselas no fim de semana de 16/17 de Junho."

Equipa Enduro Escuderia Prott

Nuno Freitas com vitória importante em "casa"


O CNE deslocou-se a Águeda, a capital das motos portuguesa, onde o ACTIB montou uma prova excelente, com uma equipa de imensos elementos espalhados por todo o percurso. Mais uma vez os pilotos tiveram o prazer de rolar na pista de motocross onde recentemente decorreu o Mundial de MX. Também a Enduro Test estava excelente e com bastante público, pois situava-se quase no centro da Cidade. Infelizmente a Extreme Test não esteve à altura e foi largamente criticada pelos pilotos devido a alguns obstáculos mal construídos, sem interesse competitivo e com riscos de lesões desnecessários. O Veterano Nuno Freitas conseguiu conquistar o primeiro lugar apesar de não se sentir confiante no início da prova:

“Arranquei para este Enduro muito pouco confiante pois, para além de ter dificuldades nas pistas de motocross, também detestei a Extreme. Felizmente consegui ter boas prestações ao longo do dia e beneficiei das dificuldades mecânicas do meu adversário direto. Para mim era muito importante ganhar em Águeda, não só pela consolidação da liderança no campeonato, mas acima de tudo por estar em “casa”. São de Águeda os meus assistentes e grande parte dos meus patrocinadores. Durante dois dias fui imensamente apoiado pelos muitos amigos que encheram a nossa tenda e que fizeram a festa do Enduro de forma invejável. A todos eles dedico esta vitória e agradeço-lhes a forma como me fazem sentir acolhido e apoiado, senti-me mesmo em casa!! Especial agradecimento ao Troca Tintos Taberna Urbana e C16 Ferragens pelas prendas que nos deram durante o fim-de-semana. De resto foi tudo como habitual, a minha KTM continua impecável e a assistência foi, como sempre, simplesmente perfeita. Que mais poderei pedir?"

Comunicado de Imprensa Nuno Freitas

terça-feira, 22 de maio de 2018

Sebastian Bühler de regresso ao CNTT


Depois de uma paragem forçado que o impediu de participar nas três primeiras jornadas do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, Sebastian Bühler, atual vice-campeão nacional, vai estar à partida da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal que se disputa de 25 a 27 de maio em Reguengos de Monsaraz, competição que este ano comemora a sua 30ª edição.

O piloto do Bühler Racing Team que venceu a edição 2017 desta prova alentejana, regressa assim às competições do CNTT depois da queda que sofreu durante uma sessão de treinos de preparação para a prova inaugural do Campeonato e que o manteve arredado das corridas durante dois meses. De salientar que Sebastian Bühler soma já seis vitórias esta temporada entre provas de Enduro, Resistência e Troféu Yamaha a última das quais na corrida que marcou o seu regresso às competições. 

O piloto da Yamaha mostra-se motivado para o desafio que se avizinha, embora assuma que poderá denotar alguma falta de ritmo devido à longa fase de interregno. “O traçado da prova é trabalhoso, com buracos e valas e é precisamente essas características que aprecio na Baja de Reguengos. Estou a recuperar bem e sinto-me preparado para participar na prova alentejana. Depois do tempo de pausa o meu objetivo é ganhar ritmo e, se possível, repetir o triunfo”, releva Sebastian Bühler que conquistou o primeiro título nacional em todo-o-terreno, no ano de 2014, com apenas 20 anos, ao vencer a Classe TT1, título que renovou em 2016, antes de ascender à classe TT2.

A Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal arranca desportivamente no sábado com um prólogo de 8,28 km cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão disputar um troço de 80,80 quilómetros. No dia seguinte a prova encerra com a realização de uma especial de 142 quilómetros.

A2 Comunicação

Racespec|KTM|CFL em festa na “sua” cidade


A bonita cidade bairradina de Águeda foi este fim-de-semana palco da quinta jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro 2018. Com mais de cento e sessenta participantes, esta prova contará com dois dias de competição, três especiais e um traçado com cerca de meia centena de quilómetros. De destacar que uma das especiais desta etapa a cargo do ACTIB - Águeda Action Clube, situava-se uma vez mais no famoso Crossódromo Internacional desta cidade.

O jovem Tomás Santos voltou a vencer em Águeda a categoria Mini Enduro 1. Vindo do motocross, o piloto nabantino mostrou-se mais habituado à modalidade, tornando-se assim um sério candidato à vitória neste novo troféu. No final da etapa, Tomás comentou: “Nesta prova senti-me mais à-vontade pois já sabia como tudo funcionava. Gostei especial da especial de motocross e do percurso, apesar de curto. Não arrisquei muito pois o piso estava muito seco. Agora o objetivo passa por vencer em Souselas e ganhar o Troféu invicto”.

Já Bruna Antunes continua a sua temporada sem grandes contratempos. Em Águeda, acabou por registar bons cronos, mantendo sempre a luta animada entre as Senhoras – 3ª classificada. “Uma corrida muito bem disputada. Consegui impor um bom ritmo em todas as especiais, estando na luta com as minhas adversárias. Aproveito para agradecer à minha equipa e a todos aqueles que me apoiam” concluiu Bruna Antunes.

Após algumas semanas afastado da competição devido a lesão, Tomás Clemente regressava em Águeda. Ainda com alguma falta de ritmo, o jovem piloto mundialista, acabaria o dia na 3ª posição Elite1. No final, Tomás Clemente comentou: “Estou de regresso após algumas semanas. Tive boas sensações, senti-me bem, mas faltou-me velocidade. Agora é tempo de voltar ao trabalho, para melhorar o meu nível. Obrigado equipa – Ao vosso lado, sinto-me em casa!”

Uma estreia nesta jornada foi a presença do atual Campeão Nacional de Motocross/Supercross, Hugo Basaúla. Sem qualquer tipo de objetivo em Águeda, o piloto KTM aproveitou o convite por parte da formação Racespec, para “conhecer” a modalidade. Com uma andamento bastante aguerrido, Basaúla viria a garantir um brilhante 3º lugar Elite 2 | Geral Absoluto. “Foi o meu primeiro enduro e felizmente tive uma prestação positiva. Tudo era uma novidade, mas habituei-me rápido e consegui mesmo estar na liderança. No que toca a especiais, a mais técnica era a extreme e onde perdi algum tempo para os mais diretos adversários. Fui competitivo e o pódio foi espetacular. Agradeço desde já à Racespec por este convite, à família Lourenço, família Clemente e todos os amigos que estiveram em Águeda. Obrigado!”

Ainda em prova com as cores da formação Racespec|KTM|CFL esteve Diogo Nogueira – classe Verdes 2. Infelizmente o piloto natural de S. João da Madeira seria forçado ao abandono já na terceira volta, quando ocupava a quinta posição da classe. 

O Campeonato terá a sua penúltima jornada em Souselas – Coimbra, nos próximos dias 16 e 17 de Junho.

Texto: Evo-press
Fotos: OneShotFoto

CNE 2018 - Animação total em Águeda


Com organização a cabo do Agueda Action Club o CNE - CFL 2018 esteve no passado fim de semana em Águeda para discutir a quinta etapa do calendário, sexto dia de pontuação depois da ronda dupla da Régua, e com algumas novidades entre os 164 inscritos, entre as quais a estreia em absoluto de Hugo Basaula, campeão nacional de motocross, na especialidade.

Com 45 quilómetros de percurso a prova revelou um intenso duelo pela vitória final e ao longo das onze especiais realizadas foram cinco os pilotos que venceram e três deles passaram pela liderança de uma corrida que acabou por ser decidida por pouco mais de cinco segundos e apenas na penúltima especial o futuro vencedor assumiu o topo da classificação final.

Sem surpresa Hugo Basaula foi dono e senhor das Cross-Test e venceu em todas as quatro passagens ao longo do dia sendo assim o piloto com mais especiais ganhas, seguido por Luis Oliveira com três vitórias, Diogo Ventura com duas e João Vivas e Gonçalo Reis ambos com uma primeira posição. Mas nas contas finais seria Diogo Ventura a assinar a sua segunda vitória do ano ao assumir a primeira posição na penúltima especial por troca com Luis Oliveira, posição essa que o piloto de Góis segurou com a vitória na derradeira especial do dia para bater Oliveira por pouco mais de uma mão cheia de segundos numa classificação onde os quatro primeiros ficaram separados por menos de um minuto e onde Hugo Basaula ocupou o degrau mais baixo do pódio.

Diogo Ventura venceu igualmente em Elite 2 com André Martins a ser o vencedor em ELite 1 numa prova onde Diogo Vieira esteve ausente por estar a recuperar de uma lesão. O experiente Pedro Oliveira foi o vencedor na Open ao bater Nuno Oliveira por pouco mais de nove segundos. Diogo Parente foi o vencedor nos Verdes em termos absolutos e na Verdes 2, batendo o melhor em Verdes 1, Gil Carmo e o vencedor na Verdes 3, Nuno Cação. Na Youth Cup foi Rodrigo Belchior quem assegurou a vitória, Nuno Freitas subiu de novo ao degrau mais do pódio nos Veteranos, Joana Gonçalves foi a melhor nas Senhoras, João Miranda ganhou nos Super-Veteranos, Miguel Saraiva na Enduro Cup e Diogo Graça Moura na Vintage. A prova bairradina contou ainda para o Troféu Mini-Enduro, com vitória de Tomás Santos na Mini 1 e Afonso Froufe na Mini 2. 

A próxima prova do campeonato leva a caravana até Souselas, com Luis Oliveira e Diogo Ventura separados por 13 pontos com 84 ainda por discutir neste Nacional de Enduro - CFL 2018.